quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

A Liga dos Campeões ficou mais pobre

Seguiu em frente uma equipa que defende assim:


Video do golo aqui

O Celtic é em tudo (individualmente e colectivamente) bastante inferior ao SL Benfica. Todavia seguiu em frente. Os encarnados perderam três pontos com quem o FC Porto de Villas Boas há bem pouco tempo havia humilhado por esclarecedores 10 a 3, em dois jogos. Que se retirem as conclusões que houver para retirar, sabendo que num cenário "normal" a performance encarnada teria chegado.

Melgarejo, André Almeida, Ola John, André Gomes, Matic. Tivessem todos em simultâneo partilhado, como partilharam hoje o relvado de Camp Nou, sem o trabalho prévio de Jorge Jesus, e mesmo sendo as segundas linhas da excelente equipa catalã, teria havido, pela certa, humilhação das grandes.

Bravo o treinador do Benfica. E bravos os seus jogadores, que bebem dos seus conhecimentos e alcançam bastante mais notoriedade do que a que almejariam nas mãos de outra equipa técnica.

Cada vez mais convencido de que o prognóstico de que Melgarejo se verá no futuro envolvido numa transferência verdadeiramente milionária se tornará real.

25 comentários:

Centro de Jogo disse...

Identificar problemas, trabalhar para os resolver no treino.

Parar o exercício, corrigir, repetir. E voltar ao inicio, e outra vez, e mais uma.

Criar um exercício que parece diferente, mas trabalha as mesmas coisas, parar, corrigir.

Exigência máximas

Ir para o jogo e nos objectivos colocar exactamente aquilo que se trabalhou, dar-lhes na cabeça sempre que não estiverem a cumprir, passar-se da cabeça se continuam sem fazer O QUE SE TREINA.

e aos poucos as coisas ganham forma.


Construir, modelar.

É um mega basófias, mas muito provavelmente só um grande ego é que consegue sobreviver no meio da adversidade.

Mais um grande post. Vais ser chingado ;)

Abraço,

Miguel P.

Pedro Filipe Godinho disse...

Creio que hoje é justo não apontar o dedo a ninguém individualmente.

Ainda assim, tenho dois reparos a fazer sobre a forma como a equipa se apresentou, especialmente no que toca a aspectos de preparação para este jogo.

O Barcelona tem dois grandes pontos fracos (para mim): bolas paradas (cantos, especialmente) e o espaço que deixam para o adversário correr nas costas da defesa. Geralmente é assim que sofrem golos.

O Benfica da primeira parte, a partir de certa altura, explorou bem a segunda fraqueza que digo acima, daí as três oportunidades que teve, a beneficiar de muito espaço para correr e contra-ataques rápidos. Já os cantos, parece que nem treino têm.

E é isto, não sei se é uma análise correcta mas foram ideias com que fiquei do jogo de hoje.

Miguel Mourato disse...

Um Benfica que falha tantos golos contra a equipa B do Barcelona, acho que não merece outra coisa se não a equipa B. Um treinador que começa a defender, e esgota as substituiçoes quando faltam 20m de jogo e sabe que está 1-1 no jogo do celtic a tender pro 2-1... Erros do ataque, erros da defesa, erros do treinador, erros que ao fim de tanto tempo não deviam acontecer... André Gomes e Melgarejo craques! Ola John falta-lhe intensidade em disputas de bola. B. César uma vergonha. Falta ensinar aos jogadores do Benfica que passar frente ao GR para ter a certeza que é golo, não é vergonha nenhuma!

Anónimo disse...

Villa - 40M€
Adriano - 9.5M€
Pique - 5M€
Song - 19M€

Só estes 4 jogadores que jogaram hoje contra o Benfica custaram ao Barcelona 74M€.
Os 14 jogadores que jogaram pelo Benfica custaram sensivelmente 50M€.

Paguei 70€ para ver os 3 jogos da Champions na Luz, e 52€ (não é engano) para ver o BEnfica em Glasgow.
Tinhamos o orçamento mais pequeno das 4 equipas, e mesmo assim jogámos muito á bola.

Acho que ás vezes escreve-se sem se ter a noção das coisas...


João Silva

B Cool disse...

PB,
a pressão até à área da primeira parte fez lembrar o jogo do Mourinho há 2 anos em Camp Nou, embora duvido que isso fosse possível com as estrelas todas em campo, não te parece ?
A consequência foi que sem golos a quebra física acentuou-se na segunda parte, perdendo o Benfica o controlo do meio-campo.
Que dizes da recepção orientada do Nolito ? Pena o cabeção do Puyol.
Para mim também é claro que o Benfica foi eliminado em Glasgow frente a uma equipa que além de ser pobre como mostras nem pôde utilizar o único jogador que acho que tem cérebro naquela equipa, o Samaras.
Equipa B ou não, quando tiveram espaço na segunda parte o Benfica andou um bocado às aranhas, em especial o Maxi pois o Ola já não tinha pernas para ajudar e o Matic não conseguia estar em todo o lado.

B Cool disse...

PS - o picanhas não tem lugar no Benfica

Count Zaccone disse...

Miguel Mourato, diz-me lá onde é que o Lima e o Rodrigo funcionaram na 2ª parte quando estavam esgotados. Eu somente acho que a substituição devia ter sido bem mais cedo, pois iria trazer mais consistência e poder de choque para meio campo que, a partir dos 60 minutos com o "arrebentamento" dos nossos jogadores, estava todinho aberto. Ora bem, sem meio campo nem ataque a funcionar poderia ter posto o Gaitan mas não foi por aí que o Benfica perdeu a passagem, mas sim quando não aproveitou 3 oportunidades de golo claras enquanto a estratégia estava a funcionar.

Pinto disse...

E o Cardozo no ultimo minuto, borrou se todo e ate tropeçou na bola. Depois disso parecia que estavam a fazer cerimonia com medo de matar o jogo, até que o Maxi com tudo para fazer golo preferiu mandar a bola para fora do estadio. Incrivel.

Que se passa com o Rodrigo esta epoca?

Melgarejo? Nao creio.

Rearviewmirror disse...

Não contando com Puyol, Messi e Pique, há muitos jogadores que parece que são suplentes mas não é tanto assim.
O Barcelona tem um plantel que lhe permite ter politica de rotatividade de jogadores bastante grandes, sem alterar a qualidade e fio de jogo.
Tem um nucleo duro de jogadores (Xavi,Iniesta,Messi,Pique,Puyol,Busquets) mas até esses passam muito tempo no banco (lembro-me que Iniesta foi suplente na Luz, por exemplo).

Dos que entraram ontem em campo, há jogadores com uma grande rotatividade esta época:

Montoya 13 jogos (669 min)
Adriano 15 (961 min)
Tello 15 (644 min)
Villa 17 (578 min)
Song 16 (920 min)

Como comparação, esta época Iniesta tem 1100 minutos feitos, Fabregas 1200, Puyol 500, Dani Alves 1000, Pique 990, Alexis 800.
Por isso dizer que o Barcelona jogou com a equipa B,C ou Z, é inapropriado (pelo menos para pessoas que seguem o futebol mais atentamente)


Song e Villa custaram 60M€, os 14 jogadores do Benfica que jogaram hoje foram adquiridos por sensivelmente 50 milhões...

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Benfica fez um grande jogo, e não me venham com a história da equipa B. Claro que o jogo de ontem para o Barça não tinha intensidade, digamos assim. Para eles era igual ao litro.

Mas o Barça é uma máquina de jogar a bola. E com alguns titulares ou "habitués" (Puyol, Adriano, Montoya - tem jogado muitas vezes -, Villa, Tello, Song, etc) mais os miúdos já os vi despachar muitas equipas.

O Benfica controlou o jogo em Nou Camp. Acho que isto já é um dos maiores elogios que se podem fazer. Para o Benfica era uma final, sim. Tacticamente o Jesus voltou a mostrar a classe que tem. É um treinador muita forte.

Agora, eu até percebo o que o PB diz em relação ao Melga. É provável que chegue lá acima. É jovem e tem muito para caminhar. Parece ir no bom sentido. Tem tido o melhor professor possível. Ontem voltou a fazer um bom jogo, mas há aspectos que tem de melhorar.

Na primeira parte, sobretudo, foi um bocado irritante e pouco eficaz a quantidade de bolas que ele não recebeu. Parecia que tinha esquinas nos pés. Primeiros toques horríveis. Não pode ser. Àquele nível é inadmissível. Em termos posicionais esteve quase perfeito. E na segunda-parte lá se soltou um pouco mais.

Uma grande surpresa para mim foi o André Gomes. O miúdo, na primeira parte, fez um jogo espectacular. Que classe a decidir (logo ele, que parecia ter algumas dificuldades neste item fundamental). Depois foi-se um bocado abaixo mas mesmo assim a um bom nível. Convenceu-me definitivamente.

Grande jogo também do Matic, do Ola, do Nolito (apenas na primeira parte, depois desapareceu) e do Garay - um jogador que de certeza não ficará muito mais tempo no Benfica. É uma pena.

O Celtic passa sem saber ler nem escrever. Aquele péssimo jogo do Benfica na Rússia arruinou tudo, e agora ficámos a saber que nem um empate em Moscovo teria chegado! Incrível. O Benfica não tinha passado com três empates fora e duas vitórias em casa.

Há coisas que não têm explicação. O futebol é lindo por causa disto.

Anónimo disse...

Como JJ tem vindo a melhorar e a olhos vistos por aqui e não só. Pronto e depois das correcções mais que merecidas se calhar não era má ideia entrar agora na idade do deslumbramento.

NSC disse...

Miguel Mourato... caladinho eras um poeta.

Jaime disse...

Há uns tempos disseste que o JJ já não era o treinador que o Benfica precisava. No entanto, tens vindo a elogiar o trabalho dele nos últimos tempos. Mudaste de opinião ou continuas a achar que o Benfica precisava de um treinador novo?

Abraço

PB disse...

Continuo a dizer que gostava de ver o Peseiro pegar numa equipa depois da passagem do JJ...

Anónimo disse...

O Peseiro depois de JJ? Bem para estragar qualquer um serve e ao menos o Peseiro não tarda nada está livre. Nenhum clube em Portugal vai oferecer metade a JJ no próximo contrato e isto sim é um problema grave, sobretudo para JJ, o catedrático, às vezes até parece que nos esquecemos de quem estamos a falar.

É sempre a mesma conversa, quando interessa o dinheiro também joga, quando não interessa nem por isso. Mas não joga mesmo e muito menos sozinho e o que não faltam são exemplos. E a prova disso também foi a magnífica participação esta época na Champions de JJ, depois do vendilhão do Vieira. Ainda ontem mereceram ganhar em Camp Nou e contra um Barcelona completamente despreocupado o SLB tem mesmo obrigação de ganhar sempre, senão não anda lá a fazer nada, que foi o que acabou de acontecer.

Pedro disse...

PB, tudo muito bonito mas e durante os 90 minutos? Achas assim tão irrelevante o papel de um treinador durante os 90 minutos? Achas que o acerto nas substituições e mudanças tácticas não podem virar um jogo a nosso favor?

Jesus aí falha quase sempre. Nos jogos grandes não me lembro de uma vez q tenha mexido num jogo com sucesso. Meter o César?? Meter o Cardozo sem lhe dar jogadores que façam a bola chegar lá à frente (Ola John estava esgotado e César uma nódoa)?

Jaime disse...

Peseiro não gosto. Leonardo Jardim já seria outra coisa.

Anónimo disse...

O SLB nesta altura não tem vantagem nenhuma para renovar com JJ, muito pelo contrário. JJ nesta altura quer ganhar e até já fez saber ao seu empresário que assina com quem lhe der mais condições para lutar pela Champions durante a vigência do próximo contrato. É no que está mais interessado e no que acredita que consegue realizar. Também está bom de ver que quem assegura melhores jogadores também pode pagar mais.

E JJ até já teve no SLB jogadores que lhe podiam proporcionar lutar na Champions mais a sério mas nessa altura era o próprio JJ que ainda não estava preparado para o desafio. Esta época a Champions só deixou de ser a prioridade principal depois de perder Witsel e Javi. Com o ego inchado à potência máxima, JJ está-se bem a cagar para os objectivos principais do SLB.

Miguel Mourato disse...

O Lima e o Rodrigo podiam estar cansados (se bem que a equipa do benfica anda sempre cansada, percebia-se se o barça tivesse feito o habitual jogo, mas nao), mas o cardozo é demasiado lento a desmarcar-se e a receber bolas é uma nulidade. E penso que o problema não foi tanto os avançados mas sim o meio campo, so despachavam literalmente bolas pra frente e nao conseguiam trocar a bola. Ola John rebentou, B. Cesar nem entrou no jogo, cada passe dele era directamente para fora. E gastar a ultima substituiçao num medio defensivo quando mais tarde fazia falta o gaitan ou outro jogador ofensivo para o ultimos minutos. Se o gaitan nao se encontra em condiçoes que tivesse levato o I. Cavaleiro que é rápido, desmarca-se bem, marca golos e iria servir muito bem para o estilo que o benfica montou. e sim era o Barcelona suplentes ou B. é bem diferente tello villa rafinha, com messi pedro e iniesta. ou fabregas xavi e busquets com roberto song e alcantra ...

Anónimo disse...

é muito diferente? é como do dia para a noite, era lutar para não descer em Espanha. um problema ainda maior é que o meio campo do benfica actual é para não descer em Portugal.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Fogo, o Peseiro é um nojo...

Vitor disse...

O Celtic está defendendo como manda o manual, defesa em linha,só que eles esqueceram que a linha deveria ser horizontal.

DC disse...

Eu não acredito que ainda há gente a questionar se o Barça jogou com reservas!
Faltou Valdés, Alves, Alba, Piqué, Busquets, Xavi, Iniesta, Pedro, Fabregas e Messi. Estes 10 jogadores têm sido as primeiras escolhas este ano juntamente com Puyol.

Depois segundas escolhas ainda faltou Mascherano, Bartra, Abidal, Alexis e Cuenca.

Será que acreditam depois do baile que levaram na Luz que teriam alguma hipótese contra a equipa titular?

Fizeram um bom jogo, se calhar até mereciam ganhar, mas situem-se por favor! Quanto ao Celtic, detesto o estilo de jogo, detesto os jogadores, mas ganhou ao Barça com a equipa titular em casa e ao Spartak fora. Portanto merece passar e nem há discussão sobre isso.
Até porque este benfica foi a única equipa que não conseguiu marcar um único golo ao Barça, nem sequer com as segundas escolhas.

Anónimo disse...

O Benfica tacticamente esteve excelente. Em termos de preparação do jogo, acho que Jesus esteve mal. Os jogadores mostraram medo do Barcelona e penso que isso em parte tem a ver com a forma como o Jesus falou do Barcelona como uma equipa imbatível! As substituições também foram mal feitas. A equipa durou 45m e ele não usou nenhuma substituição para refrescar a equipa. Não tirou jogadores notoriamente cansados e Cardozo que entrou não ajuda a equipa na pressão. A 20m do fim esgotou as subs, depois o Celtic marcou e ficamos de calças na mão

PB disse...

Vitor, quero ir para o Flamengo. Fala ai com o nosso empresário kkkkkkkk