segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Linha defensiva do Benfica

Prévia: não vi o jogo. Pelo que tudo que estou a concluir do mesmo é baseado no resumo alargado disponível na Internet. Pelo que não vou inventar, nem tecer qualquer comentário sobre o jogo, por não estar habilitado a tal.
Contudo, era um jogo em que o SLB tinha obrigação de ganhar, por ser superior do ponto de vista individual. Mas, sempre fomos dizendo, por aqui, que a classificação do Benfica não reflectia em termos de resultados as verdadeiras dificuldades pelo qual a equipa está a passar. Dificuldades essas que se devem, na sua maioria, ao tempo que os novos jogadores têm de trabalho com Jesus. O Benfica não é tão forte do ponto de vista colectivo como vai ser daqui por um par de meses.

Quem, como adepto, estiver insatisfeito com o método de trabalho e modelo de jogo de Jesus, que faça o pedido de demissão do treinador. Não pode é festejar de forma efusiva cada vitória do modelo, e quando ele falha (porque todos os modelos falham) dizer que não presta. Se não presta, é quando ganha e quando perde.

- Eliseu. Dificuldades absurdas no 1x1. Sabendo-se que noventa e cinco por cento das equipas que enfrenta exploram, predominantemente, os corredores laterais (e tudo em transição) dá para entender o porquê de tanto lance de perigo criado no seu corredor de pressão. Ainda assim, mostra melhorias significativas ao nível do posicionamento.

- Maxi Pereira. As dificuldades defensivas habituais. O deteriorar da capacidade física que o distingue.

- Lisandro. Mau em tudo que é defensivo. Posicionamento dele ou o acompanhar dos colegas, leitura de jogo, abordagem defensiva no 1x1. Nem no timing para atacar a bola ele acerta. Para já, Jardel continua a ser muito superior. No futuro, logo se vê.

- Luisão. Safa-se o capitão encarnado.

26 comentários:

JD disse...

A questão é: devem os benfiquistas estar preocupados?

Pedro disse...

"Prévia: não vi o jogo."

Adoro!!!
:)

" Não pode é festejar de forma efusiva cada vitória do modelo"

Festejo vitórias do SLB, não do modelo.

"Se não presta, é quando ganha, e quando perde."

Exacto. É o que eu digo. Ao menos reconhece isso.

Anónimo disse...

por acaso achei que neste jogo o lisandro esteve em geral melhor posicionado do que tem sido habitual. no entanto, também por causa dele, continua a ser muito difícil a coordenação da linha defensiva no controlo da profundidade, por exemplo.

no primeiro golo talvez seja evidente: imagino que se fosse no ano passado o garay estaria já muitos metros mais abaixo. mas não vi ainda repetições com olhos de ver para poder afirmar isto para além de uma impressão que me ficou na altura.

mas apesar de tudo acho que o jesus falhou claramente na substituição. manteve a fezada no tiro do talisca, imagino, e não o tirou. teria sido preferível. no pior momento do benfica ao longo de todo o jogo, que é quando sofre o 2-1, a defesa estava sempre a apanhar com o braga embalado sem haver capacidade de contenção no meio-campo. para que não haja dúvidas: não, para mim o problema não é de número, é do talisca não ser bom na tarefa. coisa que se aprende, imagino.

anónimo das 14:08

Zé Pelé disse...

É um belo exemplo de como uma época mal planeada leva a que uma equipa campeã e finalista europeia se depare com muitas dificuldades. O Jorge é Jesus mas não faz milagres. Ainda não houve uma exibição bem conseguida esta temporada. Mesmo ma vitória folgada em Setúbal.

Anónimo disse...

Espera aí... Daqui uns meses o Benfica vai estar melhor, mas não é o fcp com mais jogadores novos? É claro que daqui a meses as equipas estarão mais fortes coletivamente...
No entanto, o Scp também estará e o Fcp também julgo que sim...
Partir para a análise do jogo através dum resumo? Já começa cedo a desculpabilização a Jesus...
Quer dizer ou se gosta do modelo de jogo quabdo ganha ou se perde ou não se pode criticar?
Mesmo quando as escolhas não têm a ver com o modelo?
Eliseu é defesa?
Lisandro ainda está verde, mas parece-me um central igual a Jardel...se tanto!
Quem tira Samaris para colocar Jonas é o modelo de jogo?
Quem opta por uma Única alteração?
André Almeida uns dos melhores contra o Mónaco pelo modelo não podia jogar?
Lima não podia ter saído do banco e apostar em Jonas?
Artur é guarda-redes? Só Jesus acha que sim...

Portanto segundo os fãs aqui do Blog...
Jesus não tem culpa alguma...maldito modelo de jogo!

Marco Matias

Carlos Antunes disse...

O Luisão pareceu, por vezes, tentar mudar o posicionamento da linha defensiva antes do próprio Maxi, tendo depois de retornar ao ponto de partida.
Está a pensar para lá dos seus companheiros ou pode estar a ser influenciado por eles em tomar algumas más decisões?

Lisando Lopez ainda não deixou de ir atrás do homem.
Acham que alguma vez aprenderá a priveligiar o controlo do espaço?

Joao Silva disse...

Baggio, sendo um so adepto, como melhorar essas dificuldades ? Como trabalharias tu para diminuires essas dificuldades ? Porque tanto o Eliseu como o Lisandro ja sao crescidinhos para nao saberem que devem estar entre a bola e a baliza .. Obrigado

Ricardo Perna disse...

Baggio,

Sei que deixaste de responder a questões, por princípio, mas não resisto a perguntar, porque aprendo mesmo muito aqui com vocês:

Considerando que as equipas de Jesus são sempre melhores depois de meses de trabalho, consideras que é possível esse trabalho ser feito todo apenas na pré-época? Ou seja, que se o Benfica resolvesse todos os seus problemas de plantel no início da pré-época ficava orientado?

Ou consideras, por outro lado, como já te vi argumentar, e com razão também, que isto só lá vai quando for possível transitar de época com um mínimo de alterações no plantel, pelo que nem vale a pena ter pré-época com todo o plantel, que não dá tempo para assimilar processos?

É que para mim é muito preocupante que sejam precisos sempre tantos meses para conseguir seja o que for no Benfica... eu concordo com o teu ponto de vista, o modelo é este, e eu não o questiono, o que questiono é o que seria possível fazer para que o modelo estivesse mais afinado, por exemplo, para a Champions, cuja fase de grupos acontece sempre numa altura em que os processos não estão assimilados?

Tem sido de facto visível a sangria do plantel, por saídas ou lesões, época após época, mas não sei se é possível melhorar isto, tendo em conta a realidade portuguesa e do próprio clube...

Anónimo disse...

O problema é comprar laterais para atacar, quando os laterais são em primeiro lugar para defender.
Eliseu é fraquíssimo a defender e a atacar é mediano. A única qualidade que tem é boa capacidade de remate, mas isso chega para ser defesa esquerdo do Benfica? Pelos vistos para Jorge Jesus sim...
Ainda por cima, sabendo-se que Garay iria sair, como é que se deixa sair o lateral desse lado tb?
Logo aí abriu-se um fosso na esquerda da defesa.
Para piorar, há alturas em que ambos os laterais (direito e esquerdo) estão no ataque, deixando as laterais como autênticas auto-estradas para as transições rápidas dos adversários.

Inzaghi disse...

Totalmente de acordo contigo Roberto Baggio. Apensa acrescentaria que da mesma forma que é destacado o protagonismo positivo do Rui Patricio no SCP acho que poderia ter mencionado também o Artur pelas razoes opostas. O golo do Salvador Agra mesmo a 100Km/h é um golo que entra no poste mais próximo do Artur. Pelas ensinadas aos GR's nas escolas o poste mais próximo é aquele que tem de proteger. Um grande GR nao pode sofrer um golo por ali. Nao querendo enfatizar os outros erros que tu correctamente apontaste o Benfica perde o jogo por ali e o Braga ganha o jogo através de 3/4 grandes momentos do Matheus. O Benfica é tem muitos problemas ao nível da Defesa - mas para mim a prioridade pricipal para a equipa deveria ser assegurar um Guarda Redes de topo como tem os rivais em Rui Patricio e Fabiano. Cumprimentos Roberto

R.B. NorTør disse...

Tentem arranjar o jogo todo. A exibição do Sálvio é um hino ao que por aqui se tem dito dele, quase a merecer um daqueles especiais como fizeram para o Quaresma.

João disse...

Verdade naquilo que dizes relativamente à defesa mas, coitados, ontem, após os primeiros 25 minutos, o ataque e o meio-campo em nada os ajudaram.
Sendo que na segunda-parte, só nos primeiros 5/10 min após a entrada do Jonas é que a equipa do Braga deu 'tréguas' já que teve vários minutos a adaptarem-se à presença de alguém que efectivamente conseguiu trazer algo ao jogo. Mas para azar dele e do Benfica, após uns minutos o meio-campo 'rebentou'. Puro e duro.

Compreendo a vossa visão de que o JJ insiste e recorre aos jogadores que melhor conhecem o seu sistema mas, existem alturas em que nem isso é suficiente. Sálvio, Gaitán, Talisca e Enzo estavam de rastos e não conseguiram suster aquele meio-campo e ataque do Braga, que jogava a outra 'velocidade'. A defesa do Benfica nessa altura era carne para canhão.

Depois do 2-1, o jogo voltou a ter maior pendor Benfiquista, ainda que, mais pelo 'desacelerar' do Braga que pela competência do SLB.

Ontem JJ podia ter feito algo. Podia não resultar mas, quem estava a ver o jogo percebia que era uma questão de minutos para o SCB chegar ao golo.

De realçar ainda os excelentes primeiros 20 min do Benfica, pressão alta, constante, uma defesa muito subida, o campo completamente 'encurtado' e o braga num sufoco. Depois, um contra-ataque mal resolvido pelo Lima, dá origem a um contra-contra-ataque que dá golo. Nessa altura, a equipa 'desapareceu'.

PS1: eu entendo que não se possam referir a mais, já que não viram o jogo.

PS2: Ainda na visão de que o treinador recorre a quem melhor conhece as suas ideias, não aceito que se deixe de fora o único avançado de classe que tem no plantel. Podia ter perdido na mesma, mas aquilo que o Jonas oferece a mais, relativamente a qualquer outro avançado no plantel, parece-me ser suficiente para ser ele o escolhido. Até porque o Lima atravessa uma fase desastrada.

Nuno Romão disse...

A questão não é se devem ou não estar preocupados. É claro que quem é adepto quer que a equipa vença, mas eu ontem vi o jogo, e o que vi foi um mau jogo do Benfica no seu colectivo.
Atenção que não estou a dizer que discordo do modelo do JJ, até pelo contrário. No entanto, ontem, e notou-se na forma como ele falou, os jogadores não corresponderam.
Gaitan e Salvio estavam muito debilitados fisicamente, não ajudaram a defender como é costume. Samaris raramente acertou naquilo que deveria fazer, onde estar, onde fazer coberturas, quando descer, quando subir. Enzo não brilhou. Talisca passou ao lado, e Lima... Bem, Lima foi um desastre porque não conseguiu segurar uma bola, fazer um passe, abrir linhas de desmarcação, arrastar os adversários, nada! Foi inútil maior parte do tempo.
Depois defensivamente já sabemos o que falta trabalhar.

A minha conclusão: o SLB precisa de trabalhar e muito durante a semana. Jesus tem muito que fazer. Mas acho que se ele mantiver a equipa, para o ano serão esmagadores, depois de um ano de trabalho já com o treinador. Resta saber se JJ ficará ou se sairá... Com Amorim e Fedja a equipa subirá e muito de rendimento no meio campo.

Talvez seja este o único problem do modelo de jogo de JJ, é difícil que todos os jogadores o entendam, principalmente aqueles que são menos inteligentes tacticamente.

Anónimo disse...

a mim faz-me confusão sobretudo o eliseu. acho que o "terceiro anel" ainda nao o começou a assobiar porque é portugês e a malta sente-se naturalmente atraída por jogadores portugueses. parece-me pouco melhor do que o bruno cortez, para ser honesto.

o almeida, até à recuperação do silvio, era dono e senhor do lugar, na minha opinião.

Porém... O samaris pode vir a ser um bom número 8, mas a trinco... meu deus! como o cristante anda ainda a apanhar papéis, o fesja e o amorim estão no estaleiro... o almeida é a melhor opção, indiscutivelmente, para trinco.

tem piada, o mediano almeida, com a capacidade técnica de um bynia (mas com muito mais cérebro, o que lhe permite perceber, por exemplo, o que é uma bola de futebol e que é proibido partir as perdas dos seus adversários ou arrancar-lhes os olhos à dentada) tornou-se uma figura no benfica dos milhões...

milhões esses que se esperam ganhar com um talisca goleador que a mim me parece a coisa mais banal do mundo... faz-me lembrar o airton mas a jogar mais 30 metros à frente. o airton que todos diziam que ia ser melhor do que o javi... tecnicamente talisca não é superior a um herrera... tem golo e isso torna-o, aos olhos dos adeptos, indiscutivel. Mas golos marcados também a adversários fracos... ontem foi a excepção, mas depois do golo pouco nada fez. nos jogos a doer, talisca pouco mais consegue do que ser um corpo estranho na equipa. mas pouco acrescenta ao colectivo, na minha opinião. compará-lo com rivaldo é um crime... Estou certo? necessitarei de ser fortemente corrigido?

Gostaria, sinceramente, de ler por aqui uma opinião sobre talisca (isto se já não o tiverem feito em post anteriores e que me tenha escapado.)

Dennis Bergkamp disse...

Ontem foi um dos piores jogos do SLB este ano.

E foi, pela ausência de ligação entre sectores. Melhorou quando o Jonas entrou, porque o apoio frontal que dá é de muita qualidade e tem a "pausa" que deixa juntar as linhas e permite maiores soluções.

Nota-se melhorias no Lisandro, mas tornar hábito comportamentos demora muito muito tempo. Se o ano passado tivesse sido emprestado a uma equipa que fosse "tarada" por jogar com Zona e talvez já soubesse alguma coisa, mas é um mundo completamente novo, e ainda mais em momentos onde as emoções estão lá no alto... o que vamos buscar é aquilo que melhor conhecemos.

Aos poucos vai melhorar, mas até lá vai ter erros que podem comprometer.

Não sei até que ponto justifica a opção, porque na criação não acrescenta nada de especial, mas entre as opções disponiveis neste momento.. é o menos mau.

Nota-se ainda mais os problemas que tem com a relação com a ultima linha porque a frente não está a ser protegido. A posição "6" está tão tenrinha como a de central esquerdo e faz com que todos os problemas sejam mais graves, porque acontecem com maior número.

Treino, erro, correcção, treino, erro, correcção.

Olá, John disse...

Não vos parece que duma forma geral este sistema do Benfica com 2 avançados deixa a equipa muito desequilibrada cá atrás aquando da perda de bola?
Não seria melhor a colocação de mais um médio nos jogos fora de dificuldade média/alta?
Bem sei q o 4-4-2 já deu muitas vitórias a este Benfica do JJ, mas a ideia que dá é que nos jogos grandes a equipa se expõe demasiadas vezes.

GV disse...

Agora os adeptos não podem festejar as vitórias se criticam o treinador? Essa é boa!

Mas eu falo por mim, sou adepto e sócio e critico e elogio o JJ tanto em derrotas e empates como em vitórias. Festejo quando sinto motivos para tal e faço a apreciação que me parece mais correta em cada momento, procurando não ser injusto.

Não acho que o JJ não preste, acho sim que, tal como já fez pontualmente ou em curtas fases, pode e deve adaptar o modelo às circunstâncias.
Não é o facto de ser bom que lhe dá razão em tudo. É o facto de insistir nesta abordagem neste inicio de época que já o faz menos bom.

Não há só 2 opções em nada na vida que não seja em situação limite. No caso concreto, como já referi, no passado, pontualmente ou em curtas fases, o JJ já adaptou o seu modelo de jogo (e não estou a falar qdo, em desespero, tira médios defensivos e defesas para meter avançados nos últimos minutos - outra que lhe fica mal).
É portanto extremamente redutor querer passar a ideia que, ou se apoia o JJ de forma quase incondicional, ou se quer a demissão do homem.
Ele já aprendeu mto no Benfica e pode aprender mais. Demora é o seu tempo, porque a obstinação interfere com a utilização do know-how já adquirido.

Cumps,

Bruno JSM disse...

Realmente tenho de concordar que o JJ é o unico culpado de ter recebido no fecho de mercado e já com a ápoca a andar, 1 GR titular quando o Oblack já desde o regresso aos trabalhos se encontrava em Madrid, 2 nº6 quando o Fejsa há muito estava lesionado, o Lateral-esquerdo titular depois de se terem comprado 2 para jogar apenas durante a pré-época, etc. Enfim, a direção novamente a pedir milagres ao JJ.

Mas sim, o colectivo deve sempre ser superior à soma das individualdades, e aqui tenho algumas coisas a apontar ao JJ que poderia ter na equipa-tipo jogadores mais rotinados com o seu modelo de jogo, enqaunto os reforços atrasados estagiavam no treino. Por exemplo, o nº6 deveria ser o Almeida até os outros estarem prontos. O central de pré-época (o raio das lesões) deveria ser o Steven que nem sei onde anda agora, e os laterais, os laterais da B que ele não rotinou no ano passado ao seu modelo de jogo.

Mau planeamento, mau planeamento, mau planeamento.

Agora é esperar que os corpos estranhos se entranhem no jogo do Benfica até Dezembro...

R.B. NorTør disse...

De facto o terceiro anel parece ser unânime ao crucificar o Lima. E se ainda ninguém decidiu lembrar que o primeiro golo do Braga vem de uma recepção falhada por ele, então eu relembro. Acho que o Jonas está com muito mais cabeça e que deveria ter entrado logo ao intervalo. O Talisca para minha surpresa não se tem dado mal na posição de segundo avançado, mas claro que isso é porque ainda não consegue defender. Caramba, só não digo que o Jara está mais habilitado porque é mau demais pensar no Jara com a camisola do Benfica! Nessa jogada o próprio Lisandro tem uma má intercepção (e que eu conte é a terceira em dois jogos) e vai ter de levar muita traulitada para aprender. Concordo com o Baggio em relação ao Eliseu, está melhor em termos posicionais, mas é algo que vai decaindo com o tempo. Claro que não é inocente ter Eliseu e Lisandro/Jardel do mesmo lado e esse lado parecer uma Via Verde para o perigo...
Ao nível do meio campo, já alguém falou do Samaris e ele lembra-me o Matic nos primeiros jogos que fez: sobe muito e esquece-se de voltar atrás. Neste aspecto a equipa também não está a cobrir a subida. A diferença é que podíamos olhar para o Matic na altura como um projecto, porque o Javi é que era o titular, enquanto que agora nenhum deles parece saber bem o que está ali a fazer. A título de exemplo, e alguém me corrija se estiver enganado, mas nem no jogo do Mónaco (A. Almeida) nem ontem, se viu o médio mais defensivo a descer para actuar quase como terceiro central, naquilo que se me parecia muito típico do Benfica de Jesus e que acabava por dar algum equilíbrio à defesa. Quanto ao Sálvio... Com pressão muito em cima e a sua tendência de se meter em sítios donde não consegue sair, ontem foi (mais) um jogo de bolas perdidas, mas onde o adversário não lhe deu tempo nem espaço para recuperar. Se a alternativa ao lugar não se chamasse Tiago era de ir ver uns jogos ao banco...

Roberto Baggio disse...

Bergkamp,

"Treino, erro, correcção, treino, erro, correcção."

Permite-me corrigir: Treino, erro, correcção, jogo, erro, correcção"

Anónimo disse...

O "Plan - Do - Check - Act" do futebol :)

FXF disse...

O Jesus e um óptimo treinador (dos melhores do mundo) na parte técnica e tactica.... No que toca a gestão de recursos humanos e leitura de jogo no banco, para mim, não é!

Ontem era notório que o meio campo do Braga estava mais forte que o do SLB na 2a parte e a substituição foi totalmente oposta! Péssima leitura!

Tentativa óbvia de tentar ganhar o jogo com base em individualidades.

Ainda para mais baixando o Enzo para 6 (joga 1/3) e o Talisca para 8 (não joga).

Eu, a ver o jogo disse que se fosse treinador, tinha tirado o Lima pelo Jonas e o Talisca pelo Andre Almeida.... E esta alteração era com o intuito de ganhar o jogo não defender! Não e por por jogadores na frente que se marcam golos, mas, o Jeses muitas vezes utiliza essa estratégia...



André Dias disse...

A mim parece-me que a principal diferença no comportamento defensivo e de controlo do meio-campo do Benfica este ano está no papel do segundo avançado. Ou antes no actor que o desempenha. É evidente que trocar Siqueira e Garay por Eliseu e Lisandro/Jardel é uma diferença abissal. Mas o apoio defensivo na primeira fase de construção do meio-campo adversário que o Rodrigo trazia era muito bom. Não só porque é difícil um avançado sozinho conseguir pressionar os defesas ou médios adversários de uma forma efectiva (vide Lima este ano), mas também porque o apoio do Rodrigo permite-o também muitas vezes ou fazer uma primeira linha de pressão com o Enzo, ou dar a hipótese de um bloco de meio campo defensivo mais baixo, garantido ele e o Lima uma primeira linha. Esse Benfica foi para mim o mais equilibrado destes anos do Jesus (mesmo fazendo muitos jogos com o Amorim a 6, um jogador muito culto tacticamente mas muito frágil nessa posição). O Talisca não tem nem perfil, nem capacidade física nem táctica para fazer o que fazia o Rodrigo. Limita-se normalmente a vaguear atrás da bola, um pouco como o Cardozo fazia. O Enzo por também andar a jogar com um nº6 ainda em adaptação ao lugar tem ficado mais atrás para não expor a equipa, daí ele parecer tão apagado este ano. O resultado é ver demasiadas vezes o meio campo adversário invadir a zona do Enzo e do nº 6 e daí bombearem bolas para cima do Eliseu e do Maxi ou aparecerem diagonais por trás do nº6. Isto disfarça em muitos jogos do campeonato mas pareceu-me evidente nos piores jogos da equipa - Zenit, Leverkusen e Braga pós 25m iniciais. É claro que existem muitos outros problemas individuais, de adaptação ou de entrosamento já aqui falados no blog, mas este fezada com o Talisca pode desiquilibrar muito a equipa ao longo do ano.

Roberto Donadoni disse...

Alguem me pode explicar o porquê de Jesus nem sequer convocar o Steven Vitoria???
O rapaz ainda esta lesionado?
A meu ver o Steven é superior tecnica/tactica e posicionalmente a este Lisandro...

Paranhose disse...

Agora que o jogo terminou, é fácil de ver que o Lisandro não deveria ter jogado, que o Samaris não devia ter saído...

Mas poxa, o JJ tomou aquelas que pareciam ser as melhores opções no momento!

Quem jogaria no lugar de Lisandro? Parece-me ser o melhor, dos que estão disponíveis, para jogar ao lado do Luisão, apesar das suas dificuldades.

A necessitar de ganhar, não faz sentido retirar o Samaris e colocar o Jonas? Quem se iria tirar? Talisca, o melhor marcador da equipa? Lima, não havendo um aumento de unidades mais ofensivas, e mudando a conceção dos 2 avançados?

E quem iria ele colocar mais a jogar? Bebé? Pizzi? Não havia soluções... Poderia até ter colocado Bebé, na minha opinião, mas só para acreditar que saíria alguma arrancada individual de qualidade...

Paranhose disse...

E não percebo qual o alarme que alguns fazem para o Benfica, pelo menos ao nível do campeonato!

Perderam apenas em Braga, ainda vão em 1º.

Além disso:
- O mais provável é que seja o Benfica a evoluir mais em relação aos seus rivais a partir de 2015. O pouco tempo de trabalho e aprendizagem de alguns jogadores com JJ está a ser preponderante.

- Lembrem-se que em 2015 regressam Fejsa, Ruben Amorim, Sílvio e Sulejmani. Pelo menos será possível maior rotatividade, e de qualidade.