domingo, 27 de julho de 2014

Fala Adriaanse

"O Montero pareceu-me muito bom jogador". Sim, Co, é provavelmente o melhor jogador do Sporting.

"Gostei também muito do defesa central, o Eric Dier... parece-me um jogador completo". Sim, Co, desde o último ano de junior que já é o melhor defesa do Sporting.

"Posso dizer que é um jogador normal, não é excepcional." sobre Indi Martins. Porque ao contrário do Dier, não sabe relacionar-se com a bola, não na vertente puramente técnica, mas na relação que estabelece com as decisões, não é mister?

É sempre um prazer ouvi-lo opinar. Mesmo quando usa apenas noventa minutos para dizer o que pensa, percebe-se que sabe disto...


54 comentários:

Rumo Norte disse...

Explica lá como é que o Montero é o melhor jogador do Sporting, e quais são os critérios que devemos usar para chegar a essa conclusão. É que deixando de lado o William Carvalho, ainda consigo pensar no Rojo, no Adrien e no Mané como jogadores com mais impacto no jogo coletivo (confesso que não vi o Dier jogar o suficiente para perceber a real qualidade dele, por isso não entra na lista), e este ano o Oriol também me parece muito bem. E ainda falta o Slimani, que já o ano passado teve muito mais impacto que o Montero. Estou mesmo com curiosidade de perceber porque é que alguém acha que o Montero é o melhor jogador do Sporting.

Paolo Maldini disse...

Começa muito bem o comentário referindo o William, que também é craque, depois descamba quando se começa a falar de jogadores banais (o potencial do Mané é excepção. mas lá está - pontecial) e termina a falar-se de um que quase não é futebolista.

Os critérios que uso são sobretudo técnico-tácticos. Mas não deixo de lado os restantes factores.

Não tenho tanta curiosidade em saber como é que alguém acha que 2 ou 3 nomes ai em cima falados podem ser considerados melhores que o Montero, porque sei o porquê. se não também perguntava.

Anónimo disse...

Esta mania com o Mané... um puto que fez apenas um punhado de jogos a época passada e só num ou outro teve real impacto e já o queriam a titular no mundial...lagartos... sempre com a p* da mania das grandezas.

Roberto Baggio disse...

O mais inteligente, com capacidade técnica de executar o que imagina, logo o melhor. Simples assim.

Anónimo disse...

Uma pergunta sincera: acompanho o blog há pouco tempo, por isso fiquei na duvida se o post é ironico ou não?

AC

Paolo Maldini disse...

AC vai acompanhado, se tiveres para ai virado, e depois respondes tu, daqui por uns meses

Válter disse...

@Rumo Norte
Slimani teve mais impacto que Montero no ano passado...

aahahahahahahaha

A qualidade de jogo do Sporting quando o Slimani passou a ser mais indiscutível que o Montero também foi linda. Digna de desligar a tv jogo sim, jogo sim.

Talvez Willliam de Carvalho rivalize com Montero. Para mim sim.

Já ler ali em cima Adrien é de rir e rebolar no chão.
Adrien só pode ter sido considerado bom jogador se se extrair da equação todos os jogos de dificuldade acrescida onde a sua lentidão (especialmente a decidir na pressão, onde até é elogiado pelos Freitas Lobos da vida) fica evidenciada... Aconcelho a verem o que faz o Adrien nos confrontos com o Benfica e Porto (os únicos jogos a sério do Sporting na época passada) Se o Adrien for o melhor jogador do Sporting então a luta do Marco é para a liga Europa e a custo.

Unknown disse...

O mais engraçado é a inclusão do Rojo, e o facto de estar na seleção argentina que vai à final do mundial não quer dizer nada, aquela equipa era má exceptuando algumas individualidades que os levaram à final. O Rojo é um jogador super imaturo e burro, é só ver a quantidade de penaltis e 2ºs amarelos que leva dos 80 minutos para a frente, em que os adversários simples insistem no lado dele por causa disso mesmo. Ter o Rojo na equipa do Sporting é motivo suficiente para poupar uma substituição de DC por DC aos 80... Espero que o vendam rápido, enquanto anda meio mundo enganado que ele é bom. Valter, em relação ao Adrien não discordo contigo a 100%, ele esteve 1/3 de epoca a jogar mal comó raio, mas nos outros 2/3 não houve muito que se lhe pudesse apontar. Saudações!

Anónimo disse...

OK, tava a tentar perceber se e mesmo isso que achas que o Martins Indi vale. Grazie

AC

Anónimo disse...

Volta PB, este Maldini tem a outa da mania...

Anónimo disse...

Para quem não viu o jogo, aqui fica:

http://www.lastminutegoals.org/fc-utrecht-vs-sporting-cp-pre-season-club-friendly-highlights-full-match/#tabs-4116-0-1

MM disse...

Não vale a pena, de um jogo as pessoas só se lembram daquela finta fantástica e do golo decisivo que até pode ser de penalti, os melhores exemplos é o Quaresma e o Cardozo. Se o quaresma falhasse 20 lances mas acertasse um, era um jogão, fantástico, esta de volta. O cardozo o mesmo, não faz uma recepção, falha todos os passes e em 4 lances de golo marca apenas 1 (estou simpático hoje), mas esse um valia muito para muita gente.
Montero faz jogar uma equipa, o Slimani só serve para despejar bolas. Se o Montero fizer cinco assistencias e nao marcar nenhum golo, mas e o slimani marcar um golo mas nao fizer assistencias, parece evidente qual jogou melhor, isto so por estatisticas mais obvias.
Maldini o que dizer do benfica em relação até a coisas que se tem falado já: cancelo vs luis filipe; nelson oliveira vs jara; candeias vs helder costa; jardel vs miguel vitor vs roderick. Vale a pena gastar 1 centimo que seja?

NSC disse...

Não aconcelhes. É um conselho meu.

Paolo Maldini disse...

MM,

Luís Filipe grosseiro erro de casting, que parece já ter sido percebido pelo facto de n ter sido convocado para um jogo em casa

Oliveira é mt melhor q o Jara, mas... e eu q elogiei às anos atrás e mt, o seu potencial, tenho de o dizer... é uma desilusão. Burro que nem uma porta... Jara é uma tragédia. Nem um toca atrás em quem tá de frente p o jogo faz. Se tivesse 7 anos perceberia. Com mais de 8 já não...

Candeias e Hélder Costa não conheço assim tão bem, mas percebe-se q o Hélder tem potencial. O Candeias acredito que tenha sido pq custo zero e jogador apetecivel para clubes q lutem pela Europa em Portugal...dá uma boa moeda de troca! Jardel é muito superior ao Vitor e ao Roderick e não conhecendo ainda o Lisandro, arrisco dizer que será titular ao lado de Luisão. Porque o César também se percebe potencial, mas é um poço de erros! Barata tonta em campo! Se for para jogar já, mts pontos vai entregar...

Anónimo disse...

Boas

Desde já os parabéns aos proprietários pelo blog.

Esta pergunta não tem nada a ver com tópico por isso desde já peço desculpa mas qual é a vossa opinião sobre a politica de reforços do Benfica e a insistência em Jara nesta pré-epoca em deterioramento dos jovens do Seixal (Bernardo e Nelson Oliveira)?

E já agora, uma ultima pergunta, consideram que o JJ aposta nos jovens tal como ele próprio apregoa?

Cumprimentos,
L.O.

Paolo Maldini disse...

L.O. ainda há pc tempo estive num almoço com gente próxima desse processo todo. O JJ aposta nos que para ele são melhores. Não tem é uma visão igual à da maioria dos adeptos. De certeza que quando ele achar que da formação chegou alguém melhor que os de fora ele apostará nesse. Para ele não há nacionalidades ou origem na formação. Apenas qualidade.

Rumo Norte disse...

Maldini: não acompanho o Sporting para estar à vontade numa análise individual a todos os seus jogadores, e concordo contigo quando dizes que a maioria dos jogadores que refiro são "banais" - por banais entenda-se: profissionais com estatuto de titular na equipa que ficou em segundo lugar no campeonato transato. De facto, não me parece que qualquer deles fosse mais valia para o Benfica, mesmo nesta fase do plantel agora (excepção ao William, que faria hoje muito jeito). Sendo justo, o teu post diz que o Montero é "provavelmente" o melhor jogador do Sporting. Eu diria que o William é definitivamente o melhor jogador do Sporting, e o que tentei passar no meu comentário é que eu teria que discutir outros antes de dar o "provavelmente" segundo melhor do Sporting ao Montero.

Quanto aos critérios que usas, dizes: "Os critérios que uso são sobretudo técnico-tácticos. Mas não deixo de lado os restantes factores." Ou seja, fiquei na mesma.

Terminas dizendo que sabes a razão porque 2 ou 3 nomes podem ser considerados melhores que o Montero. Como fui eu que escrevi o comentário, e as minhas razões são eventualmente apenas minhas (porque não as partilhei com ninguém), gostava que me ilucidasses. É que eu estou sempre disponível para aprender.

Baggio: "O mais inteligente, com capacidade técnica de executar o que imagina, logo o melhor. Simples assim." Ou seja, é apenas uma opinião. Tens pelo menos a vantagem da coerência: nem sequer concedes que haverá no plantel do Sporting algum outro jogador que, com algum outro critério de qualidade individual, poderia ser considerado melhor que o Montero. William Carvalho, se levar a tua resposta à letra, é claramente um jogador inferior ao Montero. Ou seja, para lá da "inteligência", que eu não sei como se avalia, e da "capacidade técnica para executar o que imagina" - hás de explicar, quando puderes, como é que sabes o que se passa na imaginação do Montero -, deduzo que a interseção destes dois fatores é suficiente para tornar um jogador o melhor do plantel. Estou correto, ou a minha interpretação é abusiva? Confesso que não percebo, e não estou a fazer ironia.

Nota, para continuarmos todos amigos: gosto muito do vosso blog, que acompanho fielmente, e revejo-me em muitas das análises que fazem. Mas volta e meia vejo algumas que vão tão ao lado que me parece importante deixar um comentário. Não ando à procura de polémicas estéreis, estou interessado em continuar a aprender. Abraço a ambos.


Anónimo disse...

Paolo Maldini obrigado pela resposta.

Mas tu achas que o Jara é melhor que o Nelson Oliveira? (eu sei o N.Oliveira não tem cabeça mas mesmo assim consegue ser superior ao Jara)
O B. Silva, na época passada foi o melhor jogador da Liga 2 não terá qualidade para, pelo menos, ter direito a mais de 10 minutos de jogo na pré-época?
O Oblak já à 2 épocas não era superior ao Artur? E ele só apostou nele nesta época porque foi "obrigado" a integrar no plantel e só foi titular depois do Artur se lesionar.
E sobre a qualidade, temos jogadores que foram finalistas da Eufa Youth Ligue, não há qualidade no Benfica? Quantos deles estão a ter oportunidade de integrar a pré-época?
Serão os jogadores brasileiros/argentinos/sérvios/etc assim tão mais maduros que os portugueses mesmo as nossas selecções de subs estarem nos últimos anos a conquistar bons resultados?
O JJ é um excelente treinador e dos melhores a moldar os jogadores mas parece ter algum desencanto pelo que vem da academia.
Repara que na ultima época o André Gomes só jogou quando não havia mais nenhuma alternativa, o A.Almeida e Ivan Cavaleiro idem (relembro o jogo contra o Sevilha, em que estamos no prolongamento, o Benfica ainda com uma substituição, o Sevilha com a equipa cansada, um jogador rápido poderia fazer estragos e ele mete o Ivan aos 119 min...)

Embora não seja uma posição assumida, acho que a confiança do JJ na academia do Seixal é próxima de 0, pelo menos na minha opinião.

Roberto Baggio disse...

Ponto prévio, se estás interessado em aprender este não é o local mais adequado. Digo isto, sobretudo, porque isto é um blogue de opinião. Ninguém aqui está a tentar dar aulas a ninguém, apesar dos inúmeros comentários dos leitores a fazer essa referência, e a elogiar o blogue pelo serviço público que faz. Quando quisermos e acharmos que queremos "ensinar" alguma coisa a alguém, vamos escrever um livro, dar acções de formação, dar aulas, dar cursos, etc. Não sei se isto foi claro. Não quero que o interpretes de forma errada, mas é isto: opinião.

«Baggio: "O mais inteligente, com capacidade técnica de executar o que imagina, logo o melhor. Simples assim." Ou seja, é apenas uma opinião. Tens pelo menos a vantagem da coerência: nem sequer concedes que haverá no plantel do Sporting algum outro jogador que, com algum outro critério de qualidade individual, poderia ser considerado melhor que o Montero.»

Há muitos jogadores no Sporting que com outros critérios de qualidade individual são muito, mas muito mesmo, melhores que o Montero. Aqui vai uma novidade: Eu não acho que os outros critérios sejam os fundamentais, para se jogar futebol como hoje se exige. Apesar de saber que têm alguma importância, não são para mim os mais importantes.

«William Carvalho, se levar a tua resposta à letra, é claramente um jogador inferior ao Montero.»

Ao contrário do Maldini, não tenho a mínima dúvida sobre isso. Ou seja: William é inteligente, mas infelizmente não consegue "sempre" executar o que imagina, com a eficácia que se pede (ao nível da percentagem de acerto de lances de determinado tipo, que não me interessa agora estar aqui a esmiuçar).

«Ou seja, para lá da "inteligência", que eu não sei como se avalia»

É, para mim, fácil de perceber o que inteligência para o futebol: é responder de acordo com as exigências de cada contexto, encontrar soluções que não haviam sido pensadas antes, conhecer as próprias limitações, jogar de acordo com isso. No fundo, é "conhecer" o jogo que se joga, e joga-lo o melhor possível.

«e da "capacidade técnica para executar o que imagina"

«- hás de explicar, quando puderes, como é que sabes o que se passa na imaginação do Montero -»

Como te disse inicialmente, não é este o espaço correcto para te ensinar alguma coisa, ou dar aulas. E, por exemplo, esta é só uma dessas situações. Ou seja, o que se passa na imaginação do Montero ninguém sabe, e isso é óbvio. Mas há uma coisa que se chama intencionalidade, que nos dá pistas para o que se passa na imaginação dele, a cada contexto no jogo. Mas isso é algo que não te sei explicar, lá está, não estou habilitado a ensinar.

«deduzo que a interseção destes dois fatores é suficiente para tornar um jogador o melhor do plantel. Estou correto, ou a minha interpretação é abusiva? Confesso que não percebo, e não estou a fazer ironia.»

Estás a fazer uma interpretação abusiva.
Por exemplo: Ronaldo ainda é o segundo melhor do mundo. Na minha opinião não sobram dúvidas quanto a isso. Mas ele não é o jogador mais inteligente, e que melhor tem capacidade de executar o imagina. No Real Madrid (para limitar um pouco o contexto) há Modric, e há Isco, por exemplo, que pelos critérios que seleccionei seriam o melhor jogador do plantel. Mas o contexto Ronaldo é completamente diferente do contexto Montero. Ou seja, o Montero (na minha opinião) não tem ninguém no plantel que se equipare ao Ronaldo, ao nível do que dá ao jogo regularmente. A importância que Montero tem para a equipa (dentro daquilo que se pede aos jogadores) é para mim equiparada ao que o William dá. Fazem os dois a equipa melhor, com a sua capacidade individual. E nesse ponto equiparam-se. Mas um executa melhor do que o outro, por questões técnicas e morfológicas sobretudo.

Zé Couves disse...

Rumo Norte,

Tal como tu sou apenas um leitor, mas em relação às dúvidas que levantaste, não pude deixar de escrever a minha opinião:
"por banais entenda-se: profissionais com estatuto de titular na equipa que ficou em segundo lugar no campeonato transato". Primeiro erro crasso na compreensão do que se veicula neste blog. O que aqui se defende é que a avaliação dum jogador deve ser feita independentemente de estatutos. O que interessa não são meia dúzia de acções específicas (o golo, a finta, a assistência, o corte), mas sim o conjunto dos comportamentos levados a cabo por cada jogador enquanto parte duma organização e tendentes a aproximar a equipa do sucesso.

Depois, "Terminas dizendo que sabes a razão porque 2 ou 3 nomes podem ser considerados melhores que o Montero. Como fui eu que escrevi o comentário, gostava que me ilucidasses". Sucintamente, via de regra as opiniões sobre jogadores de futebol são formadas com base naqueles momentos específicos que referi há pouco. Exemplo disso é a valorização que se faz de Slimani sobre Montero, com base apenas no número de golos marcados. Mas, e o resto? No caso dos avançados, o que dá Slimani ao nível dos apoios frontais? Qual a capacidade de aproximar da linha para dar uma linha de passe? Qual a sua capacidade técnica? Quantas boas decisões toma? Sobretudo, quantos ataques estraga? Tirando uma boa capacidade de finalização (tem um jogo de cabeça muito interessante), Slimani é infinitamente inferior a Montero, que se liga muito melhor com o resto da equipa, tecnicamente é infinitamente superior e é um jogador com mais critério. E por critério entenda-se não tomar decisões que, com grande grau de probabilidade, levam ao insucesso na busca pelo golo. Por exemplo, entrar em situações de 1x2 ou 1x3, ou rematar quando há um colega melhor posicionado para fazer o golo.

No entanto, Slimani é adorado pelo número de golos que somou na segunda metade da época, não obstante ser fraco em tudo o resto. Da mesma maneira, Rojo é adorado por ser duro, rápido, alto e forte, esquecendo-se que posicionalmente comete erros básicos, tecnicamente é banal e com a bola nos pés faz duas coisas: joga longo e joga muito longo. Adrien é tecnicamente razoável, corre muito e tem um bom porte físico, mas não dá nada de especial ao jogo - isto é, não acrescenta criatividade (procurar soluções diferentes do normal para colocar a equipa mais perto do sucesso) numa zona crucial do jogo. Mas o que o povo quer é ver super-heróis, não jogadores de futebol. Por isso Rojo, Slimani, Quaresma são adorados mesmo não sendo grande coisa enquanto jogadores.
"«O mais inteligente, com capacidade técnica de executar o que imagina, logo o melhor. Simples assim.»" Ou seja, é apenas uma opinião". Para mim, não é uma opinião. A qualidade técnica é perceptível nos gestos técnicos - o passe, o remate, a recepção, o drible, o cabeceamento, etc. Executar o que imagina é literal - quero fazer um passe de 5m, faço, quero fazer um passe de 30m, faço, quero driblar, driblo, quero picar, pico, etc. Mas a chave está em imaginar a melhor solução a cada momento. E como se descobre isso? Avaliando a própria acção, no contexto em que a mesma surge. E avalia-se pelo resultado? Não, avalia-se pelo gesto em si, no contexto em que surgiu. Por exemplo, um passe de 5m para o lado pode ser uma óptima decisão, mas não chegar ao destino porque saiu com pouca força ou porque o colega não conseguiu receber; da mesma maneira, um golo a 45m, lindo de se ver, será quase sempre fruto de uma má decisão, por haver melhores soluções para prosseguir a jogada. Ou seja, "a interseção destes dois fatores [qualidade técnica e inteligência] é suficiente para tornar um jogador o melhor do plantel". Ou melhor - o mais inteligente e o mais capaz é o melhor do plantel, independentemente de estatutos.

Espero ter ajudado

Um abraço

Paolo Maldini disse...

"Quanto aos critérios que usas, dizes: "Os critérios que uso são sobretudo técnico-tácticos. Mas não deixo de lado os restantes factores." Ou seja, fiquei na mesma. " Rumo, ai já eu não posso ajudar mt mais. Técnica é o contacto do pé com a bola, táctica no sentido posicional sem bola e na tomada de decisão com bola. Os restantes são os físicos, psicológicos e complementares. Mais que isto não te consigo ajudar.

Zé Coves, excelente comentário

abraço para os dois

Anónimo, as coisas não são assim. Não são apostas pq o nível era incrivelmente alto. Seria deselegante partilhar o que me disseram sobre a aposta que toda a gente quer ver ser feita, se não perceberias claramente o pq n há mais na equipa principal (no fundo tudo se resume a falta de qualidade comparado com o nível do restante plantel) Agora que o nível não está tão alto tem apostado bastante no Teixeira. Se não chegar melhor ele terá minutos.

O Cavaleiro e o Almeida estão a anos luz do resto do plantel. André Gomes também estava, independentemente de terem enganado o valencia...

A UEFA Youth league é o maior engano de sempre. Não uses isso para aferir qualidades, porque só as equipas portuguesas se apresentam lá com os melhores da sua geração. Além de que se apresentam com um número considerável de jogadores cuja idade é bem superior à permitida para participar no torneio. Para te dar um exemplo o Barcelona que venceu o torneio não usou nem um dos melhores 10 a 15 jogadores das gerações 95/96. Tal como fez o Barcelona fizeram qs todos os outros.

Não te guies por isso... é um engano muito grande

abraço

Martins disse...

Off-Topic:

Borges na SIC Noticias: Porto de Vitor Pereira falhou estrondosamente e só foi campeão por falta de comparência do Benfica de Jesus ... :)

Martins disse...

Off-Topic:

Borges na SIC Noticias: Porto de Vitor Pereira falhou estrondosamente e só foi campeão por falta de comparência do Benfica de Jesus ... :)

Paolo Maldini disse...

esse borges deve ser duma inteligência... alguém que lhe diga que nesses anos o Benfica de Jesus fez pts q dariam p ser campeão na grande maioria dos campeonatos...

no ultimo entao, só teve uma derrota. chegaram ambas as equpas à 29a j sem perder. Achar que ainda assim é falhanço de uma e não mérito de outra, nem sei o que pensar para além de que só pode ser um tipo muito burro

Valter disse...

Certo! bom reparo obrigado

Roberto Baggio disse...

Pesca tanto de futebol como a minha querida mãe. Nem sei por que motivo não a convidam também para ir à TV comentar

Sakana disse...

GOLPES, GOLPISTAS, PANÇUDOS E TALIBANS

sakanagem69.blogspot.com

Anónimo disse...

Paolo Maldini, concordo que o Ivan não convence sendo mesmo um jogador muito limitado, em relação ao A.Almeida acho que embora não seja um jogador fora de série, é um jogador polivalente que cumpre quando é chamado, sendo por isso útil para a equipa que o tem (à imagem do Ruben Amorim)

Se a Eufa youth League não dá para aferir a qualidade ou a falta dela das escolas dos grandes de Europa, o que dá? Serve apenas para os jovens jogadores entrarem em contacto com futebol dos outros países?

E em relação às nossas selecções de subs, não achas que têm conseguido bons resultados e dão para ver que o talento está lá, é preciso é dar-lhes a oportunidade?

Já agora, existe na tua (ou vossa) opinião, algum jovem português nas escolas dos 3 grandes, que tenha qualidade para fazer parte das suas equipa?

Não sei se já fizeram isto aqui no blog mas deixa uma sugestão, um texto sobre o jovem jogador português expondo a vossa opinião de o porquê de não se apostar.

Cumprimentos,
L.O.

Anónimo disse...

Maldini, entenderei se nao puder/quiser responder mas a minha pergunta e a seguinte: sendo que (i) a qualidade do plantel to Benfica era, tal como diz, altissima na epoca transacta e (ii) tal como aqui ja se disse, a qualidade este ano e significativamente menor ( sem prejuizo do que possa vir a acontecer ate ao fecho do mercado), na sua opiniao (e nao mais que isso), que caracteristicas faltarao ao Bernardo para que tenha lugar no plantel para esta epoca?

Cumorimentos,

JR

Anónimo disse...

Impressionante como o Sporting fica em segundo com tipos da capacidade do Mauricio, Magrão e Slimani. Ok, nem todos os titulares, mas ainda assim...
Quanto ao JJ, como já alguém disse, o Oblak já era bem melhor que o Artur e ele dizia que não estava preparado para o Benfica. Se bem me lembro jogava o Cavaleiro e o Sulejmani abancava. O Djuricic (tipo que eu aprecio bastante) jogava com o Cardozo em certos jogos, quando o Bernardo já se mostrava mais jogador. E se o Cavaleiro jogou no Benfica foi porque o resolveu chamar e não ao Helder Costa. O Nolito também é dispensado não se sabe bem como. O Melgarejo foi afastado também não se sabe bem porquê. Por muito bom que ele JJ há coisas que não se compreendem muito bem. Esperava-se que os erros acontecessem noutras coisas.
E o Vitor Pereira ainda não está a treinar?!?! Ir para as arábias talvez tenha sido um grande erro. Agora terá que começar de novo.

Abraço,

Top1

Carlos Rodrigues disse...

Tenho algumas dificuldades em perceber o desdém por Adrien, onde até lhe apontam falta de criatividade, quando essa é a característica que mais o distingue do resto do MC do Sporting (agora não tanto, que João Mário também parece muito interessante).

Anónimo disse...

E talvez o JJ se sinta mais confortável com quem não domine o português de Portugal... Ou então tem embirrações claras com alguns miúdos formados em casa.

Anónimo disse...

Sem com isto querer concordar com o Borges, não consideram tb que, se o Vítor Pereira fosse assim tão bom (é bom mas nem só de aspetos técnico-táticos vivem os treinadores) teria feito mais nas taças e nas competições europeias? Acabou por recuperar pontos ao Benfica qdo este se desdobrava entre mais competições, certo?
Se quisermos avaliar só o campeonato é uma coisa, mas nestes 2 clubes pede-se mais, não?

Mig73

Zizou disse...

Não quero assustar a comunidade portista, mas as ideias de base deste Porto até à data em nada estão relacionadas com o que Julen Lopetegui diz gostar ou apreciar.
Ou há aqui um enorme equívoco da sua parte ou algo não bate certo.

O único ponto positivo continua a ser a escolha de excelentes individualidades. A questão é que começo a temer que seja com o intuito de criar constantemente situações em que essas mesmas individualidades, pela sua qualidade, resolvam as situações por si. Falo nisto precisamente pelo que vi mos dois últimos jogos.

Não quis dizer nada com o Genk, nem vou aprofundar após este jogo com o Saint-Étienne, mas após Everton e WBA, poucas dúvidas restarão do caminho traçado.

Se há 15 dias dizia estar entusiasmado. Neste momento estou muito assustado, para não dizer outra coisa. Fique assim desde o jogo com o Genk, achei que podia ter sido circunstancial. Não foi.

E neste momento, quando FC Porto já devia levar avanço sobre todos pela mais do que importante eliminatória da Champions, é claramente dos três grandes quem revela maior atraso.

E o que me vai revoltar ainda mais, caso sejam estes os caminhos tomados, é o facto de nunca ter visto um conjunto com tamanha qualidade individual na mesma época no Dragão.

Ontem na 2ª parte estavam em campo: Adrián Lopez, Tello, Quintero, Oliver, Brahimi, Casemiro, Alex Sandro e Danilo.

Esperemos para ver o que acontece.

Abraço
Zizou

Pedro Marques disse...

pois zizou...

mas esse é o problema c o Lopetegui e c todos os treinadores... há um mundo de distância entre aquilo que se pretende e aquilo que se consegue de facto atingir... n basta perceber de futebol ou ter duas dúzias de exercícios de operacionalização engraçados... as coisas n são tão fáceis como às vezes aqui se lê, pois o mundo do treino n tem fórmulas mágicas que funcionem sempre com todos os jogadores, equipas ou clubes... e por isso é q todos os treinadores têm trabalhos/épocas falhadas na sua carreira... de resto acho q ainda é cedo e o padrão de substituições num jogo deste tipo condiciona muito... mas vamos aguardar até pq n sei se os adrians, casemiros, olivers n serão um bocadinho overrated...

DC disse...

Zizou, também, pelo menos para já, não é razão para tanto.
Desses reforços, muitos tinham 4 treinos. E ainda falta gente como Jackson.

A única coisa que me desiludiu muito foi a forma como o Porto defende as bolas paradas.
De resto, acho que não há grande matéria para tirar conclusões.

Paolo Maldini disse...

Zizou, enquanto não vir o FCP a fazer coisas giras no relvado, não embarco no mesmo que a maioria embarca dizendo que o FCP vai ser campeão com 15 pts a mais e tal.

Se não tenho dúvidas de que terá melhores ou mt melhores individualidades para trabalhar, muito menos duvidas tenho em relação aquilo que Jesus sempre retira das suas equipas.

O Benfica de agora não terá nada a ver com o Benfica daqui a 3 meses. E todos sabemos como Jesus transforma as suas equipas. Enquanto não se vir um FCP a produzir bom futebol, não o dou por cima do Benfica, ainda que todos já o tenham feito. Há mais potencial individual, mas mais importante que isso é que no Benfica há um treinador com anos e anos e anos de provas dadas de que consegue modelar com qualidade uma equipa.

E é importante perceber que há muitas pequenas coisas que pegarão fogo aos primeiros deslizes. É sempre um risco muito grande na gestão de um balneário um treinador trazer n sei quantos jogadores "seus".

Não conheço bem o percurso do treinador mas creio que nunca teve de trabalhar diariamente todo um ano com uma equipa e isso é um handicap grande.

Anónimo disse...

Um desastre este Adriaanse.

Sobre o "novo" Porto, claramente atrás dos rivais, pelo menos para já.

HR

Tiago Silva disse...

Zizou, estou completamente de acordo contigo.
Confesso que não tenho a capacidade analítica e os conhecimentos intrínsecos dos autores do blogue, mas o que vi ontem no estádio deixou-me profundamente entristecido e preocupado. E quando refiro isto, centro-me apenas em questões tácticas e de princípios de jogo da primeira parte, pois a segunda para mim não serviu para nada.
Vou tentar concretizar.
1. A famigerada pressão alta que dizem ser um princípio de Lopetegui, sinceramente não a vi. Das poucas vezes que o FCP pressionou alto fê-lo, na minha modesta opinião, mal e mais fruto da iniciativa individual do que resultado de um processo colectivo e mecanizado.
De facto, quando fruto da iniciativa individual os homens da frente mais o Herrera tentavam pressionar, dava-se que Oliver e R. Neves encontravam-se muito afastados, estáticos e sem denotar qualquer movimento que fosse no sentido de encostar aos adversários que se encontravam nas costas daqueles. Nessa medida, bastava a equipa francesa ultrapassar aquela primeira zona de pressão e via-se o FCP em palpos de aranha.
2. Ausência de jogo interior.
Vi sempre os extremos muito amarrados à linha e, por vezes, movimentos interiores para dar profundidade aos laterais com vista a cruzamento + cruzamento.
Nunca vi um extremo a procurar sequer flectir (sem bola) para dentro para tentar provocar desequilíbrios entre linhas no sistema defensivo adversário, oferecer apoios frontais aos médios e potenciar a criação de jogo interior. Nada.
3. Vi sempre uma equipa muito longa no campo. Do lado oposto à bola, nunca vi os jogadores a tentar encurtar o campo e a aproximarem-se do colega que oferecia linha de passe.
Posso estar completamente errado, e se estiver desde já me penitencio, mas foi isso que resultou para mim da leitura que procurava fazer daquilo que ia vendo lá dentro.
Tenho para mim que o que descrevo em cima não é fruto de estarmos numa fase embrionária da época, antes decorrerá de opção técnica pois se Lopetegui pretendesse que a equipa tivesse aqueles princípios de jogo, teriam de se ver movimentações nesse sentido, mesmo que os resultados práticos fossem insatisfatórios, e tal não sucedeu.
Off topic: vi um jogo do Tottenham nos estados unidos e gostei bastante do que vi. Lá está, treinador novo, pré-época também mas vê-se aquilo que Pochettino quer da sua equipa e o que quer agradou-me muito. A acompanhar.

António Teixeira disse...

ehehe oh Tiago pergunta ao Dc aqui xD

Cumps

JON disse...

Acrescento ao que já foi dito pelo Tiago Silva e pelo DC, o facto de ter-se tentado construir sempre pelas alas e constantemente com bolas longas...

Muito, muito assustado.

André Lobo disse...

Obviamente que estamos na pré-época, mas como todos vocês esperava mais do Porto.

O jogo foi mau e o Porto jogou mal, mas o meu medo foi que alguns dos principios que vimos lá se tratem de ideias do treinador e não de falta de adaptação.

Ver os extremos colados às linhas sem movimentos interiores assusta-me porque não me parec algo assim tão complexo, e mesmo que não houvesse entrosamente nunca vimos tentativa dos extremos em procurar zonas interiores. Provavelmente deveu-se à falta de treino, mas Quaresma e Ricardo já treinam há um mês e mesmo assim não o fizeram.

Depois a primeira fase de construção está muito má, mas aqui acho que é mesmo por falta de tempo para a treinar, é algo já mais complexo do que o movimento dos extremos. Ainda assim reparar o exceso de procura dos laterais, a pouca tentativa de sair a jogar pelo médios. Acho que é um aspeto corrigivel, porque cheguei a ver movimentos interiores dos médios. Mas os laterais estavam muito baixos e isso também não me parece algo complexo.

Depois tivemos demasiado pressa em chegar à baliza, pouca pressão, pouco jogo interior etc

A maior desilusão foi como o DC disse a forma de marcação nas bolas paradas, porque isto não vai mudar com o tempo. E esperava uma maração zonal e não é isso que acontece.

Continuo a depositar grandes esperanças no Porto tendo em conta as individualidades existentes e acredito que Lopetegui possa desenvolver ainda o modelo de jogo e que o que se constatou neste jogo foi que simplesmente o modelo de jogo do Porto está atrasado no seu desenvolvimento.

Zizou disse...

Maldini, a questão é mesmo essa.
Estas derrotas do Benfica não me dizem nada, porque os problemas de organização sabemos que daqui por uns tempos não estão lá.

Quem já conhece bem JJ, sabe que há um determinado nível que nunca baixa, seja qual for a equipa e/ou jogadores.

DC, com os 2 jogos que vi, não faltam coisas para tirar conclusões. E isso é que me inquieta. Porque essas conclusões não são nada boas.

Abraço
Zizou

Farináceo disse...

Só para dar uma achega à discussão sobre a bestialidade do Borges: O Benfica do ano do Kelvin tinha sido campeão o ano passado (77 pontos contra 74). Isto é o Benfica falhado de Jorge Jesus (em que o Vitor Pereira só foi campeão por causa do falhanço) foi melhor do que o Benfica arrasador da passada temporada...

Tiago Silva disse...

Boa António;)
DC, não estás inscrito no fórum?
Vê lá se te inscreves... enriquecias aquilo...

André disse...

Bom, se William Carvalho não é o melhor jogador do SCP, vou ali e já venho... Quando ele não jogou, a equipa praticamente não existiu, regredindo a um deprimente passado recente. Na época passada, eu diria que 30%-40% da qualidade de jogo do Sporting dependia exclusivamente de William Carvalho. O mesmo não se pode dizer de Montero, por muito bom jogador que seja... Pensem assim: que ausência faria maior mossa?

Já vi dois jogos do FCP e não posso dizer se Lopetegui sabe o que está a fazer. Ouvi falar em circulação rápida e defesa subida, mas a 3 semanas das competições oficiais vejo uma equipa com exactamente os mesmos defeitos da época passada. Falta de profundidade no ataque, lentidão de processos nas transições, descoordenação defensiva. Há mais talento no plantel? Há. Houve uma revolução táctica na equipa? Se houve, passou-me ao lado... Já o Sporting mantém uma toada de evolução e deu mais um passo na direcção da maturidade. Discute-se muito o estado comparativo de SLB e FCP, mas só o SCP tem uma equipa construída.

Marco Morais disse...

Sobre o Porto-St.Étienne:

«Mas enquanto se debatem as contingências temporais e físicas, o FC Porto-St. Étienne deu já para ver que os laterais portistas não terão muita liberdade e que na saída-de-bola não passarão do meio-campo. Mais ainda, nunca o trinco portista (fosse ele Rúben Neves ou Casemiro) foi buscar a bola aos centrais. Já os alas (fossem eles Quaresma e Ricardo, ou Tello e Quintero) raramente terão a liberdade para sair da linha em busca de jogo no centro do terreno. Uma escolha algo 'vulgar' e que ainda poderá sofrer evolução mas que, para já, condicionou Danilo e Alex Sandro à pressão adversária, assim como encurtou as linhas de passe a meio do campo.»

www.facebook.com/agambeta

Johnny McCaco disse...

Em relação ao facto de Jorge Jesus desaproveitar jogadores da formação ou outro tipo de jogadores pergunto: nestes anos de JJ no Benfica, houve algum jogador que não teve sucesso com JJ que mostrou depois ser bom jogador noutro clube, ou seja, que JJ não conseguiu retirar o melhor de si? Se se lembrarem de algum, por favor elucidem-me, pq não me lembro de nenhum. Mas certamente haverá, com tanta confiança no que se diz por aqui acerca de más opções de Jesus

DC disse...

Tiago, não sei de que fórum estás a falar :P

António Teixeira disse...

O DC é o ElTigre Tiago xD.

Anónimo disse...

E o Zizou?

Tiago Silva disse...

Grande surpresa para mim!!! Eu em tempos também tive a dúvida que colocaste acerca do ElTigre e que foi desfeita pelo mesmo no fórum, mas nunca imaginei que fosse o DC.
Estou curioso para ver o que ele tem a dizer após o dia 8 de Agosto. Ab.

DC disse...

Tiago e António, estou a zero sobre o que estão a falar :P

Anónimo disse...

O zizou é que é o eltigre