sábado, 18 de outubro de 2014

Clássico ao intervalo

- Porto zero colectivamente. Sem ligação entre sectores, nem no próprio sector. Zero com bola e pouco mais sem bola. Pouco de positivo para além das poucas vezes em que Adrian recebeu entre sectores e conseguiu enquadrar;

- Jackson. Com um Sporting péssimo no controlo da profundidade, o colombiano pode aparecer a fazer golos a qualquer instante. É soberbo na desmarcação de ruptura e enfrenta centrais sem a miníma noção do jogo de controlo de profundidade. Não são acasos os 1x0 que todos os jogos Rui Patrício enfrenta;

- William enorme. Maturidade sem bola, na forma como vai travando os ataques. Ou em recuperação ou em faltas sempre úteis. Incrível qualidade com bola, sempre naquele estilo vagaroso que acaba sempre por descobrir a melhor opção. 

- Nani. Festival de cuecas, mais cuecas e outras cuecas e cabritos. Golaço, e azar numa bola no poste. Prende adversários. Enfim, quarenta e cinco minutos de festival num estádio que não deve recordar uma exibição desta categoria em qualquer outro jogador adversário nos tempos mais recentes. Hoje os pinos estão a vestir de azul.

15 comentários:

Futebol Táctico disse...

William muito forte mesmo. Dá e vai fazer uma cobertura. Recebe, enquadra, passe vertical a queimar linhas. Quase sempre no sítio certo. Muitas recuperações de bola.

Herrera na primeira vez que não procurou a ala depois de furar pelo meio deixa Adrian na cara de Rui.

Centrais do Sporting em marcação HxH. Laterais não dão cobertura defensiva quando um deles sai.

Nani é o porto-seguro do Sporting. Em pressão bola no Nani.

Anónimo disse...

E o passe do Nani a rasgar para o Slimani? Nossa! Vocês andam a ensinar a malta a ver bola!

Anónimo disse...

Erros crassos e futebol de posse sem jogadores para tal...
Outro Vitor Fernandez...
Meio campo completamente dominado pelo Scp
E nem precisaram de forçar...
O sair a jogar e falta de fio de jogo... Com centrais a tentarem criar..
Dá nisto!
Marco Silva e o Scp pressionou alto...com meio campo de qualidade
Meio campo do fcp inexistente...Ruben Neves disfarça mas meio campo completamente alugado pelo Scp...mesmo com uma defesa fraca!
Lopetegui modelo de jogo impróprio para os jogadores que tem!
Outro Vitor Fernandez

Paulo Malheiro

Edson Arantes do Nascimento disse...

Espectacular o Nani. Muito mas mesmo muito forte.

Quanto ao FCP já só tenho uma palavra no dicionário: ridículo. Perfeitamente ridículo. Tudo. Neste momento é uma equipa sem qualquer ligação, onde nem sequer consigo identificar um modelo de jogo.

Anónimo disse...

Paulo Malheiro, podes elaborar (i.e, detalhar) um pouco mais a tua opinião?

Anónimo disse...

Globalização: acto da equipa visitante entrar com 7 portugueses, e a equipa da casa não jogar com nenhum. E a culpa foi do médico da seleção. O futebol está cada vez mais um lixo!

fina ironia disse...

reserva do Marquês, já!

tudo tão bom, todos tão fora de série

está encontrado o novo campeão nacional

tudo a saltar! tudo a saltar!

jorge gaspar disse...

"Quanto ao FCP já só tenho uma palavra no dicionário: ridículo. Perfeitamente ridículo. Tudo. Neste momento é uma equipa sem qualquer ligação, onde nem sequer consigo identificar um modelo de jogo."

Não tenho dúvidas que a equipa está cada vez pior. Mesmo jogadores que inicialmente tomavam quase sempre a melhor decisão começam cada vez mais a escolher a pior opção.

Aquela saida de bola, com um médio a recuar, o lateral e o extremo de cada lado encostados á linha, e apenas 3 jogadores no meio á frente da linha da bola é verdadeiramente ridicula. Não resta outra opção a não ser lateralizar.

Se há pouco criticava o Jackson por temporizar sempre, agora vejo toda a equipa a fazer exactamente o oposto. Constantemente a quererem acelerar o jogo e assim se somam perdas de bola a todo o momento.

Eu tenho dúvidas que a escolha de jogadores seja feita pelo Lope.
Tendo em conta que o Herrera nunca sai, quer me parecer que é o mexicano quem escolhe a equipa.

Anónimo disse...

Simples...eu vi o fcp a chegar a grande área do scp e lateralizar..
Vi os defesas a poderem colocar nos médios e a lateralizar...Adrian ao lado de Jackson perdido...Herrera uma lástima a nivel de decisão e passe..
Uma defesa e uma equipa sem rotinas nem fio de jogo...só posse e passes compridos a rasgar para as costas..
Kick and run...Coletivo ZERO

Paulo Malheiro

Edson Arantes do Nascimento disse...

Jorge, a saída de bola do FCP é indecifrável para mim. Não consigo entender o que se pretende. Uma linha de quatro atrás (convenhamos, é bizarro) e depois nenhum apoio no meio.

A ideia é bater longo? Continua a não fazer sentido (porque ficam quase todos atrás). É rodar por fora? Mas qualquer equipa lhes elimina as linhas de passe conduzindo-os para a linha lateral (até porque não há outra opção de passe).

Serão os meus olhos vermelhos a exagerar?

Anónimo disse...

Sei que agora não respondem a comentários, mas deixo-vos o desafio de abordarem a (excelente) expectativa que Lopetegui criou, pelas ideias que apresentava, e a realidade do que se vê agora no FCP.

Paolo Maldini disse...

nc deixei de responder qd tenho tempo. Mas, tb nc criei expectativas com lopetegui. Apenas com as individualidades do fcp

Anónimo disse...

Lopetegui: mais uma prova que uma coisa é escrever e outra é mostrar na prática! Tinha tão boas ideias no blog e na prática é isto!

jorge gaspar disse...

"Serão os meus olhos vermelhos a exagerar? "

Ou se calhar são os meus olhos azuis a exigir demais.

Aqui há pouco tempo disse que o campeonato estava decidido. Agora acho que este Porto nem em 2º lugar fica. Se se apurar para os oitavos da champions o Lope pode ir de férias até Agosto, porque já não vai conseguir mais nada.

Já agora, também não acho que este Marco Silva seja um grande treinador, basta ver as individualidades que escolhe. Hoje meteu o Montero porque o jogo não se dava muito a cruzamentos para a área. Veremos quem joga no próximo jogo.
Meter Capel quando tem Mané e colocar Cedric tambem não me parece serem as escolhas certas.
Ganhou este jogo e o Sporting foi melhor, mas esta vitória foi conseguida sem terem feito muito por ela. Basta ver como apareceram as melhores oportunidades do Sporting e os golos. Nos dois primeiros golos, foi a defesa do Porto quem conseguiu transformar uma situação normal de jogo numa ocasião de golo, e o terceiro é o exemplo de como não se deve defender.
Em todos esses lances, o mérito por parte do Sporting pode-se atribuir quase na totalidade ao Nani.
Naquilo que o Sporting foi muito melhor, foi no momento defensivo, mas não sei até que ponto isso não se deve ao facto deste Porto estar constantemente a lateralizar o jogo, ter sempre poucas unidades no meio, e estar constantemente a acelerar o jogo.
Disto isto, O Marco Silva é um dos melhores treinadores em Portugal, o que diz muito da qualidade dos treinadores em Portugal (estou me a referir aos treinadores da 1ª Liga)

Anónimo disse...


Este começa a fazer lembrar o Sá Punto, que dizia que já tinha preparado a equipa para vários sistemas de jogo...

O problema é quando não tem nem um que funcione!