sábado, 16 de junho de 2012

Italy x Croatia. Euro 2012













Sistema táctico e movimentação bem definida por parte dos italianos para cada momento do jogo. Foram bastante superiores e o resultado é perfeitamente enganador. Muito futebol directo da Croácia, primazia sempre pela chegada com a bola aos corredores laterais para tirar cruzamentos para a área onde têm argumentos para finalizar. Havia de chegar dessa forma o injusto empate. Modric mostra a cada toque na bola que é diferente.

A figura. Pirlo. Extraordinário. Com bola, sem bola. É uma das grandes figuras do Euro. Inteligência quer a ocupar, quer a decidir, capacidade técnica para colocar em prática o que a brilhante mente vislumbra. Muitas das mais perigosas jogadas italianas sairam dos seus pés para os apoios de Cassano. Bela sociedade formou a squadra azzurra.

2 comentários:

Manuel Nascimento disse...

Uma dúvida para a imagem 6:
A cobertura de Pirlo, que tu aplaudes, está algo mais longe do que aquelas que mostraste da final da Taça de futebol feminino, por exemplo. Só para confirmar:
- Quanto mais perto da área, mais perto devem estar as coberturas;
- Num meio campo de 3 podemos cobrir mais perto o jogador em contenção, sendo que num meio campo (ou num momento) só com 2, não estando assim tao perto da baliza e, portanto, permanecendo ainda muitas opções (em perspectiva) para o portador da bola (e não quase exclusivamente um 1vs1 para remate para golo, por exemplo), a cobertura pode/deve estar mais longe porque há mais espaço a cobrir com menos gente.

Noutro ponto: não estará Motta, nessa imagem, algo desleixado no seu papel defensivo? Não deveria ele estar a dar cobertura ao Pirlo - ou, pelo menos, entre o adversário que está ao lado dele e a baliza, para controlar o espaço que Pirlo não tem controlado (e poder fazer contenção se a bola cair naquele adversário), uma vez que existe ali um croata que poderia receber atrás da sua linha?

Um abraço, espero ter-me feito perceber.

PB disse...

Viva Manuel, é exactamente como dizes. Nao pode estar tão perto pq tem de estar preparado para sair a outro adversário qd o passe for feito. Depende da proximidade c a baliza e tb das caracteristicas individuais do adversario.

Curioso, q tive p por imagem do q sucedeu a seguir a essa imagem. Creio q querias dizer o MArchisio. Pq o MOtta é o q está c o jogador.

No seguimento desse lance o Motta fica para trás, o Pirlo sai a bola e o Marchisio vai logo colocar-se entre o pirlo e a sua baliza dando ele cobertura. Naquele momento mais q estar atras do adv directo, importa criar um triangulo no caminho para a baliza (Mota no vertice superior, Pirlo e ele próprio) onde a bola não pode entrar.