segunda-feira, 16 de junho de 2014

Pior que o 5x3x2 da Argentina só o 4x4x2 losango da Argentina

Gritante incapacidade de controlar o jogo em largura, de pressionar e condicionar as saídas para o ataque adversárias. Jogadores apenas para defender, jogadores apenas para atacar. Di Maria espremido fisicamente ao tutano para que possa ser médio interior, fechando o meio e saindo sempre ao lateral adversário quando o jogo roda em largura, e ao mesmo tempo participante importante no processo ofensivo. Grande irracionalidade na ocupação dos espaços. Mais do que o sistema é a incapacidade para dar boas respostas posicionais que está em causa. Ter apenas 3 médios a controlar toda a largura do campo (Messi, Higuain e Aguero não defendiam), e tantas vezes a terem de sair ao médio defensivo adversário, não poderá dar resultado quando os adversários subirem o nível e forem capazes de circular com paciência e assertividade.

A equipa de maior potencial individual do Mundial é também uma das menos organizadas. Até que fase poderá o talento individual levar a Argentina?

14 comentários:

moskow disse...

Realmente...que desilusão foi esta Argentina...acho que mais uma vez vamos ter um mundial dominado pelos técnicos mediocres, especialmente nas equipas com mais potencial...ver a Espanha nas mãos de Del Bosque e a Argentina nas mãos do Sabella é simplesmente triste...

João disse...

Jogo deprimente da argentina...dei por mim a puxar pela bósnia a meio e no 2-1 até fiquei contente...

Que escolhas fez o sabella... Fiquei desiludido com eles porque esperava muito mais... Nem o messi safou aquilo

Carlos Rodrigues disse...

E mesmo assim, aquele 5x3x2 da Argentina é uma coisa de bradar... 3 centrais e um 4.º a fazer de ala-esquerdo, ainda com Mascherano na frente deles?... parece a selecção de Maradona: "vocês 5 defendem, vocês 5 atacam".

A equipa só jogava pela direita, com Zabaleta a partir sempre de trás, mas sem soluções ofensivas, incapacidade de ligar o jogo pelo meio, com Maxi (ele andou lá?) invisível e Aguero/Messi absolutamente inconsequentes e desapoiados... talvez com um maior aparecimento de Di Maria a coisa melhore, mas vai ser ele a ligar aquela disfuncionalidade toda? Não me parece...

A 2.ª parte já vi com menos atenção, mas aquela entrada inicial foi muito má. Não fosse o golito inicial a dar confiança e teriam tido enormes dificuldades em ganhar o jogo...

Anónimo disse...

Tenho uma paixoneta pelos 352/343, mas nas mãos do Sabella dá pena. Num registo mais clássico temos a interpretação da Costa Rica que me surpreendeu bastante, mas no futebol moderno os sistemas podem ter apenas pinceladas de 352. Ter o melhor do sistema com o melhor da defesa a 4. Apesar de algumas falhas podemos ver algo já bem competente por parte da Itália.
A Argentina irá longe simplemente pela qualidade individual sobre-humana. Mas diga-se que a Bósnia também podia ter feito mais. Tentam jogar um futebol positivo, mas sem grandes ideias. Têm equipa para mais que isto. Se não melhorarem os nigerianos podem aproveitar.

Abraço,
Top1

Pedro Pinheiro disse...

Pior que as opções tácticas foi ouvir os comentários ao jogo na RTP! Em determinada altura pensei que estariam a comentar outro jogo... Enfim, se no fim elegessem o melhor em campo, acho que o jornalista teria dito... Rojo

I rest my case

Roberto Baggio disse...

Top1, a Bósnia vai passar o grupo fácil, e chega talvez mais longe do que a maioria julga.

abraço

João Mendes disse...

Boas.

Estava curioso para ver o que valia o Sabella e já fiquei a saber. Uma desilusão como previa. Aquele golo caiu do céu e foi o que safou a primeira parte, com aquele 11 era dizimado por qualquer outra equipa de top. A segunda parte era o 11 esperado e conseguiram melhorar, mas muito também desde que a Bósnia deu demasiado espaço entre linhas para Messi aproveitar. Podemos contar com aquele 11 para os próximos jogos mas com poucas melhorias.

A Argentina nos 8os apanhará a Suiça ou a França e terá já aí muitas dificuldades em seguir em frente.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Mesmo assim o 4-3-3 consegue ser mais racional. Na primeira-parte a Argentina foi uma tragédia. Messi sempre com apenas uma linha de passe, Zabaleta sempre fora de jogo (recebia a bola de costas ou ficava literalmente apertado contra a linha lateral), uma coisa inexplicável.

Na segunda-parte foi mais interessante. Mas é verdade que os bósnios recebiam e enquadravam a passo e completamente nas calminhas.

O Gago, como sempre, também acabou por ajudar a equilibrar as coisas.

Ricardo Perna disse...

Pessoalmente, não compreendo: têm de adaptar um central a lateral-esquerdo num país em que nascem futebolistas em todos os cantos da rua???? É que iniciar o jogo com 5 centrais (Mascherano fez toda a época a central no Barça, vão seis) é preocupante...

Depois, com três centrais e um médio defensivo que se encostava aos centrais, aquilo era de uma sonolência que não lembrava a ninguém.

Na segunda parte lá melhoraram um pouco, mas ainda assim...

Numa tática de 4x4x2, o Enzo não seria de uma mais-valia inestimável, por causa de conseguir quebrar linhas em progressão? Mascherano no meio, Enzo e Gago, eventualmente Maxi, e depois Di Maria como interior ou mesmo como 10, vagabundo, e Messi/Aguero, ou mesmo Higuain, não seria bem melhor?

Ah, e não há laterais de raiz naquele plantel????

Luís Carvalho disse...

É o que dá deixar O Enzo no banco, ele é titular "de caras" nesta selecção ao lado do mascherano. "Dá deus nozes a quem não tem dentes". E depois rojo na esquerda? Loool.

Paulo Santos disse...

Concordo em absoluto! Uma seleção com tantos jogadores de qualidade terá obrigação de jogar mais! Mas este treinador muito fraquinho! Não percebe como deve utilizar os jogadores ao seu dispor! Na primeira parte era gritante ver uma equipa atacar três a quatro homens , utilizar o Rojo, num sistema de três centrais, a ala é algo de um treinador fraco! Depois na segunda parte ver uma equipa candidata ao título a defender somente com 7 jogadores!Hoje em dia todos tem que defender nem que seja pressionado a defesa coisa que os três da frente não fazem! Ainda que fosse só Messi, numa maneira muito parecida com que Ronaldo faz em Portugal ainda se compreendia ! Agora ver três jogadores aliarem-se das jogadas! Prevejo se não mudar drasticamente as opções e táctica não vão muito longe! Depois se for a pensar onde é que Gago, Biglia ou Maxi Rodriguez são melhores que o Enzo !

Edson Arantes do Nascimento disse...

Perna, tens o Zabaleta que é um óptimo lateral, na minha opinião.

Mas tens razão em relação ao Rojo. É um caso inexplicável. Não tem um pingo de qualidade, seja a lateral, seja a central. Não entendo, sequer, como chegou a este nível.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Perna, tens o Zabaleta que é um óptimo lateral, na minha opinião.

Mas tens razão em relação ao Rojo. É um caso inexplicável. Não tem um pingo de qualidade, seja a lateral, seja a central. Não entendo, sequer, como chegou a este nível.

Ricardo Perna disse...

Edson, confesso que o Zabaleta deixei-me levar por alguém que disse que tinha feito grande parte da época a central no City. Não acompanho, por isso tomei como verdade.

Mas pronto, mesmo descontando esse, o resto é inexplicável, eram 5 centrais mais o Mascherano que fez toda a época ocmo central e passou a primeira parte a jogar como se fosse terceiro central, recuando para armar jogo, provocando uma duplicação de jogadores no centro, porque o terceiro central já lá estava :).

E sim, também como é que um jogador como o Rojo chega sequer aos 23 de uma Argentina...