sábado, 1 de junho de 2013

"Com Jesualdo aprendi..."

"...movimentos defensivos que nem sabia existirem" Joãozinho.

Se pensa que é charme, está enganado. Há uns meses havia sido Jesus a afirmar que a maior parte dos jogadores não conhece sequer os princípios do jogo. 

Para milhares de treinadores defender bem continua a ser apenas cumprir um princípio geral do jogo. Baixar para trás da linha da bola, para ter superioridade numérica a defender. Isso não é defender bem. É defender com muitos. Defender bem é saber adaptar os posicionamentos ao número de jogadores atrás da linha da bola. Sejam eles quantos forem. 

Recentemente nas observações ao Olympiacos de Leonardo Jardim identificaram-se várias debilidades (naquelas que são as nossas ideias para o jogo) não corrigidas no posicionamento dos laterais de um lado e do outro. Questionados numa caixa de comentários sobre um possível retrocesso leonino com a troca de treinador foi esta a resposta: 

"Outra coisa... Antes de Jesualdo os laterais do SCP também defendiam de forma anárquica. Com Jesualdo isso mudou. Passaram a alinhar com a defesa. São coisas que ficam. Os jogadores mudam, aprendem e podem vir a fazê-lo a titulo individual.



São coisas desse tipo que nos levaram a afirmar muitas vezes que Domingos beneficiou do excelente trabalho de Jesus em Braga para colher os louros mais tarde."


Alguém acredita que Joãozinho não é hoje mais jogador que o que era quando chegou de Aveiro? Devia ter sido Jefferson a chegar em Janeiro. É bem mais jogador e hoje já tinha passado por um bom processo de aprendizagem. Já estaria a um nível diferente.

31 comentários:

Rodrigo disse...

É incrível como tudo o que dizes faz sentido, e como aparecem depois jogadores ou treinadores com declarações que nos ajudam ainda mais a perceber o que por aqui se ensina.

excelente, continua

Anónimo disse...

Como sportinguista, e como leitor deste blogue, estou menos optimista pela escolha Leonardo jardim do que deveria tendo em conta os resultados que este ultimo apresenta...e motivo para tal?

Abraço Vasco Barata

Miguel Nunes disse...

n sei se há motivo para tal. Depende da expectativa.

hertz disse...

Eu quando li estas declarações do Joãozinho, fiquei tipo..."só agora é que aprendeste?". Não sei. Surpreendeu-me como um jogador de 23 que já tinha vários jogos na 1ª Liga não fazer a mínima ideia de que certos movimentos defensivos existiam.


Já agora, tive a ler no outro dia a entrevista do MArco Silva ao maisfutebol. Interessante.
Deixo aqui uma resposta a uma questão que no outro dia aqui falaste no blog:

"Valdano falou recentemente numa obsessão pela tática, em detrimento da técnica, e que isso valoriza o treinador em vez do jogador. Concorda?
Tem a ver com a formação, talvez. Antigamente não havia tantas escolinhas, jogávamos mais na rua, era tudo paixão pela bola e técnica individual. Agora os miúdos começam a falar de tática com 7 ou 8 anos. É bom para começar a perceber as regras, os fundamentos do jogo, mas se calhar é cedo de mais. Falta jogar mais à bola. Mais do que no futebol profissional, é na formação que estamos a perder o brilho que víamos nos olhos dos miúdos. Pensa-se mais na tática, em ganhar. Está a tirar um pouco a magia ao jogador português."

Anónimo disse...

a expectativa é de que a mulher do Bruno Carvalho este ano vai marchar!

Zé Pelé disse...

Como dizia ontem um outro grande treinador, o Marco Silva, o que importa nem é tanto a disposição táctica, mas as dinâmicas da equipa e dos jogadores.

Miguel Nunes disse...

Hertz, completamente. Creio q nas etiquetas "futebol jovem" e no site zerozero está isto:

http://www.zerozero.pt/coluna.php?area=0&id=533

n só o do link mas os outros tb

Miguel Nunes disse...

hertz, qt à questão do Joaozinho, n te surpreendas. se fosse diferente nem este blog faria sentido... n tentamos "educar" apenas o público.

Pq achas q aqui se hipervaloriza o JJ e o VP?

Miguel Nunes disse...

zé pélé, é isso. Sistema táctico é apenas uma disposição geral que serve p as discussões os adeptos.

o jogo é um conjunto de X situações (X contra Y) e trata-se de saber dar a resposta melhor para cada uma delas e isto n tem a ver com a disposição geral da equipa em campo, mas antes c a dinâmica que os jogadores estabelecem entre eles para dar em conjunto as melhores respostas para cada situação diferente q encontram

KARLOS disse...

Salve Miguel

"Jesus a afirmar que a maior parte dos jogadores não conhece sequer os princípios do jogo."

Pois bem, muitos aqui fizeram comentários sobre como o campeonato brasileiro está atrasado (e isso realmente é uma verdade!)

Mas esquecem q aí mesmo na Europa há times q jogam como se tivesse jogando o Brasileirão. O Sporting a bem pouco tempo estava jogando assim. Então como cobrar princípios do jogo de Brasileiro se os próprios Europeus não o conhecem?...

Abraço
;)

Miguel Nunes disse...

Isso Karlos, há uns meses qd estalou a discussão... de os times portugueses pequenos serem bem arrumados tacticamente em relação aos brasileiros, se se recorda, eu não concordei.

Mas cá os relvados são todos mt pequenos é facil meter todo o mundo a correr para trás da linha da bola... dá a sensação de organização, mas não... é só molhada que anula o outro pela quantidade de pernas...

KARLOS disse...

Miguel

acho q lembro disso... e não tiro o mérito de vcs no q diz respeito a tática, mas vejo q mesmo aí (na Europa) ela não é tão comum como deveria ser!

Já faz algum tempo (anos) q venho mesmo reparando o quanto os campos (relvado) daí são pequenos e de fácil ocupação de espaço. Pra vc ter uma idéia os Estádios da copa estão sendo feitos com padrão FIFA e os campos já estão sendo criticados pelo seu tamanho.

O Maracanã, Mineirão, Serra dourada, Beira-rio são (eram) os maiores (120m de comprimento por 90m de largura), os outros estádios tinham em média 110m por 75m. Então é muito mais difícil manter um padrão tático, com essas dimensões, e jogadores velozes e (furiosos kkkk) habilidosos.

NÃO JUSTIFICA MAS EXPLICA rsrsrs

Abraço
;)

Miguel Nunes disse...

Karlos isso n é possivel... acho 120x90m

KARLOS disse...

Miguel

O q não é possível? não entendi?

Miguel Nunes disse...

essa dimensão do relvado, acho q n é possível, é? desconheço a regulamentação ao pormenor

KARLOS disse...

Miguel

Desculpa me empolguei kkkk
Escrevi sem pesquisar mas taí a medidas reais.

- Maracanã = 110 x 75m
- Mineirão = 110 x 75m
- P.Antártica = 109.3 x 75m
- Couto Pereira= 109 x 72m
- Morumbi = 108 x 72m
- Beira-rio = 108 x 72m
- Vila-Belmiro= 105,8 x 70m
- Olímpico= 105 x 68m
- Kiocera Arena= 105 x 68m
- Serra Dourada= 118 x 80m

Tudo bem, são um pouco menores (sic) mas ainda são grandes...


PS. o Serra Dourada sempre foi o Maior

fontes

http://gremio1983.blogspot.com.br/2008/02/olmpico-dimenses-do-gramado.html

http://pt.wikipedia.org/wiki/Est%C3%A1dio_Serra_Dourada

Abraço e me desculpe.
;)

Miguel Nunes disse...

sao enormes mm assim :)

Anónimo disse...

O Walter está a jogar com quantos kilos?

Anónimo disse...

Para ver se consigo perceber: - segundo o blog o Domingos em Braga aproveitou o trabalho de Jesus e o Sá Pinto no Sporting aproveitou o trabalho de Domingos. Em que é que ficamos, o Paciência é bom ou mau treinador? Porque se o Benfica na época dos túneis não tem arrumado com o Vandinho e com o Hulk o Jesus estava há 4 épocas no Benfica e 0 campeonatos. O que não admira, basta ver a proeza que conseguiu fazer esta época. E o melhor é que já prometeu que se vai esforçar para fazer o mesmo na próxima. Equipas desequilibradas é com o rei da táctica. O pior é que antes da táctica no futebol ainda vem a estratégia.

Anónimo disse...

É badocha mas joga muito! Pq senao seria avançado para +30M...

Aza Delta disse...

Anónimo, tivesse o Porto ganho todos os jogos em que não teve hulk (o que é duvidoso visto que ele estava numa forma péssima nessa altura) o porto continuaria a fazer menos pontos que o Benfica.

Já o caso do vandinho, é preciso ter lata, quando o Cardozo é expulso em Braga sem fazer nada ao intervalo...

Anónimo disse...

E o que o comentador das 20:54 não disse é que o rei da táctica é só o treinador mais caro da história do futebol português num Benfica a gastar milhões a rodos. Simplesmente ridícula a sua permanência, pelo desempenho valia mais meterem-no numa máquina do tempo de volta aos anos 60 para poder exercitar o seu 4x2x4 e mesmo assim teriam sempre que lhe dar um preparador físico novo. Mais uma vez acaba a época sem conseguir marcar golos a ninguém! Ridícula a forma como continuou a escalar Sálvio, completamente esgotado. O que o Porto tem gozado com o Benfica à conta de Jesus, ainda vai conseguir inflacionar o contrato outra vez, com o presidente do glorioso completamente paralisado de medo de perder o Cruyff da Reboleira. O Benfica é um dos maiores clubes da Europa, tenham vergonha!

Diário de um Dragão disse...

Desculpa o off-topic, talvez seja de interesse: http://www.dn.pt/revistas/nm/interior.aspx?content_id=3251806

Miguel Nunes disse...

Diário,

E o FC Porto não ganhou, como já li, por demérito dos outros, porque nem uma derrota teve. Só uma em dois anos! Não entendo essa forma intelectualmente desonesta, ou facciosa, de avaliar as coisas. Mas também não me desilude, porque já não me iludo. O FC Porto usa essa revolta interior para se unir e provar que é melhor."

O FCP foi campeão perante o melhor Benfica que vi na vida, mas as pessoas querem a cabeça de toda a gente do Benfica pq são incompetentes.

Antes do Benfica x Maritino e Estoril tinha dito: "A competência do VP decide-se em jogos em que ele n participa (os do SLB)"

MAs isto faz algum sentido?!?

Miguel Nunes disse...

"Assumo isso: um dia, vou ganhar a Liga dos Campeões."

aqui está uma frase para os pobres de espirito gozarem, mas que apenas revela que sabe que é bom. É um pouco como o Jesus. Aquela arrogância vem toda por saber que é melhor que os outros...

"Há também uma relação diferente com os jogadores?
_ Nunca fui aquele tipo de adjunto com uma relação pessoal muito forte. Sempre fui mais virado para o que domino, que é o pormenor do jogo e do treino tático, técnico. O Pedro Emanuel, o Zé Mário, provavelmente teriam uma relação mais próxima com os jogadores."

"Mas eu fizera parte da última época e, às vezes, perguntava-me se não sabiam que eu tinha estado lá. Sabia qual tinha sido a minha contribuição e isso custou-me um bocadinho."

"Se me falarem de futebol, ao pormenor, não tenho dúvida nenhuma de que dou lições às pessoas, mesmo aos que vejo na televisão que parecem catedráticos."

«Ó Zé, não acredito muito na sorte, são noventa minutos de trabalho. Acredito mais na competência e no trabalho do que na sorte.» E ele insistiu: «Vou-te dizer uma coisa. Podes ser muito competente, se não tiveres a estrelinha...»

joguei sempre nas terceiras divisões, dez anos, e já não tinha paciência para um nível de treino que achava que não estava correto.

Nunca mais olhei para eles! Pensei que me ia ajudar, mas não. Sou um criativo, gosto de criar exercícios, nunca fui ver um livro. O prazer que me dá o futebol é todos os dias poder criar.

Ainda usa caderninhos ou já vai para as novas tecnologias?
_ A minha planificação é toda a caneta. Não vou para lado nenhum sem um blocozinho.



Epa... que entrevista fenomenal. Eu desgostei bastante da forma como ele lidou c a relação com o rival. Não consigo gostar de quem fecha portas da forma como o fez. Isto é um desporto nao uma guerra, e ele disse coisas que me fizeram n gostar mt dele enquanto pessoa do desporto, mas o homem é super interessante!

Diário de um Dragão disse...

Tem coisas muito interessantes. Dá para ver que é mesmo obcecado por futebol. Tem o azar de as pessoas não irem com a cara dele...

Aquela conversa com o Mourinho é intrigante... As equipas do Mourinho parece que caminham cada vez mais para estarem dependentes dessa sorte. O que não faz muito sentido, porque acreditando que há lugar para a sorte, devia desenvolver-se uma filosofia de jogo onde se tenta reduzir ao máximo esse factor e as equipas do Mourinho parecem mais caóticas e menos controladoras.

"No futebol, é assim: podemos ter uma ideia, mas os jogadores é que vão dando corpo a essa ideia, expressando o seu talento. Temos de encontrar uma forma em que a expressão do talento individual seja organizada. É quase ver um filho crescer. É o que encontro de mais similar ao que é o futebol para mim. Ver crescer uma equipa com uma qualidade de jogo cada vez maior é como ver crescer um filho, uma coisa que é nossa, que vamos modelando, mas sem lhe retirar a expressão."

"Foi o professor Vítor Frade que me ajudou com as dúvidas. Na faculdade, na opção de futebol - sabia que era a minha vida - andei um ano completamente apagado, não percebia nada do que ele queria. Eram textos de economia, filosofia, de tudo, menos de futebol. Eu à espera de receita, não encontrava resposta nenhuma. Esse primeiro ano foi uma frustração. Para mim e para todos os alunos. Escrevia frases inteiras dele para tentar decifrar em casa. No segundo ano, de repente, tudo começa a encaixar. A capacidade de refletir e de trabalhar em qualquer realidade, a capacidade de colocar em causa tudo, a todo o momento."

Saber Sobre o Saber Treinar disse...

“Face a tais pretensões e pressupostos, claramente transgressores, depreende-se que a sustentabilidade científica que existe, apesar de muitos dizerem que não e de intencionalmente a ignorarem, é também ela marginal e marginalizada. A Periodização Táctica, entendo ser a metodologia mais ajustada para o Futebol porque tem uma validação e suporte teórico único e cada vez mais robusto, cuja aplicabilidade se argumenta e fomenta na prática. Tem portanto validade prática como comprova o êxito de alguns treinadores e um suporte científico muito consistente. Não é uma ciência do abstracto, é uma ciência in vivo. É uma Ciência de facto, que curiosamente nasce da intuição fundamentada de uma pessoa, o Professor Vítor Frade, que com base em informações provenientes de diversas áreas – ostracizadas nalguns casos - entrecruzadas com as suas vivências de terreno, reflexões pessoais e um corte com o que se encontra institucionalizado possibilitou uma visão operativa diferente da forma de treinar em Futebol. É uma Ciência que apesar de alguns a designarem de “vanguardista” na verdade não o é, pois os seus pilares fundamentais começam a ser edificados em 1970, com base em fontes dessa época e ainda anteriores. Encontra-se na esteira do pensamento sistémico e como tal coloca a enfâse nas relações, na qualidade e nos padrões, sem refutar na sua evolução a intuição, mostrando assim que tal como treino, também a Ciência de qualidade requer Arte”.
(Jorge Maciel, 2011)
Já o disse no blog Posse de Bola e reitero:Portugal tem, um dos grandes génios de sempre, dedicado ao treino do Futebol, e poucos se apercebem ou o reconhecem. Prova disso, é que nunca vi uma reportagem televisiva sobre o professor Vitor Frade.

Anónimo disse...

Os jogadores do Braga não foram expulsos com cartão vermelho, o Ricardo Costa na disciplina assegurou que não jogavam mais, o Vandinho por ser determinante na equipa, como Hulk. Tal como a época passada chegou a haver prémio para arrumar Rinaudo e tramar Domingos. Mas se queres falar de cartões, quantos ficaram por mostrar a Xavi ou ao canastrão do lateral direito em 09/10? Já o título anterior teve mais a ver com o Cunha Leal, o Paraty também foi fundamental já na recta final.

Jesus não tem categoria para treinar o Benfica e isso não tem nada a ver com o treino, ponto. A ficar já se conseguiu livrar do que o podia arrasar logo no início da próxima época, a supertaça com o Porto, também vai aprendendo. Pior só mesmo o palhaço do Vitor Pereira e as figuras a que se presta, como a actual em stand by, só para o papa tentar desestabilizar mais um bocadinho o Benfica. A norte, nem os comentadores oficiais têm autorização para abordar o tema. O que é isto? Godfather? Porque é que Mou, depois de ser cilindrado pela primeira vez por um balneário, não aceitou um adversário para esmagar o russo que o humilhou e correu com ele da Premier?


PM disse...

Ainda que concorde que o JJ é muito bom... dos 4 momentos de jogo apenas a transição defensiva deixa a desejar... dares a entender que o Braga defendeu bem (2 anos seguidos... com inúmeras saídas de jogadores) por causa do JJ só pode ser brincadeira... até porque as equipas do Domingos... mm na Académica com jogadores bem fraquinhos eram bastante fortes em organização defensiva... onde as equipas do Domingos sempre pecaram foi em organização ofensiva... daí o Braga ter tido sempre aquele joguinho do defender bem e fazer uns golinhos em contra-ataque... característica de jogo que manteve com o Leonardo Jardim...

Anónimo disse...

Anónimo, tivesse o Porto ganho todos os jogos em que não teve hulk (o que é duvidoso visto que ele estava numa forma péssima nessa altura) o porto continuaria a fazer menos pontos que o Benfica.

Alguém anda a mentir, parece que me lembro de ouvir o papa a queixar-se e os papas não costumam ser muito dados a mentiras.

Anónimo disse...

PM,

Os treinadores também atacam com os jogadores de que dispõem e o Domingos nunca treinou neste Benfica mas era mesmo o melhor que o Benfica fazia, já que o Sporting... E por uma série de razões, porque é muito mais treinador que Jesus, em 09/10 se o campeonato provou alguma coisa foi mesmo a excelência de Domingos com que parte do orçamento de Jesus? E pelo resto.