sábado, 13 de abril de 2013

Baila con el. Final da Taça da Liga.

Há a qualidade em tudo o que faz de Viana, os equilíbrios de Custódio, a condução e finalização de Micael, os desequilíbrios de Alan e sobretudo a criatividade e qualidade técnica de Mossoró num dos lados. 

A profundidade e os golos de Jackson, o rigor de Moutinho, o toque de Defour e a inteligência posicional de Lucho.

E há acima de todos o génio de James Rodriguez, de volta aos grandes golos e boas exibições. 

O colombiano tem o toque, a recepção e o enquadramento, o drible e a criatividade de todos os outros grandes jogadores que subirão esta noite ao relvado em Coimbra. Dois rasgos individuais semelhantes, com recepções / enquadramento de classe mundial no corredor central ofertaram seis pontos ao FC Porto nos desafios anteriores para a Liga, com o Sporting de Braga.

É James a figura maior da final da Taça da Liga 2013. Com ele em campo, tudo poderá acontecer. Rodriguez é o expoente máximo de talento, inteligência, criatividade e qualidade técnica em Portugal.

O Sporting de Braga à procura do primeiro troféu em muitos anos, e um FC Porto sempre ambicioso. Esta noite, tudo faz prever um jogo de nível elevadíssimo.

24 comentários:

Lotinor, Construção Lda disse...

Continuo a achar Salvio o jogador mais sub valorizado do campeonato português. Essencialmente por ser o melhor e mais regular praticante da modalidade em Portugal e nunca aparecer nas citações para tais títulos.

Edson Arantes do Nascimento disse...

É evidente meu caro, o Salvio é uma máquina - por vezes burro, sim, mas sempre indispensável.

Um dos melhores jogadores do Benfica. Contra factos não há argumentos.

Anónimo disse...

A figura maior da final da Taça da Liga jogou?????

hertz disse...

Não há dúvida que o James é um enorme jogador mas desde que se lesionou ainda não recuperou a sua melhor forma.
No jogo de hoje esteve bastante mal, falhou passes e perdeu muitas bolas. Foi uma noite muito desinspirada.
O Mossoro hoje é que esteve imparável. Foi sem dúvida o homem do jogo. Já merecia jogar num clube de maior dimensão e não fosse a sua relação de ódio descomunal em relação ao Benfica, que não me importava nada de o ver de águia ao peito.
Outra coisa que destaco foram praí uns 10 contra-ataques do Braga super mal conduzidos e finalizados. Passes cumpridos demais, o não passe para o jogador em melhor posição, más movimentações de alguns jogadores, finalizações desastrosas...O Braga poderia ter resolvido o jogo bem cedo na 2ª parte mas falhou imenso. É um aspecto que a equipa terá de melhorar.

Anónimo disse...

"Um FC Porto mundial"

Podem ver aqui:
http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2013/02/um-fc-porto-mundial.html

é sempre bom relembrar pérolas destas:
"Em Portugal joga uma equipa de nível Europeu e outra que se mostra de nível Mundial"

"Um verdadeiro candidato a campeão europeu"

queremos +++++++++

TaKuara disse...

James é para mim o jogador mais sobre-valorizado a jogar em Portugal.
Hoje mostrou aquilo que (não) vale, mais uma vez. Por cada jogo que provoca um momento de desequilíbrio, passa 4 completamente despercebido.
Tem 25 jogos na Europa e 3 golos marcados. Muito pouco para um jogador que tem de ser decisivo nos momentos decisivos.


Se jogasse metade daquilo que as pessoas pensam que joga, de certeza que já cá não estava.

Abraço

Anónimo disse...

Sim, jogou. Mas isso tu já sabes porque viste o jogo como é óbvio. Estás contente?

Vitucu disse...

Quem só leu este post depois do jogo de ontem (eu incluído) fica um pouco confuso. James tem tudo isso. Ontem teve tudo isso em ponto muito, muito pequeno. Parabéns ao Braga e aos seus adeptos que há muito merecem esta felicidade.

Anónimo disse...


James não é a figura maior da final da Taça da Liga 2013.

É o Mossoró!

Ramsés II disse...

Se ele podia ter sido realmente a maior figura da final? Poder, podia... mas não tinha sido a mesma coisa!

CPC disse...

Miguel, sinceramente, acho que com o tempo mudarás um pouco a forma como hoje vês o futebol. Tens a inteligencia e a abertura para isso, ao contrario de outros bloggers jovens com mais pose que por ai andam. Porque digo isto? Porque ao que parece, desde que o modelo Barcelona vingou, instituiu-se por ai a ideia entre alguns dos que se achavam mais iluminados que aquele era o caminho, aquela era a resoluçao de todas as duvidas. A partir dai gerou-se um grande debate, e extremaram-se as posiçoes. A lei Barcelona, tornou-se para os fãs um mandamento esculpido em pedra. De certa forma, tu és um representante desta facção, mas com a tal abertura para nao extremares posiçoes.

A verdade é que acontece um fenomeno, como sempre acontece com alguem que vê a perfeição em algo. Tudo o que fuja do padrão eleito, está incorrecto e destinado ao insucesso, mais cedo ou mais tarde.

E recordo mais uma vez aquele teu post "Porto Mundial"...não que o Porto nao tenha coisas boas. Obviamente tem. Mas esta tua interpretaçao sobre o valor da equipa, está muito mais relacionada com o aproximar do padrão que tu tomas por ideal, do que com qualquer outra coisa. É natural que seja assim.
Parece-me é que o futebol é um jogo demasiado complexo e a historia tem demonstrado que nao existe um modelo ideal.

Existem pontualmente equipas que em determinadas circunstancias, conseguem implementar pequenas revoluçoes. Dessas revoluçoes, retiram-se algumas(repito, algumas!) ideias validas para serem implementadas em outras equipas e o jogo numa perspectiva global, evolui. E isto é constante, nada é imutavel, muito menos no futebol. E há mil e um caminhos para o sucesso que coexistem na mesma epoca, sem que se possa determinar uma ideologia suprema.

E tu, e muito bem, num post anterior referiste a importancia de Messi no Barcelona. E aqui tocaste no ponto! Estou muito curioso para ver o percurso de Guardiola fora daquela cidade. O modelo do Barcelona tem o sucesso que tem, porque existe Messi, o melhor de todos os tempos! Obviamente teriam tambem sucesso sem ele, e acho que aquele estilo é logicamente o mais adequado para aquela equipa. Mas jamais passariam à historia como a melhor equipa de todos os tempos, se nao existisse tb o melhor de todos os tempos la inserido.

Aqui ha uns anos, num outro blog(nao lembro o nome do blog, mas era um Nuno), eu tive uma discussao em relaçao a Hulk. Argumentava o tal, no ano em que Hulk chegou a Portugal que o rapaz nem sequer era jogador de futebol, nem devia equipar.
Houve ali varias trocas de argumentos, mas claramente Hulk nao precisou de ser considerado o melhor do Mundo para provar como ele estava enganado(como eu lhe disse na epoca). Bastava provar ser dos melhores da Liga Portuguesa(e provou!). Quando um jogador tem as carateristicas de Hulk, nao necessita de ser um prodigio na decisao, para ser um jogador util.

E no outro dia vi um post teu, com ideias que eu tb comungo e partilho com amigos desde ha muito(e que me recordou a tal discussao). Porque os individualistas sao menos fortes nas tomadas de decisao e só muito mais tarde começam a evoluir nesse ponto? E realmente Messi foge totalmente a essa regra. E é por isso que ele é unico.

Isto tudo para dizer que poderiamos depois entrar numa discussao, em relaçao à impossibilidade de Messi ser Messi, se nao tivesse sido criado no Barcelona...mas contrapondo... porque nao surgiram entao mais Messis em NouCamp nos ultimos anos?

Quanto ao Porto, como portista, por um lado sinto que com esta forma de jogar podemos ir longe na Europa, com alguma dose de sorte que nos faltou este ano. Por outro lado, por vezes é um longo bocejo ver a minha equipa a procurar jogar à Barça, mas com recursos tecnicos infinitamente mais pobres. É que o futebol continua a ser tambem emoçao porra. E perdoem-me os mais pacientes e calculistas(que por vezes gostam de ver quem quer sentir emoçao, como umas galinhas descerebradas), mas sinto saudades de ver a equipa mais agressiva com bola e nao só quando é altura de a recuperar.

Cumps

Anónimo disse...

a equipa mundial perdeu e o blog morreu.

Miguel Nunes disse...

hey assim não vale. Se ganha o Porto vinham outros engraçados bater por gostar do Peseiro. :)

Futebol não se joga sozinho.

N deu mt James, deu mt Mossoró! Que é um craque.

A opção técnica por aquele central q já teve mais expulsões em 2 anos q qq outro central numa carreira inteira é inqualificável. N percebi.

Blessing Lumueno disse...

CPC, desculpa a resposta uma vez que o comentário não é directamente dirigido a mim, mas de alguma forma o é...
O Miguel é, pelo que sei, treinador... E como treinadores que somos acreditamos num determinado modelo de jogo. Em princípios contidos nesse modelo, em sub princípios contidos nesses princípios e em micro princípios contidos nesses sub princípios... E por aí adiante... Ou seja, nós, enquanto treinadores acreditamos que existem várias formas correctas de jogar e várias erradas. Acreditamos por isso, que há jogadores melhores que outros. E esses jogadores ou essas análises às equipas, a sua organização, a sua estrutura, parte da forma como vemos, sentimos e interagimos com o jogo.
Então, todo e qualquer julgamento que façamos, eu tu ou ele, tem por base a forma como vemos o jogo. Ele tem a visão dele. Eu tenho a minha. Tu tens a tua... Qualquer uma delas, pode ser contestada com argumentos. Desde que sejam realmente argumentos. Não comentários do tipo : "ele jogou ontem?" .
O Miguel tem a ideia dele sobre o jogo e baseado nisso, escreve, mostra, exemplifica, comenta, debate, responde a quem quer saber mais, etc... Tudo dentro da ideia dele... Há quem goste, há quem não goste... Há quem perceba, há muito poucos, mas há é há quem não perceba e nem tenta perceber.
Depois posso dar um exemplo válido... Sou do Benfica, acho que o Benfica joga bem, dentro do modelo de jogoddefinido pelo Jesus... Mas acho que o porto joga melhor! Por exemplo... E só posso dizer isso, porque claro, me identifico com o modelo do VP mais que do Jesus... O que não invalida achar que o Benfica jogue bem.
Gosto por exemplo do Coentrao, mas prefiro o Daniel Alves, porque se aproxima mais do perfil de jogador que quero para essa posição, dentro da forma de jogar bem que entendo... Etc, etc, etc...

Blessing Lumueno disse...

Ps: James é top... Era de longe a melhor individualidade presente em campo ontem... Mas assim como Messi muitas vezes, não foi a que brilhou mais... Afinal isto ainda é decidido na maior parte do tempo pelo colectivo.

Miguel Nunes disse...

Vamos ver como será a próxima época se Jesus continuar no SLB e se Vitor Pereira for substituido, por exemplo por Leonardo Jardim...

Anónimo disse...

Obrigado por dizeres isso miguel nunes, toda a gente considera que o vitor pereira nao vale nada, mas eu veja 55 jogos para o campeonato com o porto e 1 unica derrota...sou portista e ja discuti com muito que o vitor so será reconhecido quando alguem tomar o lugar dele...a dizer que quando foi o jesualdo a enfrentar o jesus em março tava fora da luta e acabou a 15 pontos...

Daniel Santos

DC disse...

Miguel, o Porto tinha necessariamente que ter 2 jogadores formados em Portugal no 11, são os regulamentos da taça da liga.
Havendo apenas Moutinho o VP preferiu Abdoulaye em vez de Castro e acho que preferiu bem porque normalmente mexer no meio-campo condiciona mais a equipa do que mexer num central.
Mas correu mal, foi como ele disse no jogo anterior, depois do jogo toda a gente acerta.

Miguel Nunes disse...

n me lembrava dessa regra DC!

Anónimo disse...

foi o arbitro pá, foi o arbitro.

anonimo e nesses 55 jogos, com quantos guarda redes jogás-te tu ao mesmo tempo?

fica a pergunta.

Gandhy disse...

James é um grande jogador, mas ainda precisa de ser lapidado como deve ser. Com AVB estava a crescer e muito, mas com Vitor Pereira tem estagnado. Mostra potencial, mas falta aquele clique para ser um jogador de classe mundial. Faz lembrar um pouco Di Maria antes de Jesus chegar à Luz. Potencial, muito potencial, mas falta de alguém que o potencie. Como Jesus, James certamente daria um salvo qualitativo muito grande. Assim, pessoalmente em termos globais está abaixo do muito regular e mais completo Salvio, e ao mesmo nível de Gaitan (se bem que este ultimamente tem mostrado muito mais).

Edson Arantes do Nascimento disse...

Este texto descambou numa enxurrada de criticas às opiniões alheias - o que me parece miserável.

Toda a gente está sujeita à critica mesmo sendo o Messi da lógica! Não me venham com tretas.

Dizer que o FCP do Vitor Pereira é de nível mundial tem de ser motivo de critica. E de debate. Não há convicções pessoais, mesmo que muito justificadas e bem argumentadas, que contrariem os factos.

O actual FCP tem diversas qualidades, alguns excelentes jogadores (James tem seguramente uma grande carreira pela frente), mas também diversas deficiências. Uma delas é com certeza a falta de criatividade. A falta de dinâmica. Que se reflecte na falta de golos.

Na época passada a desculpa pela Champions miserável e pela eliminação na Taça foi a venda do Falcao. Pois bem, desta vez têm o excelente Jackson, que tem marcado golos para todos os gostos e feitios (tirando os últimos jogos) mas os resultados foram os mesmos.

Isto deve ser motivo de análise.

Anónimo disse...

quanto PUTEDO é que tiveste que comprar para perder so um jogo?

TaKuara disse...

James é um jogador inteligente. Sabe arrancar faltas como ninguém, e normalmente em Portugal isso até passa. Protege a bola como poucos, e a esse nível perde muito menos bolas, que por exemplo Gaitan.
Falta-lhe velocidade no seu jogo. Tirar o jogador da frente e arrancar para a baliza. Não lhe peçam isso.
É excelente a aparecer em zonas perdidas em finalizar, e aí ganha claramente a um Gaitan ou a um Di Maria.
Mas não lhe podem pedir para acelerar um jogo, porque isso ele não consegue.