segunda-feira, 29 de abril de 2013

Matic. O homem do campeonato novamente a carregar o Benfica para a frente.

Mais uma exibição assombrosa. Capaz de estar em todo o lado. À esquerda, ao centro, à direita. Atrás junto aos centrais, ou na frente. Com bola com criatividade e sem bola agressivo a recuperar e a ocupar o espaço. Não foi só o jogador dos equilíbrios. Na Madeira desequilibrou completamente a segunda parte. Foram as suas investidas rompendo linhas, desposicionando adversários que empurraram o Benfica para a frente. 

Quando se percebia que as dificuldades poderiam aumentar, com a obrigatoriedade encarnada em assumir o jogo tendo de se expor bastante mais aos poderosos contra-ataques dos insulares (grande análise de Jesus ao Marítimo e a Suk. A equipa de Pedro Martins é extremamente competente), Matic pegou na batuta e encostou os madeirenses à sua grande área. 

Provavelmente porque leva já 3357 minutos em cima, ouvimos falar do seu cansaço na primeira parte. Brilhante, jogadores de futebol profissional cansados na primeira parte. E o que se terá passado ao intervalo para tanta energia para a segunda parte? E como pode alguém com tantos minutos em cima numa época que já vai longa correr tanto e ter tanta qualidade no seu jogo? Esperemos pela justificação de quem fez capa na presente semana com o estouro físico do sérvio.

Jesus explicou a queda na primeira parte. "Ansiedade". A época aproxima-se do fim e a pressão aumenta exponencialmente. Qualquer erro poderá ditar o destino. O trabalho que Jesus tinha para fazer está feito. É tudo uma questão emocional. Como referimos à pouquíssimo tempo o sucesso / insucesso dependerá agora mais da felicidade, sorte / infelicidade, azar, que da competência do seu treinador ou dos seus jogadores. Um golo feliz depois de duas infelicidades de Lima. Continuando a criar jogo ofensivo como criam os encarnados, a felicidade estará mais próxima do que nunca.

Perceberam-se os efusivos festejos dos jogadores do Benfica. Desde Outubro que o Marítimo não perdia na Madeira e mostrou o porquê. Pelo caminho travou o FC Porto. Tem vários jogadores de muita qualidade e é uma equipa com um modelo de jogo muito bem definido. Com soluções para ataque organizado e contra-ataque. Futebol apoiado e directo. Pedro Martins e já o haviamos afirmado no passado, tem uma das mais versáteis equipas da Primeira Liga. Atenção a Suk.

Livrar-se-à Jorge Jesus do epíteto do "rebentar" físico dos seus jogadores na segunda volta, quando se prepara mais uma vez, como quase sempre na sua carreira (a excepção ao leme dos encarnados foi a temporada passada) para fazer uma segunda volta com mais pontos que a primeira? Dificilmente. Se a ousadia é tal que leva comentadores a referir fadiga física como justificação para uma má primeira parte...

34 comentários:

Anónimo disse...

E o Enzo qd no fim dava aquelas acelarações e deixava meio Marítimo para trás? Muito fortes! Rolo compressor na 2nda parte! Pela 2nda parte era jogo para 4 ou 5. Esqueceste-te da do Rodrigo isolado!

venis disse...

limpinho!

Dylan disse...

Sem dúvida, o tanque sérvio é o melhor jogador deste campeonato.

Rui Gregório disse...

Tantos falam da questão física, seja do Benfica ou do Porto, e ainda não vi ninguém falar de qual é a melhor forma de aferir se há ou não fadiga excessiva. A fadiga excessiva leva a lesões musculares. Quantas já teve o Benfica esta época? Tirando os crónicos Aimar e Martins, acho que praticamente a folha está limpinha limpinha. Isto diz muito!

hertz disse...

O JJ até mencionou na conferência de imprensa que estava desejoso que a 1ª parte acabasse para poder falar com os jogadores e tranquilizá-los. Tranquilizada a equipa ao intervalo e acertando alguns detalhes, a equipa partiu para uma grande 2ª parte e a justificar claramente a vitória.
Quanto ao Matic, já faltam palavras. Acho que basta dizer que fez uma exibição à Matic. Tremendo.

Já agora, hoje estava a ouvir a antena 1 após o jogo e o José Nunes disse que em termos defensivos o André Almeida dá "10-0" (expressão dele) ao Melgarejo e que o paraguaio tem muitas dificuldades em termos defensivos e que na Turquia o perigo surgiu pelo seu lado. Disse ainda que o Melgarejo não passará disto. Qual é a tua opinião face a estas declarações?

Miguel Nunes disse...

Rui, por acaso já falei disso há uns posts atrás. A equipa técnica do SLB trabalha com fisiologistas que através da creatina quinase conseguem perceber antes de cada jogo quem está demasiado cansado e como tal em risco de poder jogar. Suponho que tenha sido essa a razão do Melgarejo hoje não ter jogado. O teste deve ter demonstrado fadiga em excesso no caso do paraguaio. É por este trabalho que a equipa se vai mantendo quase sem lesões. Quando há jogadores a acusar demasiada fadiga não jogam.

Miguel Nunes disse...

O José Nunes não percebe nada de futebol. Apenas de bola lol

O Melgarejo qd me desapontou foi sobretudo pq ofensivamente estava aquém do que pensaria que podia dar. Mas tem estado na 2nda volta mt mais participativo e c qualidade ofensivamente, do que na 1a volta, onde praticamente só defendia (mas sempre bem)

Constantino disse...

Talvez seja a força da maior exposição do momento atacante do jogo, mas para mim Sálvio é o homem do campeonato. E alicerço a minha opinião na exaustiva utilização que JJ faz dele (Matic também é muito utilizado, mas Sálvio teria alternativas, ao contrario do sérvio).

Quanto a Melgarejo, sem dúvida que desilude a atacar e surpreende a defender. Por v/avançado. JJ tem razão, como atacante não tinha lugar no SLB.

Abraço.ezes custa acreditar que era extremo

Germano Bettencourt disse...

Clap Clap.

Excelente texto. Como sempre.

Parabéns atrasados pelo Belenenses.

Miguel Nunes disse...

Salvio, Matic, Lima, Enzo. Se der Benfica no final.

Benfiquista Tripeiro disse...

Excelente texto.

Já agora, o que achas de Luisão? Apesar de ter estado fora muito tempo e de o Benfica ter conseguido superar bem a sua ausência, não achas que ele tem sido fundamental para o equilíbrio da equipa?

hertz disse...

Pois, gosto de ouvir o José Nunes a comentar/relatar jogos mas depois perceber de futebol é outra coisa. heheheheeh

O JJ por acaso falou naquela palestra que deu na Universidade sobre esses testes médicos que lhe dão informações sobre se o jogador está em "condições" ou não para jogar. Mas depois ele disse que por vezes "ignora" esses testes pois olha para os jogadores e sente se eles estão ou não em condições de jogar.

btw, vi há pouco tempo essa palestra completa do JJ e foi muitíssimo interessante.

Miguel Nunes disse...

ainda nem tive oportunidade de ouvir isso tudo. Li só uns excertos, mas tenho de ler.

O Luisão tem sido importante pq é mt mais tranquilo q o Jardel! Eu tenho qs a certeza q dava p ele jogar na Turquia, mas provavelmente n a 100 porcento e correndo o tal risco de pela fadiga atingir lesão, mas o JJ sabia da dificuldade deste jogo. Dificuldade e importância! E guardou-o.

Miguel Nunes disse...

Germano, obrigado e abraço

Benfiquista Tripeiro disse...

E é praticamente imbatível quando é preciso defender as bolas aéreas, muito mais do que qualquer outro elemento do plantel!

Gonçalo Ruivo disse...

Então o JJ pode vir a ganhar um campeonato onde o Porto não perde um único jogo? E pode novamente perder apenas 5 ptos ou menos se Deus quiser numa segunda volta toda?

Ai tamos todos rebentados ahahah o q n estarão os outros

Grande 2nda parte! Grande apertão demos no Marítimo! Estava com muito medo, confesso! Mas, ainda não ganhámos nada!

Álamo disse...

Gostaria de pôr à vossa consideração a troca de links.

http://leoninamente.blogspot.com

Saudações Desportivas

Miguel Nunes disse...

feito. abraço.

Roberto Baggio disse...

Miguel, no posse de bola toda a palestra do JJ. Não vi este jogo, estava a dar treino, mas acredito na análise. E sim, agora é ansiedade. Se Lima tivesse falhado o penalti já estava tudo a criticar o homem, mas apenas tinha acontecido o mesmo que James e Jackson... Ansiedade... Só isso...

Manuel Humberto disse...

Miguel Nunes, também gostei imenso do Suk. Ninja (Coreano), mesmo, daqueles silenciosos. 400% guerreiro e com bola, short-range, na acção curta, com a sua capacidade de focalização, perto da área, ou perto do adversário directo, pode muito bem meter muitas bolas dentro da baliza / servir muitos colegas com qualidade / ganhar muitos duelos.

Ricardo Sá Pinto mas mais puro, porque respeitador (Asiático ...), muito bom.

Miguel Nunes disse...

Já tinha falado dele aqui no blog pelo jogo enorme em Alvalade. Com o Porto foi enorme outra vez, e hoje não foi excepção. Jesus falou tanto dele que não me espantaria...

-37! disse...

Acho que o maior problema do Benfica, é não saber defender com as linhas mais recuadas quer seja por opção, quer seja pela qualidade do adversário.
Tem rotinas criadas para defender em pressing, e nunca para defender posicionalmente com os 11 jogadores atrás da linha do meio-campo, ou atrás da linha da bola.
Cheguei a ver treinos de JJ onde se treinava bastante o 10x5/10x6, e por aí, e é muito dificil dizer a um Salvio ou a um Lima para não pressionarem tão em cima os adversários, quando dos 50 jogos que o Benfica fez esta temporada, se calhar uns 30-35 foram feitos sempre a alta velocidade (em termos de pressing ofensivo na recuperação rápida de bola)

L. disse...

é impossivel uma equipa com 50 jogos na epoca, e acima de tudo, a quantidade de jogos em 2013 em apenas 4 meses, nao estar rebentada. seja com jesus ou com lobanovsky... é que pervitin so mesmo para o lado das antas...

de resto, o cansaco explica a primeira parte, sim. nao da forma que os comentadores o fizeram, porque nao percebem muito do que falam, a maioria... houve um recuo estrategico, porque a equipa sabia que nao tinha pernas para 90 minutos em controlo, em pressao e em iniciativa. ja tinhamos feito isso com sucesso em aveiro, olhao e outros sitios... mas ontem falhamos no posicionamento e marcacoes e isso pagou-se caro.

no entanto, essa gestao de esforço permitiu ter frescura para entrar a cem a hora na segunda parte e encostar o maritimo, isso associado a bela substituicao de entrar cardozo para fixar mais gente do maritimo atras.

vejam por exemplo o real madrid em dortmund... tem uma equipa de "bois", o real, mas fisicamente fez "puff"

L. disse...

quanto ao jardel, tenho que vir aqui fazer o seu elogio, tanto que foi atirado ao chao, fosse por comentadores fosse por adeptos do benfica, sempre injustamente na minha opiniao. li de jornalistas em agosto que o benfica nao tinha alternativas aos 2 centrais titulares, li o mesmo de bloggers encarnados. o benfica nos ultimos 20 anos so teve um ano com tao poucos golos sofridos (nacionais e internacionais). em 50 jogos, luisao so esteve em 27, fosse por lesao ou castigo. jardel esteve em 32. a grande nivel. ja perdeu muita da mania que tinha de jogar bonito e meter-se com fintas do inicio, e pelo ar e muito forte. curiosamente: soma 1 golo e 4 assistencias (!) contra 1 e 2 de luisao e 2/0 de garay.

L. disse...

ja maxi e melga, 2 golos e 5 assistencias cada.

Francisco Nascimento disse...

Gostaria por comecar por dar os parabens por este blog. È o blog de referencia para ler sobre futebol e a qualidade das analises aqui expostas deixa o resto da blogosfera a milha de distancia.
Miguel gostaria de saber a sua opiniao sobre o golo do Maritimo. Obviamente à mérito no posicionamento do Marítimo na forma como forca uma tomada de decisao do MAxi. tenho lido por todo o lado que a responsabilidade é apenas de Maxi, mas nao deveria Luisao ter encostado no Rafael?

Miguel Nunes disse...

Francisco, obrigado. A responsabilidade é apenas do Maxi. Toda a gente está bem posicionada e faz bem o movimento, só o Maxi n reage em conjunto c os restantes colegas. Na primeira repetição do golo no TV Golo, camera desde a linha lateral percebe-se mt facilmente a descoordenaçao. Ve-se toda a gente a descer um metro e o Maxi q estava a alinhado a n o fazer. Tanto q ele depois até pede falta. Percebeu q foi ele...

Pedro disse...

Não vou discutir se é cansaço ou não. Não domino essa vertente mas, temos que admitir, que o SLB, na primeira parte foi incapaz de impedir a progressão do Marítimo. O golo do empate era previsível e nunca a equipa conseguiu lutar para o evitar. A segunda parte foi diferente. Talvez aquele "puxão de orelhas" q faz ir buscar forças lá bem fundo. A mente em alta consegue puxar pelo corpo. Tipo Rocky depois de levar tanta porrada lembra-se do amigo e avia o russo sem dó nem piedade.
:)

Jardel é um suplente de luxo. A todos os níveis. Era excelente que os benfiquistas percebessem isso de uma vez por todas.

Haja Luz disse...

" Capaz de estar em todo o lado. À esquerda, ao centro, à direita. Atrás junto aos centrais, ou na frente."

" E o que se terá passado ao intervalo para tanta energia para a segunda parte?"

Queres que te explique? eu acho que sabes.
Ansiedade? pois, é isso e o limpinho.
O método que referiste, são os únicos que utilizam?

Haja Luz disse...

Miguel Nunes

Quanto a avaliação que fases do Schaars,
não estou de acordo.
É dos jogadores do Sporting, com melhor visão de jogo, senão o melhor, tem uma qualidade de passe tremenda, o melhor, ao jeito da grande escola holandesa, quando está bem tem muita resistência. O que lhe posso apontar, é a sua incapacidade de choque, tem pouca potência.

Anónimo disse...

Foi o Matic, o Motic e o Capelic!

No.Worries disse...

Se é indiscutível que o Matic é o melhor jogador deste campeonato, o Enzo é o 2º ou 3º. Impressionante com um jogador com a qualidade dele tem também uma capacidade de trabalho, uma entrega total e um espírito de sacrificio como ele tem.
E ontem partilho por completo a leitura que jesuss fez do jogo: golo cedo e equipa tomada pela ansiedade. Ao intervalo tirou-se essa ansiedade e só deu SLB. O maritimo poucas vezes passou do seu meio campo.

ricnog disse...

Miguel Nunes:

O Filipe, do Jogo Directo, falou na primeira epoca do JJ no Benfica, que não consegue superiorizar-se em pontos, aquilo que mostra em campo:

- ele fala que tanto no Braga, como no Belenenses, como no Benfica, mostra muita qualidade de jogo, mas o pontos não são reflexo do comportamento e qualidade de jogo. O Benfica na 1ª época foi campeão na ultima jornada, mas mostrou uma grande superioridade.

Eu, por acaso, concordo um pouco com isso: obviamente o FCPorto, tb tem muita qualidade, mas na época passada o Benfica também a tinha e o Porto foi campeão a 4 jornadas do fim.

Benfiquista Tripeiro disse...

Eu não vi ninguém aqui a dizer mal do Jardel, antes pelo contrário. Apenas a reconhecer o papel fundamental do capitão do Benfica no sucesso da equipa.