quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Liga dos Campeões

Guardiola disse, em tempos, que o objectivo dele como treinador era o de conseguir criar oportunidades de golo e impedir que os adversários as criem. Como já se tinha visto no Clássico de Alvalade (com o número absurdo de situações de ambas as equipas só com a linha defensiva pela frente) Sporting e Porto parecem ter-se esquecido da segunda parte, sobretudo. Estranho (ou não) foi o resultado do Clássico ter ficado por apenas um golo para cada equipa.

Em Portugal, tendo em conta a qualidade do adversário, viu-se um jogo super desequilibrado. O Chelsea criou ocasiões de golo com a facilidade que se esperava tal é a organização defensiva do Sporting, bem como a qualidade individual dos seus executantes. O mau controlo da profundidade fez-se notar mais do que nunca, num jogo de 1x0 onde Patrício é rei. Curiosamente o golo surge de uma situação muito caricata, própria do futebol de formação: quando o livre é batido a defesa do Sporting ainda está a organizar o seu posicionamento defensivo. Como se o adversário fosse esperar que eles estivessem prontos para marcar o livre.

Alguns quilómetros ao lado, na Ucrânia, o Porto continua a mostrar-se frágil no momento defensivo. A facilidade com que se ultrapassam as primeiras linhas do Porto é constrangedora. A utilização dos corredores laterais para atacar está, também, a ficar mecânica. Automática. Pelo que não se aproveitam N situações de grande potencial, pelo corredor central, para se acelerar contra a linha defensiva adversária.
Se calhar tinha mesmo dado algum jeito a brincadeira do treino para o Tello, hein?!

47 comentários:

Gonçalo Mano disse...

Oi Baggio,

Qual é a tua apreciação do processo ofensivo do Sporting?

Tens registado alguma evolução?

Já agora, qual é a tua opinião dos 30 minutos de Paulo Oliveira?

FC disse...

Infelizmente lesionou-se o Maurício em vez do Sarr, visto que parecia ser a única maneira de os tirar da equipa titular.

Agr é esperar que Paulo Oliveira pegue de estaca para pelo menos reduzir o número de erros de posicionamento durante o jogo (a primeira parte foi ridícula). Depois é ver se Rabia recupera da lesão e metê-lo lá para dentro, ou até o Tobias. Qualquer coisa, por favor, que esta equipa tem potencial para fazer uma gracinha se tiver um central que saiba sair com a bola (até Rosell seria melhor).

Carlos Antunes disse...

Ontem vi pouco do jogo mas apercebi como o estava a ver influenciado por vocês.

As duas vezes que vi o Patrício defender lances em que o avançado vem isolado pensava "dos melhores a resolver situações de 1x1".

Já quando, do outro lado do campo, Slimani em vez de passar para trás para um colega à entrada da área com caminho desimpedido para chutar se decide a virar e rematar para fora, só pensei "que besta, nunca vai aprender a decidir".

Finalmente, apesar das poucas linhas de passe que lhe eram dadas, pareceu-me que Nani também foi um pouco egoísta demais ontem.

del piero disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Roman Riquelme 10 disse...

Para o FCP começar atacar com mais frequência pelo corredor central, para mi, têm de estar em campo 3 jogadores: Óliver, Evandro e Quintero.

jorge gaspar disse...

"A utilização dos corredores laterais para atacar está, também, a ficar mecânica. Automática."

Tenho ficado com a ideia que o Porto a cada jogo que passa joga pior.
Por isso lá atrás num comentário, disse que a intervenção do treinador poderia ser a responsável pela evolução negativa duma equipa.
Cada vez acho mais que é isso que está a acontecer no Porto.
Com esta equipa, o futebol praticado é ridiculo. Perdeu-se uma boa oportunidade desta vez.

Gonçalo Mano disse...

Concordo com o Jorge.

Faz lembrar o esquema de Leonardo Jardim, com a diferença, em termos qualitativos, dos jogadores.

Com Jackson, Brahimi e Quintero torna-se mais fácil...

Agora que Lopetegui está a desiludir, lá isso está.

del piero disse...

apagaste baggio?

rdc disse...

Um pequena dúvida sobre a primeira parte do Sporting... a exibição do William Carvalho na primeira parte foi menos feliz, mas pareceu-me que isso teve mais a ver com o constante adiantamento do Adrien (assim que a equipa recuperava a bola ele corria para a frente até se colar logo ao Slimani) e com a consequente falta de linhas de passe para William, que entretanto era constantemente pressionado por 2 jogadores do Chelsea. Estarei errado nesta observação? A verdade é que o posicionamento do Adrien mudou na segunda parte e a exibição do William subiu bastante!


Obrigado pelo vosso trabalho malta!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Por acaso achei que o Porto defendeu um pouco melhor do que o habitual, os jogadores estavam mais próximos e isso fez alguma diferença.

No ataque repito o que disse no outro dia: palas. Só vêm corredor. E a escolha do Aboubakar acho que veio mesmo nesse sentido.

O problema é que, para mim, o Jackson é um jogador muito forte a participar na organização ofensiva - mas não jogam uma vez no apoio, sequer. Acho um crime o Porto não aproveitar o Oliver e o Jackson no corredor central.

Crime lesa-futebol.

O Sporting não vi, mas vocês parecem feiticeiros: primeiro foi a premonição da falta de classe no centro das defesas (Sporting, Porto e Benfica). Passado uns dias, bem, parecia um chorrilho de asneiras com origem nos centros-das-defesas.

Agora foi a dica do Patrício... E ontem (vi nos resumos e no pouco que vi em directo) o rapaz pegou todas no um-para-um. Feiticeiros kkkkkkkk.

Também foi "bonito" ver um Chelsea de Fabregas, Oscar, Hazard, Matic a encher o espaço aéreo de balões para a molhada.

Miguel Pinto disse...

Em relação ao SCP, Mourinho disse uma frase que ilustra o que se passou no jogo: este jogo poderia ter ficado 0-5 como 1-1.

R. Patrício levou por 6 vezes com jogadores do Chelsea isolados!!!! Tem sido o melhor jogador do SCP a par do Nani.

Marco Silva foi impotente para tentar neutralizar as transições def/ataq(conhecidas de toda a gente) do adversário, não se viu uma eficaz pressão ao portador da bola nem a resposta à falta dela (baixar linha defensiva, retirando espaço aos atacantes do Chelsea).
Gritante falta de qualidade/maturidade de Sarr na abordagem aos lances.
Notei que os médios do SCP são incapazes (talvez mérito do chelsea) de jogar entre linhas (J. mário e Adrien) o que poderá ter a ver com a pouca? frequência de estímulos nos treinos (exercícios).
Raramente conseguiram jogar em ataque organizado o que deu origem, face ao mau posicionamento dos médios de cobertura aquando do passe do colega, à perda de bolas quase infantilmente.
Foi um bom teste às reais capacidades deste SCP e às suas reais lacunas.
Abraço

Bruno Pereira disse...

Ontem até enviei sms pra uma pessoa no estádio logo aos 5 minutos a dizer que sem contenção na bola e com a linha defensiva subida iam ter muitas bolas nas costas e gajos a isolarem-se...valeu S. Patrício para que os críticos continuem a dizer que o Sporting teve um mérito imenso de se bater de igual para igual com o Chelsea. Enfim...
Para o jogo de hoje, acho que vai ser muito difícil para o Benfica. Baggio e Maldini (e resto da malta que por aqui passa claro!) dêem uma olhadela e acrescentem o que quiserem aqui :)

Gonçalo Matos disse...

Epa, este jogo do Sporting é daqueles que deixa a ilusão que a equipa esteve bem quando isso não é bem verdade.

Particularmente gostei do jogo do Nani, do Carrillo e do J. Mário. Estes 3 conseguem criar muitos desequilibrios, principalmente por conseguirem fixar vários opositores.

Quanto à defesa, até no lance da lesão o Maurício esteve mal... É incrivel como os centrais do Sporting são tao ouco inteligentes.

PS: O Paulo Oliveira entrou e criou logo mais perigo (a favor dos verdes) que os outros dois centrais no tempo todo. A facilidade com que saiu com bola controlada e queimou 2/3 linhas do chelsea deixou-me surpreendido. Espero que venha a ser aposta em breve

Anónimo disse...

Ainda a procissão vai no adro e já o Lopetegui está a desiludir.
Analise-se com critério o que aconteceu nos últimos 4 jogos, onde o Porto não venceu...

Vitória x Porto

Jogo difícil. Vamos ver o que fazem Sporting e Benfica lá. Não devemos alicerçar a discussão nos lances de arbitragem, mas a verdade é que bastaria o golo mal anulado (sim, se o que interessa é o jogo, temos de contar com isto) para o Porto vencer o jogo.

Porto x Boavista

O Porto fez um mau jogo? Ok, não foi capaz de marcar, e isso pode levar a algumas conclusões. Mas, e as coisas positivas? 80% de posse bola contra 10? Um jogo atípico, com condições climatéricas altamente desfavoráveis... lembremos, por exexemplo, o passe de morte de Tello que morre na "piscina".

Sporting x Porto

1ª Parte francamente má do Porto. Verdade. 2ª Parte que poderia ter dado perfeitamente para o Porto vencer. Falha clamorosa do Jackson no 1x1 com Patrício, má decisão do Tello, e mão da bola que o árbitro não viu ao minuto 89. Também houve sorte na bola à trave do Capel. Ok, aceite-se a desilusão da 1ªParte.

Shakhtar x Porto

Porto domina o jogo a jogar fora contra uma equipa difícil (vamos ver o que o Shakhtar faz nos outros jogos). Falha um penalty, quem tem culpa? O treinador? Depois vê-se a perder com 2 erros de escolinhas do Oliver e do Maicon. Ainda vai a tempo de empatar o jogo. É mau?

Francamente, e sem querer criticar ninguém, isto é motivo para se falar em DESILUSÃO? Vamos esperar mais umas semanas, e a ver vamos como as coisas correm.

Desculpem o anonimato, mas sigo atentamente o blog e não tenho registo.

#GabrielBatistuta

jorge gaspar disse...

"Por acaso achei que o Porto defendeu um pouco melhor do que o habitual, os jogadores estavam mais próximos e isso fez alguma diferença."

Edson, penso que isso tenha tido a ver com o facto de o Porto ter jogado num bloco mais baixo, e também por ter dado mais iniciativa ao Shaktar, do que nos jogos que fez até agora.

Ofensivamente a equipa está cada vez pior. Já nem sequer existe movimentação para garantir linhas de passe.
Penso que daqui por um ou dois meses o Porto está sem hipóteses de discutir o campeonato. Só no caso de o Benfica começar já a perder pontos, é que imagino o Porto a poder discutir a liderança.
Este Porto, tal como está vai perder pontos em muitos campos do nosso campeonato.

Tiago Stuve Figueiredo disse...

depois de ter lido que o Porto defende mal, o que até posso admitir, gostaria de ler uma análise sobre a capacidade do Benfica a defender. Principalmente nos dois jogos da champions. Era cada avenida, cada buraco...meu deus

Unknown disse...

Tiago, o SLB não defendeu muito mal contra o Zenit. As oportunidades mais "perigosas" deles foram erros e perdas de bola na saída, ficando a defesa desposicionada. Contra o Leverkussen foi horrível, principalmente pelo facto do Cristante e os extremos não terem contado para o momento defensivo. Foi incrível a merda de jogo de todos os jogadores.

E o FCP na defesa tem melhores praticantes.

DC disse...

Jorge, o Benfica também não me parece estar muito forte. Ambas as equipas devem perder mais pontos este ano.

Ontem o meio-campo do Benfica foi incrivelmente mau. Nem vou pelos defesas mas sim pela incapacidade em ter bola e em sair em transição (já nem peço organização ofensiva).
E o pormenor do JJ gritar aos jogadores para bater logo é sintomático.

Gonçalo Mano disse...

Gonçalo Matos,

Epa e não achas que já é altura de trocar aquela picareta do Slimani pelo Montero.

É uma dó de alma ver aquele rapaz no Banco.

Relativamente ao comportamento do William, acho que o Vitor Pereira tem razão, o posicionamento do quarteto defensivo é tão, mas tão, mau, que prejudica todas as acções de William...

Unknown disse...

DC, também achei isso, mas foi confrangedor a falta de capacidade de recuperação da bola por parte do SLB. Parecia que os jogadores do Leverkussen eram mais rápidos e quando isso acontece é porque estão sempre melhor posicionados. A questão do SLB, defensivamente e ofensivamente foi que esteve sempre mal em campo. E nisto incluo todos os jogadores.

Bruno Pereira disse...

Ontem custou muito, mas parece-me expectável o que aconteceu face à equipa que entrou. Mais pormenores aqui.
Abraço!

Gonçalo Matos disse...

Gonçalo,
"Epa e não achas que já é altura de trocar aquela picareta do Slimani pelo Montero."

Na minha opinião, Slimani nunca deveria ter sido titular. Foi a minha opinião desde que o vi jogar pela primeira vez e percebi o nivel dos seus atributos técnicos. O Slimani é um jogador medicre tirando alguns aspectos fisicos e o jogo de cabeça.

Quanto ao jogo do William, não me recordo de um jogo em que ele tenha sido tão pressionado e isso notou-se. Parecia super lento com bola no pé e desequilibrou pouco. Foi dos jogos menos conseguidos que já o vi fazer.

jorge gaspar disse...

"Jorge, o Benfica também não me parece estar muito forte. Ambas as equipas devem perder mais pontos este ano."

Pois DC, para já, neste inicio de época, penso que o Porto tem sido um pouco prejudicado pelas arbitragens e o benfica um pouco beneficiado. Não gosto de justificar nada com as arbitragens e não é isso que estou a fazer. Apenas acho que para já a classificação final reflete mais isso que outra coisa qualquer.
Mas o problema do Benfica não é o mesmo que o do Porto. Não sei se és tu que dizes que o Jesus não ganha a equipas superiores.
Eu acho que o Jesus tem muitas dificuldades quando apanha equipas que estejam ao mesmo nível ou que sejam mais fortes, e penso que isso se deve ao modelo de jogo.
Refiro-me a equipas que tendo jogadores ao nível do Benfica, se mostram muito mal organizadas.
Também me parece óbvio que este é o ano do Jesus em que o Benfica tem pior equipa. Dito isto, acho que o Benfica vai voltar a fazer uma pontuação próxima das épocas do Benfica com Jesus. Penso também que tal como nas épocas anteriores (desde que o Jesus está no Benfica), vamos ver o Benfica a evoluir bastante ao longo da época. Por outro lado, eu penso que se passará o inverso com o Porto. Acho que a equipa tem vindo a praticar cada vez pior futebol, e penso que nos espera outra época igual á do ano passado, possivelmente com a excepção da qualificação para os oitavos da Champions.

GV disse...

Baggio,

Off topic por ausência de post sobre o último jogo do Benfica na Chamipons:

Porquê,
Cristante no onze?
Gaitan à esq, John de fora e Talisca perdido?

Independentemente da prioridade ser o campeonato, será que o JJ acha que pode abordar estes jogos como aborda com o Moreirense ou com o Estoril e sabendo que nos jogos com estes dois ultimos os resultados são enganadores (dificuldades e dps vitórias qdo o adversário tinha menos um e menos capacidade fisica)?

Sei que o Benfica vem de perdas importantes no plantel e que está a crescer e vai dar muito mais, mas ficou demasiado evidente a incapacidade de entrar no jogo e fazer frente ao bayer...

O que dizes?

Cumps

GV disse...

PS:
Ah... É que contra o Bayern, por ser o Bayern, em casa adaptou e mto o modelo de jogo. Deveria haver um meio termo, não? Ainda mais fora e após uma derrota em casa no primeiro jogo...

GV disse...

PS:
Ah... É que contra o Bayern, por ser o Bayern, em casa adaptou e mto o modelo de jogo. Deveria haver um meio termo, não? Ainda mais fora e após uma derrota em casa no primeiro jogo...

DC disse...

Sim jorge, fui eu que já disse isso aqui algumas vezes.

E sim, também receio que o benfica vá em curva ascendente e o porto em descendente. De qualquer forma acho que o benfica sem garay este ano vai necessariamente perder pontos que não perdeu no ano passado. O porto até, só com Jackson, Brahimi, Oliver, Tello e Quintero pode perfeitamente ganhar os confrontos directos mesmo mal treinado. A qualidade individual este ano pode permitir isso mesmo com um mau treinador.

Gonçalo Mano disse...

Gonçalo Matos,

Epa os "aspectos físicos" (Realmente ele dá trabalho aos centrais) ainda concedo, apesar de, perante uma dupla pesada como TErry e Cahill, penso que o lógico seria usar um jogador mais baixo e técnico, agora, nem o jogo de cabeça é assim tão brilhante.

Só me lembrei do Jardel no cabeceamento da 1ª Parte, se fosse ele acho que furava a rede.

Quanto ao William, percebo-te, mas parte desse excesso de pressão (E se o meio-campo do Chelsea pressiona...) não deriva também, da fraca saída de bola dos centrais, que provoca um afunilamento da saída de bola sempre no 6?

É que só há uma solução, ou sai "charuto" dos centrais ou, para sair com alguma qualidade, tem que ser no William.

Ou isso, ou começa-se a jogar À Lopetegui, com os 4 da defesa na saída de bola...

Não estou, com isto, a desculpar o William, acho que tem estado num nível inferior neste início de época, mas isso deriva das novas funções que o Marco Silva lhe pede, temos um William mais ofensivo, com mais presença na "cabeça" da àrea, etc...

Mas tenho olhado para o William, e penso se não será mesmo daquela dupla Horrível parte da culpa dos jogos menos conseguidos...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Nunca tinha visto jogar o Leverkusen, e 90 por cento dos jogadores deles nunca tinha ouvido falar, sequer, mas fiquei impressionado com a forma deles jogarem.

O Benfica foi completamente atropelado. O resultado podia ter ficado, facilmente, cinco-a-zero.

O Enzo - que é um dos melhores jogadores do Benfica - tinha que dar quatro toques para dominar a bola, enquanto os outros gajos até de cabeça trocavam dois, três, quatro passes!

A qualidade individual do Leverkusen é muito superior à do Benfica. No ataque então parecia o Arouca contra o Bercelona. E tacticamente muito bons - próximos uns dos outros, raramente vi alguém correr com a bola, sempre à procura dos colegas para tabelar, combinar, tabelas por todos os lados, poucos passes longos, e uma reacção à perda de bola rápida e super-agressiva (se alguém passava, faziam falta pela certa; como jogam muito próximos uns dos outros isso facilita a transição defensiva).

Alguém me sabe dizer se eles jogam sempre assim ou foi apenas tesão-de-mijo? Se é sempre assim, cuidado com estes meninos...

Roberto Baggio disse...

Edson, eu já tinha avisado, que eram a melhor equipa do grupo! Estava no posse... Exceptuando a linha defensiva (que é do tempo dos primatas) tudo o resto é bom! E no ataque muito bom! Tudo feito em velocidade, como os alemães gostam, a um dois toques, pelo corredor central!

Edson Arantes do Nascimento disse...

Pois, não me lembro! Mas durante 45 minutos fiquei sem ar! kkkkkkkkkkkk

Os homens fizeram um jogaço. E cheios de grandes jogadores. Pareciam uma Scania a pisar um Fiat 600. Fonix.

Era tudo fácil... Enquanto do lado do Benfica parecia que a bola tinha arestas. Incrível a diferença de qualidade individual e incrível o jogo que o Bayer fez na primeira-parte (sobretudo). Adorei mesmo.

Concordas que a única forma de furar aquilo é bater longo (para mim, é sempre uma não-opção) ou quebrar a contenção com a bola-no-pé?

As poucas vezes que me pareceu haver algum espaço para respirar era quando o Enzo, Gaitán, Salvio tentavam quebrar linhas... O problema é que os outros amigos estavam muito bem organizados na pressão. Só me lembro de uma abébia: transição do Benfica depois de um canto do Bayer que apanhou o Enzo e Gaitán 2x2 com os defesas.

Ok, ou então uma organização ofensiva exemplar, mas ao nível de um Guardiola ou assim. Coisa que, já sabemos há muito, o Benfica não tem.

Foi um sufoco... Está aqui um jogo para o JJ aprender mais qualquer coisa.

GV disse...

Fdx... Que gafe a minha... No meu PS (que na verdade foram 2 iguais) eu queria dizer Barcelona em ver de Bayern, reportando-me ao jogo da Champions da época 2012/13.
Qto ao jogo com o Leverkusen, não acharam estranhas as opções do JJ? Eu já nem falo de ter 2 médios mais recuados para mitigar a pressão e as dificuldades de saída dos centrais mas que descaracterizaria o modelo do Benfica; agora abdicar do Talisca e meter ali o Gaitan mais proximo do Enzo faria sentido, não? E o Cristante com pouca rodagem no 11?
O JJ não esteve bem, foi um massacre, fdx...
O que acham?
Cumps,

Pedro disse...

O engraçado é que o Vítor Pereira na terça feira na RTP tinha dito como o Bayer ía jogar na primeira parte. E foi exactamente como ele disse. E o SLB incapaz de impedir tudo isso.

Mas não convêm falar muito do assunto. Continuemos a elevar a super qualidade do Bayer. Dá mais jeito.

Roberto Baggio disse...

Continua a achar que os jogadores do Benfica são os melhores do mundo. Da-te sempre muito jeito. Já te disseram que o mundo não se resume a Portugal. Se fosse a ti começava a ouvir.

GV disse...

Os jogadores não são os melhores garantidamente, mas fica a questão: o treinador tomou as melhores opções previas e durante o jogo?

Pedro disse...

Claro que não são os melhores do mundo, são os do Bayer Leverkusen.

GV, claro que tomou, a culpa foi dos jogadores.
:)

GV disse...

Isso!
Podemos avaliar a "tomada de decisão" dos jogadores, mas tb importa avaliar a do treinador...

Anónimo disse...

Pedro, arranjaste um amigo. Que bom :)

GV disse...

Anónimo das 18:14, tens algum comentário a fazer sobre as opções do JJ para o jogo ou ficas-te pela imbecilidade de supostamente o Pedro ter um amigo?

Anónimo disse...

GV, imbecil és tu, que achas estar em condições de avaliar as opções do treinador, quando não és tu quem trabalha com os jogadores diariamente.

GV disse...

Anónimo das 05:04,

Eu considerei imbecil a piadola, que não faz da minha consideração uma acusação genérica ao seu autor, apenas à afirmação em causa.
Relendo o meu comentário, realmente passa uma agressividade que não era minha intenção, peço desculpa por isso.
Com o meu pedido de desculpas abstenho-me de comentar mais a tua piadola e quanto à tua última resposta sem me conheceres de lado nenhum, digo apenas que insultos ficam com quem os produz, neste caso contigo.

Indo ao que interessa, como não me conheces também não sabes o que sou, o que eu sei ou o que não sei. De ti menos se sabe, afinal és um anónimo...
Mas posso-te dizer que o JJ afirmou a membros da equipa técnica dias antes, que o Cristante, mais ainda que o Samaris, tem muito que interiorizar para poder executar a posição 6 no Benfica, disse até que mais subido nesta fase pode render mais, e que o Talisca tem muito que aprender sobre os momentos do jogo, considera que o Talisca tem muito para dar (sobre isso penso que não há dúvida e foi algo que achei logo nos primeiros jogos dele) e que vai insistir nele mesmo sabendo que o atual não conhecimento dos momentos do jogo levam mais facilmente ao desequilíbrio da equipa, especialmente sem bola.
Ora, eu pergunto, se o Cristante não oferece ainda garantias para a posição 6 do Benfica, se o Talisca não equilibra a equipa sem bola e se o JJ sabia, como disse, que o Bayer não é uma equipa qualquer e que iria entrar com aquela pressão, então que fez o JJ, ainda mais com as limitações do 2º central? Que capacidade de conter a pressão e de sair deu à equipa com as opções que tomou?
Quer ir para a Liga Europa??

GV disse...

PS:
Nem de propósito, li agora o penúltimo post do blog e saliento o seguinte sobre o jogo com o Arouca:
"Já se sabe que a forma de Jesus organizar a equipa é difícil de interpretar, e é demasiado exigente para Talisca e Samaris ao mesmo tempo, no mesmo onze. "
Enquadra agora isto com o jogo em Leverkusen e substitui o nome Samaris por Cristante e pensa no que resto que eu escrevi.
Entendes anónimo?

Anónimo disse...

Não. Não entendo de todo. Ou será que tenho de te ensinar a ler em contexto?
Ora vamos lá: a) se Jesus soubesse que os melhores a interpretar a sua ideia de jogo estavam a 100% para todos os jogos não mudava nunca nada. b) Jesus já disse que a prioridade era o campeonato, e que vai rodar jogadores na champions se isso comprometer o objectivo. c) em Leverkusen jogou Enzo! Ou seja nas duas posições de meio campo, jogou Enzo e mais um. Não Cristante e Talisca!
Espero que tenhas aprendido mais qualquer coisinha, nomeadamente aprender a pensar por ti.

GV disse...

Pelos vistos quem tem que aprender a ler em contexto não sou eu. Mas continua com as tentativas de insulto que sabes com quem ficam...
E depois mais uma tentativa... aprender a pensar por mim... lá está mais uma farpa de quem acha que pode fazer algum juízo sobre de quem nada conhece, a partir do seu castelo altaneiro da sapiência...

Anónimo cada vez menos anónimo,

Em algum momento eu disse que jogaram Cristante e Talisca no meio campo??
Não leste os meus comentários iniciais, não entendes o raciocínio? Eu falo do desequilíbrio promovido em todo o corredor central, pelas caraterísticas dos jogadores e pelas opções do treinador.

Roberto Baggio disse...

Fdc oh Pedro, tas a ver o q fazes a estas caixas de comentários. Td culpa tua e da polícia do onze inicial e das substituições. Q agra até já tem seguidores. Tas a fazer escola amigo. Vou fazer um post para ti no face kkkkk

GV disse...

O Pedro tem as opiniões dele e eu tenho as minhas, se em algum momento coincidem, é isso mesmo, uma coincidência, não há escola nenhuma.
Gosto (bastante) do JJ mas tb o critíco qdo acho q devo.
Parte da mha ideia passa por colocar o Gaitan no meio e o John do lado esq, retirando o Talisca do onze. Curiosamente já te li Baggio a defender algo semelhante... Mas pronto, tlvz prefiras alguns dos comentários que estão no último post sobre o Montero, esses sim, mto edificantes...
Cumps,

GV disse...

PS:
... sugestão apenas para certos jogos onde se abdicaria do segundo avançado do modelo habitual do JJ (bom para a maioria dos jogos do campeonato) não para todos os jogos...