quinta-feira, 3 de abril de 2014

Sulejmani e Cardozo no ataque a Alkmaar, com Salvio à direita.

Haverá algumas probabilidades, se o jogo se tornar fácil, até boas probabilidades, de um bom cruzamento de Sulejmani terminar com golo de cabeça de Cardozo ao segundo poste. Ao segundo porque o paraguaio não tendo agressividade na zona de finalização, acaba invariavelmente por, porque é bastante inteligente se esconder nas costas do último defesa, esperando que a bola caia aí para finalizar.

Sulejmani tem bons traços individuais. Conduz bem, cruza bem e até finaliza bem. E tal permite com que o sérvio a qualquer instante possa aparecer na ficha de jogo, ou em alguns momentos com maior notoriedade. Cardozo é Cardozo. Se alguma bola parar redondinha no seu pé esquerdo é seguro que 2/3 do caminho estará feito rumo à glória.

Porém, independentemente do que possa acontecer, partir para uma eliminatória europeia já bem avançada (quartos de final) com algumas das potenciais escolhas avançadas pela comunicação social é um erro.

Cardozo é pós lesão um jogador a menos em campo. Defensivamente não tem capacidade para fazer parte da pressão (é esperar que o AZ tenha centrais com a mesma morfologia do paraguaio, para que não se note tanto a ausência deste no jogo), e ofensivamente, os últimos jogos mostraram um Cardozo incapaz fisicamente para se mover desmarcando em apoio, como fazia antes. Curiosamente, a inteligência e o jogo entre linhas adversárias era um traço bem mais louvável que o número de golos que sempre somou. Muitos, mas duas bolas de prata em sete anos, não é assim uma performance tão assombrosa, quando Jackson caminha para um dois em dois, por exemplo. O treinador do Benfica saberá a evolução que o seu jogador tem tido durante a semana. Se for o mesmo jogador que entrou nas últimas partidas a meio da semana, não será boa ideia jogar com 10 defensivamente e ofensivamente.

Sulejmani é uma espécie de Capel um pouquinho mais refinado. Mais refinado porque vê um pouco mais o jogo que o Espanhol que só vê linha de fundo, e porque aparece com bastante mais qualidade a finalizar. Contudo, no essencial é um jogador em tudo o igual a Capel. Dinâmico, mexe com o jogo, útil em determinadas ocasiões, mas com demasiadas más decisões. Procura em condução espaços que se impõem, todavia acaba por perder melhores timings e melhor definição dos lances em que se vê envolvido. Percebe-se que não joga o que jogo dá, mas antes tem decisões previamente tomadas, em função provavelmente de experiências passadas bem sucedidas, não analisando o contexto de cada lance em particular. 

Com Salvio e Sulejmani em simultâneo o que ganha em condução para a profundidade e capacidade de finalização, perde e muito em criatividade e inteligência no espaço entre linhas o Benfica. Uma espécie de trocar dois extremos móveis, modernos, capazes de desequilibrar em todo o espaço intersectorial adversário, por dois extremos mais tradicionais, mas que ainda assim finalizam. 

9 comentários:

Gonçalo Matos disse...

Caso jogue com Cardozo, Sulejmani e Salvio não te parece uma mensagem ou de que a liga Europa nao é prioridade ou de que o AZ não é grande desafio aos olhos de Jesus?
Ele melhor que ninguém sabe o que o Suljeimani e o Salvio trazem à equipa.. Costumo brincar com o Baggio e Ronaldinho sobre extremos deste género. Sou da opinião que se o campo fosse redondo ou não tivesse linhas, eles não sabiam jogar, perdiam todas as referencias. Parecem comboios que estão limitados aos carris pra progredirem..

Neste momento, não te parece que o Funes Mori poderia ser uma alternativa ao Cardozo? Jogar o gajo em vez do Tacuara, quando o objectivo é aproveitar os cruzamentos vindos da linha de fundo.

! disse...

Saudades dos teus post

Anónimo disse...

Com o campeonato bem encaminhado e tentando deixar ja a eliminatoria praticamente resolvida eu apostaria para hoje numa frente de ataque com Salvio-Gaitan-Rodrigo-Cardozo. Descansaria Lima e Markovic que me parecem nesta altura mais desgastados alem disso Gaitan, ajudaria mais em zonas interiores libertando o Salvio mais para as alas. Relativamente ao Cardozo como ja foi dito neste blog, e um corpo estranho nesta forma de jogar do Benfica, quanto ao Sulejmani e um jogador interessante que ate tem tido boas prestações quando tem entrado nos jogos, com exeção do jogo do Dragão. No entanto penso ser um jogador de grande utilidade e que ainda pode crescer mais nesta equipa, agora claro que está num nivel bastante inferior quando comparado com Gaitan.

Jorge Carolo disse...

Julgo que Sulejmani tem apenas as limitações referidas quando joga no lado esquerdo porque quando se posiciona na direita a sua condução é mais interior... Contudo o seu rating de decisões não é o melhor!

É uma pena Cardozo não conseguir atingir os índices físicos e psicológicos que já teve esta época, pois daria mais soluções à equipa! Hoje de facto é como se tivesse menos um... Acho que se ele se preocupasse em 1º lugar em defender (com todas as suas forças) e tentar aparecer no momento ofensivo apenas como apoio deixando a questão dos golos para 2º plano, já teria uma utilidade completamente diferente.

Por fim, gostava de referir que para este tipo de jogos e não só, mas principalmente, Ola John seria muito útil e caso estivesse bem julgo que Salvio seria o preterido.

Cumprimentos

Aza Delta disse...

Pah, se há aspecto destes posts que nao gosto, sao estas generalizações com base em estatísticas.

Em 7 anos de Benfica, o Cardozo não foi titular indiscutivel, nos 2 primeiros anos. O primeiro em que o foi, foi bola de ouro. no ano a seguir entre lesões, e gestão do plantel para a Europa numa altura em que o Jesus já tinha desistido do campeonato, não foi assim tão utilizado ao longo do campeonato. No ano a seguir foi bola de ouro, e depois foi a época passada em que divida as despesas com lima.

percebo que queiras dar enfase ao teu ponto, mas n faz sentido nenhum dizer que os golos deles são menos relevantes pq ganhou menos bolas de ouro.

Quanto ao Sulejmani: o que é que chamas conduzir bem? pq conduzir bem e definir mal jogadas parece-me um pouco contraditório.

O salvio ta desenquadrado da equipa é verdade, mas o beneficio da duvida para um gajo que n jogou por 6 meses e se vê numa posição em que vai tendo minutos para tentar reconquistar lugar no onze é o minimo que se pede.

Paolo Maldini disse...

Aza,

conduzir bem e definir mal não é contraditório. percebes o que quero dizer com conduzir a bola? o que é que isso tem a ver com definição? (Timing da decisão e decisão) então eu não posso ser o melhor do mundo a conduzir a bola e depois nunca a passar a ninguém?

acho q o exemplo dado ajuda a perceber o q pretendia dizer

não tenho bem essas noções do tempo de utilização do Cardozo. Tenho ideia que foi sp o avançado mais utilizado do SLB. Ainda o ano passado retirando penaltys creio que só fez 6 ou 7 golos no campeonato. Não é que não seja um goleador, que o é, mas nunca vi a sua utilidade como tu a vês, por exemplo.

Aza Delta disse...

Paolo, eu tava a perguntar sem qq tipo de ironia, o q entendias por condução. A zona para onde o sulejmani conduz a bola, o sitio para onde vai com a bola, qd a recebe num contra ataque n é uma decisão? n está relacionado com a condução? ou estás a falar num aspecto mais de capacidade técnica, e levar a bola, como se costuma dizer "colada ao pé"?

qd ao cardozo, é o gajo que vi no Benfica que precisa de menos espaço para sacar um remate perigoso. É um avançado rapidissimo a reagir aos lances, e q sabe sempre onde estar, marcando muitos dos seus golos "fáceis" à conta do seu posicionamento inteligente. E mesmo esta época, no período pré lesão, estava a ,mto melhor no capitulo da finalização que o lima, q aqui tantas vezes é elogiado.

Paolo Maldini disse...

no texto o elogio à condução é referente ao gesto técnico. o Capel tb conduz bem, por exemplo...daí tb a comparação.

Sonic disse...

Concordo com a tua apreciação ao Salvio e ao Sulejmani muito limitados sempre as mesmas fintas. Achas que existe a possibilidade de o Salvio ganhar a titularidade ao Markovic'