sábado, 16 de fevereiro de 2013

Leitura de jogo e agressividade.

Muitas são as vezes em que por aqui nos referimos a agressividade, e a importância da mesma, sobretudo no momento defensivo, mas também no ofensivo. Fomos sempre explicando que a agressividade que é necessária está bastante longe de ser o conceito que mais se associa à palavra em si. Não tem absolutamente nada a ver com bater no adversário. Por isso, fomos sempre acrescentando que a agressividade era sobretudo sobre o espaço. 

No último post referimo-nos às imensas dificuldades de André Gomes. Sabe, mas demora. É muito pouco agressivo e joga três níveis abaixo de todos os colegas.

Trazemos agora um video que exemplifique concretamente o que se pretende dizer quando se fala em agressividade. Seja a sair à bola, ou a ocupar outro espaço. Ainda para mais, associado a uma excelente leitura da situação. Tudo em enorme velocidade. Matic, a grande revelação da Liga portuguesa. Fantástico em tudo o que faz.

video

9 comentários:

Anónimo disse...

O Messi marcou 2 golos, não há um post sobre o Ronaldo?

PedroF disse...

Quem vê o jogo e elogia os atributos físicos, relaciona a agressividade com intensidade física. Quem vê o jogo e elogia os atributos mentais/ de decisão, relaciona a agressividade com intensidade mental/de decisão.

Cada um come os ovos como gosta.

Anónimo disse...

Por esse mal entendido comum para a palavra agressivo no futebol, deixei de a aplicar, substituindo por assertivo. Faz o que tem de fazer rápido convicto e sem qualquer outra intenção.

Não é à toa que é o primeiro vermelho que vê na carreira, apesar de nunca ter pisado estes terrenos por onde andou.

É esta capacidade de leitura/resposta em um curto intervalo de tempo que o está a tornar num mostro nesta equipa.

Abraço,
Sérgio

KARLOS disse...

Miguel Nunes

Realmente ele (Matic) foi inteligente a ocupar esse espaço.

Mas achei tambem muito interessante quando o video para a primeira vez, notasse um linha de quatro defensores pois a bola estava a (mais ou menos seis metros da lateral do campo)e o Matic faz parte de um trinco em relação a bola.

Quando o video continua a bola está muito perto da lateral (e nessa posição é melhor usar uma linha de cinco!) O Matic deixou de fazer parte de um trinco (em relação a bola) pra fazer parte de uma linha de cinco, assim um avançado desse pra fazer o trinco... perfeito!!

Mas achei q isso é mais trabalho do técnico (condicionando o jogador pra isso!!) do q do jogador!!

Miguel, por acaso vc sabe algum link q eu possa vê esse jogo completo, não assisti, procurei no youtube e não achei...

Abraço
;)

Miguel Nunes disse...

www.rojadirecta.com

Miguel Nunes disse...

Sim, claro q é trabalho do técnico. Mas o q o video pretende salientar é a velocidade da passada do Matic só para ocupar um espaço. O André Gomes vai sempre a passo de caracol, por exemplo.

Esta agressividade foi sp por exemplo a diferença do Moutinho para o Veloso. Enquanto o 2ndo era mais talentoso, o 1o foi sp mt superior por este pormenor...

Rearviewmirror disse...

Vi um Sporting Olhanense, há alguns anos que acabou 3-2 para o Sporting.

Veloso encheu-me as medidas, Moutinho não.
Acho que a jogar a 6, Veloso poderia ser um dos melhores jogadores do Mundo nessa posição.
Sempre o vi como o substituto ideal de Javi Garcia, mas ele "só" tem 1.80m, e é algo que Jesus sempre privilegiou, um numero 6 alto (quer Javi, André Gomes, Matic têm mais de 1.85).

Sei bem que tem-se de dar na cabeça de André Gomes. Para evoluir, e tornar-se naquele jogador que "todos" queremos que se torne. Aquele toque de bola, a cabeça levantada, o não ter medo de arriscar está lá. Tem 19 anos, se lhe derem minutos, tempo e paciência, poderá tornar-se uma boa alternativa não só para o Benfica, mas também para a selecção nacional.

KARLOS disse...

Miguel

Tu tens razão, não li direito, atentei mais para o video, desculpa!!

Não li o post q antecede a esse...

Valeu pelo link, eu não conhecia!

Obrigado e me desculpe!!
;)

Miguel Nunes disse...

pedir desculpa do q, homem :)

obrigado e abraço