sábado, 15 de março de 2014

Vertonghen, uma das atracções do próximo Mundial reforça a posição do "Lateral Esquerdo"

"Tentámos reajustar mas o posicionamento deles era melhor, jogavam uns para os outros. O Benfica foi melhor em todos os setores e dói perceber isso. Individualmente temos tanta qualidade quanto o Benfica mas não como equipa."

Fácil perceber isso. Mas quantos o saberão reconhecer, Vertonghen?

Quando Jorge Jesus abandonar, todos perceberão bem rapidinho o porque de agora crerem que os jogadores são incrivelmente melhores que no passado.

20 comentários:

Rennie disse...

Graças a Deus não joga a segunda mão por estar suspenso. De longe o melhor defesa do Totta.

masterzen disse...


Maldini,

Se o JJ continuar neste caminho onde pensa que pode fazer tudo o que lhe apetece, de facto começo a acreditar que a sua genialidade no trabalho do processo defensivo não lhe possa amparar muito mais tempo.

Qualquer estrutura tem que ter regras e disciplina, embora seja da opinião que o treinador é a pedra mais importante numa estrutura de futebol profissional, esse mesmo treinador não pode ser dono e senhor de tudo.

formatted error free disse...

continuas a dar enfase ao facto de a proximidade entre si dos jogadores do Benfica faz com que eles pareçam melhores do que o que realmente são. Mas assim de repente, não estou a ver nenhum jogador que estivesse no Benfica com o Jorge jesus, tenha saído como craque e depois ter se percebido que afinal não valia assim tanto. há algum exemplo desses?

Antonio disse...

JJ tem tanto de bom treinador como de labrego como pessoa

Gonçalo Matos disse...

Masterzen,
Vou dizer o mmo que disse a amigos benfiquistas. Se nao fosse o JJ, onde estaria o Benfica? Ninguém a nao ser os próprios adeptos se preocupa com o comportamento do Jesus, desde que nao cometa crimes.
Ainda ha muita gente a se preocupar mais com extra futebol que com o que se passa no campo. É lá dentro que tem de se mostrar classe.

Este vertonghen é mto forte tecnicamente pra central, gosto do gajo. Tem sido titular da selecção?

HerrKommandant disse...

"Quando Jorge Jesus abandonar, todos perceberão bem rapidinho o porque de agora crerem que os jogadores são incrivelmente melhores que no passado." - isso é o que dá quando malta que nunca deu sequer um chuto na bola comenta futebol. Essa para mim é a grande questão. Eu evito comentar assuntos dos quais não percebo absolutamente nada, mas muitos não pensam assim e fartam-se de "mandar bitaites" sobre futebol e sobre treinadores quando claramente não percebem nada desse desporto. Quanto a Jesus, os analfabetos do futebol tudo usam para desvalorizar o seu trabalho, daí que quando comentam sobre o treinador de futebol do SLB raramente o fazem falando de futebol. Por algum motivo não perco um segundo que seja a ver programas desportivos. Na maior parte desses programas estão pessoas que nunca devem ter dado um chuto numa bola. O que me interessa a opinião dessas pessoas?

Paolo Maldini disse...

formated, e um exemplo de algum q jogue a um nível sequer perto do que fazia com JJ, há? Não recordo nenhum...

Desde Coentrão, a Javi, passando por Witsel e terminando em David Luiz. Todos em determinados momentos foram mt contestados. O Javi e o Coentrão então...se souberes a opinião que têm deles em Madrid e Manchester...

Ou como já assassinaram vezes sem fim o David Luiz pelas suas exibições...

Ainda nenhum teve por exemplo 1/10 do impacto de Rui Costa.

Baresi disse...

Até o Di Maria já foi ao céu e Inferno.
Acho que o único que tem sido indiscutível tem sido Ramires, porque de resto mais nenhum atingiu o nível com que jogaram na luz (é claro que os jogadores que eles apanham pela frente são muito melhores que aqueles que jogam em Portugal)
O Benfica de Jesus é bem mais que a soma das partes, devido ás suas dinâmicas como equipa.
Juntar um punhado de bons jogadores obtendo resultados não é para todos.
Dá trabalho.
Muito.

venis disse...

Essa foi boa formatted.

1º, acho que há ou pode haver uma explicação pra tudo.

o David Luiz não é, nunca foi e nunca irá ser o 'supra sumo' da bola. Teve inúmeros erros cá e continua a demonstrar os mesmos lá. Claro que tem qualidade e evoluiu muito mas tb é verdade que desde muito novo viu-se que tinha muito potencial. Seria o mesmo jogador hoje, melhor ou pior se tivesse encontrado outro treinador qd chegou ao Benfica? Já me alonguei de mais..

Javi? não gosto ponto final. E não gosto pq? pq pra ser jogador de futebol, na minha opinião, há que ter pezinhos, ok, não tou a pedir que tenha técnica a rojo(s), mas há limites. Coisa que o Fesja por exemplo tb não tem, mas este pelo menos com alguma facilidade, entrega em condições a bola e consegue mesmo fazer passes a 'rasgar linhas'(?) com tremenda precisão, tipo ás vezes como faz Luisão. Mas ainda não tou rendido, tal como no Javi, basta algum médio ou avançado 'cair-lhe' nos 'calcanhares' (sim, o de Aquiles) e bola perdida.

Witsel, já era bem 'calejado', teve cá 1 ano, evoluiu como era esperado e seguiu caminho e irá ser melhor jogador certamente com outros treinadores, penso eu. Chegou a jogar a trinco nos últimos jogos.

Coentrão, já tinha mostrado muito potencial qd ainda era muito novo e foi por isso que o Benfica o foi buscar. Começou a suplente, começou a contar como extremo e aos poucos começou a jogar a defesa esquerdo por algumas condicionantes. Não é menos jogador hoje do que era qd tava no Benfica. É melhor!

Já conhecia o blog desde o tempo do grande pb, continuo a vir cá todos os dias e fico contente que vocês tenham voltado em força!

Abraço!

Pedro disse...

Maldini, isso é um brutal exagero. Javi não joga pq nunca foi nenhum craque e tem jogadores melhores que ele a tapar o lugar. Ontem jogou e esteve muito bem.

Coentrão tem o Marcelo como concorrência e algum problema de adaptação extra futebol para resolver. Curiosamente foi o único que foi mesmo "criado" por JJ.

David Luiz é falado da mesma forma que continua a ser falado para Barças e Bayerns.

Di Maria é titular no Real.

Witsel teve apenas uma época com JJ, nem fez assim uma época tão boa,e está no Zénit onde a motivação e competição não deva ser das melhores.

Matic está neste momento a ser o patrão do meio campo do Chelsea.

Os bons continuam a ser bons.

Outros vieram rotulados de craques tb e JJ nada fez deles e hoje ninguem sabe por onde andam (Éder Luiz, Airton, Jara, etc).

Cuidado com esses exageros.

Deixa-me então aproveitar o SLB nestas duas épocas pq está visto quando JJ sair acaba-se o clube.
;)

Aza Delta disse...

Di Maria está a partir a loiça.

O Coentrão jogou bem no Real, os adeptos e jornalistas espanhois é que n percebem nada de bola.

Gonçalo Matos disse...

Aza delta,
Muito pelo contrario, sao os que mais percebem mesmo.

Andrea Pirlo disse...

David Moyes is a Football Genius!

LGS disse...

Gonçalo Matos,

Como sabes Benfica não começou quando o JJ lá chegou, tem muitos anos de história assente em princípios e valores que foram completamente arrastados na lama quando o Jesus teve a atitude que teve (não só o gesto ao Sherwood mas principalmente a reacção ao Raul José mas principalmente o reacção repugnante que teve com o Shéu).

Não bastava a atitude para com o seu adjunto, ao empurrar e desrespeitar daquela maneira uma figura da história do SLB que serve e representa o clube de forma exemplar, não foi apenas o Shéu que ele empurrou e desrespeitou, foi o próprio Benfica. E isso é, para mim, inaceitável.


Disseste "Ainda ha muita gente a se preocupar mais com extra futebol que com o que se passa no campo. É lá dentro que tem de se mostrar classe."
No Benfica não é apenas dentro do sapo que se tem de mostrar classe, tão ou mais importante é fazê-lo em todos os momentos e respeitar o clube e a sua história.



Posto isto, a atitude do JJ deixou-me angustiado e dividido. É verdade que ele é neste momento o melhor treinador em Portugal, de longe provavelmente. E tem toda a razão que diz que isso só se vai fazer sentir pela maioria quando ele deixar o SLB.

Mas sinceramente, acho que prefiro sofrer o desgosto de ver a minha equipa descer de qualidade e andar afastada dos títulos do que a vergonha ou a tristeza de ver o clube transformar-se noutra coisa completamente diferente do clube que amo.

Não quero nem preciso de ganhar a qualquer custo.


Abraço


PS: Desculpa o longo desabafo mas a aquilo que se viu em Londres magoou-me profundamente...


Unknown disse...

Para quando uma análise ao Estoril-Praia de Marco Silva?

Benfiquista Tripeiro disse...

Saiu o David Luiz, pânico, agora todos os benfiquistas acham que o Garay é muito melhor!

Com o Ramires foi igual, veio Witsel, saiu Witsel, mas ninguém troca o Enzo.

Saiu o Javi, estamos feitos, entra Matic, uau!, sai Matic, lá se foi o campeonato, entra Fejsa, que jogador!

Tem sido assim na equipa do Benfica, também já começo a acreditar que o Jesus seja muito bom treinador. Para manter a honestidade intelectual, por mim o Jesus tinha sido despedido depois do 5-0. Coisas de adepto.

Fernando Redondo disse...

Sou benfiquista e concordo plenamente com o LGS! não quero ganhar a qualquer custo.
A qualidade da JJ como treinador ninguém deve duvidar, mas não me esqueço do seu enormíssimo EGO dar cabo das eliminatórias e campeonatos do Benfica, David Luiz lateral esquerdo?!?, Teimosia no Emerson? No Cortez??? Aposta no Roderick? Alias, estou certo que o Maldini poderá enumerar mt melhor que eu alguns erros de "Casting" do JJ.
Parabéns, pelo Blog. Fantástico...

Fernando Redondo

Gonçalo Matos disse...

LGS e Fernando Rendondo,

Estamos a falar de reacções que acontecem num momento específico. O Zidane deu uma cabeçada ao Materazzi e isso não põe em causa o jogador que ele é. O Maradona drogava-se e continua a ser dos melhores da historia. Se preferia que nao tivessem feito isso? Claro. No entanto não deixam de ser referencias e ídolos de toda a gente.

Por mim, o JJ podia até mandar todos para um sitio qquer naquele momento, se a situação posteriormente ficasse esclarecida e certamente ficou.

No outro dia num jogo da minha equipa, estava de fora e fiz um comentario sobre a decisão do meu colega e o Baggio repreendeu-me e com razão. O assunto morreu ali e nem foi necessário falar.

O futebol é mmo assim e estou certo que voces já passaram por situações semelhantes em que se picaram com alguém.

E finalmente, não acho mal que o JJ tenha picado o Sherwood. É uma vergonha haver gajos como aquele a treinar equipas de topo quando há aí treinadores imensamente melhores que nem profissionais são. Jesus não tem classe mas Sherwood é um cara de pau.

Deixo-vos finalmente uma questão, qual o papel do Shéu no Benfica? Eu não faço ideia nenhuma.

LGS disse...

Gonçalo,

O que critico não foi ele ter picado o Sherwood, embora ache que ter tentado "disfarçar" da forma que o fez na conferencia de imprensa foi pior. Mais valia ter assumido como um homenzinho o que tinha feito. A atitude com o Raúl José (já vem sendo hábito) e com Shéu, que só lá foram tentar "salvar" o JJ dele próprio, isso é que me dá a volta ao estômago


Quanto ao papel do Shéu:

O Shéu é o secretario técnico do Benfica. É responsável por uma série coisas relacionadas com a logística e operacionalização do dia-a-dia do clube. Pontualmente já exerceu uma série de outras funções sempre que o SLB precisou dele e sem pedir nada em troca. Por vezes é o representante do oficial do Benfica, como por exemplo em alguns sorteios das competições europeias. Serve o Benfica há quatro décadas sempre com dedicação, profissionalismo e excelência. É uma figura da história do clube, e tem-no servido melhor do que muitos outros que têm mais protagonismo ou reconhecimento.

Há algumas figuras que representam ou personificam o Benfica, como o Eusébio, ou o Coluna, só para citar os mais conhecidos. O Shéu é uma dessas figuras. Representam o SLB mais até do que os presidentes (não em termos "hierárquicos" mas naquilo que é a identidade e cultura do clube).

Viste as imagens? Imagina o que era fazer aquilo ao Eusébio ou ao Simões e não pedir publicamente desculpa? (porque "passar-se" pode acontecer a qualquer um, agora não reconhecer o erro e achar-se acima de tudo e todos, e até acima da instituição que se representa isso é que é gravíssimo)


Henrique disse...

Gonçalo Matos, completamente de acordo. Guardiola só há um, e não me parece que venha treinar para Portugal.