quinta-feira, 1 de maio de 2014

Jesus Merece

O grande responsável por este grande Benfica é ele. Tudo o que de bom trouxe ao clube, é impagável. A ideia, essa, não tem preço.
Fantástico, em tudo aquilo que o treinador controla.
Se tem sido eliminado, por um imponderável (Parvoice de Enzo), teria sido um mau trabalho?!

Assim se mostra a Europa, um dos melhores treinadores europeus da actualidade.

53 comentários:

Anónimo disse...

Se fosse o Mourinho tinha sido só defender. Como é o génio Jesus que nem remata à baliza da Juventus, merece.

venis disse...

anónimo, azia a esta hora?!

Anónimo disse...

Primeira parte do Benfica me lembrou muito o Mourinho, não sei porque vocês não citam isso. Se me disserem que foi mau estado dos jogadores, acredito.

Segunda parte boa em todos os momentos do jogo como defendem, propondo-se a jogar até o Enzo cometer o que cometeu...E aí fica impossível organizar-se ofensivamente tendo um resultado a defender.

Andrea Pirlo disse...

ENORME!

Roberto Baggio disse...

Os primeiros 15 minutos do Benfica, tiveram mais dinâmica ofensiva que o Chelsea num ano inteiro.

RB disse...

O Benfica fez o que tinha a fazer, foi competente, jogou futebol como gente grande. Quantas oportunidades claras criou a Juventus?

Vítor Leal disse...

O Benfica é um justo vencedor da eliminatória. Na primeira mão jogou bem em termos ofensivos e conquistou a preciosa vantagem na eliminatória. Hoje, não podia jogar de outra forma, mas esta Juventus não me parece nada de especial. Passes e cruzamentos compridos inconsequentes. Nesta equipa o Quaresma era rei. Tirando o Tevez e Pirlo (ainda assim discreto), quase tudo perfeitas nulidades. Creio que a final contra o Sevilha vai ser o desafio final. Equipas espanholas são perfurantes, deveras combativas e sabem operar bem próximo da área adversária.

GBC disse...

Anónimo, incomparável. Jesus não meteu centrais a meio-campo nem laterais a avançados. O benfica saiu bem em contra-ataque enquanto pôde. A Juve com os jogadores que tem e com o publico a empurrar é normal ter empurrado o benfica para tras. Mas o benfica nao foi para tras intencionalmente e isso faz diferença. Está é preparado para defender mais ou atacar mais. Se os planteis se equivalessem, o Benfica não teria merecido passar (mesmo atendendo às expulsões). Como não se equivalem, merecem.

Gargonar disse...

O Mou agora SÓ defende, ao contrário do SLB. Há que ver que o Benfica jogou contra uma equipa com MELHOR plantel, ao contrário do Chelsea que tem um plantel do caralho mas mete o David Luiz e azpilicueta no meio campo.

Anónimo disse...

Bem lembrado, foram bons 15 minutos de fato, eu que me esqueci. Acabou por não resultar em nada visto que as jogadas paravam nas más decisões do Rodrigo.

Anónimo disse...

Baggio, e em relação ao Valencia? É um adversario muito complicado?

Ac.

JR disse...

O Markovic sabe o que é defender? Hoje não me pareceu.

Anónimo disse...

Baggio, o benfica mesmo desfalcado para a final é mais forte que o Sevilha?

Ac.

Roberto Baggio disse...

AC,

Tem melhor equipa e plantel. Não vai com os melhores jogadores, é certo. Mas está "obrigado" a ganhar.

O exercício é: Mesmo com o SLB desfalcado, quantos do Sevilla entram no 11 do SLB?! E tens aí a tua resposta sobre o favoritismo :)

Antonio disse...

Toma Rennie

Anónimo disse...

Baggio, como percebes te no primeiro meu comentario, eu pensava que era o Valencia que estava na final. Sou sincero, nao conheco muito bem a equipa do Sevilha mas tenho algum receio dos jogadores do benfica que nao podem ir a final, principalmente o Enzo. Obrigado pela resposta.

Benfiquista Tripeiro disse...

Qual parvoíce do Enzo, qual quê! O primeiro amarelo é exagerado e o segundo (depois de dado o primeiro) é um absurdo, principalmente depois de com faltas idênticas por parte da juventus, o árbitro ter assobiado para o lado. Numa meia-final duma competição europeia vai afastar um jogador duma final por uma falta normalíssima, que ridículo.

Tão ridículo como o Proença ter dado aquele amarelo estúpido ao Alonso, é de árbitro pequeno, tal como o de hoje.

Roberto Baggio disse...

Sim. Certamente que o SLB não terá a dinâmica habitual. A nota artística habitual. Mas tem equipa para ganhar.

A pressão alta que o SLB fez à Juve, com a qualidade dos jogadores da Juve, transportada para a qualidade dos jogadores do Sevilla, já é uma grande vantagem. Portanto, ainda que desfalcado, é colectivamente melhor. É melhor a atacar, e a defender está a anos luz deles. Não sofrendo golos, como será de esperar, ganhará.

Anónimo disse...

Eu tambem acho Baggio. Temos melhor jogadores e melhor treinador. Grande jogo do Benfica. Acho que este ano ha condicoes para o benfica ganhar as 3 titulos.

Ac.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
hertz disse...

Baggio, quais os jogadores que escolherias para substituir os ausentes?

Paolo Maldini disse...

anónimo, baza. a sério. abre os olhos. aprende qq coisinha.

O Benfica foi apertadíssimo nos últimos 15/20 da 1a parte. Em todo o resto até ficar com 10, saiu sp com mta intenção para o ataque. E qd foi apertado n saiu pq a Juventus foi melhor e não pq n quis.

Com o desnível de forças (até Enzo que tanto gosto sofreu com bola no pé) individuais, foi notável a forma como o Benfica esteve apenas 15/20 min de sufoco. Contando até ao min 65'(ou lá qd foi a expulsão) Porque depois muda tudo

E se n acertou na baliza foi por azelhice do Rodrigo que teve tudo para fazer o 0 a 1. E não pq n teve intenção atacante.

Roberto Baggio disse...

Maldini, acrescente a pressão alta do SLB, e jogar com a linha defensiva em cima da bola de meio campo, mesmo tendo Luisão (lentíssimo no deslocamento) como central. Fora de casa!!!!!

Hertz,

Oblak
Maxi
Siqueira
Luisão
Garay
Fejsa/A.Gomes/A.Almeida por esta ordem, dependendo da disponibilidade.
Rúben Amorim
Gaitan
Cavaleiro
Rodrigo
Lima

O Bandido disse...

Era o que faltava, virem os Chourinhos menores para aqui choramingar sobre a capacidade do Jesus! O Benfica estava na frente da eliminatória, fez o que lhe competia, ainda por cima árbitro bem caseirinho..

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Centro de Jogo II disse...

Roberto Baggio disse...
Os primeiros 15 minutos do Benfica, tiveram mais dinâmica ofensiva que o Chelsea num ano inteiro.

Muito isto... muito isto mesmo...
Parvoice de Enzo, um falhanço de Oblak que não aconteceu... situações onde o treinador não consegue interferir mas o seu trabalho está presente. Um dia os jogos vão ser vistos de forma imparcial sem ter noção se o remate entra ou não, e só aí alguém olhará para o jogo em si. Quantas vezes é que não nos apercebemos que os comentários do final do jogo são feitos claramente em função do resultado? Um dia...

Miranda M.

Roberto Baggio disse...

O Joaquim Rita disse que o Conte era um treinador pateta. Não é que concorde com alguma coisa que ele diga, ou com esta em particular. Mas depois da conferência de imprensa dele até tem piada que o tratem "mal".

Centro de jogo de acordo :)

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Adolfo Sapinho disse...

Parabéns ao slb!

Mereceu pela raça que mostrou. E acho que jogar com 10 ajudou a manter o resultado (mais uma vez...), pois as linhas ficaram ainda mais juntas, impedindo algumas penetrações pelo meio, sobretudo através do Tevez, que tinha tido espaço para as fazer com 11... Ironias do destino...

Os meus destaques são o Oblak (muito seguro), os dois centrais (cortes fundamentais em situações de perigo), o Siqueira (está cada vez melhor nas transições) e o Ruben Amorim (parece o nosso Tiago do Atleti! :)).

De resto, convenhamos, sem tirar mérito ao jj pela excelente época que está a fazer, os deuses estiveram com o slb. Entrar na eliminatória a ganhar e, depois de sofrer o empate, o lima, na primeira vez que toca na chicha, pumba! desculpem, mas também tem muito de fortuna, que, sem dúvida, protege os audazes.

A audácia é toda mérito de jj? Não acredito, pois, não acredito em super homens. O jj é muito bom, mas também tem grandes jogadores e, neste momento, uma grande estrutura, com o lfv à cabeça, o que, em conjunto, de forma indissociável, cria um clima de vitória que permite ao slb ter a garra que tem demonstrado dentro do campo.

reparem que o fcp dominou o futebol português durante décadas com muitos jogadores e com muitos treinadores diferentes. e a garra, a tal dinâmica de vitória, estava (quase) sempre lá.

reconheço muito mérito ao jj, mas acho excessivo algum endeusamento que por aqui vejo. e a minha opinião apenas valoriza ainda mais o trabalho do slb (clube), pois a acreditar no que aqui se escreve, o slb vai pelos ares quando o jj sair (se sair), e eu não acredito nisso, pois foi criada uma estrutura competente, capaz de rapidamente encontrar um substituto à altura, que mantenha o slb a jogar bom futebol.

uma vez mais, parabéns a todos os lampiões!

SL

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Benfiquista Tripeiro disse...

O Mourinho numa equipa onde se limpa o cú às notas (como no real, o ano passado) e com um plantel cheio de estrelas joga com centrais no meio campo e abdica intencionalmente do ataque.


O Benfica contra o tricampeão italiano, fora de casa, em vantagem na eliminatória, tem os primeiros 25 minutos de domínio do jogo, e a partir daí a juventus superioriza-se. Depois da expulsão é defender, mas sempre espreitando o contra-ataque. Era a juve, relembro e o Benfica não é o chelsea. É assim tão difícil compreender isto??

Roberto Baggio disse...

Adolfo,

"os deuses estiveram com o slb."

O título do artigo é Jesus merece... ter sorte...

Contra uma equipa superior, conseguiu dois resultados bons. Sendo que em Turim, ainda jogou melhor que na Luz, até à expulsão de Enzo. Não significa isso que o SLB foi superior a Juve nesta eliminatória... Discordo totalmente disso. Na luz não o foi. Em Turim também não.

Oh último anónimo, aprende mas é a ler.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Gonçalo Matos disse...

Anónimo,

Eles escondem-se mas tu nem comments assinas. Nem dá para perceber porque discordas do que aqui se diz porque nem apresentas argumentos.

Explica lá como poderia o Benfica jogar de outra forma e ser melhor sucedido do que foi? Ias jogar HxH campo inteiro? Falar é fácil, primo. Debita aí qquer cena com conteudo.

Miguel Barata disse...

Será que os que vêm aqui criticar Jesus se apercebem que exigirem que o Benfica dele não só elimine a Juventus como jogue melhor que ela nos 180 mins é dos maiores elogios que lhe podem fazer?


Quanto à comparação com o Mourinho a treinar tacadas de golfe para o meio-campo adversário durante 180 mins contra uma equipa que se quiser compra toda para o ano... não há palavras.

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Paolo Maldini disse...

tá na altura de fechar isto aos acéfalos. Não consigo perceber como se tomam dores com resultados de futebol nos quais não se intervém (como intervenientes, lá está)

Baggio... não deixes passar anónimos com frustrações pessoais, sff.

Paolo Maldini disse...

P.S. - há por ai bastantes blogs onde o vosso conteúdo é apreciado. Aqui não vai passar.

Cumprimentos da gerência.

Paolo Maldini disse...

n é tempo da ditadura, caro anónimo. Mas se o quiser interpretar assim, para mim dá igual.

Sugiro que vá comentar para o site da Bola, do Record e do Jogo.

Aqui pretende-se falar de futebol e não de clubes. Quem não aguenta, não passa. Fácil. E nem precisa de voltar. Não andamos a caçar visitas... Se isto se aguenta há 5 anos é porque também tentamos manter a qualidade nos comentários.

Cumprimentos

Tiago Beça disse...

O Sr. Paulo Marques referiu que aqui no blogue se trata Jesus como se fosse Deus.
Não é só neste blogue.

Creio que até existe uma religião fundada pelo gajo.

Uma tal cena chamada Cristianismo.

Pelo nome até parece que são todos fãs do Cristiano Ronaldo.

O Benfica defendeu bem, saiu para o ataque quando pôde e foi sistematicamente empurrado para trás por um arbitro que vinha com o intuito de prejudicar o Benfica.
Passámos. Pedir mais era difícil.

Paolo Maldini disse...

Adolfo, o aproximar do sucesso, e já sucesso em alguns anos desta direcção chegou com o acerto na escolha do treinador. Isto falando no futebol sénior. Em tudo o mais o Benfica cresceu de forma exponencial. Mas, no futebol sénior, tudo se deve a uma escolha acertada. E a ter havido inteligência para a segurar quando não pareceu assim tão acertada.

E como aqui só falamos mm de futebol. Lá dentro, e não de estruturas... o homem pode voltar a perder as finais todas, que não há volta a dar. As equipas dele estão sempre super bem preparadas para ganhar. Graças a ele.

Adolfo Sapinho disse...

Maldini,

O que é isso de falar mm só de futebol? Achas que o futebol, pelo impacto sociológico que tem, pode ser isolado numa espécie de laboratório para análise? Obviamente que não! Tudo conta, meu caro. Se quiseres falar só das virtudes da táctica, do treino, etc., muito bem, mas não digas que isso é que é futebol, pois este desporto vive muito de outras variantes ao simples jogo da bola e isso, por muito que queiram ignorar, também se reflecte no campo.

Eu não quantifico méritos. O jj tem muito, como já referi, mas outros méritos também existem. E isso é que é o futebol que hoje conhecemos! Senão era só um simples jogo da bola, e este blog dificilmente existiria e muito menos teria as inúmeras visitas irracionais que sabemos :)

SL

hertz disse...

Baggio, pões o Cavaleiro à frente do Sulejmani para o lugar no 11? Não achas que seria melhor jogar o sérvio?

fernando disse...

Hertz, a essa até respondo eu Gaitan é infinitamente superior a jogar na esquerda e a conduzir para dentro, se o encosta a direita para entrar o Sulejmani, em vez de perderes um ala(pelo castigo) acabas por perder dois(pela qualidade de jogo.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Foi um grande jogo do Benfica.

A Juve tem muito mais qualidade individual, sobretudo no meio-campo e no ataque - o vigor físico e a facilidade com que alguns deles recebem, enquadram e executam o passe mais difícil, contra um adversário como o Benfica (que pressiona, é chato, e sobretudo é muito bem organizado) chegou a ser impressionante.

De facto têm uma organização ofensiva bastante débil. Foram inúmeras as bolas para a bancada porque a Juve só tem uma solução conjunta: movimento dos médios interiores na direcção dos espaços criados pelos avançados e bola nas costas da defesa adversária.

De resto só lá vão com livres, cantos e iniciativas individuais.

Ao contrário do que dizem alguns fanáticos, o Benfica, sempre que pode, atacou a Juventus. Mesmo com 10. E mesmo com 9!

Termino com uma dica que para mim é indiscutível há largos meses: o Siqueira não vale 7 milhões? Então quem vale 7 milhões? Fez um jogo incrível - mais um - em todas as facetas.

Se continua nas mãos do JJ (para melhorar os posicionamentos, onde por vezes comete erros) vai tornar-se num caso ainda mais sério.

Roberto Baggio disse...

Edson o 1x1 dele também não é o melhor. Mas concordo contigo que com o JJ poderá melhorar, de tiver juízo. Lembro de ter dito que não dava as 7 milhas por ele, em tempos. Hoje, dava indiscutivelmente. Fisicamente e tecnicamente é top.

Roberto Baggio disse...

Hertz, já foi respondido. Prefiro Gaitan à esquerda.

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Siqueira pode não ser o jogador perfeito e ter algumas debilidades, mas tudo isto é natural, agora: são fraquezas que podem ser trabalhadas (com os treinador adequado) e digam-me lá, sinceramente, quantos laterais-esquerdos com esta qualidade estão disponíveis?

O Alex Sandro, que tem mais potencial e é melhor jogador do que o Siqueira (mas é dos poucos e é inacessível para o Benfica), custou mais de 15 milhões de euros.

Seu eu fosse presidente do Benfica este negócio estava fechado há muito tempo. Siqueira parece-me um jogador indiscutível.

PAMA disse...

A equipa do Benfica voltou ontem a sentir dificuldades para fazer o seu jogo ofensivo, face à enorme pressão que o 3x5x2 da Juve lhe causa, fruto de uma superioridade permanente na saída pela alas do adversário (Ala, CL e MI). Mérito aqui do seu treinador. JJ teve o mérito de organizar a sua equipa de forma a permitir que a Juve fizesse e mais de meia dúzia de cruzamentos durante toda a eliminatória, "obrigando-a" a lançar bolas de frente que foram quase sempre fáceis de controlar, mesmo com Llorente, desta vez.
Quando ficámos com 10 pensou-se que seria impossível suportar a pressão, com mais de 20 minutos para jogar. Aqui, Conte cometeu um erro falta. Na tentativa (suponho eu) de colocar mais gente na frente, tirou um central e meteu um avançado. Foi decisivo. Passou a jogar com 4 defesas em vez de 3 e encaixou naquilo a que o Benfica de JJ está mais habituado e trabalhado a defrontar. Marko e Gaitan/Salvio encaixaram nos Alas e Maxi e Siqueira puderam fechar por dentro de forma muito mais pronunciada. Lima "deu conta" de Caceres, Chiellini e Pirlo. De uma igualdade numérica defensiva até aí se passou para uma superiodade numérica. A partir dos 70 minutos, a eliminatória ficou, tacticamente, decidida.




Manuel Nascimento disse...

Edson / Baggio,

Atenção a um pormenor que pode condicionar duas coisas:

- o preço do Siqueira
- o avaliação dele no jogo de ontem

Reconhecendo tudo o que disseram - a atacar ele é muito forte pela qualidade técnica que tem, sem dúvida - ele ontem tem dois lances que quase puseram em causa o resultado final da eliminatória (não propriamente a sua exibição ou a da equipa!): por duas vezes, tenta dribles sem necessidade de o fazer em zonas perigosas (perto da baliza e sem coberturas), duas situações que ele podia ter antecipado perfeitamente. Foi "pura magia", bonito de se ver, sem dúvida. Lances que tiveram em mim o "efeito cueca". Mas, racionalmente, o benefício desses dribles nem foi por aí além, se não estou em erro. Não quebrou contenção para desequilibrar a Juventus sobremaneira.

Portanto:

- Talvez seja (também) por isso que ele "só" vale os tais 7M - pode ser disciplinado, é certo, mas...;

- Se ele perde a bola (principalmente no primeiro destes lances), vocês mantinham a vossa avaliação? Vão-me dizer que sim, mas até que ponto erros individuais deste género não comprometem, também, o equilíbrio colectivo da equipa em fases posteriores? Ter jogadores destes é arriscar um "efeito-Artur": que confiança terão os colegas que jogam com ele, a partir daí?

Só abordei o tema porque acho que este tipo de erros não se esgota numa análise superficial, pelo impacto posterior que pode ter numa equipa.

Abraço!,

Roberto Baggio disse...

Como disse, se tiver juízo faz-se e dá para corrigir. Se não tiver, a história é outra. Acredito que com Jesus ele ganhe juízo.

Baresi disse...

"a acreditar no que aqui se escreve, o slb vai pelos ares quando o jj sair (se sair), e eu não acredito nisso, pois foi criada uma estrutura competente, capaz de rapidamente encontrar um substituto à altura, que mantenha o slb a jogar bom futebol."

A "estrutura" tem o mérito de dar a JJ os melhores jogadores possíveis para ele atingir os seus fins, dentro das limitações orçamentais.
Agora, pôr uma equipa a jogar à bola, com um modelo e um padrão de jogo bem definido, automatismos, etc não acontece por geração espontânea.
O futebol real não é FM.

Schmeichel Jr. disse...

Um pouco off-topic mas acho que o Oblak veio adicionar muitos pontos positivos ao plantel do Benfica.
Se o Artur é Rei, o Oblak é Imperador!
O Oblak parece-me extremamente inteligente na leitura do jogo e raramente falha nas suas intervenções.
Sendo ainda tão jovem, se continuar assim quem sabe se são não chega ao nível dos melhores guarda-redes mundiais de sempre como o Preud'homme ou Schmeichel.
Gostava de o ver a esse nível.