quarta-feira, 30 de maio de 2012

João Moutinho versus André Martins.

First things first. A minha resposta ao post anterior seria Aimar.

Alguns de vós, e bem, recordaram as parecenças com João Moutinho.

Comparando-os. Perceba que é uma tarefa quase hercúlea. Comparar o melhor médio português, com o melhor médio português, dará seguramente azo a diferentes opiniões e interpretações.

Com Moutinho eu ia para a guerra. É o jogador perfeito. Com bola, sem bola. Cem por cento fiável. Sabemos que jamais nos falhará. Sabemos que aquele esforço extra para garantir uma qualquer cobertura será feito. Com onze Moutinhos, sei que tudo o que idealizar estará no campo, assim eu o saiba transmitir. Com onze Moutinhos sei que se as minhas ideias forem boas, vencerei, porque tudo será feito "by the book". Sem bola ocupará o espaço como eu pretendo. Com bola sairá tudo tal como treinámos. Quase mecânico, diria. Com Moutinho iria até ao fim.

Mas, o João que é o melhor médio português, não me ensinará nada. Interroga-me, eu respondo. Trocamos ideias e no relvado confirmaremos que se eu tiver qualidade para lhe solicitar o que lhe devo solicitar, juntos iremos no bom caminho.

O André, que é o melhor médio português é diferente. Não me falhará defensivamente. É inteligente e sabe perfeitamente ocupar o espaço. Sem bola o seu comportamento será tal e qual eu pretendo. Mas com bola é diferente. Acredito que na maioria das vezes consiga ver e executar o que pretendo. Outras, tomará decisões diferentes das minhas. Daquelas para as quais por vezes o tento formatar. Todavia, não me zango com ele. Nunca. No final percebo sempre que o caminho que escolheu era melhor que o que eu próprio idealizei. Interrogo-o, mas o André não tem respostas. Não sabe porque temporizou, porque conduziu na direcção da oposição apenas para os atrair à bola para em seguida rodá-la por outro lado. Não sabe. As coisas saem com a naturalidade dos predestinados. Com o André eu aprendo. Há opções menos óbvias mas mais interessantes que as que me surgem na mente.

Quando o Moutinho marcar um auto golo, penso na pouca sorte que teve. Colocou mal o pé na bola. Acontece a todos e se há quem não mereça ter tal azar é o João. O André é diferente. Porque vê mais além, no dia em que introduzir a bola na sua própria baliza, interrogar-me-ei. Porque o fez? O que o levou a tal? Será que crê que a equipa precisava de sofrer um golo para espevitar?

O que os separa? Criatividade.

24 comentários:

Anónimo disse...

Lol

RRAleixo disse...

PB,

Sigo o seu blog há algum tempo mas hoje é a 1ª vez que comento. Antes demais muitos parabéns por este espaço e especialmente pelo conteúdo.

Penso que existe ainda algo (ultrapassável com treino)que os separa, que é a resistência fisica. Penso que JM tem uma resistencia superior nesta fase, até devido à diferença de anos em futebol profissional, já que o AMartins quando joga de inicio por volta dos 70min começa a resguardar-se um pouco mais, deduzo que fisicamente vai um pouco abaixo... Não sei se concorda, gostava da sua opinião

PB disse...

Concordo inteiramente. O J.Moutinho é incrível nas capacidades físicas. Mas o André só crescerá na resistência qd começar a jogar a tempo inteiro. Principio da sobrecarga. Precisa de ultrapassar a confort line para obter ganhos. Basta jogar e jogar e jogar e jogar, para lá chegar.

JL Martins disse...

Gostava que AM fosse isso tudo e que o Sporting o saiba aproveitar. Tenho dúvidas sobre as duas coisas.

PB não leves a mal mas, utilizares expressões anglófonas tornam os textos pretensiosos. Não havia necessidade :)

PS: e sim, mesmo estando fora (UK) prefiro sempre expressar-me em português.

PB disse...

JL, n levo a mal, mas tenho dificuldades evidentes, q tento esconder na língua portuguesa. N tenho vergonha, nem me melindro disso, pq n faço do português o meu ganha pão.

Se queres mm saber, as dificuldades são tais que nem atingi o pq do pretensioso.

Isto n passa dum blog pessoal onde falo de uma das minhas paixões. Apenas isso.

PB disse...

Sobre o AM, n tenho dúvida de que é isso tudo mesmo. Sobre a capacidade p o Sporting o aproveitar, já duvidei mt mais. Acho q se está a começar a ir no bom caminho.

Gonçalo Correia disse...

A minha resposta foi na direcção do Aimar, mas de forma "condicionada".

Disse: fora do Sporting, tem um pouco de Moutinho e sobretudo de Aimar.

Não é exactamente um nem outro, até porque raros são os jogadores, ainda para mais dentro do Campeonato, muitíssimo parecidos um com o outro em campo.

Mas tem um pouco dos dois; e um pouco mais de Aimar que do João.

Da mesma forma que, no Sporting, tem um pouco de Adrien e um pouco de Izmailov, ainda que um pouco mais do russo;

Sendo que aqui as semelhanças não são tão notórias quanto às que tem com os dois primeiros jogadores.

MM disse...

PB,

Se tivesse de comprar - aproximando - o Andre Martins a outro medio escolheria tambem o Joao Moutinho. Nao o Aimar. O Andre Martins nao tem a "fluencia" de jogo do Aimar, naturalmente, e se a tiver sera dificil descortinar porque nao tem tantos minutos quanto isso na equipa do Sporting. Mas PB, que elogio maior podes fazer ao Andre Martins do que este presente no post? Comparando-o simultaneamente a duas coisas coisas tao perfeitas mas diferentes como Aimar e Moutinho. Ao faze-lo, coloca-lo nos pincaros, porque so um extraordinario jogador seria tao completo que o permitisse.

O AM, permite.

Dito isto, compreendo perfeitamente a natureza mecanica com a qual revestes o Joao Moutinho. Faltar-lhe-a a capacidade fisica (AM) para ser nesse aspecto tao bom quanto o Joao Moutinho? Acho um bocadinho irrelevante porque essas qualidades nao dependem da resistencia. Estranho que pareca, dependem quase so daquilo que dizes no texto: disponibilidade para percorrer aquele metro mais, ou esforco extra para corrigir (maus) comportamentos de colegas que desequilibrem a equipa. Essa disponibilidade e esse esforco nao advem (plural) do fisico, mas da mente. Mente = mentalidade = personalidade, aquilo que o Jorge do CJ falou em comentario 2 posts para tras. Ao Andre Martins nao falta porque tem ja muita mas, nao tem ainda toda a que tera num futuro mais ou menos proximo: personalidade que so o tempo podera dar.

Curiosamente, a mesma personalidade que tambem o fara aproximar-se do Aimar, olhemos para a outra metade da comparacao, parte criativa da analise.

Digamos o que dissermos, algo nao muda: precisa de estar dentro da equipa. Jogar hoje, amanha e sempre. Em condicoes normais: tudo o mais acontecera com normalidade e daqui a 2 anos nao estaremos a compara-lo com ninguem mas a comparar outros com ele. E o meu desejo. Ainda em jeitos de comparacao, voltando ao texto, concluiria do seguinte modo com a ressalva de que ele nao tem muitos minutos que permitam-me (em jeito de palpite) ter certezas: o Andre Martins nunca sera tao bom quanto o Joao Moutinho. E tambem nunca sera tao bom quanto o Aimar. Sera melhor do que ambos: quando olho para ele vejo o Lampard.

O tempo no-lo dira. Nao cometa o Sporting com ele o mesmo erro para com o Cristiano Ronaldo. E o meu desejo tambem.

MM disse...

Miguel Veloso, Adrien, Joao Moutinho, Hugo Viana, Andre Martins, Carlos Martins.

Nao sao precisos Ronaldos nem Nanis: aqueles 6 juntos sao mais fortes que o ultimo campeao Europeu, e o anterior, e o anterior.

Pensar no Sporting pode muitas vezes ser um exercicio triste. Um clube que esta no melhor e no pior, quando o prejudicado e so ele, ninguem mais.

JL Martins disse...

Ok, PB. Pensei que estavas por Portugal, não fazia ideia que te era mais simples expressar-te em Inglês. Eu vou tentando escrever o melhor que sei e posso em Português, não por patriotismo, mas por necessidade intelectual.

Continuo com dúvidas que o SCP vá conseguir tirar o melhor partido da Academia. Duvido, até porque a história do clube está repleta de "desperdícios".

Eu sei, muitas vezes não existe culpa própria e a lei do mercado, ou dos empresários, é a mais forte.

Cumps.

Rui Monteiro disse...

Caro PB,

Escreve com uma enorme clareza sobre futebol; de uma clareza cristalina. Este "post" é notável.

Não tenho informação suficiente para estar completamente de acordo consigo. Tenho até algumas dúvidas.

Não sei se o que diz sobre o Moutinho é mesmo um elogio. Acho que o Moutinho quando é bem liderado faz bem o que lhe pedem. Só que o que lhe pedem é sempre pouco. O jogo vive de circunstâncias e de circuntâncias imprevisíveis. Face a essa imprevisibilidade com frequência decide mal. Muias vezes corre demasiado com a bola; o último passe junto á área não é brilhente (em média, num jogo quantas vezes deixa o avançado a cara do guarda-redes?; não remata bem.

Do André Martins. Como sportinguista, espero que tenha razão.

Um abraço.

pedro oliveira disse...

As coisas são o que são e não aquilo que gostaríamos que elas fossem.
Eu, por exemplo, gostaria que André Martins fosse tudo aquilo que dizes.
Na época passada esteve emprestado ao Belenenses de Mota, e o calvo treinador que agora orienta o Setúbal (dizem que é um bom treinador com as suas [dele] tácticas de ferrolhos e autocarros) não contava com ele nem para suplente, foi para o Pinhalnovense e de vez em quando jogava, como suplente utilizado... (porque será? [seria interessante a opinião desses treinadores]).
Já Moutinho é um caso, completamente, diferente; nunca esteve emprestado e assumiu a titularidade no Sporting com pouco mai de 18 anos, tem várias Taças de Portugal, várias Supertaças e várias internacionalizações A como jogador do SCP; é de realçar que João marcou 21 golos pelo Sporting (média de 0.1288) pelo Porto, apenas, 3 (0.001)

Moutinho estará, portanto na fase inal da carreita, os números parecem... sem espinhas.

vgs disse...

PB, deixemos de parte o cap]itulo disciplinar. Porque preferes Moutinho e AM a Hugo Viana ou a Manuel Fernandes?!

Sauda;\oes gloriosas

Mike Portugal disse...

"Será que crê que a equipa precisava de sofrer um golo para espevitar?"

LOL

MM disse...

O PB a esta hora da manhã está ainda a acordar dos círculos que todos sabem serem os seus, os lugares que toda a gente já ouviu falar mas ninguém conhece, lugares onde o nome "PB" é sempre mencionado, as festas underground mantidas em garagens arrendadas pelos VIP´s do Fulham e do Chelsea, as mini-férias a bordo dos iates, a cocaína, o sub-mundo mais sujo do futebol em que PB sempre aparece com o seu casaco de pele castanho com listas pretas de leopardo dos anos 70, os bigodes artificiais, calças à boca de sino porque para PB (cito) "todos os dias é carnaval e a vida é para se viver", as mulheres mais "caras" que mantêm PB e os seus adjuntos ocupados nas orgias mais assustadoras e desprecavidas que podemos imaginar, as seringas carregadas de esteróides que PB usa para injectar os seus atletas, e injectar-se a si também também porque é preciso (cito) "força para treinar". Enfim que é um grandessíssimo treinador ninguém duvida, agora o estilo de vida: fujam porque não interessa a ninguém.

Ides no topo da tabela PB, e serás novamente campeão, mas saibas que nós - teus amigos que te conhecemos há 30 anos, quando pegávamos nas binas para ir apanhar amoreiras ao quintal da Júlia, nós sabemos quem és. E temos saudades desse PB, PB. Voltarás um dia, temos a certeza.

Anónimo disse...

Grande, grande texto PB!

Fabuloso mesmo.

PM

PB disse...

JLMartins, tb n era bem isso que estava a tentar dizer, mas n é importante. Adiante.

Rui Monteiro, é um grande elogio ao Moutinho de quem sou fã desde que se estreou na 1a equipa do Sporting

P.Oliveira, O R.Carvalho mais velho q o A.Martins jogava no Alverca. So what? O Moutinho com 4 anos a mais q o AM ainda está em Portugal. E eu n sei se no ano em q completar os 26 o AM ainda estará por cá. O Moutinho foi transferido por um valor que acredito n seria já o suficiente p levar o AM. O que quer isto dizer? Nada. Mas, é sem espinhas.

N percebi foi o pq alguns de vós pensaram q desvalorizo o Moutinho. É o melhor médio português.

PB disse...

Não percebi nada, MM!

PB disse...

PM, obrigadíssimo!

Edson Arantes do Nascimento disse...

O que dizes sobre o Moutinho é mesmo a tua opinião pessoal PB, porque a prática e os dados concretos andam um pouco distantes desta tua realidade...

Faz lembrar o vídeo do Belluschi contra o Sacavenense ou lá como era.

Jorge Fernandes disse...

Antes de mais bom dia,
hoje decidi comentar neste enorme espaço onde se debate com qualidade, com posts com qualidade.

Quanto ao post em si, estou 100% de acordo. Acho que o Moutinho será mais eficaz a defender e o André Martins a atacar, e, se junta-se-mos (nem sei se está mal escrito, andei aqui as voltas desculpem lá o erro) os dois num só tinhamos um médio perfeito. Bom a atacar, bom a defender, cumpre o que o mister pede, mas também tem criatividade qb, velocidade, resistencia física, qualidade de passe, visão de jogo, verticalidade, ....
Acho muito sinceramente que o futuro da selecção passa pelos pés destes dois médios, e que sabe do também eficaz Adrien.

No Sporting, espero que o André Maravilha (gostam da alcunha?) se consiga impor. Espero que para o ano ou no máximo daqui a dois anos, André ocupe o Lugar de Elias, pois tem qualidade e pode vir a ser muito melhor que o brasileiro que custou 9M, assim como espero que Adrien tome o lugar de Schaars, pois acho que tem características semelhantes (nao sei se concordam comigo ou não, gostava que me dissessem PB) e como espero que muitas mais estrelas saiam da academia.

Pronto, esta é a minha opinião.
Continuação do excelente trabalho

Pinto disse...

Por esses números se conclui que o Moutinho fez 3000 jogos pelo Porto...

Valter Correia disse...

PB, esquece se tens bom ou mau português. A parte do espevitar, como não foi só eu que comentei, deu outra energia ao artigo.

Estamos aqui a comparar o Martins com moutinho, aimar, e etc

Mas podes trocar Martins pelo conteúdo do artigo, fazer de conta que o espevitar é a parte do aimar, e o resto do artigo é a parte do moutinho, e assim fica um jogador completo

Se conseguires sintetizar o que te escrevi :p

Abraço
Valter

Mehmedi disse...

André Martins = João Moutinho 3.0