sexta-feira, 14 de março de 2014

A perdida de Adebayor no erro de ... Siqueira




Aos olhos dos mais distraídos poderão parecer lances completamente distintos. Nada mais errado. A informação de suporte que ajuda os jogadores a definirem a forma como se devem comportar é exactamente a mesma. Condução de fora para dentro. Linha de contenção, é batido, volta para a linha de cobertura, sai o colega seguinte. Se é possível que Sílvio nunca tenha sido batido, então o princípio é: Linha de contenção, quando chega a zona de intervenção do colega, baixa para a linha de cobertura, sai o próximo colega. Sempre contenção, e a linha de cobertura marca o fora de jogo.

Saltem para o minuto 15:35, Sacchi Explica.

Desculpa ter-te invadido o Post Maldini,

Baggio

20 comentários:

Paolo Maldini disse...

Assim, isolado para se perceber o que queria dizer

Anónimo disse...

Mas a passividade de Luisão é gritante, parece que o lance estava a acontecer muito longe dali.

masterzen disse...



De destacar também o facto de Silvio ter tido um ataque de nostalgia do que apanhou durante muitos anos como conceitos defensivos e ter saído a correr atrás da bola ao invés de voltar para a linha defensiva.
Uma asneira que depois se colou uma outra (a de Siqueira), numa dinâmica de acções negativas próprias do jogo e da essência do ser humano.

Cubillas disse...

Não se metam com o mister Paolo que ele não sofre golos desde Dezembro!

Rafael Antunes disse...

Lembro-me de ver o resumo e este lance me ter ficado na memória... Não estou lembrado do decorrer do mesmo...

Seria um suporte interessante juntar o video do lance (se possível, e se o trabalho não for exagerado... :D)

Será que o Sílvio tinha mesmo de vir até ali em contenção?

JSRL disse...

Independentemente de todos os erros já aqui realçados e que consigo entender, a chave desta jogada não terá sido mesmo a forma como o Adebayor em fase inicial com simulação arrastou Garay para cima do Luisão, com Garay a focar depois na bola, orientando-se precisamente para o lado oposto e a esquecer momentaneamente o espaço Central(Garay)-Lateral(Siqueira)? Aliás, foi por esse mesmo espaço,criado por Adebayor e esquecido por Garay, que a bola acabou por passar. Não acho que o suposto erro do Siqueira seja gritante, normal o pânico que entretanto se gera.. mas é só a minha opinião e vale o que vale.
Cumprimentos e continuações.

Pedro disse...

Obrigado.

O que tu dizes é que, nesta situação, nunca se deve procurar colocar o adversário em fora de jogo?

Roberto Baggio disse...

http://www.lateral-esquerdo.blogspot.pt/2012/12/experimenta-isto-neymar-depois.html

Henrique disse...

Acho que um dos princípios é não tentar fazer fora de jogo quando o adversário está enquadrado e em progressão, pois a probabilidade de conseguir isolar alguém é muito grande. Mas isto já é uma área para o Maldini e o Baggio :)

Rafael Antunes disse...

Aqui vejo uma diferença fundamental...

No lance do messi o movimento é paralelo à linha de Grande área. Permite que a linha de vá subindo (como um acerto tremendo nas trocas), empurrando o jogador em condução para fora da GA e ao mesmo tempo deixar em FJ os acampados... Ou seja o pior que poderia acontecer ali seria o Messi conseguir vir dar a volta ao Maxi com um auto passe ... :D

No jogo de ontem, o Erikssen nunca é "travado", é sempre em movimento em profundidade, até que consegue atrair e soltar... É um pormenor, mas o jogador que bloqueia o Silvio poederá ter precipitado o Garay e Siqueira... Embora este devesse deixar que fosse Garay a sair e assegurar a cobertura... Na linha de Luisão...

Mas o que quero aqui realçar é que , ser batido e voltar à çinha de cobertura é diferente se esta estiver a subir ou se ela estiver a baixar como no caso de ontem... Parece-me mais complicado a segunda...

Paolo Maldini disse...

vejam a ligação q o baggio partilhou. há 2 linhas. a q esta c messi e a de cobertura. se só houvesse 1 linha, o messi fintava 1 e ultrapassava 9!

aqui é igual!

Pedro, podes colocar... mas tens de manter sp duas linhas! se n, o tipo com bola isola-se fácil, ou isola alguém fácil. E neste caso, parece-me q n havia espaço para ter 2 linhas e ao mm tempo colocar gente em fdj

Roberto Baggio disse...

Henrique, mesmo que se tente fazer FDJ, é importante perceber que quem o define é a linha de cobertura, não a contenção.

Paolo Maldini disse...

já agora convém dizer que há várias formas de fazer a mesma coisa. Aqui analisei o erro do ponto de vista do que o JJ defende nas suas equipas, que curiosamente neste caso é igual ao que eu tb defendo! Mas podia discordar

Unknown disse...

Na acção corrida, nota-se ainda melhor a precipitação e desatenção do Siqueira.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Interessante a análise porque visto assim não há dúvida que o erro é do Siqueira. A bola acaba por passar exactamente no sítio onde ele deveria estar. Durante a transmissão também me tinha parecido que o Luisão tinha desfeito a organização.

No entanto, gostaria de dizer que se fosse dirigente do Benfica estaria já a tratar do cheque de 7 milhões (acho que é o valor da opção) para o Granada...

Siqueira é um óptimo lateral em todos os momentos do jogo. Julgo que será muito difícil encontrar alguém melhor do que ele por esse preço.

Pedro disse...

Boa tarde,

Leram o comentário do Erikson?

Aqui:

http://www.abola.pt/nnh/ver.aspx?id=466042

Eles voltaram a ter a bola e nós tivemos de correr ainda mais», recordou o internacional dinamarquês, em declarações à Imprensa inglesa.

«O Benfica jogou muito bem, talvez tenham jogado como nós deveríamos ter feito. Fizeram um jogo muito bom, praticaram um futebol veloz ao qual não estamos habituados. São muito fortes com a bola nos pés», salientou.

Que acham?

Abraço
Pedro

Roberto Baggio disse...

Pedro,

http://possedebolla.blogspot.pt/2014/03/tottenham.html

http://possedebolla.blogspot.pt/2013/12/we-had-difficulties-controlling-their.html

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/search/label/Tim%20Sherwood

A nossa opinião é essa.

Pedro disse...

Baggio,

Eu sei, sigo-vos todos os dias e é um prazer ver as discussões aqui sobre o jogo.

A minha questão tem a ver com o reconhecimento que o próprio jogador tem de que o abordagem da equipa não é a melhor, no fundo como pode um jogador que tem este entendimento esperar melhorar ou contribuir para a melhoria da equipa quando fica implícito que o principal entrave a que tal suceda é o próprio treinador?

Abraço

Roberto Baggio disse...

Isso nao é uma questao. Todas as implicaçoes estao bem explanadas no teu comentario.

Anónimo disse...

Na minha leitura, dá-me a sensação que o maior erro é na troca de jogadores. Ou seja, o Silvio sai da contenção muito cedo, ou então o Garay demorou a lá a chegar. De qualquer maneira, o Luisão nunca pode estar naquela posição, como central do lado contrário à posição da bola, tem de respeitar o posicionamento do Garay. Considero mais um erro coletivo, do que propriamente individual.