segunda-feira, 12 de maio de 2014

Regresso ao passado. Fernando Santos.

Não é um treinador que se possa considerar de excelência. Contudo, é alguém que tem ideias boas, ao nível ofensivo. Consegue colocar uma equipa a jogar bem, ao ataque. Resta saber como enfrentará esta evolução de muitas das equipas, que passaram a defender zona. Bem como os blocos baixíssimos e cerrados com que se enfrentam agora os "grandes". Saber como prepara, hoje, o momento de transição defensiva, através da organização do seu ataque (na liga portuguesa, estando num grande irá sofrer se a transição defensiva for pouco trabalhada), e se trocou as referências individuais (maior motivo para que não tivesse tido mais sucesso no SLB), no momento defensivo, para zonais.
No momento de organização ofensiva, as linhas andavam demasiado distantes, pelo que a transição defensiva era má. Uma maior proximidade entre sectores seria uma melhoria grande no seu modelo. Na transição ofensiva era muito forte. Tanto a sair em segurança, como em contra ataque. Na organização ofensiva pura, os princípios são de qualidade. Não é que ele goste muito de ter bola, desde o primeiro momento, mas as dinâmicas que criou são positivas. Defensivamente é muito primitivo.

A minha convicção é que, com ele o ataque terá sempre qualidade. O jogo será sempre, predominantemente, ofensivo. Muito movimento e dinâmica, apoios frontais dos avançados, desmarcações exteriores em ruptura (overlaps), progressões pelo interior, tabelas desde o momento de construção à criação, muita liberdade criativa. Assim foi a sua última passagem por Portugal. A dúvida será se evoluiu nos processos ofensivo e defensivo, sendo que as exigências de hoje são outras.
Pede-se maior proximidade entre sectores, uma maior concentração de jogadores na zona da bola e no corredor central, processos defensivos deste século, maior proximidade entre sectores com e sem bola, treino intensivo de transição defensiva.

44 comentários:

Daniel Almeida disse...

Regresso ao passado de que clube? Sporting ou Benfica?

Pedro disse...

A que propósito? Vai regressar a algum clube nacional?

Roberto Baggio disse...

Sobre um eventual regresso. Esqueci de escrever isso :) hehehehe

Abc

Daniel Almeida disse...

Baggio, ias-me dando cabo do coração homem!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Aqui está uma das minhas discordâncias em relação ao Baggio: mesmo que ele seja óptimo a organizar o ataque, nunca poderá (na minha opinião) ser considerado um treinador aceitável, sequer.

É tudo mau demais, excepto quando a equipa tem a bola. Então e quando não tem? Não conta?

O F. Santos é uma das maiores abéculas que eu me lembro, ex-aequo com o Peseiro, claro.

Albertini disse...

Por momentos pensei que tivesse saido alguma noticia que ainda nao tivesse visto!! Mas que susto!!!

Andrea Pirlo disse...

Já deve ter melhorado a Organização e Transição Defensiva. Passados todos estes anos. Deve ter aprendido alguma coisa não? Com o tempo livre que tem. Há essa possibilidade de ele voltar ao SLBenfica, porque o Vieira sempre ficou arrependido de o ter despedido. Se JJ sair, ele estará na lista.

Roberto Baggio disse...

Edson hahahaha estou a rir tanto com o que escreveste.
Bom, eu teci juízos sobre se ele seria bom ou mau, porque isso depende da evolução (ou não) dele.
De resto, concordo que não seria nunca aceitável, como estava em 2006/2007, para um grande.

Rui Santos disse...

Boa tarde, deixei de seguir o Fernando Santos desde que foi para a Grécia. A ideia defendida neste post foi a ideia com que fiquei dele aquando da passagem pelo Benfica. Gostaria de saber se esta analise e baseada no trabalho na Grécia também e se terá, na opinião dos autores e leitores do blog, havido alguma evolução. A não ter havido evolução no modelo será Fernando Santos uma boa solução para o Benfica? Na minha opinião não.
Tendo em conta o mercado Nacional e Europeu de treinadores e o trabalho deixado por JJ que treinador Português ou estrangeiro se poderiam encaixar e ter sucesso? Vou excluir Vítor Pereira não porque não tenha qualidade mas porque penso que os adeptos não lhe dariam condições e lançar o nome de dois treinadores PT (Queiroz e Peseiro), dois estrangeiros (Michel Preudhomme e Advocaat ) e uma espécie de wild card (Murat Yakin) treinador do Basileia.
Qual a vossa opinião?


José Fernandes disse...

Baggio e Maldini
o que acham das movimentações de treinadores? na vossa opinião quem sairá e quem será bom para os (eventualmente) substituir?
do que sei de certeza é da recusa quer de Vítor Pereira quer de Marco Silva em treinar o Braga.... isto é um facto que posso garantir...
indicará isso que estes 2 treinadores já terão convites para outros voos mais altos?
Acham que será o tempo para Jardim e Jesus saírem? fala-se muito no Milan para Jesus e Mónaco para Jardim mas, se no caso de Jardim é um claro upgrade, no de Jesus é de ir de um clube em crescimento com tudo para triunfar a curto prazo para um em clara quebra sem competições europeias... que acham?

Roberto Baggio disse...

José, Rui, e resto da malta. Não estejam sempre a perguntar o mesmo sfv.
Andámos há semanas a falar disto, de treinadores possíveis.
Vamos deixar entrar e sair. Depois logo se vê.
F.Santos tem sido muito falado e pedido pelo público, daí esta análise, sobre o que fez no passado, no SLB. Desde aí, nunca mais vi "nada" dele.
Marco Silva está mais que analisado.
Os outros, é preciso esperar para ver entram, se vão, etc. Se não é post atrás de posts sobre especulações (que por exemplo no FCP se mostraram todas "parvas").

Rafael Antunes disse...

O JJ vai ter de pensar muito bem esta cartada...

Se ficar, como no ano passado, por continuidade será o principal candidato ao título... pode ser aliciante ser bicampeão... se a estrutura se mantiver poderá fazer nova boa campanha na Europa... Pode ficar na história do clube como o treinador que o devolveu ao seu passado.

Se sair, eu receio por ele... Não pela competência técnica que já é unânime...
Mas a parte da comunicação, quer dentro do grupo ou com a comunicação social...
Imaginemos por um segundo o JJ a tentar falar inglês, francês ou italiano.....
A sair, o mais fácil talvez seja para Espanha...

Hélder disse...

Este exemplo é antigo. Por esta altura acredito que deve ter evoluido a O.D.

Adoro a filosofia do "Joga de frente". Simplesmente parece-me a melhor forma de progredir, passando ou não.

Ronaldinho disse...

Quando vi o Mantorras no video até me veio as lágrimas aos olhos, só por isso, bom post Baggio ;)

Roberto Baggio disse...

Mantorras é máquina XD

LUIS REIS disse...

Para mim era a escolha ideal caso JJ saísse do Benfica, é verdade que a sua passagem pelo Benfica não foi bem sucedida, mas não me esqueço da 2ª volta da sua 1ª época e com um plantel que era pouco mais do que Simão + 10. Também me recordo que na sua 2ª época praticamente não aqueceu o banco, nem o facto de ter perdido Simão convenceu LFV a mante-lo naquela e segundo o próprio a pior decisão que tomou enquanto presidente do Benfica.

Quanto a Peseiro, gosto dele mas é um pé frio, Queiroz nem vê-lo, Vitor Pereira e AVB no dia em que tal hipótese pudesse surgir endereçava o meu cartão de sócio e Red Pass diretamente ao cuidado de LFV...

Estrangeiros gosto de Paul Le Guen embora ande um pouco desaparecido da alta roda do futebol, Scolari um grande motivador e uma treinador que sabe impor a sua autoridade

Mas não creio que JJ vá sair, o meu palpite é a sua extensão de contrato para além de 2015, logo após a Taça de Portugal.


Anónimo disse...

fernando santos tem qualidade e foi vitima quando foi despedido. foi bode expiatorio. com as condiçoes que hoje o benfica lhe pode dar em temros de plantel, seria interessante.

no entanto, o 442 dele normalmente e brutalmente diferente para ser executado daquilo que sao hoje as caracteristicas do nosso plantel. a pensar.

Anónimo disse...

nao acredito no preud´homme por mais que seja um idolo para mim. a treinador, nepia.

queiroz? mas querem dar cabo do Benfica? artur jorge bastou um.

vitor pereira nao quero, embora nao seja por falta de valor e sim por falta de identidade SLB a um nivel de anticorpos insuperavel.

advocaat, yakin, nomes interessantes. mas eu preferia valverde.

na verdade... JESUS.

Anónimo disse...

Santos, Peseiro, Bielsa... Atacam muito bem, não ganham nada. Safam-se melhor os anticristos que só defendem muito bem do que o inverso!

Roberto Baggio disse...

Luís Reis,

Contava com Luisão, D.Luiz, Katsouranis, Karagounis, Nuno Assis, Rui Costa, Simão, Nuno Gomes, Derlei, Miccoli... Não era assim tão pouco...

Miguel Barata disse...

... mais Petit e Leo. O 11 base não era mau de todo, mas os suplentes metiam medo e isso notou-se quando teve as decisões da Taça UEFA e campeonato muito juntas.

De qualquer maneira, acho-o competente mas seria sempre um retrocesso grande face ao Jesus. Vitor Pereira tem demasiados anticorpos, mas fiquei curioso depois da entrevista dele ao +Futebol, quando disse que com os jogadores do Benfica também jogava como o Jesus. Como se sairia num esquema de transições ofensivas rápidas?

Rafael Antunes disse...

Já nem me lembrava que o Derlei tinha passado no Benfica... :-/ WTF!!!

Roberto Baggio disse...

"quando disse que com os jogadores do Benfica também jogava como o Jesus. Como se sairia num esquema de transições ofensivas rápidas?"

Ele não disse isso. Disse é que faria um melhor aproveitamento dessas situações. Ou seja, que sairia mais vezes em contra-ataque, do que o fazia no FCP. Aproveitar melhor as igualdades numéricas, e o espaço para aproveitar nas costas do adversários. Inclusivamente, disse que iria pontualmente "convidar" os adversários a sair a jogar. Abria espaços em largura e profundidade para que o adversário circulasse entre os defesas, e nos timings certos apertava. Coisa que AVB, por exemplo fazia. Coisa que ele também fazia com Hulk.

Anónimo disse...

Relativamente ao Marco Silva, achas que tem as ideias e os princípios de jogo corretos para jogar contra os tão famosos "autocarros" ? Do que vi do Estoril, parece-me ser uma equipa com muita dificuldade contra equipas que não lhe dão o espaço preciso para as transições defesa/ataque.

Roberto Baggio disse...

"achas que tem as ideias e os princípios de jogo corretos para jogar contra os tão famosos "autocarros" ?"

Em todos os jogos do campeonato em casa, exceptuando aos grandes e Rio Ave, todos os outros jogaram com o famoso autocarro. Pelo que está mais que habituado a enfrentar essas dificuldades. Poderá não ter a qualidade individual que necessitava dentro do seu modelo, para os enfrentar. De perceber também que poderá não ter os melhores princípios, mas até que ponto isso não se deve à equipa que treinava?
Eu acho que a equipa tem princípios de qualidade. Não são todos os meus preferidos, mas têm qualidade. Atacam bem, defendem bem. Se podiam atacar melhor? Sim. Sobretudo mais gente entre-linhas. Mas não sei se não é por causa dos jogadores que tem, que ele tenta que eles recebam fora, para vir dentro, e não recebem logo dentro.

"Do que vi do Estoril, parece-me ser uma equipa com muita dificuldade contra equipas que não lhe dão o espaço preciso para as transições defesa/ataque."

E não é assim para todas as equipas do mundo? Sobretudo quando não têm uma diferença de qualidade fundamental?

Anónimo disse...

Baggio, lembras qual era o treinador do porto nessa altura?

O F. Santos tambem tinha no plantel o grande craque Adu :)

AC.

Roberto Baggio disse...

Mesmo que não lembrasse, como revi o jogo, dava para ver. Jesualdo. E o onze do Porto era fortíssimo! E o banco de suplentes, também não me pareceu mau. Excepção talvez ao Lateral Esquerdo.

Paulo Jorge disse...

Essa do JJ não ter sucesso no estrangeiro porque fala mal línguas comigo não cola. Ele fala mal português e não é por isso que não é bom treinador.

O Eriksson sabia falar português quando veio? O Robson? O Ted Smith? O Hagan?

Todos precisaram de alguém que os ajudasse. Só é preciso um tradutor que perceba o JJ...

Anónimo disse...

Baggio, para ti como avalias o Jesualdo? Lembro me desse ano que apesar da boa equipa que teve, teve menos pontos no final de epoca que por exemplo o Sporting deste ano.


AC.

Roberto Baggio disse...

AC, teve mais pontos Que o SCP este ano. Fez 69, acho eu e o SCP 67 este ano.
Acho que Jesualdo fez um trabalho normal. Tinha melhor equipa, foi campeão. Qualificava a equipa para fase seguinte da champions. Etc. O futebol nunca foi deslumbrante. Mas a equipa era organizada. Fez o trabalho dele. Se podia ter feito mais? Talvez. Sobretudo porque tinha, por exemplo, no primeiro ano Helton, Fucile, Pepe, B.Alves, Marek Cech, p . Assunção, Lucho, Anderson, Meireles, Postiga, Quaresma, Lisandro

Anónimo disse...

Teve mais 2 pontos, desculpa. Para mim, como leigo, ha treinadores que nao sao peixe e nem carne. Vesse que sao bons treinadores mas parece que falta algo e o Jesualdo para mim, é um desses treinadores.

Mas o que interessa é que ele foi campeao 3 vezes, o resto é conversa ne?

abc.

AC.

Paulo Maltez disse...

Bom dia,
Sou um BigFan do LE, leitor assiduo anonimo que só conta para a "contagem". Esta possivel dança de treinadores que ando por aí é algo nunca antes visto.
Desempregados e treinadores "wannabe" a cobrarem favores, dá num carrossel de "cadeiras ocupadas". Vejamos:
-Querem voltar:
Fernando Santos
Queiroz
Sá Pinto
Carlos Carvalhal
-Wannabe´s com ligações ao grande empresario:
Costinha
Maniche
Entre bancos:
Marco Silva
Pedro Martins
MIA´s:
Peseiro (este podia ser KIA)
Domingos
Jesualdo

Enfim... e de repente há mais uma palete destes nomes prontos a dançar.

Grande abraço a todos

Paulo Maltez disse...

Bom dia,
Sou um BigFan do LE, leitor assiduo anonimo que só conta para a "contagem". Esta possivel dança de treinadores que ando por aí é algo nunca antes visto.
Desempregados e treinadores "wannabe" a cobrarem favores, dá num carrossel de "cadeiras ocupadas". Vejamos:
-Querem voltar:
Fernando Santos
Queiroz
Sá Pinto
Carlos Carvalhal
-Wannabe´s com ligações ao grande empresario:
Costinha
Maniche
Entre bancos:
Marco Silva
Pedro Martins
MIA´s:
Peseiro (este podia ser KIA)
Domingos
Jesualdo

Enfim... e de repente há mais uma palete destes nomes prontos a dançar.

Grande abraço a todos

Gonçalo Matos disse...

Se fosse eu a contratar treinadores, 1o seria o Roberto Martinez, 2o seria o Roberto Martinez e 3o o Roberto Martinez. Mas ha por ai outros com boa qualidade, como o Roberto Martinez.

Sem brincadeiras, o marco e o VP sao excelentes e quem os apanhar vai ter sucesso de certeza.

João Silva disse...

Baggio, que diferenças, já agora, do Quaresma da altura? Como foi dito no blog, se esse Quaresma voltasse seria uma grande acrescimo. Mas era apenas um Quaresma mais colectivo ou com estas individualidades era impossivel falhar? Mérito para Jesualdo na forma como o aproveitou? e também se este Jesualdo evoluiu ou regrediu tendo em conta que também teve a sua experiencia no estrangeiro não tão bem sucedida.

Cumps a todos

Miguel Barata disse...

O Quaresma nos anos do Jesualdo ainda tinha estes problemas (foi assobiado montes de vezes) mas apesar de tudo estava mais controlado, sobretudo porque me parece que não era o rei da picada no balneário e havia quem lhe desse nas orelhas (Jesualdo incluido).

A entrada dele à D. Sebastião no Porto este ano não o ajudou nada (muito menos ao Porto).

Rafael Antunes disse...

Paulo Jorge,

Eu não duvido nem um pouco da capacidade técnica do JJ. Para mim esse é o ponto fundamental aliás, os outros são sempre acessórios.

Mas a comunicação através de um tradutor nunca é a mesma, as relações não serão as mesmas, a empatia com jogadores, adeptos, dirigentes, comunicação social e por aí fora...

Acho sinceramente que para onde for terá sucesso. A questão é que pode ficar (ainda mais) na história do clube onde está!!! E pode não ser fácil escolher entre isso e voltar a fazer tudo de novo num ambiente bem menos dominado!!!

É uma jogada que terá de pensar bem...

Rafael Antunes disse...

Ah, e o JJ não fala mal línguas... Eu arrisco a dizer que ele só fala português...

Roberto Baggio disse...

Matos, subscrevo a primeira parte.
João, poucas diferenças. Apenas menos "moral", logo menos tentativas parvas.
Com plantel que tinha, era difícil fazer pior do que o que fez. Mas Jesualdo fez um trabalho bom. a equipa era organizada e jogava com as ideias dele.
Não acredito que desde a+i tenha evoluído muito o seu modelo.


LUIS REIS disse...

Baggio, é verdade, mas assim como é verdade que muitos deles pouco rendiam e outros passavam largos períodos lesionados, quando era necessário recorrer-se ao banco, não havia a mesma qualidade

LUIS REIS disse...

Engraçado que esta época acaba por haver um sem fim de coincidências que foram bem aproveitadas por JJ, diria que o azar que teve na época passada foi-lhe pago (espero que assim continue) com juros... Vejamos... conseguiu emendar a tempo a erro de Casting chamado Cortez, com a contratação de Siqueira cuja inscrição no Madrid estava pendente da saída de Coentrão negócio que caiu á ultima da hora, numa altura em que o Granada já dava o negócio como concluído com a equipa de Madrid...Lesão de Cardozo que permitiu o renascer de Rodrigo, a saída de Matic que parece um contra censo, mas a sua saída permitiu a Fejsa assumir a função de médio defensivo dando uma consistência que Matic não dava e em simultâneo e dar uma maior amplitude ao jogo de Enzo Perez, a lesão de Artur que deu a oportunidade a Oblak se agarrar a titularidade com a coincidência de o numero de golos sofridos ter decaído substancialmente. Até a própria eliminação da champions perante o Olympiakos que permite ao SLB estar a discutir a final da liga europa. O falecimento de Eusébio, no timing em que foi, antes de um jogo super decisivo contra o fcp acabou por unir como nunca toda a estrutura do SLB, até o tal episódio que levou ao adiamento do jogo contra o scp que acabou de vez com a surpresa que Jardim tinha reservado e permitiu a JJ fazer os ajustes necessários vulgarizando o scp dias depois. Sou supersticioso quanto baste, parece que Eusébio está a fazer a tal “força” que em muitos momentos chaves têm faltado ao Benfica nas ultimas épocas, lembro-me que no dia do seu funeral a chuva forte, a mesma tornou-se ainda mais forte no preciso momento em que estava a ser sepultado, parecia que os Deuses estavam a chorar a sua morte… Tudo isto para dizer que foi em Itália que quer Eusébio quer Coluna perderam a sua primeira final, parece que regressam a este pais para resgatar alguma da glória perdida, recordo que nesse jogo tão ingratamente perdido para o AC Milan num jogo em que Coluna saiu lesionado e tal facto foi determinante para o desfecho do encontro… Foi também em Turim que Eusébio faz um dos golos mais memoráveis da sua carreira, precisamente contra a Juventus num livre marcado a 40 metros da Baliza, por tudo isto acredito que o Benfica vá trazer a Liga Europa, engraçado também é que a equipa do seu grande ídolo de sempre (Di Stefano) já jogar a possibilidade de conquistar a décima em pleno estádio do SLB a poucos metros do seu memorial, é como se Eusébio convidasse Di Stefano a tomar e com alguma ironia um ultimo “copo”…

Bem acha a este blog que o considero o mais sério da estratosfera

Luis Reis

Rafael Antunes disse...

Luis Reis... Gostei do comentário... :D

Roberto Baggio disse...

Luís, permita-me. Perdoe-me! FODASSEEEE!!!!!!!

Este comentário tá um espectáculo!!!!

Signori disse...

Nesse ano, ficou FCP com 69, SCP com 68 e Benfica com 67. Podia ter dado para qualquer um. Como sportinguista, fica-me sempre atravessado o golo do Ronny com a mão. Se esse jogo tivesse ficado 0-0, o Sporting era campeão, porque tinha vantagem em igualdade pontual. Mas claro, este jogo foi à 3ª jornada, eram muitos ses, mas esta deveria ter ido para Alvalade, os 4 anos de PB no SCP mereciam um título, com Veloso, Moutinho, Carlos Martins, Nani, Romagnoli, Custódio.