terça-feira, 7 de outubro de 2014

O futebol que poucos entendem e... o golo!

Golo de Pepe, Bale e Benzema (sobretudo este)... no score, mais um golo de Ronaldo!

Pensa-se que, como em tempos passados no futebol, os defesas são para defender, os médios para correr o campo todo, e os avançados para marcar golos. Mas hoje, todos têm um papel activo no ataque e na defesa. Na recuperação e na ocupação de espaços. Na construção, na criação e na finalização. O jogo é cada vez mais colectivo. Cada vez mais equipas adoptam formas colectivas de resolver os problemas do jogo. E cada vez mais se exige aos jogadores pensar em função de uma forma colectiva de jogar.

Qual é a forma mais fácil de ultrapassar um adversário, num um contra um? Para mim é simples: criar um dois contra um.

Na forma como se idealiza o jogo por aqui, quer-se ver replicadas situações destas que o Real Madrid criou, permitindo a Ronaldo (que tem mérito zero no golo, apesar de ser apenas seu o nome que aparece no score) somar mais um. Situações de finalização fácil, onde qualquer infantil fosse capaz de finalizar. Quer-se 1x0 (com ou sem GR), 2x1+GR, 2x0+GR... Percebe-se o porquê de não se valorizar tanto o gesto final quanto os gestos anteriores? Porque o gesto final deve resultar como consequência de algo colectivo com sentido, e deve ser o mais fácil de todos eles.

Henry dizia há tempos, Esqueçam Ronaldo e Messi. Imitem Muller. E é isso mesmo. Esqueçam os fora de série que conseguem por si só construir, criar e finalizar (Messi). Pensemos em 99% dos comuns jogadores de futebol, e como é que se pode favorecer/facilitar a finalização deles. Para mim é óbvio: melhorando a construção e criação, por forma a que o gesto final seja o menos complexo possível.

Diego Costa continua a meter bolas lá dentro e Torres falha ocasiões que Diego não desperdiça. Argumento, para mim, falacioso. Se o Chelsea tem criado, no tempo de Torres (com Mourinho ao leme), as ocasiões que cria agora para Diego, não duvido que o score de Torres fosse muito parecido ao de Diego. Diferenças?! O Chelsea hoje cria muitas e muitas vezes situações de finalização fácil. Situações de grande qualidade. Não sei ainda se pelo brutal impacto que Fabregas tem tido no seu jogo, se por colocar os mais criativos em campo ao mesmo tempo, ou se por mudanças no trabalho de Mourinho. Outrora era muito mais difícil para o Chelsea marcar, precisamente porque as situações em que se tentava finalizar eram mais difíceis. De pouca qualidade.
Mas que Diego também falha é inegável. Como aliás qualquer outro avançado, por estar mais vezes exposto a situações finalização. Em Alvalade percebeu-se que ele falha, (1x0+GR), e contra o Arsenal percebeu-se o mesmo. Porém, Diego Costa tem os factores que o público gosta: é robusto, corre muito, bate em tudo e em todos, e aparece no score. Não é egoísta, só não percebe muito do jogo.

Não é fácil marcar golos em fora de jogo. Como se pode perceber, por aqui.

63 comentários:

Anónimo disse...

Mérito zero de Ronaldo no golo?!?
Quem apareceu na zona de finalização para criar um passe fácil para Bale? Quantos marcariam um golo tão fácil que vemos tantos falharem?
Quanto ao Diego Costa, a realidade é só uma, Torres falhava lances "fáceis" como esta em que o Ronaldo marcou e Diego Costa marca em lances de dificil dominio de bola e remate como no segundo golo contra o Arsenal.

Com isto não quero deixar de dizer que sou um leigo, fã do vosso site, e por isso dar-vos os parabéns e agradecer pelas inúmeras análises fantásticas que fazem e que permitem a pessoas como eu entender um pouco mais acerca de como é preparada e organizada uma equipa de futebol.

Bruno Araújo.

Brito disse...

Diego Costa vai acabar o campeonato com ~ 30 golos.. e eu vou continuar a ler por aqui que ele não entende o jogo.

Pedro disse...

Concordo com a ideia, continuo a não concordar com o desprezo que continuam a dar aos chamados "homens golo".

Essa do Torres ter menos oportunidades que o D. Costa não convence. O D. Costa tb falha, claro que sim, como falham todos. Mas marca como muitos não marcam. E isso é fundamental no futebol.

O jogo colectivo que vocês defendem é o mais indicado, sem dúvida e acho que ninguém vai discutir isso. A questão é que é impossível de aplicar durante 90 minutos, penso que concordam certo?
Nem o Barça o conseguia e muitas vezes precisou do tal homem golo resolver o que o colectivo não conseguia.

DC disse...

O Diego Costa lembrou-se que sabia marcar golos no ano passado. Os 7 anos anteriores tinha marcado 10 golos como máximo da época.
É bonito assistir a estes milagres que nada têm a ver com o jogo colectivo.

Anónimo disse...

Pedro se o Real criasse 100 lances desses e o Petr Chech fizesse 90, tu dirias que ele é um homem golo, um grande goleador, o melhor avançado do mundo. E por aqui, está tudo dito.

ASS: Roberto Baggio em modo anónimo, porque já n estou no meu PC.

PS: A caixa de comentários é só para ti. Considera-te sortudo :)

Dipeca disse...

DC, estás a ser injusto para o D.Costa. Não devias enterrar assim um homónimo teu, pelo menos. o Modelo de jogo do Chelsea no ano passado parecia o de uma funerária, tal a vontade de não querer criar mas sim enterrar as jogadas de ataque dos adversários. Este ano, com um modelo de jogo mais criativo mas com um DC hispano-brasileiro que consegue marcar e lutar contra todos, está encontrada aquilo que parece ser uma relação de mutualismo. O fábregas, Oscar e outros dão a criatividade e o futebol, ele dá a luta e encosta a bola lá para dentro.

joão nogueira disse...

Até parece que qualquer um pode ser um Diego Costa... Enfim, dizer-se que o homem não percebe o jogo rasa a ignorância. Qual é o objectivo do jogo Baggio?

Anónimo disse...

O mérito do CR7, é só um conseguir tanto golo como poucos na vida... porque aparecer no espaço certo é completamente desvalorizado? A técnica de meter o pé, a cabeça correctamente para levar a bola para dentro da baliza é completamente desvalorizada? Tantos pontas de lança, foram serviços por jogadores melhores que bale ou benzema e não se aproximaram dos registos do CR7... Não desvalorizem o mérito de quem o tem

Anónimo disse...

O torres há anos que anda a zero.... tenha quem tiver a servi-lo... Voces desvalorizam o homem chave do processo, o homem golo.... Uma equipa pode criar e criar e se não tiver um matador.... continua a criar e a criar, que não marca.... Não desvalorizem o último homem, contudo, concordo com aquilo que dizem apenas pecam por execessivamente desvalorizarem o homem golo

Pedro Ferreira disse...

FODA-Se BAggioo sempre um prazer ! ;)

Uma coisa é participar activamente na construção do lance de ataque que pode ou não originar um golo (Montero Jackson Benzema Etcc) outra é estar lá plantado à espera tipo coruja ( Cardozo Slimani etc).

Pode ser que agora se percebam as diferenças entre o tipo de jogador..

Abraço

Anónimo disse...

Diego Costa tem todos esses defeitos mas no fim o Chelsea ganha 2-0 e ele tem interferência direta nos 2 golos. No primeiro com um movimento que abre aquela auto estrada para Hazard e no segundo desmarcação, recepção e remate tudo bem feito, ter Fábricas também ajuda mas provavelmente Torres também fazia tudo igual mas na hora do remate falhava.
Pedro

Pedro disse...

"Pedro se o Real criasse 100 lances desses e o Petr Chech fizesse 90, tu dirias que ele é um homem golo, um grande goleador, o melhor avançado do mundo."

Diria que era homem golo nunca o melhor do mundo. E seria homem golo pq tinha a habilidade de aparecer no local certo e não falhar. Por alguma razão é ele que aparece mais vezes na cara do golo e não outro jogador.

Devolvo-te a questão: Se o Real criasse 100 lances desses e o Petr Chech falhasse 90, o que dirias dele?

"PS: A caixa de comentários é só para ti. Considera-te sortudo :)"

Não percebi mas agradeço à mesma a amabilidade. :)

Pedro disse...

Cardozo estava plantado?
Ok.

Torto disse...

https://www.youtube.com/watch?v=u6PzLJlXm88

Vejam a diferença do Chelsea. Algum dia o Torres tinha boas capacidades para finalizar como Diego tem o privilégio de ter?

Anónimo disse...

Questão absurda. Os supra valorizadores do golo são vocês. Não eu. o texto é bastante explicito nisso, ou não?!

"E seria homem golo pq tinha a habilidade de aparecer no local certo e não falhar."

Correr é uma habilidade brutal. rematar com o GR batido, tbm. finalizar em 1x0 tbm é. acho que n percebeste bem o texto. nem a comparação. tbm o Cech era capaz de marcar aquilo. tbm qualquer infantil seria capaz de o fazer (na respectiva proporção competitiva).

"Por alguma razão é ele que aparece mais vezes na cara do golo e não outro jogador."

sim, porque o modelo de jogo esta virado para ele. se estivesse virado para o Bale, Benzema, Chicharito, tbm eles tinham um supra aproveitamento de situações fáceis de finalizar. como tem, agora, Diego. e dos golos que marcou, há poucos, muito poucos mesmo de grau de dificuldade assinalável.

ASS: Baggio o Picareta ;)

Não precisas de perceber, é só porque tu és o polícia aí da blogosfera, tas a fazer escola, sinto-me intimidado xD

abraço

Anónimo disse...

Vejo o vosso blog há anos, e gosto muito do que aqui se escreve, caso contrário já não o abria.

No entanto, considero este um post infeliz. O Ronaldo ano após ano tem número de golos inacreditável, e isso é desvalorizado aqui. Se fosse fácil, algum jogador do Bayern deveria ter um número de golos pelo menos parecido, não?

O Diego Costa, é bem melhor que Torres, nem há comparação possível. E dizer que o DC só marca golos fáceis? Por favor.. as receções que ele faz não é para qualquer um, muito menos para o Torres.

Continuem o bom trabalho. Abraço

DC disse...

Dipeca, tenho que concordar com a relação Chelsea-funerária.
Mesmo assim, estou na dúvida se o Diego Costa não fará ainda de coveiro do Chelsea esta época :D

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Benzema é 1000 vezes melhor jogador do que o D. Costa - e não marca metade dos golos. Os incautos que perguntem ao CR7 se ele prefere jogar com o Benzema ou com o D. Costa.

Nesta jogada 70 por cento do golo é do Benzema, que faz um passe espectacular, e só ao alcance de meia-dúzia de pontas-de-lança.

Roberto Baggio disse...

Hoje o posse de bola fica aberto, até a meia noite, para quem quiser olhar para Torres e para as milhares de situações de finalização fácil por jogo. Olhar para todos os golos de Diego, até ao momento, e perceber as respectivas diferenças.

http://possedebolla.blogspot.pt/2014/05/o-chelsea-nao-tem-avancados-de-nivel.html?m=0

Moreira disse...

Alguém que ponha um vídeo para demonstrar aos admiradores do Diego Costa e do Luis Suárez o que é uma recepção de bola feita como deve ser senão vamos ter de aturar estupidezes dignas do Visão de Mercado para todo o sempre.

Alexander Sweden disse...

Penso que há alguma tendência para menosprezar a capacidade goleadora. Um goleador não o é apenas porque beneficia de uma conjuntura favorável, mas sim porque dentro desta é capaz de potenciar o sucesso (leia-se marcar golos). Quantos avançados falham golos feitos (Veja-se Postiga, veja-se Missé-missé). Quantas vezes não presenciamos a equipa criar uma conjuntura favorável e depois o avançado falha? E quantas vezes a equipa criou uma conjuntura favorável e depois o avançado simplesmente não está lá?
Para mim é bastante meritório um avançado que preencha dois requisitos:
-Estar em situações de concretizar a conjutura favorável da equipa;
- Concretizar essas mesmas situações;

Para ser extraterrestres basta acrescentar uma terceira qualidade:Capacidade de criar golos do nada.

Rui Dias disse...

Neste caso parece-me um conjunto de apreciações infelizes....

O que aqui se diz em relação ao dc não me parece de todo real! Pode ter ainda pica história e ser um jogador problemático mas não há dúvidas que na época passada e principalmente nesta tem mostrado grande capacidade! Se toma as melhores decisões? Creio que sim pois nunca se pode falar no abstracto...e na equipas onde esta/esteve inserido está é a abordagem escolhida! Se é o melhor modelo? Depende! No chelsea veremos...mas no atlético revelou-se como tal pois ganhou! Acho que permitir ao jogo apenas uma abordagem é te-lo como algo que não é!

Quanto á produção do Ronaldo....nunca fui um apaixonado pelo seu jogo...mas dizer que só tem aqueles números pela equipa onde está inserido parece me de mau gosto! Acham mesmo que outro bi seu lugar faria igual? Se assim é então porque é que não houve outros avançados a chegar a estes números? Não houve já outras equipas com esta qualidade do real a jogar para um avançado? Se asinha fosse os números do Ronaldo eram apenas normais e não são.....

JON disse...

Eu jogo futsal com amigos, pure fun, e sou quase sempre um dos melhores COLECTIVAMENTE. Entendo o jogo melhor que a maioria. Sou muito útil às equipas onde jogo (para o meu nível, claro).

No entanto, na cara do golo, muitas vezes não a meto lá dentro. Pé frio, diria!

O que mais gosto é ter alguém em quem meter a bola para a meter por mim.

Metê-la no saco tem o seu valor.

Se calhar, é bom haver um Diego Costa para um Fabregas/Oscar/Hazard...

Miguel Sousa disse...

Brilhante post! Ainda há dias em conversa com 2 amigos defendi o que está escrito aqui (não com tanto conhecimento obviamente) e eles chamaram me maluco. Só vêem o golo, só sabem valorizar quem marca.. o diego costa marca portanto para eles é uma estrela. O slimani marca e o montero não, logo o montero não presta. Já começo a achar que explicar a pessoas limitadas é uma perda de tempo. No futuro já não vou ter amigos com quem fale de futebol sem meter as mãos à cabeça, resta me este espaço... :)

Anónimo disse...

Não José, pelos vistos aqui ainda não perceberam porque esperaste por Diego Costa.
Os teóricos eruditos não se conformam com o teu primeiro lugar nem com a veia goleadora desse grande avançado chamado Diego Costa.
É claro que eles não se conformam por estarem a ser atropelados pela realidade. Daí que tentem dissimulá-la. Vale tudo.
DC marca mais do que FT? Ora isso é porque o Chelsea está a criar mais e melhores oportunidades... (ups, carago, agora tenho que mencionar o Mourinho mas vou fazê-lo só com um parêntesis, pode ser que não notem e crio já uma manobra de diversão chamada Fabregas)...
mais e melhores oportunidades devido, muito provavelmente, ao brutal contributo de Fabregas.

João disse...

Penso que a ideia não é desvalorizar o Ronaldo, mas sim a histeria sobre os 12 ou 13 golos já marcados como se ele carregasse a equipa às costas.

Podem ver a opinião do Baggio sobre o Ronaldo, procurem os posts de Outubro e Novembro:
http://possedebolla.blogspot.pt/search/label/Cristiano%20Ronaldo?m=0

O Real potencia o seu futebol colocando Ronaldo como referência, atenção. Mas valeria a pena, nesta guerra do melhor do mundo (num jogo em que o objectivo é o colectivo), o Messi começar a procurar marcar mais e construir menos?

Nota: Não acompanho tanto La Liga e acredito que o Ronaldo vá ser eleito justamente o melhor do mundo se continuar assim até Novembro, mas no geral Messi tem tudo lá e é tudo uma questão de momentos de forma (apoiados ou não por colectivos).

Baggio, ponderas deixar aberto o Posse de Bolla? Podiamos fazer uma "vaquinha" entre todos para vos pagar. :D

Anónimo disse...

DC, sei que desesperas por mais um desastre do Mourinho mas avisa os adversários para darem mais luta, a liga mais emotiva do mundo está demasiado monotona. Qualquer crítica ao Diego Costa (do qual nunca fui fã), neste momento, é pura birra ou tentativa formada de explicar o inexplicavel. Concordo com quase tudo que aqui é dito diariamente mas por mais que concorde que o cerebro é mais importante que a força ou a velocidade, há jogadores que contrariam a razão. Lembro perfeitamente dos post sobre o Suarez...e agora vejo o Liverpool...

Pedro disse...

Baggio, lá está.

Eu aceito isso que dizes, que nestas condições até eu marcava muitos golos (no fundo até sabes q não é bem assim mas adiante para não perdermos tempo nesta questão). O problema é que tu não consegues fazer sempre jogadas destas. Nem tu nem nenhuma equipa do mundo.

Repito, até o Barça, a equipa que mais esteve próxima do que defendem em muitos momentos precisou do tal homem golo para resolver o que o colectivo não resolveu.

"Os incautos que perguntem ao CR7 se ele prefere jogar com o Benzema ou com o D. Costa."

Concerteza que prefere o Benzema...o D. Costa marcaria mais golos e tirava-lhe o spotlight.
:)

PedroF disse...

Ao pessoal do LE, vocês fazem de propósito para ter uma caixa de comentários polémica, não fazem? Vá lá, admitam! :)

Grande post, um grande abraço de agradecimento por estes ensinamentos.

PS: Baggio, não te queres esquecer de fechar o PdB? Vá lá :)

PedroF disse...

Agora que reparo, enganei-me na conta e comentei com o nick JON eheh Muito bem dito, não acrescento nem um ponto. Acontece-me a mesma coisa. E sinto que quanto pior é o nível da equipa, pior jogo. Preciso que me acompanhem para que jogue melhor.

Alexander Sweden disse...

Relativamente a post do posse de bola:

A análise é uma lufada de ar fresco na blogosfera, no entanto, como sou uma das pessoas que mais percebe de futebol no mundo, não posso deixar de afirmar que pode levar a conclusões erradas. Passo a explicar porquê com direito a vídeo.

Tendo em conta que estamos limitados ao que a câmara capta (desvantagens de ver um jogo pela TV ou micar vídeos do Youtube) não conseguimos aferir se o Torres está em situações muito difíceis de resolver (inferioridade numérica, ou a bola não vem nas melhores condições) por culpa própria, porque não procurou a melhor posição no terreno, porque não tomou a melhor decisão (sem bola) ou porque efetivamente não tinha outra hipótese.

Tomar a melhor decisão (no momento ofensivo) não diz respeito apenas ao jogador que tem a bola. Jardel era dos melhores de sempre a tomar decisão sem bola no processo ofensivo e por isso marcava golos atrás de golos. Quando o Diego Costa aparece disponível para marcar não é apenas graças ao bom desempenho coletivo, mas também porque soube estar no lugar certo à hora certa. Toma excelentes decisões sem bola. Isso é fundamental num avançado. E parece-me que o Torres nesse aspeto é muito fraco. Olhando para este vídeo fico com a ideia que o avançado espanhol tem tendência a estar no local errado à hora errada. E penso que Mourinho percebeu logo isso.

O Diego Costa no golo marcado frente ao Arsenal transformou uma eventual situação de 1X2 + GR numa situação de 1X0 + GR, graças à boa tomada de decisão sem bola: https://www.youtube.com/watch?v=bwRODEZE36s

Não me custa acreditar que nesta mesma jogada o Torres engonhasse, ficasse à espera da bola, recebesse a bola e tentasse enfrentar os dois adversários para de seguida tropeçar nas pernas de um deles e de seguida alguém colocasse um vídeo a dizer que se encontrava numa situação muito difícil de resolver e que por isso a culpa não era dele, análise esta que estaria completamente incorreta. Cumpre a um jogador encontrar boas soluções (com e sem bola) e Torres parece-me que toma demasiadas más decisões (principalmente sem bola) daí ser um fiasco (tendo em conta o valor que o Chelsea pagou por ele). Precisa de uma conjuntura muito favorável para vingar. Não tendo, torna-se um jogador suficiente + mas sem ser um muito bom. É pena porque tem recursos técnicos e físicos para deslumbrar mas quando a cabeça não quer ou não pode torna-se difícil.

MFM disse...

O Diego Costa lembra-me o Salvio na maneira de olhar para o chão, olhar para baliza, puxar pelo físico e cá vai disto.

Nem sei como o Guardiola preferiu o Lewandowski.

LF disse...

Baggio,

Fechaste o Posse de Bola? Ou apenas pode aceder quem tem autorização? Se sim, será que poderei ter acesso?

Obrigado

HAN disse...

É engraçado que este debate de ideias tem seguimento de inumeros posts que já aqui discutimos. Pedem-se debates/seminários com experts.

Quem vão ser as próximas figuras do golo??
E quais as suas características??
Será que estes tem tendência para ?
Será que a importância e consequente responsabilidade dos jogadores mais avançados se vai dissipar?

A tendência atual aponta que a ganha impprtância.

Roberto Baggio disse...

"Repito, até o Barça, a equipa que mais esteve próxima do que defendem em muitos momentos precisou do tal homem golo para resolver o que o colectivo não resolveu."

O barça não esteve mais próximo de... O barça, esse barça, é tudo aquilo que eu defendo.
Agora diz-me lá um jogo, do Barcelona, no seu máximo esplendor, em 2010/2011, que eles não tenham criado, num jogo, pelo menos 3 situações desta natureza (1x0+GR, 2x1+GR, 2x0+GR, 2x2+GR, 3x2+GR).

Ivo Teixeira disse...

Senhores,

Ando para vos fazer esta pergunta à bastante tempo, e tendo em conta este post. Aproveito dado a referencia de um ilustre colega.

O que vocês pensam do Jardel?
Especialmente do Jardel que jogou em PT (que todos nós vimos durante uns anos). No Porto tinha uma equipa a jogar para ele, no Sporting algo mais umbilical com o J. Pinto.

Abraço,
Ivo Teixeira

DC disse...

yupppiiii arranjei um fã anónimo, finalmente :D

"há jogadores que contrariam a razão"
Mas por acaso concordo que o Diego Costa é um bocado irracional.

Anónimo disse...

Aproveito a deixa do Ivo Teixeira e pergunto ao Baggio o que achava do Drogba (no seu prime).

João Marinho disse...

o baggio pediu para dizer o seguinte :" tenho uma camisola do Drogba, aliás única que tenho de um clube, comprada por mim. E sobre o Jardel que lhes mostre isto: http://possedebolla.blogspot.pt/search/label/Jardel".. ele não pode responder porque está cheio de intensidade a visualizar um jogo do boavista do pacheco a tentar enfabular a cabritação daquela fantástica equipa.

Ivo Teixeira disse...

Boas recordações sobre o Jardel.
Voltando ao topic.

Agora estou a viver em Londres e tenho acompanhado de perto o Chelsea. Admito que tenho sempre a esperança que o Mourinho volte à clarividência da "ideia" que ele tinha nas primeiras épocas. Talvez seja essa esperança que sempre me tenha permitido perdoar o seu "darkside" nestes últimos anos.

No entanto esta época o homem e a equipa estão melhores. O equilibro daquele meio campo e fenomenal, a reação a perda de bola e excelente e a fluidez do jogo quando ainda está 0-0 é algo bastante agradável.
Neste contexto acho que todos concordam que será difícil ganhar a esta equipa.
Acho inclusive que o Mourinho anda a ler este blog e que decidiu perder a cabeça ao jogar com Hazard, Oscar, Fabregas tudo ao mesmo tempo. Tem sido bem interessantes as entrevistas ao Fabregas onde ele fala sobre as diferenças/exigências de comportamento táctico e posicional
do Barcelona e deste Chelsea.

Quanto ao Diego Costa, curiosamente vi o homem a jogar no Penafiel na altura. Uma besta de jogador. O que ele fez / tem feito não é fácil. Dou valor. Tenho estado atento a contribuição dele para a equipa. No contexto de organização defensiva é irrepreensível. No contexto de organização ofensiva tem executado bastantes movimentos positivos (em termos de criação de linhas de passe, costas para a baliza, profundidade, troca posicional, etc). Adicionalmente marca golos.

Por isso para já o homem esta a ser um jogador bem mais importante do ponto de vista de inteligencia táctica do que Eu (e muitos nos) esperávamos.

Abraço,
Ivo Teixeira


PS: O Boavista do Jaime Pacheco é a prova viva de que a fé e a crença no futebol movem mundos, nem que seja na base de uma invasão viking. Para quem passou de junior para senior pelas camadas mais baixas do futebol portugues, sabe perfeitamente o terror que é apanhar um Jaime Pacheco em campo (contra)

Hugo disse...

Deviam banir os Diegos e os Suarez do futebol. Cambada de coxos. Bons são o Torres e o Montero

fui disse...

De facto concordo em relação ao Diego Costa, nunca tinha pensado nisso desta forma. Mas no caso do golo do Ronaldo não há mais mérito? Ele mantém no local certo entre o defesa e o GR, isto sempre a correr e a ter de preocupar-se com o fora-de-jogo. Estas qualidades não devem ser valorizadas?
Abraço

Pedro disse...

"Agora diz-me lá um jogo, do Barcelona, no seu máximo esplendor, em 2010/2011, que eles não tenham criado, num jogo, pelo menos 3 situações desta natureza (1x0+GR, 2x1+GR, 2x0+GR, 2x2+GR, 3x2+GR)."

Exacto. Acabaste de me dar razão. Se o Barça conseguiu sempre criar esses lances em qqr jogo e se nem sempre teve sucesso nos mesmos está comprovado tudo o que disse acima. :)

Ou exiges que o Barça ou outra equipa qqr faça 50 lances desses e, aí, é natural que marque uns quantos ou então tens que ter aquele gajo que cria lances de golo e, muito importante, os marca. Como o Barça teve e tem para quando esses momentos que mencionas não conseguem ter o sucesso desejado.

Roberto Baggio disse...

Não pá. Tu achas que por não ter sucesso em dois jogos numa época, estou a dar te razão. Mas mais uma vez não podias estar mais enganado. O que te estou a dizer é que o Barcelona teve sucesso, a jogar desta forma em 95% dos jogos que fez. Sabendo-se que é "impossível" ganhar sempre. 95% parece-me um número muito bom. A ti 5% parece relevante.
Como vês, não te dei razão nenhuma. Mostrei-te sim, que uma equipa forte, e crie muitas situações destas, depende muito, mas muito mesmo, menos das grandes individualidades.

Cumprimentos e fico-me por aqui.

Anónimo disse...

vocês são cegos com o messi. ronaldo não cria? então como é que tem quase tantas assistências como messi neste ano civil? não tem mérito? estar no sítio certo é um grande mérito - e passam vocês eternidades aqui a falar em posicionamento e inteligência...

se ronaldo não ganhar a 3ª bola de ouro é um escândalo.

e essa tentativa de desacreditar o diego costa, meu deus do céu.

Rui Dias disse...

Grande Baggio por incrivel que possa parecer desta vez não consigo estar de acordo contigo e estou ligeiramente de acordo com o Pedro (mais incrivel ainda haha)!

O que "estas a dizer" é que o Barça teve aquele sucesso todo devido ao esquema de jogo....e descoras totalmente o facto de naquela equipa estarem XAVI, INIESTA e MESSI! Acho que isto diz tudo ou quase tudo...

Gosto da forma como vês e pensas o jogo mas acho que te esqueçes demasiadas vezes que o modelo de uma equipa só é possivel de implementar se a ideia do treinador for possivel de executar pelos jogadores que tem! Se tiveres um grupo de toscos que não fazem um passe, e se mesmo assim queres tentar ganhar o jogo...o melhor mesmo é esqueçeres a posse caso contrário não ganharás nada!

O futebol não é jogado apenas por equipas que têm excelentes executantes em todas as posições e parecendo que não isso conta muito!

Aquele abraço!

Se chorar-mos todos muito desbloqueias o Posse? hehe

GV disse...

Não há Barças por aí aos magotes, q tb tinha/tem individualidades q resolvem, inseridos num modelo que levou tempo a implementar (refiro-me ao período Pep).
Os treinadores tb têm q entregar resultados, por pressão externa ou por ambição própria, especialmente ao mais alto nível, e tomam opções que comprometem alguma qualidade e entram em circulo vicioso. É difícil não ter que abdicar, pontualmente que seja, do que se pensa, pelos resultados. O futebol de nível precisa de dinheiro e para tal precisa de adeptos com disposição para o gastar.
A forma como vcs abordam o futebol é brutal e de louvar (gosto de aprender aqui), mas na prática há muitos condicionantes.
Para atingir resultados, há compromissos entre o ideal e a prática, no futebol, como na vida.
Mas gosto bastante que continuem a partilhar a vossa abordagem ao futebol.
Cumps,

PS1: Não, não sou "amigo" do Pedro.
PS2: Não, não há "escola" alguma.

Pedro disse...

Baggio, tantas e tantas vezes que o super Barça venceu jogos pq o Messi tirou coelhos da cartola. Foram carradas deles.

Tu estás a confundir, talvez cego de "ódio" pelo mensageiro, os argumentos.

O Barça teve sucesso em 95% dos jogos jogando desta forma. Certo. Eu não estou a dizer que a forma de jogar do Barça não é uma forma de sucesso, bem pelo contrário, sempre a defendi. O que eu digo é que mesmo essa forma de jogar MUITAS vezes foi incapaz de resolver o jogo e foi preciso surgir o génio de Messi para desbloquear o jogo. E isso, repito, foram carradas de vezes.

DC disse...

Acho que, especialmente os anónimos, têm pontos de vista muito válidos, mas também devemos ter em conta que as experiências acumuladas demonstram que a valorização de factores subjectivos garante a contribuição de um grupo importante na determinação das condições inegavelmente apropriadas. Acima de tudo, é fundamental ressaltar que a complexidade dos estudos efectuados desafia a capacidade de equalização das regras de conduta normativas. Nunca é demais lembrar o peso e o significado destes problemas, uma vez que o acompanhamento das preferências de consumo acarreta um processo de reformulação e modernização das formas de acção. O cuidado em identificar pontos críticos no desenvolvimento contínuo de distintas formas de actuação pode-nos levar a considerar a reestruturação do sistema de formação de quadros que corresponde às necessidades.

P.S. Brahimi <3

Roberto Baggio disse...

Pedro, eu disse-te para me dizeres jogos. Escolhe lá os teus jogos, e nesses jogos vou-te mostrar pelo menos 3 situações das que citei.
Exceptuando 1/2 numa época desportiva.

Portanto, das carradas, escolhe, e eu mostro-te as imagens. Ou então, acabamos a discussão por aqui.

Abraço

PicaretaLeonina disse...

DC,

Bom texto. No entanto, o julgamento imparcial das eventualidades afecta positivamente a correta previsão das novas proposições. Evidentemente, a crescente influência da Comunicação Social ainda não demonstrou convincentemente que vai participar na mudança dos conhecimentos estratégicos para atingir a excelência. Percebemos, cada vez mais, que o fenómeno da Internet maximiza as possibilidades por conta do sistema de participação geral.

Gostaria, também, de enfatizar que o acompanhamento das preferências de consumo auxilia a preparação e a composição de todos os recursos funcionais envolvidos.

PS: شيكابالا<3

Gonçalo Matos disse...

Baggio,

Sabes o que era bom para ilustrares o que estás a defender? Por um video de uma equipa do Mister Valente de quando ele ainda jogava no CNS ou antes até. É uma clara demonstração que é possivel a uma equipa com piores executantes ter modelos de jogo com uma qualidade MUITO acima da média e ainda por cima obter resultados bons.

Relembro as palavras do treinador do Moreirense no ano passado, que disse ao Valente que "jogar à barcelona era mto bonito mas não ganhava sempre". E que ele logo veria como era em Moreira de Cónegos. Resultado, o Aves foi lá ganhar 2-0, com o tal futebol à Barcelona.

Anónimo disse...

Que bom para o aves, pena que só vejo o Moreirense na 1 Liga...

Pedro disse...

"Escolhe lá os teus jogos, e nesses jogos vou-te mostrar pelo menos 3 situações das que citei."

Baggio, às vezes penso que é mesmo má vontade da tua parte . Apre!!

Podes mostrar 3 situações ou 20 situações. O que é isso tem q ver com o que eu estou a dizer? Eu estou a falar em jogos em que essas 3 situações não deram golo. Em momento algum disse q essas situações não aconteceram.

Ao menos percebe essa parte!!! :)

Roberto Baggio disse...

Pedro, eu estou a dizer-te para me mostrares 5 jogos onde essas situações não tenham dado golo. Ora 5 jogos em 60, é +/- 10% dos jogos de uma época. Mostra lá isso se conseguires.
E depois, talvez percebas o que se quer dizer com NA MAIOR PARTE DO TEMPO, e o porquê de se valorizar mais isso do que os outros 10%. Talvez por 90% representar uma fatia maior.

Pedro disse...

Ok. É escusado.
:)

tó pereira disse...

Baggio deixa-te de tangas... percebeste a ideia do Pedro mas estás a pedir exemplos como se alguém se desse ao trabalho (só tu mm! haja tempo livre...) de ir analisar os jogos do Barça das últimas épocas e ver de que forma foram feitos os golos do Barça. O facto de te dares ao trabalho n signfica que tenhas razão. Significa que perdeste argumentos para refutar o óbvio (importância dos golos e dos jogadores que marcam golos que aparecem fora do modelo!) e que estás a tentar ganhar por cansaço dos que discutem contigo.

Estas paranóias em relação ao diegos costas do mundo e até ao ronaldo só me fazem pensar que és completamente "overrated" e que ou isto é conversa de blogosfera onde cada um pode dizer o que quer por trás do anonimato ou então que és muito mais fraco do que algum dia imaginei. Nesse caso limitas-te a "encenar" competência através de uma série de imagens e esquemas que dão trabalho (parabéns!) mas que n significam que tenhas razão (muito menos sempre!).

Cumprimentos... e cai na real!

Anónimo disse...

É lá! to! cowboy... Entraste com tudo hein! Isso é que é fé filho!
No meio de tanto tempo para escrever, zero argumentos (haja paciência para estes gajos novos que vêm aqui só para dar uso ao teclado). És deveras fantástico. E muita forte.

Ricardo Cunha disse...

Comparar o Diego Costa com o Torres está quase ao mesmo nível de dizer que o André Martins é o melhor médio Português.

Roberto Baggio disse...

Oh Maldini, não dá para eliminar os comentários das tartarugas sfv?
É com cada uma...

DC disse...

Eu só tenho a dizer que, sendo a pessoa que mais futebol percebe no mundo a seguir ao Alexander, é evidente que quem encenou competência aqui foi o PicaretaLeonina porque aquele árabe é claramente falsificado.

Dipeca disse...

Eu só tenho a dizer que sou a pessoa que mais futebol percebe no mundo a seguir ao Alexander e ao DC

Artur Semedo disse...

Ao contrário destes afortunados camaradas, eu não tenho nada... o pinto telefonou-me a dizer para apostar no BES, que a vaca estava a render, mas entretanto perdi tudo. Resta-me o bigode.