segunda-feira, 11 de junho de 2012

Nos pormenores nunca nenhuma selecção foi tão perfeita como a Espanha

Quem nos segue há imenso tempo, por certo que já ouviu diversas vezes elogiarmos o "trabalho para receber" de alguns jogadores. É um pormenor que escapa a quase todos. Somente os que andam/andaram lá dentro percebem a importância do dito trabalho. Numa era em que o espaço de jogo é cada vez menor, cada simulação sem bola pode ser determinante.

Fabregas demonstra o que por aqui já foi descrito como um pormenor decisivo. É óbvio que a qualidade de Xavi e o entrosamento que se estabeleceu entre os jogadores espanhóis é também decisivo. É possível que em qualquer outra selecção o portador da bola arriscasse logo o passe para as costas da defesa, mesmo estando praticamente condenado ao insucesso. A linguagem corporal do 10 de Espanha não engana quem o observa. Procurar a profundidade sempre com o pensamento no baixar para receber no pé. O seu movimento permitiu-lhe receber a bola e enquadrar de forma bem tranquila numa zona central e bem adiantada no campo e jogo.

4 comentários:

PedroF disse...

Acabei de criar um blog onde possa escrever apontamentos sobre alguns jogos, mas mais numa perspectiva pessoal e apontei exactamente esse aspecto: o trabalho para receber dos jogadores espanhóis. No entanto, também encontrei algumas debilidade defensivas, quer na Espanha, quer na Itália, onde foram mais acentuadas.

Abraço

Vagui disse...

O 'Mou' fartou-se de elogiar a Itália

Rui Paiva disse...

Mais um grande artigo deste blog !

Não perca a entrevista exclusiva de Tengarrinha, jogador do Vitória de Setúbal, formado no SLB e FCP, e que já passou pelo Estrela da Amadora, Olhanense e Santa Clara. Revelações inéditas e afirmações bombásticas !!
A não perder em http://contra-ataque1.blogspot.pt/2012/06/entrevista-exclusiva-tengarrinha-do.html
VEJA, COMENTE, E PARTILHE !

Abraço e continuação de um bom trabalho.
contra-ataque1.blogspot.com

Centro de Jogo disse...

Ainda recentemente um dos títulos de um post era "back to basics".

Isto que vemos neste post faz claramente parte do B+A=BA do futebol. Finta de recepção. Finge que vai no espaço para receber no pé, ou finge que vem ao apoio para receber no espaço.

Classico, intemporal, coisas que se ensinam aos putos e que... como todas as coisas simples, acabam por fazer a diferença porque se ganha nos pormenores.

Mais um brilhante post, resultado de uma capacidade de observação de pormenores que faz com que constantemente se volte a este blog.

Abraço,

Miguel P.