domingo, 24 de junho de 2012

Germany x Greece. Second half. Euro 2012.







A figura. Ozil. Exibição assombrosa do talentoso jogador do Real Madrid. Com bola e sem bola, na forma como trabalha para receber. Inteligência, capacidade técnica e de decisão. É um dos enormes jogadores do Euro. Dos seus pés saíram dezenas de jogadas de enorme perigo. Fez por merecer o golo que foi tentando. Enorme jogador.

11 comentários:

Tsubasa disse...

Belo post :)

Realmente esta espécie de "carrossel" sem bola dos alemães é muito complicado de contrariar. Mas penso que Ozil tem um peso enormíssimo nesta equipa. Se de alguma forma se conseguir retirar jogo a Mesut, muita da criatividade (apesar dos automatismos da equipa) fica limitada.

Jogam muito bem ao 1º toque estes alemães, e não falo de passes de um metro de distância e sem progressão. Tabelam de forma exemplar. O que não é novidade deste Europeu, à dois anos já o faziam.

PB disse...

Ui,as legendas tão manhosas. Se houver dificuldade em ler...avisem.

Anónimo disse...

Queria apenas deixr aqui uma nota: È tb de rever o golo do veterano Klose....um exemplo seguir p qq pont de lança!

Valter Correia disse...

PB; tens razão: legendas manhosas.Letra maior e basta.

Uma dúvida, mas com a Espanha França.

Porque razão a França não tentava o desarm, e por momentos havias dois jogadores em contenção, mas que nenhum deles tentava recuperar a posse de bola. Nessas situações, a Espanha corria com a bola nos pés.

Eu não acho que a Espanha seja uma equipa fenomenal. Só não percebo, é porque a Espanha pressiona rápido e tao bem, e a maior parte das equipas leva uma eternidade para tentar desarmar. O que a Espanha tem de melhor, é trocar a bola sem medo com adversários não tentam desarmar, mas que desarma rapidamente, e por vezes com dois jogadores e sem cobertura. Obrigam ao erro.

Espero pelo teu ponto de vista, principalmente se estou errado

Abraço

Vasco disse...

Então e agora?!
Já dás o braço a torcer em relação ao Pirlo ser melhor que Xavi?

Saudações gloriosas

Anónimo disse...

Dá para ler bem! ;)

É fantástica a movimentação colectiva da equipa alemã e a concentração que todos os elementos devem ter ao longo do jogo, é muito mais do que as simples desmarcações para receber.

Algo que estás a referenciar, e muito bem, é o trabalho invisível para muitas pessoas daqueles jogadores que nem sempre recebem a bola mas contribuem e muito para o colectivo.

Esta Alemanha vai ser um osso muito duro para roer, e estou muito curioso para ver como é que a Itália vai lidar com eles.

Abraço
Sérgio

Vagusi disse...

O Pirlo é o mozart e mick jagger.
o Pirlo nasceu p/ provar que os et's tmb podem jogar à bola
o Pirlo é música
o Pirlo é cinema
O pirlo é arte

N. disse...

PB, eu sonhei ou ontem estava aqui postada uma análise semelhante ao Espanha vs França?

PB disse...

N, sonhaste. Ainda n vi o jogo. vou ver hoje.

N. disse...

Então tenho que procurar melhor. Vi algures uma análise do primeiro golo da Espanha (e tinha claramente a ideia que era tua) onde se mostra a movimentação dos médios espanhóis e a falta de movimentação do M'Villa e do Malouda no processo defensivo. Não sei onde foi, mas aguardo pela tua análise.

N. disse...

Ah, encontrei! Era uma foto no Facebook do Visão de Mercado.