quarta-feira, 12 de março de 2014

Liga dos Campeões


Análise detalhada dos golos concedidos na prova mais difícil do futebol europeu, nos jogos de ontem. Foram escolhidos os lances onde facilmente se conseguem encontrar erros defensivos. Erros esses individuais, e colectivos, dependendo de cada caso.

Espero que não interpretem de forma errada um bocadinho de comédia. Nalguns casos estou a falar de jogadores que aprecio bastante.

18 comentários:

Tsubasa disse...

O golo do Bayern impressiona pela nabice da defesa do Arsenal... Tão bem posicionados na bola, a criarem superioridade numérica, Contenção/Cobertura... Faltou o resto. Equilíbrio e Concentração (utilizando a nomenclatura dos Princípios Específicos Defensivos). Central e Lateral do lado oposto à bola ficaram a nanar...

Gandaia disse...

"No fim, vamos ser como o Barcelona e acabaremos por aborrecer com tanto toque na bola que ninguém nos quererá ver. A minha forma de ver o futebol é diferente. Se posso rematar à baliza desde a entrada da área, perante uma defesa povoada, não hesito, é a forma mais eficaz de chegar ao golo." - Beckenbauer

Este deve ter parado no tempo.

JON disse...

No golo do Bayern, o Cazorla demora a recuperar e a ocupar o espaço central, também. Não concordas?

No golo do Atlético, se no início da jogada, aquando da recuperação de bola, os jogadores ajustassem para onde dizes, mas não fosses feita contenção, era fácil meter uma bola nas costas destes, certo? Ou seja: contenção AGRESSIVA é sempre fundamental.
Concordas Baggio?

Thanks, sempre a aprender convosco!

Miguel Pinto disse...

Por outro lado, temos de realçar a leitura de jogo de Schweinsteiger para criar a superioridade numérica na área conseguida face à inércia dos dois médios de cobertura e também do lateral esquerdo que 'só' demorou 0,5s a ajustar mas já era tarde. Este golo fez-me lembrar o golo do Xavi Alonso nos 4ºs final contra a França do Euro 2012. Deixo aqui o link caso queiram ver (a partir dos 25s). http://youtu.be/Ulv69r3YQiw

Vasco Queiroz disse...

Sem dúvida que este é um blog de eleição. O conhecimento que retiro de cada texto que aqui se escreve é na minha opinião, fundamental para se conhecer o jogo no seu todo. O meu sincero obrigado a todos aqueles com que tenho aprendido imenso desde que descobri este blog. Por favor não parem...


Vasco

Daniel Martins disse...

No golo do Arsenal o Javi Martinez esqueceu-se que estava num jogo dos oitavos da Champions. Em 90% dos casos o portador da bola, estando na posição do Podolski, teria ficado de cabeça levantada à procura de um colega de equipa que pudesse rematar de uma zona mais central. Se o alemão tivesse seguido esse caminho, de facto o Javi teria uma maior probabilidade de cortar a bola e o público, os relatadores e os comentadores bateriam palmas pela sua "enorme" intervenção.

masterzen disse...



Baggio ,

Logo na primeira legenda dizes que os defesas deviam avançar para encurtar os espaços fundamentais.

Como colocas as bolas na figura, se houver cruzamentos ficam 2c2 sendo que o lateral vai disputar uma bola área com um avançado. Não estarão as figuras muito aproximadas da bola? É que dá a sensação que fica assim uma igualdade numérica para o ataque num possivel cruzamentos.
Ou estás a contar com o trinco para uma possível disputa aérea?

Não falta ali um médio para fazer a cobertura do centro, fazendo o tal triângulo?

Os espaços fundamentais que dizes no controlo dos cruzamentos, será central do lado contrário no primeiro poste e lateral no segundo?

Desculpa lá tanta pergunta.

Abraço

Roberto Baggio disse...

Tsubasa,

Certo.

JON,

Como digo sempre, zona sem contençao é lixo. Sempre sempre homem entre a bola e a baliza. O principio basico é contençao, e cobertura. Contençao primeiro. Portanto de acordo. Quanto ao Cazorla e cia, sim. Mas correram muito o jogo todo, ate têm "desculpa", ou nao.

Roberto Baggio disse...

Masterzen,

A resposta ao JON responde.
Agressividade na contençao. Reacçao forte do Essien. Meti aquilo assim porque dava tempo para agredir o portador da bola. Caso contrario meteria os centrais e o lateral longe da bola alinhados pela baliza.

masterzen disse...



Ok percebi a ideia.

Quando dizes alinhados pela baliza seria central do lado da bola no primeiro poste, central do lado contrario na linha central e lateral no segundo poste?

Roberto Baggio disse...

Ah faltou o espaço à frente da defesa. Sim faltam ali jogadores. A questão é que pela forma como eles estão dispostos inicialmente, tendo em conta a proximidade/distância entre eles, a zona da bola, e tudo mais, não é viável meter alguém à frente da defesa, porque ia abrir um buraco na defesa. Sendo assim, é preferível que alguém sai depois na contenção se a bola for jogada nesse espaço. Mas para isso, teria de haver maior proximidade entre eles, como os bonecos indicam.

Anónimo disse...

Acho que o Beckenbauer anda a ler o vosso blog e desafiou-vos com as declarações de ontem! :)

Roberto Baggio disse...

Masterzen, certo. Controlo de cruzamentos.

JON disse...

Concordo contra o Cazorla. Do que vi ontem, fez um jogão... É um prazer vê-lo jogar! Tanta criatividade!

No jogo do Porto-Villareal no Dragão, no ano do AVB, fiquei parvo com o Cazorla. Jogou tanto, tanto... Acho que foi um dos maiores talentos que vi ao vivo!

De resto, Cazorla, Iniesta, Xavi, DAVID SILVA... Porra tanto criativo em Espanha e nós sem nenhum! Enfim.

Anónimo disse...

"Javi Martinez muda de profissão para vidente"

LOOOOOOOOOOOL

formatted error free disse...

interessante a abordagem do javi martinez ao lance. só um jogador com alta criatividade e qualidade podia ter pensado aquilo assim. naquele lance, em 90% de casos semelhantes a jogada que daria golo era o cruzamento atrasado. o Javi Martinez "apenas" subestimou o podolsky e sobrestimou o guarda redes. marcar um golo daquela posição com aquele angulo é muito complicado

Rui Gonçalves disse...

Então e no golo do Bayern a defesa do Arsenal não devia adoptar o posicionamento de controlo de cruzamentos?

Roberto Baggio disse...

Rui Gonçalves,

Na minha opinião não. Nunca deixou de existir contenção. E quando um foi batido, outro saiu rapidamente. Havia superioridade na zona da bola, logo, o comportamento adequado seria o que está descrito. Isto na minha opinião, claro.