domingo, 2 de setembro de 2012

Nas asas de Salvio e... Melgarejo.


"Numa situação de 1x3. Com a bola junto à bandeirola de canto, sofremos inacreditavelmente o segundo golo". Pedro Caixinha.

Talvez sem intenção de o fazer, o treinador nacionalista acabou por explicar a força do Benfica. A única, no momento, e começa a perceber-se que assim será para a época, força do Benfica. As individualidades.

As individualidades vão ganhar jogos. Na luz em duas jornadas, foram os impulsos individuais que ofertaram os injustos quatro pontos somados. Ganharão o campeonato? Muito dificilmente quando há um rival que às individualidades junta o colectivo. 

Recuperando o comentário do Gonçalo Teixeira ao post anterior "Lembro-me duma célebre frase que uma vez pôs aqui. O Benfica golearia o Benfica e é verdade. Se o Benfica tem tido as transições ofensivas que o Nacional teve na primeira parte, teria goleado de certeza.".

O número de ataques que o Nacional dispôs em situações de 4 ou 5 x 5, 4 ou 3, teriam sido suficientes para uma mão cheia de golos se os quatro ou cinco do ataque fossem Aimar, Salvio, Rodrigo, Enzo ou Cardozo. Continua-se para as bandas da luz a não ver a "big picture". A preocupação com as capacidades de Melgarejo chega a ser patética. Não só porque o paraguaio no momento já nem sequer é um lateral inferior ao que ocupa o espaço do lado oposto, mas especialmente porque o problema do SL Benfica não é individual. Muito pelo contrário. Tal como em Setúbal, voltou a ser um rasgo de Melgarejo a desempatar o jogo. 

O problema do modelo de jogo de Jesus é a quantidade infindável de jogadores à frente da linha da bola. É a desocupação do principal corredor do jogo. O central. A cada perda, seguem-se ataques de enorme potencial de perigo do adversário. Com este modelo o Benfica é absolutamente incapaz de controlar o jogo. A cada minuto pode sofrer golo. Seria muito divertido ver esta equipa na Liga Espanhola.

A partida de Javi não teria de ser tão problemática como previsivelmente se irá tornar. Matic tem mais do que qualidade para preencher a posição. O problema é a ausência de colegas próximos. Repetindo. O problema não é individual. É do modelo que Jesus criou na Luz, e esta caminha para ser a pior versão dos Benficas de Jesus.

As individualidades.

Witsel. É melhor 6 que Javi Garcia. Todavia, é demasiado importante para passar o jogo (processo ofensivo e defensivo) todo atrás da linha da bola. Não pode ser ele o trinco do SL Benfica. Não pelo que dá na posição, mas pela imensa falta que faz noutros espaços. Também pela sua ausência o Benfica nunca entrou no bloco nacionalista na primeira parte.

Salvio. Para ser franco não recordava um Salvio tão capaz de desequilibrar. Tem sido o melhor jogador do Benfica na presente temporada. Impressiona bastante a facilidade com que ultrapassa quase sempre o adversário directo, obrigando desde logo a um desposicionar do adversário. Têm sido os impulsos individuais do argentino a empurrar o Benfica para os golos.

Melgarejo. É mais talentoso, tem mais técnica, mais velocidade e mais inteligência que Maxi. Por diversas vezes mostrou um conhecimento bastante aprazível da posição. Não foi somente uma vez em que foi Melgarejo a acorrer ao corredor central evitando que um adversário se isolasse perante Artur. Ofensivamente é a par de Salvio quem mais tem desequilibrado as defensivas adversárias. O futebol do Benfica tem imensos defeitos. Contudo, nenhum passa pela qualidade do seu lateral esquerdo. Mesmo em formação, já é uma mais valia. Depois de Witsel, Rodrigo e Gaitán(?!) é quem mais potencial tem para se tornar numa transferência de valores enormes dentro do plantel do Benfica. A lateral. Não a extremo. E neste momento, esta capacidade de Jesus para potenciar a qualidade individual dos jogadores é a única virtude que ainda o faz permanecer no cargo. Porque em tudo o mais Quiqueflorizou-se.

P.S.- Bastaram três jornadas para FC Porto e SL Benfica deixarem para trás a concorrência. Quantas faltarão para o FC Porto se isolar? Se nada mudar no modelo de Jesus, arriscaria afirmar que dificilmente o Benfica passará em ambas as próximas saídas.

27 comentários:

Don Andrés disse...

Concordo com tudo, excepto com a parte do Witsel ser melhor que o Javi, especialmente neste modelo (suicida). Com bola sim, é bastante superior. A defender não, provavelmente por falta de experiência daquilo que a posição exige na cobertura e ocupação de espaços. Foi o que me pareceu neste jogo. A entrada do Matic melhorou e de que maneira o equilíbrio da equipa, por ter permitido a subida de Witsel mas, principalmente, por o sérvio ser um jogador, neste momento, mais formatado para a posição.

De resto, excelente post. E cheira-me que a grade de minis está cada vez mais próxima... xD

PB disse...

mais próxima de ser bebida por mim, certo? ahahah

PedroF disse...

E apoios quando o Benfica sai a jogar pelo trinco? Que desgraça.

Don Andrés disse...

Exactamente PB lol

Rearviewmirror disse...

Concordo com quase tudo.

E quando o homem que poderá dar os equilibrios ao Benfica é o Witsel... só me vem uma palavra á cabeça... M-E-D-O!

Rearviewmirror disse...

Já agora, se o segundo golo parte de uma individualidade, o que dizer da jogada do primeiro?

Jorge Jesus disse...

De uma combinação entre passe a abrir na direita de Melgarejo e entrada de Maxi em velocidade por dentro. O passe de Sálvio era ali a unica opção.

Se foi uma enorme jogada de laboratório? Aqueles toque para desmarcação são do mais usado. A qualidade dos jogadores é que faz a diferença, se fosse o Candeias a servir o João Aurélio, aposto que fazia o passe tarde de mais.

SportingSempre disse...

adoro estas dissertações criticas quando o slb ganha, quando não ganha suponho que nem vontade existe de escrever o que quer que seja.

então e esse fantastico e espectacular braga do professor peseiro? onde andam os elogios desmesurados?

PB disse...

Ai SportingSempre és tão cansativo. Não te vou explicar tudo de novo. O Braga não deixa de jogar mt à bola qd perde, nem o Benfica passa a ser uma equipa cheia de virtudes só porque ganha.

Qual é o teu problema com o Braga?!

GBC disse...

PB,

Discordo - um pouco - das críticas ao Jesus. Não é fantástico, mas parece-me longe de ser aquilo que dizes;

Pergunta importante: achas que o Jesus actuaria assim na Liga Espanhola? Jogaria como jogou hoje, ou como jogou em Stamford Bridge há cinco meses atrás?

O que ganha o Jesus em jogar assim na Liga Portuguesa? E o que perde?

Está longe de ser o treinador ideal (e a forma como o Jesus monta a equipa está longe do que considero ideal); mas acho as críticas exageradas. Só isso.

A comparação com o Quique Flores, então, parece-me descabida; com melhores ou piores individualidades, é em tudo bastante superior. Sobretudo para a nossa realidade. Se pudesse ser eu a decidir a troca de um por outro, decidia num segundo; melhor: a decisão já estaria tomada antes.

Em relação ao Porto isolar-se, é possível (pelo historial: provável); mas recorde-se que os únicos pontos perdidos do Porto aconteceram em Barcelos (num jogo deplorável, em que o Hulk fez mais de 70% dos remates, 70% das fintas e teve a bola mais de metade do tempo). Os do Benfica com o Braga de José Peseiro.

E as declarações do Vítor Pereira sobre a opção por Atsu em vez de James são curiosas. Para um post, seriam também interessantes.

Mas provavelmente tens razão - o histórico isso demonstra.

Ricardo Galeiras disse...

Já que estas de regresso faz lá a posta sobre o sporting do Sá

venis disse...

o problema do sportingsempre com o braga é fácil pá. é que eles (braga) ficam sempre à frente do sporting muuaaahhhh não resisti!

LP disse...

Como Benfiquista que sou, apenas digo isto... PB pró lugar de JJ!!

Acho esta analise, e todas em geral, fantasticas! Sinceramente, acho que darias um grande treinador, PB!

SportingSempre disse...

nenhum problema com o braga, a não ser o de ultimamente ser bem mais competente que o meu clube com muito menos recursos.

2 grandes jogos com a udinese e um excelente jogo na luz como disseste e eu concordei, mas os exageros, as hiperboles e as loucuras (peseiro com melhores resultados que qualquer outro)
não posso admitir.

ele esteve ano e pouco no meu clube e não no teu, eu sei o que passei, algumas goleadas não disfarçam 9 derrotas, se achas que o futebol do jesus é desiquilibrado não podes dizer que o peseiro é tão fantastico assim, não é coerente.

Anónimo disse...

A atitude do SportingSempre em relaçao ao Braga so mostra o verdadeiro patamar do seu clube neste momento... ultrapassar o Braga é o grande objectivo do Sporting esta época.

Vasco disse...

Quando o Aimar tiver em forma o Benfica entrará em campo em:
a) 4-3-3 nos jogos importantes fora
b) losango como no 1ºano de Jesus nos jogos em casa

Quem me disse isto foi uma pessoa muito próxima de JJ.

Se assim for, o campeonato será ganho com uma perna atrás das costas.

JS disse...

"GBC", poderia concordar em parte contigo (Jesus de hoje continua muito à frente de Quique) se não visse o jogo de hoje. Foi demasiado assustador.

A questão que levantas é interessante, mas deixo-te esta: porque o Jesus mete (muito) mais equilíbrios nas comp. europeias do que na liga portuguesa? Não estamos a falar de um pormenor que varia de jogo para jogo, mas sim de todo um modelo de jogo que faz a diferença. Se o Benfica joga melhor com mais equilíbrios no meio-campo porque há-de jogar sem eles?

Sobre o Porto, infelizmente não vão "oferecer" tantos pontos como o Benfica. Penso que só tirando dois jogadores do meio-campo (Fernando, Moutinho, Lucho) sem os substituir com qualidade será possível este Benfica ganhar o campeonato.

Anónimo disse...

Estou ansioso por ver o Barça destroçar esta equipa. E na Luz!

HerrKommandant disse...

PB, podes explicar esta frase:"Na luz em duas jornadas, foram os impulsos individuais que ofertaram os injustos quatro pontos somados." Injustos? Só se foi porque o SLB devia ter ganho o jogo contra o braga, onde só 2 erros individuais permitiram ao braga marcar 2 golos que de outra forma jamais conseguiriam.
De resto é por demais evidente que este sistema do Jesus com 2 pontas de lança em vez de 2 médios interiores tem aalgo de suicida, e ontem na 1º parte até meteu dó ver sempre o Martis e o Witsel em inferioridade numérica sempre atrás dos jogadores do nacvional.
P.S.- as jornadas que faltarão ao futebol corrupto do porto para se isolar depende dos proenças desta vida, pois como todos sabemos sem esta habitual ajuda externa não há nada para os azuis e broncos.

xirico disse...

PB,vimos o jogo da mesma maneira.Na 1ªparte o corredor central era um buracão melhorou na 2ªcom a entrada do Matic.Porque será que o JJ não começou logo com ele em campo logo na 1ªparte?Por teimosia e ego?porque o Matic é enteado?porquê?

JNF disse...

Concordo com praticamente tudo, PB.

As individualidades do Benfica, mas também do Porto, vão resolver o campeonato para um dos lados. No entanto, tenho de discordar quando dizes que com o Braga o Benfica empatou fruto das individualidades. O primeiro golo surge de um lance de equipa. Garay-Rodrigo-Cardozo-Salvio, salvo erro. O segundo surge de um penalty na seuência de uma bola parada. Se houve alguma individualidade que se tivesse destacado nos momentos chave, foi Melgarejo, pela negativa. Mas, voltando ao que disseste, as individualidades vão resolver porque nesta espécie de Liga Holandesa que é o campeonato português, a diferença de qualidade entre Benfica/Porto e os restantes é tão grande que nem os treinadores dessas duas equipas conseguirão equilibrar as coisas, mesmo sendo tão medíocres.

Quanto ao modo de o Benfica defender, é surreal. Não me lembro de ver o SLB defender tão mal em toda a minha vida. A forma como o Benfica se expõe a contra-ataques é doentia e deixa-me nervoso. O que será que jogadores como Artur, Luisão, Garay e Witsel pensarão desta forma de o Benfica defender?

E ofensivamente é como dizes e como também me pareceu e escrevi no Eterno: não entendo a razão pela qual há um bloco de três atrás na saída de bola (Luisão, Witsel e Garay) e depois os laterais são extremos e os extremos são avançados. Não há forma de a equipa sair a jogar equilibrada em posse, tem de recorrer insistentemente ao passe longo e muitas vezes pelas faixas laterais, onde está concentrada a maioria dos jogadores. Foste tu, PB, que há uns tempos, referindo-te ao modelo de jogo do Barcelona, dizias que o futebol era para ser jogado pelo meio do terreno?

Mas há mais. Não me lembro de ver 3 treinadores tão maus nos 3 grandes. O Benfica é um buraco táctico, o Porto infértil em ideias e o Sporting um zero absoluto. Lembras-te de ver, alguma vez, os 3 grandes com 3 treinadores tão medíocres?

Anónimo disse...

Olá,

É inacreditavel a equipa escalada por JJ para este jogo.

Contra uma das 6 / 7 melhores equipas da liga e pós saida traumatica de Javi, JJ achou que o ideal seria deslocar Witsel da sua posição natural (de 8 para 6) e fazer o mesmo a Martins (de 10 para 8).

Com a "sua" táctica, o Benfica produziu zero e podia e merecia ter visto 1 ou golos entrar na sua baliza.

Pergunta: Será que JJ não poderá, por uma vez, ser conservador e mexer pouco, de forma a dar novas rotinas, "alisando" a saida de Javi?

Será muito pedir um simples 4-3-3, ou um 4-4-2 losango com Artur, Maxi, Luisão, Garay, Melga; Matic, Witsel, Aimar (ou César); Salvio, Rodrigo e Cardozo?

Abraço,
PN

Anónimo disse...

Octávio Machado, Boloni e Toni.

slb1958 disse...

Boas, Jesus á burro, apenas isso. E com isto termino o comentário ao jogo.

João Mira disse...

Bem, e agora com a saída do Witsel é que aquele corredor central ficará protegidíssimo.

EFS disse...

Enzo pode ser fundamental nos equilibrios da zona central, a defender e a construir jogo, como se viu na 2a parte do Nacional. Se tivermos um Enzo e um Bruno César com capacidade para o fazer, actuando como interiores e deixando o corredor para Melga (muito bom na minha opinião) podemos conseguir equilibrar e dar mais 'cabeça' a um conjunto com grandes individualidades mas com vertigem de velocidade e ataque. e como dizem: a quantidade de jogadores à frente da linha da bola é preocupante por retirar ligação à equipa.

Ricardo disse...

Excelente post.

Sobre Melgarejo, já conheces a minha opinião, que espero estar totalmente errada.

Quero muito pagar-te 24 minis no final da época.