segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Ricardo Quaresma. Who died and made you king?

"O golo? (risos) Tenho destas coisas de vez em quando, vai para o DVD da minha carreira." Quaresma, comentado o golo ao Frankfurt.

Não conhecendo pessoalmente Quaresma, o exercício que será feito a seguir será meramente especulativo, mas quem sabe, com muito boas probabilidades de ser verdadeiro.

Quaresma tem talento que não mais acaba, mas não é, nunca foi e não será um jogador de equipa. Demasiado centrado no seu umbigo, as suas decisões em campo tendem sempre a procurar o seu sucesso, a sua notoriedade antes do sucesso colectivo. Quando se cruzam, isto é, quando a bola entra onde deve entrar, Quaresma é maravilhoso. Todavia, na contabilidade final, entre o deve e haver, não é certo que Quaresma seja tão produtivo assim. Se em vinte bolas nas botas desperdiça quinze para ter sucesso em cinco (sucesso medido em boa decisão, independentemente de fazer ou não golo, de soltar ou não a bola), é certo que uma verdadeira equipa que procura caminhos conjuntos se ressente. 

E poderá Quaresma ser também uma questão de liderança?

No FC Porto de Vitor Pereira, nunca ninguém viveu à margem do grupo, do colectivo. Nem o incrível James, que esteve sempre de fora até se adaptar ao jogar colectivo.

Quaresma chega e em dois meses todas as bolas paradas são para si, passando por cima de toda a hierarquia em vigor ainda na presente época. Todo o jogar é direcionado para si. E repare que é um grupo de tricampeões que agora procuram quem não precisaram minimamente para vencer. E tudo isto sentido, provavelmente, que o agora rei até pensa mais em si que no "nós". 

Aquele grupo não poderá estar bem.

12 comentários:

Pedro disse...

Indiscutível.
Sempre me fez confusão um jogador chegar e ser logo titular. Ser logo peça fundamental. Não percebo como malta com experiência comete um erro desses.

Por muito bom que seja estas situações não caiem bem num plantel que treina todos os dias para ser opção do treinador. E, como bem dizes, são tri campeões.

HerrKommandant disse...

"Quaresma chega e em dois meses todas as bolas paradas são para si, passando por cima de toda a hierarquia em vigor ainda na presente época." - pensava que era só a mim que isto fazia confusão, mas afinal não. Este é o verdadeiro quaresma, um jogador que ninguém queria, que andou a ser empurrado de clube para clube, até que alguém resolveu pegar nele. Péssimo. Mas pior que o rendimento dele é a atitude, é a mania que é craque, é a postura de quem parece que está a fazer um favor. Eu diria antes: "where's your crown king nothing?"

PS.- a diferença do fcporto de fonseca para o fcporto de vitor pereira é que agora lhes marcam penalties, enquanto no tempo do pereira andou por lá um tal de alex sandro a fazer de 2º guarda-redes...

Aza Delta disse...

boas tardes. será que podemos esperar uma análise ao Benfica Sporting?

Paolo Maldini disse...

aza, n encontrei o jogo...n o vi pela net, e agora tb já lá vai..

FranciscoB disse...

vitó pereira, bicãopion nacional de andebol... com os jogadores actuais, com a UEFA a apertar no doping e os árbitros a assinalar penaltis e a expulsar defesas seria cãopion? de que lhe vale o sistema na arábia?

Ronaldinho disse...

As suas ideias para a organização coletiva não dão resultados, então aposta tudo nas individualidades.
Caminho lógico de quem já mostrou tudo e está desesperado...

Andrea Pirlo disse...

Em poucos meses, o Porto ficou completamente invertido. E até já se marca penaltis ao Porto nas antas, algo inacreditável, ontem no lance do penalti, pensei q o árbitro iria expulsar o Evandro. Fiquei espantado.
Parece q o futebol português, pelo menos neste aspecto, ta a mudar. Vamos ver se o Benfica hoje não vacila como foi da outra vez.

Baresi disse...

É o jogador mais desequilibrante de um jogo, seja para um lado ou para o outro.

O Jackson deve sempre sentir-se um pouco perdido quando ele tem a bola, porque nem ele nem ninguém sabe quando e como a redondinha irá daqueles pés.

Eu disse que o jogo iria ser bastante interessante, e foi-o, mais pelo resultado do que com a exibição do Estoril.
É sintomático ver um jogador do Estoril a chutar a bola para a frente, já depois do golo, e ver os seus companheiros a mandarem vir com ele, pedindo calma, para trocar a bola.

JON disse...

Gosto muito deste blog, mas não acham que ganhavam em não publicar estes constantes comentários sobre doping e arbitragem? É ridículo e completamente fora da linha do blog.

Henrique disse...

"Quaresma chega e em dois meses todas as bolas paradas são para si, passando por cima de toda a hierarquia em vigor ainda na presente época."

Muito bem visto. Lembro-me de uma situação análoga, num jogo de sub-21 (penso eu) em que jogava o quaresma. Veio a Braga fazer um jogo contra a França, e passou o jogo todo a tentar fintar a equipa francesa. Para cúmulo da situação, sempre que havia um livre lateral e os centrais subiam ele rematava à baliza. Na altura era um miúdo e pensei que se fosse eu um dos centrais já o tinha mandado foder.

Tiago Beça disse...

Há uns anos eu discutia com um amigo meu quem era melhor jogador, Quaresma ou Simão Sabrosa.

Eu dizia que era o Simão, o meu amigo dizia que era o Quaresma.

Hoje não tenho duvidas que a minha escolha estava certa.

O Quaresma é mais talentoso, mais imprevisível. Mas é um convencido, joga para si, faz 2/3 lances por jogo e acabou, passa o resto do tempo a perder bolas. Se eu fosse treinador preferia a consistência do Simão ao ego do Quaresma a qualquer dia da semana.

Se não fosse a cabeça, o Quaresma podia ter sido incrivelmente bom e feito uma carreira bastante diferente. Assim foi um brinca na areia, um jogador da bola em vez de um jogador de futebol.

Anónimo disse...

O Quaresma é um tipo de jogador raro, mas que funciona mal no futebol profissional moderno!!

É um tipo de jogador que quando as coisas estão novas, e tudo vai bem, é tudo muito giro, mas com o o tempo causa imenso desgaste a uma estrutura, plantel.. porque obriga a varias inflexões dos sentidos mais naturais das coisas.

Então em situações difíceis, onde será difícil gerir momentos tudo será ainda pior.

Sinceramente, vamos ver o que vai acontecer até ao fim da época, mas não sei se esta passagem do Quaresma no FCP vai ser assim tão longa.