sábado, 5 de abril de 2014

David Silva

Quando o talento está acompanhado de capacidade cognitiva o futebol torna-se fácil.

David Silva mostra, numa situação onde recebe dentro da área, com possibilidade de remate com o seu melhor pé, o que é a tomada de decisão. É facilitar o caminho para o golo. Criar melhores condições de ataque. Tornar a acção que se segue mais provável que a anterior. Ou alguém é capaz de dizer que o facto de ter temporizado para a entrada de Nasri, permitindo ao seu colega finalizar em melhores condições que as dele, não é mais provável que se tivesse rematado logo?

Ainda que Nasri tivesse falhado o golo, Silva fez por aproximar ainda mais a sua equipa do objectivo (golo), aumentado as hipóteses de êxito. Pelo que fez o melhor para a equipa, ainda que a possibilidade de fazer golo (rematando) lhe pudesse dar mais notoriedade. Utilizou a sua qualidade individual em prol do colectivo.
Tomada de decisão é isto. Não garante, mas melhora.

E para os que perguntavam sobre como defino criatividade, este lance é um exemplo. A grande maioria dos jogadores rematava. Silva encontrou uma muito boa solução (melhor que a minha), diferente daquilo que "vem nos livros".

26 comentários:

Anónimo disse...

O David Silva não está fora-de-jogo?

Anónimo disse...

E reparem na forma ridícula como o nº23 se desinteressa do lance...

Paolo Rossi disse...

Plenamente de acordo, esse offside é que meu deus....O que achas de Nasri?

Fabio Correia disse...

Anonimo n°1, fora-de-jogo ou nao, isto é secundário, o que importa aqui é a grande inteligencia do Silva, que classe de jogador !
Nao é para bater sempre no mesmo mas este tipo de lance é antagonista daqueles do Quaresma.

Peace

Anónimo disse...

Sim mas este é daqueles que se via bem que estava offside xD. Mas sim grande classe!

Cumps

Baresi disse...

Este fora-de-jogo foi qualquer coisa.

Mas sim, Silva é um espectáculo dentro do espectáculo, em muitos aspectos é o jogador do mundo mais parecido com Leonel Messi.
É o maior elogio que lhe posso dar.
Abraço

Miguel Pinto disse...

O árbitro auxiliar ficou tão deslumbrado com a jogada que deve ter achado que seria um crime ter de anulá-la, tal foi a beleza da mesma! Mais a sério, foi delicioso o pormenor do David Silva que pensa o jogo da forma que eu acho que deve ser pensado, colectivamente e sempre em apoios constantes ao portador da bola. Imagine-se o Quaresma naquela situação, aposto que remataria de letra só para parecer mais difícil de executar. Ok, concordo que estamos sempre a bater na mesma tecla mas este tipo de lances é que tem de ser valorizado e não os individualistas. Estes,a meu ver, levam mais adeptos aos estádios. E já agora Baggio, um pequeno aparte, o 3º golo do Sporting e a diferença da tomada de decisão do jogador que faz o passe para o Adrien e daquele que jogou contra o Sevilha numa jogada na mesma zona do campo(acho até que puseste uma foto desse lance), com um desenlace naturalmente diferente.

Unknown disse...

Baggio, mas ali também era uma boa decisão definir. Com a classe que ele tem as probabilidades de marcar também eram altíssimas. Penso que ter rematado era também uma excelente decisão.

NunoC disse...

Sem dúvida, perfeito. Um jogador tremendo, mas que porque pensa em primeiro no sucesso colectivo em deterimento do seu, nunca será devidamente valorizado.

Uma definição brutal, de um jogador brutal.

Roberto Baggio disse...

Unknown,

Por isso é que há os bons e os melhores. Os melhores ainda que a diferença seja entre 99% e 98%, escolhem a primeira.

Miguel,

Subscrevo.

FranciscoB disse...

Não concordo...

Parte-se aqui de um pressuposto errado - D Silva não está em posição favorável para o remate... se estivesse seria melhor ter rematado do que correr riscos com um passe que poderia não ter sucesso...

Um avançado, qd tem possibilidade de rematar com êxito não deve hesitar... nem deve deixar essa responsabilidade para outro jogador; deve assumi-la... e na grande maioria das situações, os melhores fazem-no com sucesso.

LGS disse...

No lance do 3º golo do Sporting, ontem, chamou-me mais a atenção a acção do André Martins (no passe para a assistência). Atraiu uns 4 adversários e quando passou (para o Slimani? não percebo quem é...) desposicionou a defesa toda. Parece-me que isto foi fundamental nesse lance (aparte o erro do jogador que perde a bola).


Há uns anos atrás antes de vos ler acho que não teria reparado nisto...


Abraço

Pedro disse...

"Um avançado, qd tem possibilidade de rematar com êxito não deve hesitar."

O que é rematar com êxito?

É esta ideia que um avançado deve sempre rematar com que eu tenho carradas de discussões no estádio.

Rematar ou fazer o passe: o nível de dificuldade é o mesmo, o acerto do passe torna o golo muito mais provável do que no remate.

Roberto Baggio disse...

FranciscoB,

O Silva orientou a bola não para rematar. Se ele quisesse orientar para o remate assim o teria feito. Mas orientou para ter mais e melhores opções.

Lembram-se da frase do Presidente honorário do Bayern que agora eles iam trocar a bola até a linha de fundo? É isso mesmo. Tocar a bola na linha de fundo é mais provável do que rematar a 2 metros dela. E no fundo trata-se disso. Criar as melhores condições para finalizar possíveis.

Gonçalo Matos disse...

Eu ate diria que o passe é de um nível de dificuldade menor, Pedro! Tirando isso, 100% de acordo!

Unknown disse...

Baggio, entendo a tua questão das probabilidades, mas fazer o passe também acarreta um erro, que multiplica com o remate do companheiro. E naquela posição, o remate também tinha probabilidade alta de golo.

Não achas que as probabilidades eram igualmente altas? É que o passe também acarreta uma probabilidade de erro. É que eu estou de acordo contigo, mas penso que há situações no qual o remate também se adequa e parece que aqui defendes sempre o passe. Mas isto posso ser eu a ter uma interpretação errada do que dizes.

PPM disse...

Um dos jogadores mais underrated do futebol mundial actualmente. Ele e Muller, também.. Como é possível não terem o mediatismo e o protagonismo que merecem? David Silva é craque da cabeça aos pés.. Na minha opinião, encontra-se no top5 dos melhores jogadores do mundo facilmente. Grande post Baggio, parabéns.
Abraço

Roberto Baggio disse...

Não acho que seja igual.
O que se estão a comparar aqui são acções de finalização. E a do Nasri é incomparavelmente mais provável de dar golo que a do Silva. Mas eu não defendo que os jogadores devam optar sempre por essa solução, a do passe. Muitas vezes não há tempo e espaço para nada mais que o Remate. Por exemplo se ele tivesse logo pressão nas costas, o melhor já seria enquadrar para o remate. E eu, na minha solução, diria que Silva devia ter enquadrado para o remate. No entanto, Silva ensinou-me uma solução dele, melhor que a minha.
É isto. Com Silva, eu aprendi que ali, dá para fazer outras coisas, coisas melhores, que simplificam, e melhoram as condições para finalizar.

Gil Von Doellinger disse...

Vitor Pereira não o diria melhor :-)

Gil Von Doellinger disse...

Vitor Pereira não o diria melhor :-)

KAKÁ disse...

Salve Baggio

Salvo o engano o Davi Silva é canhoto (chuta de esquerda), e embora tenha caído no "pé bom" a bola ficou muito próximo a ele, dificultando o chute e facilitando o passe, acho q por isso ele procurou outra opção (passe)...

Poucos são o jogadores q conseguem chutar uma bola, estando ela muito próxima do corpo (em baixo), o Messi faz isso com muita perfeição...

Abraço
;D

Roberto Baggio disse...

Kaka,

Ele não enquadrou para rematar porque não quis. Ou seja, ele não recebeu para rematar, recebeu para ter mais opções do que só a finalização.

Abraço

PAMA disse...

De acordo que a recepção de Silva foi orientada para "dar continuidade" ao lance e não uma finalização pronta. Deu-lhe mais uma opção, mas piorou-lhe a opção remate. Caso o defesa tivesse uma melhor abordagem ao lance (penso que J. Fonte), apercebendo-se que a recepção tinha retirado um pouco a linha de tiro,através de uma aproximação mais lateral e menos frontal, talvez o lance não tivesse tido tanto sucesso. São decisões que se tomam, sempre dependentes das dificuldades que os adversários também colocam.

Roberto Baggio disse...

100% de acordo PAMA

PAMA disse...

Para terminar o meu comentário, há um jogador no nosso futebol que, pelas suas características físicas, técnicas e de leitura de jogo se assemelham, em minha opinião, às de D. Silva: chama-se, curiosamente, (Bernardo) Silva. Uma pena jogar na 2ª divisão.

Zé Miguel disse...

Gaitan "armado" em Silva!