domingo, 7 de abril de 2013

Matic



"Pode estar cansado, mas a cabeça nunca está" Jorge Jesus sobre Matic.

Não poderia estar mais certo. Matic é qualidade técnica, mas é sobretudo inteligência e criatividade. Tudo a alta rotação. É um jogador assombroso.

Na primeira aparição pelo SL Benfica no torneio do Guadiana ficou aqui registado:

"Prémio Revelação. Matic. Dificilmente será muito utilizado, e porventura até bem sucedido no modelo de jogo de Jorge Jesus. Apesar da morfologia falta-lhe a imponência tão característica de Javi Garcia, e tão determinante na posição 6 das equipas de Jorge Jesus. Não tendo a mesma disponibilidade física e capacidade de se impor nas primeiras bolas como Javi, será sempre uma segunda opção para uma posição que, tão pouco é a sua de origem. Revelou, contudo, ser um jogador com uma capacidade técnica bem invulgar para atletas com tal morfologia. Fantástica a forma como recebe e passa, sempre de cabeça levantada. Seria uma mais valia em qualquer modelo de jogo que incluísse alguém a ocupar espaços mais próximos do trinco. A capacidade para sair a jogar é notável."

Seria fácil afirmar que desde o primeiro momento se esperava que Matic atingisse semelhante nível. Fácil e falso. Difícil prever o jogador que é quem passou uma época no banco de suplentes do SL Benfica.

Em Novembro da presente época já o Sérvio deslumbrava e não nos coibimos de o referir.

"Hoje, que Matic conhece a posição e é um jogador bem mais reactivo quer na ocupação do espaço, quer na forma como sai ao portador da bola, é justo que se fale num "upgrade" relativamente ao passado. Se defensivamente dificilmente o sérvio conseguirá atingir o nível de Javi Garcia (falhando, contudo, apenas por pormenores como a imponência e controlo da sua zona de acção), é já possível, pelo deve e haver, considerar que Matic acrescenta mais ao SL Benfica que Garcia. A sua qualidade de passe é tremenda e acrescenta um nível que a transição ofensiva encarnada nunca conheceu com Javi. Num segundo já recuperou e serviu o extremo para mais uma saída rápida com espaço e tempo para contra atacar. O seu passe rasga corredores e sectores. Transforma demasiadas vezes situações contra dez adversários, em situações contra somente quatro atrás da linha da bola.

Uma surpresa, pois, pela competência defensiva que adquiriu. Contudo, o potencial sempre esteve todo lá. Naquilo que não se pode melhorar de sobremaneira já o sérvio demonstrava ser competente (qualidade técnica). Em tudo o mais, feliz por ser mais um a encontrar um treinador capaz de o integrar num modelo de jogo bem definido que potenciou as suas capacidades para um nível elevadíssimo." 

Chegou o clássico e o terrível jogo em Leverkusen. Não há que adiar mais o veredicto, Matic é hoje o melhor jogador em Portugal. O seu rival James caiu com a lesão em Janeiro, e o sérvio continua, jogo após jogo a demonstrar toda a sua criatividade, inteligência, qualidade técnica e táctica. Mijatovic referiu recentemente que Matic é jogador de Real Madrid. E assim o é, de facto.

15 comentários:

Blessing Lumueno disse...

Tenho ideia que seria ainda melhor a jogar com um médio atrás de si e outro ao lado. Pela liberdade ofensiva que lhe daria e pelo melhor ocupar do espaço central por ter mais colegas a fazer as suas saídas.

Abraço

Anónimo disse...

Sem dúvida, melhor jogador em Portugal!

Miguel, viu o 2º golo do PSG? Ainda no outro dia falou acerca do movimento que o Beckham fez neste golo. Muito inteligente o inglês...

andré disse...

deixem estar o matic onde ele está que é lá que ele está melhor. Sempre a ver o jogo de frente.
Não o quero ver jogar de costas para a baliza adversária. Nunca

Germano Bettencourt disse...

Não é jogador do real, é do Benfica. Não sei porque nos temos de colocar abaixo. :)

hertz disse...

Já começam a faltar os adjectivos para qualificar as exibições do Matic. Enorme jogador.

Ah, já agora Miguel, o que é que tens achado das exibições do André Almeida? Hoje fez um bom jogo (apesar de o Olhanense pouco ter atacado) e na Liga Europa tem estado muitíssimo bem. Então, temos jogador?

venis disse...

Não, não é jogador 'de Real Madrid', é 'jogador de' e 'e do Benfica'!

lalalalalalalalala

venis disse...

miserável aquele campo... devia ser proíbido jogar ali... mas há quem consiga jogar noutros campos e não naquele.

Miguel Nunes disse...

Hertz viste as declarações do JJ a justificar o AA? Muito bem pensado!

Já tinha dito no jogo em LEverkusen q está super competente defensivamente.

venis disse...

Novo Veloso?! O verdadeiro Veloso atenção!

venis disse...

O verdadeiro não, o Pai do outro Veloso.

TaKuara disse...

Não tenho os números presentes comigo, mas Matic já o ano passado não passou a época no banco.
Salvo erro, fez uns 20 jogos, muitos deles completos, o que é normal quando se tem mais jogadores de qualidades para o lugar, tal como tem acontecido com Rodrigo e Ola John.

A mudança que aconteceu num ano com este jogador é clara. De suplente de Javi Garcia, parece-me que hoje em dia se tivessem os dois no Benfica, o sérvio seria o titular. Ele ganhou intensidade, que foi o factor principal para a evolução do seu jogo, porque a qualidade já estava lá. Fosse para jogar a 8, ou a 6.
Por saber que é um jogador fulcral no Benfica, por não ter concorrência, a sua confiança transparece a cada jogada.
Tem a confiança total do treinador, e isso nota-se a cada movimento, cada finta, cada passe, sempre que protege a bola.
MAtic está feito um senhor jogador, é o motor deste Benfica, e passa muito por ele o estarmos a jogar a um nível superior.

Anónimo disse...

"Melhor em Portugal"? "Sem dúvida" ainda por cima?

Lol

Signori disse...

Já agora, às vezes é preciso aprender com os mestres - Sacchi - , para conhcer o básico do que é o jogo. Aconselho a muitos comentadores e treinadores de bancada...e alguns profissionais, já agora

http://www.youtube.com/watch?v=e53nGPMqQTE

luis disse...

No início da época escrevi que o Benfica poderia não sentir falta nenhuma quer de Javi, quer de Witsel.

Matic era já muito melhor tecnicamente do que o espanhol, faltando-lhe, acima de tudo, maior capacidade defensiva na forma como ocupava o espaço.

Javi tinha a garra que o sérvio não precisa de ter porque é muito mais inteligente.

Em relação a Enzo, mete Witsel num chinelo (na comparação entre este Benfica e o do ano passado). O belga tem muita classe mas nunca foi tão preponderante como o argentino que é bem menos vistoso, mas nem por isso menos competente.

É caso para dizer que a necessidade faz o engenho, para Jesus.

No.Worries disse...

Comecei a ler o post e a pensar para mim: será desta que finalmente o Matic será considerado aqui o melhor jogador deste campeonato? E quando cheguei ao ultimo parágrafo assim foi. É flagrante demais. Completíssimo! E também concordo que Matic seria igualmente fortíssimo a jogar num meio campo a três, e já na época passada imaginei-o a jogar num tridente com Javi-Witsel-Matic. Acho que era um miolo bombástico. Mas o Jesus raramente joga com 3 ali. Começa a ser difícilimo segurar Matic, que juntamente com Garay serão talvez os alvos mais apetecíveis da liga portuguesa para os tubarões cheios de massa dessa Europa. Infelizmente...