domingo, 2 de dezembro de 2012

Dar o peito às balas.

Só para quem é muito forte.

26 comentários:

Anónimo disse...

ou para quem sabe que a imprensa e os fãs são idiotas o suficiente para acharem isto uma coisa do outro mundo.
Mais uma vez Mourinho demonstra que é mais inteligente do que a imprensa e os fanáticos por ele.
Ninguém mais se vai lembrar que já perdeu o campeonato, ninguém se vai lembrar que não conseguiu passar em 1º na Champions, ninguém se vai lembrar do péssimo futebol do Real.
Veio ao relvado fazer posse para os jornalistas, é um herói!

PB disse...

Bem, acho mt difícil esquecer-se que já perdeu o campeonato... O passar em 1o na champions, n sei se já é garantido,n tenho presente na memória a classif actual, mas isso é tão importante que das vezes em que se sagrou campeão europeu, passou ambas em 2ndo...

FSG disse...

A capacidade de virar o cenário a seu favor quando a equipa é de uma mediocridade assustadora, dependente de rasgos individuais, essa sim, é muito forte. O resto, bem, o resto é paisagem.

DC disse...

Citando o melhor treinador do Mundo:
"Nesta sala é o puto chefe, o puto amo. Fora do campo ganhou, Ganhou durante todo o ano. Ofereço-lhe a sua Liga dos Campeões fora do campo. (...) Não sei qual é a câmara do senhor José, suponho que todas as que estão aqui"

Agora dentro do campo este Real está fraquinho, muito fraquinho...

hertz disse...

Isto foi mais uma situação à Mourinho. Ele disse às 21:20 estou lá. E a essa hora lá estava ele no relvado, com montes de fotógrafos atrás e perante o público do Bernabéu. Aquele Mourinho é mesmo único.
Para os que o assobiam não têm noção da realidade. Foi o Mourinho que chegou lá e fez 100 pontos e acabou o campeonato com 7 pontos de vantagem sobre o Barça. Conquistou a Taça e a Supertaça frente a esse mesmo Barça. É única e exclusivamente graças ao Mourinho que agora se diz que o Real é uma das melhores equipas do Mundo e muitos a põe a par do Barça.
Quanto à Champions, vão passar em 2º lugar mas como disse o Mourinho, quem tem de se preocupar são os que ficarem em 1º

Gonçalves Pedro disse...

Alguém pode-me explpicar a situaçao se faz favor ?

PB disse...

Depois da última derrota e depois de ter deixado em terra alguns jogadores, Mourinho decidiu q seria de homem entrar primeiro para levar ele c a reacção do público. Ser julgado individualmente.

Havia feito algo parecido na luz. Entrou primeiro para levar c a ira dos benfiquistas, entrando depois os seus jogadores

MM disse...

Por pouco perdia-se o treinador que hoje é, graças a Deus só esteve na Luz meia dúzia de semanas.

Bendito Manuel Vilarinho porque seria hoje (Mourinho) muito diferente. Isso é líquido.

Pinto disse...

Despedido depois de dar 3-0 no derby... Mais sobrou :-)

pedro oliveira disse...

"acabou o campeonato com 7 pontos de vantagem sobre o Barça. Conquistou a Taça e a Supertaça frente a esse mesmo Barça"

Que tal Mourinho ficar mais uma época no Real Madrid e no final compararmos as quatro épocas de Guardiola com as quatro épocas de Mourinho?
Depois colocamos num prato da balança, as Champions,os Mundiais de Clubes,as Supertaças Europeias,as Ligas,as Taças do Rei e as Supertaças espanholas conquistadas por Guardiola e no outro as conquistas de Mourinho... ne fazemos as contas.

pedro oliveira disse...

"acabou o campeonato com 7 pontos de vantagem sobre o Barça. Conquistou a Taça e a Supertaça frente a esse mesmo Barça"

Que tal Mourinho ficar mais uma época no Real Madrid e no final compararmos as quatro épocas de Guardiola com as quatro épocas de Mourinho?
Depois colocamos num prato da balança, as Champions,os Mundiais de Clubes,as Supertaças Europeias,as Ligas,as Taças do Rei e as Supertaças espanholas conquistadas por Guardiola e as conquistadas por Mourinho e fazemos as contas.

hertz disse...

pedro oliveira, claro que o curriculo do Mourinho não se vai sequer comparar ao do Guardiola nesses 4 anos de Barça e por aí também se vê que o Guardiola tem um talento enorme e inegável. Nesses 4 anos o Guardiola transformou o Barça na melhor equipa do mundo a uma grande distância de todas as outras e o Mourinho ter conseguido conquistar o campeonato frente a este Barça não deixa de ser uma vitória fantástica e não estou a ver outro treinador a fazê-lo, principalmente com o Real que é um cemitério de treinador e um circo mediático.
Não vale a pena estar a comparar o Guardiola com o Mourinho, até porque o Mourinho tem muitos mais anos de carreira do que o Guardiola mas sem dúvida que são dois treinadores fantásticos e os melhores do mundo.

DC disse...

Mourinho é um grande treinador, no entanto na minha opinião, da mesma forma que Guardiola tem que mostrar que também consegue ser fenomenal noutro clube, Mourinho tem que provar que consegue ser estável num clube.
Porque até agora Mourinho tem chegado, vencido e saído, deixando o caos por onde passou.
O Porto depois da Champions perdeu o campeonato, o Chelsea perdeu o campeonato ainda com ele ao comando e o Inter virou um clube mediano.
E quando o Mourinho sair do Real o que ficará?
Mourinho leva os jogadores a um nível de pressão e motivação incríveis mas isso esgota-os. E chegando ao objectivo máximo que normalmente é a Champions, tem que sair do clube porque sabe que não tem mais como unir e motivar o balneário. Aliás este início de época do Real demonstra isso, no ano passado tinham um objectivo que era conseguir finalmente o campeonato. Não jogavam um futebol muito bom mas ganhavam sempre, foram inúmeros os jogos que ganharam nos últimos 10 minutos, inúmeros os jogos em que mesmo dominados conseguiam ganhar.
Este ano já campeões o balneário está provavelmente a uma eliminação da Champions de explodir.

Normalmente atribuem a culpa do insucesso aos sucessores de Mourinho, eu atribuo-o ao facto de Mourinho só pensar no presente. Pensa só em si e não no que ficará depois dele sair. Já Guardiola deixou a papinha toda feita.

pedro oliveira disse...

hertz, se olharmos para a Liga espanhola da época passada aquilo que constatamos é que Mourinho perde para Guardiola no confronto directo (1-3 em Madrid; 2-3 em Barcelona) e que o Barcelona perdeu o campeonato com derrotas ridículas e imerecidas com o Osasuna e Getafe,por exemplo, e alguns empates anedóticos... nesse sentido,podemos dizer que foi o Barcelona que perdeu o campeonato e não o Real Madrid que o ganhou.

Jorge disse...

Pedro Oliveira:

Lendo os teus comentarios parece-me que estas a afirmar que a diferenca dos titulos conquistados pelo Barcelona e pelo Madrid no periodo que referes se deve a diferenca de qualidade dos tecnicos.
Podes-me explicar como e que consegues isolar a qualidade dos treinadores de todos os outros factores que possam ou nao afectar a performance dos clubes?

LMGM disse...

One. Special. Motherfucker.

jose disse...

O real ganhou em Barcelona 2-1 o ano passado.

pedro oliveira disse...

José,

Se reler o que escrevi, perceberá.
Mourinho perdeu no confronto directo com Guardiola para o campeonato espanhol (La Liga,se preferir).
Real Madrid 1 vs. Barcelona 3 e como diz e bem, Barcelona 1 vs. Real Madrid 2... se fosse uma eliminatória da "Champions" o Barça seguia em frente e Mourinho brilharia na conferência de imprensa com aqueles esgares giros que ele faz e com os queixumes sobre as arbitragens e o calendário.

pedro oliveira disse...

Jorge,

Na opinião, Guardiola tem mais qualidade,como treinador, que Mourinho.
Porque (volto a repetir) na minha opinião, é mais fácil comprar Altintops e Ricardos Carvalho que "inventar" Busquets e Pedros.

Anónimo disse...

O Mourinho só perdeu uma liga pro Guardiola.
Pedro primeiro aprende a contar depois vem comentar, só tas a fazer figura de parvo e a envergonhar os verdadeiros fãs do Barcelona.

Anónimo disse...

Comprar Altintops é fácil. Difícil é pô-los a render pq ao nivel destas equipas sao cepos, mancos fracos.
Os Busquets e Pedros nao apareceram nem por acaso nem foi o Guardiola que os inventou mas sim gracas ao trabalho de base feito durante muitos anos em La Masia. Agora, claro que o Pep era perfeito para extrair o sumo deste Barça, era um match made in heaven

Jorge disse...

Pedro:

Para voltares a repetir terias de ter repetido antes e este "argumento" nao foi aqui apresentado antes por isso nem sequer e repetido.
De qualquer modo, tambem nao e argumento que valha.

pedro oliveira disse...

Vamos por partes:

1. Jorge, o repito e o volto a repetir era o "na minha opinião" ou seja não tenho certezas daquilo que afirmo mas, na minha opinião, é mais fácil comprar um Altintop e um Ricardo Carvalho que formar um Busquets ou um Pedro.
No caso de Mourinho há uma agravante,quando chegou ao Porto, Octávio tinha-lhe deixadode herança uma das melhores duplas de centrais de sempre (na minha opinião) do futebol nacional: Ricardo Carvalho e Jorge Andrade,novos,rápidos, concentrados,bons a sair com bola,dois defesas fantásticos.Para Mourinho nenhum dos dois prestava. Foi ao Boavista contratar o "caceteiro" Pedro Emanuel e fez regressar de Inglaterra o "caceteiro" Jorge Costa. Aí estão uns centrais à Mourinho um Sérgio Ramos e um Pepe. Ricardo Carvalho só conquistou espaço no Porto à custa de lesões constantes nos "caceteiros" referidos e seria Scolari a impor,definitivamente,a dupla de centrais de Octávio.

2. Anónimo das 17H04,

Onde éque eu afirmo que Guardiola ganhou mais que uma "La Liga" a Guardiola?
Conte os jogos disputados entre o Barcelona de Guardiola, e o Real Madrid de Mourinho,conte as vitórias, os empates (A final da Taça do Rei foi um empate ao contrário daquilo que a imprensa portuguesa diz) e as derrotas, contalilize os golos marcados e os golos sofridos e para terminar veja qual foi a posse de bola dum e doutro nesses jogos...talvez chegue a alguma conclusão.

Anónimo das 19H07,

Concordamos.
Mas o,supostamente,melhor treinador do mundo tem de saber colocar um jogador como Altintop a jogar futebol.
No entanto,os exemplos são muitos, grandes jogadores, com personalidade vincadas intimidam Mourinho e são "encostados"

Miguel Lourenço Pereira disse...

Confesso-me surpreendido com este post. Afinal o Mourinho saiu ao relvado às 21h20, a quarenta minutos antes do jogo começar, com 4 mil pessoas nas bancadas, a maioria das quais pessoas que vivem fora de Madrid e vêm cedo, de autocarro, em excursões, e adeptos da equipa contrária no fundo norte.

Não é um plesbicito como seria se entrasse a 5 mts de arrancar o hino, com o estádio lotado, ou se emulasse Gutman ou Herrera, que o faziam mesmo antes de começar o jogo nos anos 60.

Manobra de marketing absoluta que não esconde as tremendas fragilidades colectivas da equipa!

Blessing Lumueno disse...

Vê o video de quando o seu nome é citado pelo speaker mesmo antes do início do jogo... Com o estádio a abarrotar, como dizes!

Blessing Lumueno disse...

Vê o video de quando o seu nome é citado pelo speaker mesmo antes do início do jogo... Com o estádio a abarrotar, como dizes!