quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Os apoios frontais que tanto me apaixonam... e Gundogan.

Veja-se a qualidade, e criatividade do médio do Borussia. Que falta tem feito ao futebol de Klopp este brilhante médio.
De realçar o 442 clássico como o de Jesus, no último terço e com a bola no meio com 4 homens nos 4 defesas adversários. Dois por dentro, dois por fora, com intenção de penetrar pelo corredor central. O objectivo é abrir espaços na linha defensiva adversária. Portador da bola com uma cobertura (o perigo reside nisto, que não permitirá uma forte reacção à perda se for interceptada no corredor central).
A partir do minuto 1:28.

20 comentários:

Anónimo disse...

O Gundogan faz que vai e não vai e eu juro que vi o tipo do Galatasaray a cuspir um rim...

Anónimo disse...

Que saudades deste Gundogan.
Iguais quantidades de talento e massa gorda.

Anónimo disse...

tb fiquei impressionado com esse golo, pela resolução da jogada pelo turco. a forma com procura o meio para desequilibrar, em vez de lateralizar automaticamente, era um bom manual para o fcp do lopetegui (que espero não comece a fazer isto).

anónimo das 14:08

Miguel Sousa disse...

Tão simples e tão bom :)

Alexander Sweden disse...

O primeiro lance deste vídeo é demonstrativo que não bastam boas decisões, se com elas não houver capacidades físicas por parte dos colegas. Verifique-se o "pique" do recetor da bola. Muito ficariam nas covas, e a boa decisão ter-se-ia convertido num passe errado. Daí a importância do físico em prole do intelecto. Ter boas ideias não basta, é necessário que haja capacidade física e técnica para que estas continuem a ser boas ideias. Quaresma é mau a decidir mas compensa muitas vezes esse facto com uma soberba qualidade em determinados aspetos físico-técnicos. Daí que haja alguns seguidores deste blog que não conseguem entender porque o Postiga é tão mau e está no no banco e Diego Costa é tão bom e está na glória. A boa decisão só por si é uma mão cheia de nada.

Paranhose disse...

Até parece simples.

Portador da bola vai em condução, assume 2vs1 com um dos AVs e defesa adv. e é só soltar no colega.

Outra virtude da jogada é que o Gala não tinha solução: se os laterais fechassem mais, a bola ia para os gajos rapidíssimos das alas.

De facto o portador só tem uma cobertura of. naquele momento, mas falta ver o resto da equipa.

Gonçalo Matos disse...

Sweden,

Obviamente que os aspectos físicos contam. O que muita gente acha, eu incluido, é que não são os mais importantes. Tu tens de ter um minimo de indices fisicos para disputar o jogo. Quanto ao Quaresma, não concordo nada com a tua opinião. Ele não deixa de perder a maioria das bolas por ter esses indices técnicos e fisicos de que falas.

moskow disse...

lembra-me o Xavi...

Alexander Sweden disse...

Nao se trata de um minimo de indices fisicos, é preciso muito mais do que isso. Indices minimos nao seriam suficientes para o jogador do Dortmund ter agarrado aquela bola. Indices minimos de tecnica tambem nao seriam suficientes para que a bola ficasse presa ao pé para depois sim ter tomado uma boa decisao. Futebol nao é xadrez. Decisao é importante mas centrar grande parte da atencao a esse aspeto partindo do principio que um jogador profissional tem o resto das competencias leva ao erro e ao absurdo. Depois é normal que dentro dessa perspetiva se considere jogadores que sao excelentes, banais e vice versa.

jorge gaspar disse...

"Daí que haja alguns seguidores deste blog que não conseguem entender porque o Postiga é tão mau e está no no banco e Diego Costa é tão bom e está na glória"

A glória que o Diego Costa está a viver já eu vi milhares de vezes no futebol, e na maior parte dos casos já ninguém se lembra desses momentos nem desses jogadores.

Eu que não gosto nada do Postiga não acho que o Postiga seja um jogador fraco por qualquer limitação fisica.

"Quaresma é mau a decidir mas compensa muitas vezes esse facto com uma soberba qualidade em determinados aspetos físico-técnicos"

Compensa? quando? sempre que vai no confronto físico perde. Sempre.
Nunca vi o Quaresma ganhar um lance usando o confronto fisico. Aliás o Quaresma até tem alguma dificuldade em mudar de velocidade, sendo que quando está parado e tenta partir para a finta acaba sempre por perder a bola porque o adversário é sempre mais rápido que ele na mudança de velocidade, é quando está em corrida que ele consegue ser melhor no um para um.
Portanto, ele não compensa o facto de decidir mal com atributos fisicos mas sim com qualidade técnica muito acima dos demais. Infelizmente essa qualidade técnica não chega para deixar de perder a bola 90% das vezes.
Um dos jogadores mais limitados fisicamente que me lembro ganhava todos os duelos fisicos. Sempre que queriam impor o fisico sobre ele ou faziam falta ou ele já tinha passado por eles. Chamava-se Deco e fumava praí 3 maços por dia. É óbvio que podia estar aqui a falar de muitos outros exemplos, como o Iniesta ou o Xavi ou o Pirlo, ou o Verrati ou mesmo o Messi.

As teorias que não se adaptam á realidade devem ser descartadas. É pena, que haja quem queira á força que a realidade se adapte ás suas teorias.

P.S. No final desta época falar bem do Benzema e do Montero vai ser banal (como é óbvio não estou a fazer comparações). Começam os golos e começam os retardados a mudar de opinião. veremos se não tenho razão.
No inicio da época ouvi dizerem que o Di Maria era 1000 vezes melhor que o James e que o Real estava muito pior. Mais uma vez, devem estar quase a mudar de opinião.

Pedro disse...

"A glória que o Diego Costa está a viver já eu vi milhares de vezes no futebol, e na maior parte dos casos já ninguém se lembra desses momentos nem desses jogadores. "

Lembram-se de quem então? Dos Postigas?? Menos...

Alexander Sweden disse...

Jorge gaspar,

Eu escrevi "aspetos físico-técnicos".

Não acho que o Quaresma tenha grande capacidade física per si, mas perante os grandes atributos técnicos que possui (receção da bola, remate, drible) estes só são relevante porque são suportados por excelentes aspetos físicos. Sem eles a técnica corre o risco de ser efémera. Aspetos técnicos e físicos andam de mãos dadas.

Dou um exemplo. Ronal Koeman era fabuloso no aspeto do remate. Por outras palavras, era tecnicamente evoluído no que respeita ao remate. Sem capacidade física associada a este vertente de técnica nunca teria mandado tanto balázio com sucesso.

Qual a razão do Cristiano Ronaldo trabalhar tanto a vertente física? Não será apenas uma questão de vaidade. Ele sabe que para potenciar os seus índices técnicos estes devem estar suportados em aspetos físicos assombrosos.

Às vezes denoto o erro de muitos comentadores deste blog pretenderem encaixar tudo nas devidas prateleiras, para ficarem descansados e pensarem que percebem de futebol, quando as prateleiras estão todas ligadas entre si. E depois somos obrigados a ler barbaridades que dizem que o Postiga é bom jogador. Analisando apenas uma das gavetas, até pode ser, mas na comunicabilidade com as outras, manifesta-se um jogador fraco. Que é aquilo que é realmente é, fraco. Analisar um jogador apenas numa determinada perspetiva leva a um erro de avaliação. Um jogador tem de ser avaliado num conjunto de competências interligadas entre si. Diego Costa é fraco na decisão? Podemos considerar que sim, só que compensa com outros aspetos que deixa a léguas jogadores que só são bons na decisão. É muito pouco ser-se bom na decisão e esquecer tudo o resto. Eu não quero na minha equipa um jogador que só decida bem. Seria dispensado se não evoluísse em outros parâmetros.

Quaresma tem altos índices físicos perante os índices técnicos que revela. Isto não significa que seja um portento de força ou mais veloz que os demais. Significa sim, que perante os aspetos técnicos que ostenta, os critérios físicos não o deixam ficar mal. Já experimentaste mandar alguma trivela foguete? Achas que o golo do Lamela é apenas técnica? Experimenta rematar de letra , num gesto técnico perfeito, e verás que a bola saí a uma velocidade ridícula se não suportada por aspetos físicos fora do normal.

Quaresma decide mal, mas compensa muitas vezes isso com outras componentes importantíssimas no jogo. E por vezes essas componentes tornam um jogador mais importantes que um jogador que decida quase sempre bem mas em que lhe falte tudo o resto.

Anónimo disse...

Alexander Sweden

Para melhor compreensão do teu argumento:

1)Gostava que definisses o que são «altos índices».
"Quaresma tem altos índices físicos perante os índices técnicos que revela."

2)Como julgas que Ricardo Quaresma decide mal? Baseias-te na sua carreira toda? Baseia-te nos últimos 10 jogos?
"Quaresma decide mal, mas compensa muitas vezes isso com outras componentes importantíssimas no jogo"

3)"Ter boas ideias não basta", mas não as ter é como colocar qualquer atleta de atletismo a jogar futebol profissional(falsa questão).

As ideias nascem na necessidade de resolver o problema que lhes é apresentado no jogo «COLETIVO». E aí se faz a diferença, ou achas que para o "C.Ronaldo" a principal preocupação|atenção|PRIORIDADE é o "físico" como denoto no teu discurso?

Nota: É importante sim (essa disponibilidade Fisiológica|Fisionómica para a EXPRESSÃO do seu ser) mas apenas como esta nota. Secundária.
Na minha opinião.
HN

Alexander Sweden disse...

HN,

Diz-me só uma coisa. És dos génios que considera o Postiga bom e o Diego Costa mau? É que se fores, não leves a mal mas não te vou responder, porque seguramente estaremos a falar de desportos diferentes.

jorge gaspar disse...

"Quaresma tem altos índices físicos perante os índices técnicos que revela. Isto não significa que seja um portento de força ou mais veloz que os demais. Significa sim, que perante os aspetos técnicos que ostenta, os critérios físicos não o deixam ficar mal. Já experimentaste mandar alguma trivela foguete? Achas que o golo do Lamela é apenas técnica? Experimenta rematar de letra , num gesto técnico perfeito, e verás que a bola saí a uma velocidade ridícula se não suportada por aspetos físicos fora do normal."

Isto não faz sentido nenhum.
As trivelas do Quaresma e os passes de letra dependem de atributos fisicos? Que absurdo.

"Não acho que o Quaresma tenha grande capacidade física per si, mas perante os grandes atributos técnicos que possui (receção da bola, remate, drible) estes só são relevante porque são suportados por excelentes aspetos físicos. Sem eles a técnica corre o risco de ser efémera. Aspetos técnicos e físicos andam de mãos dadas."

Já te dei exemplos de jogadores fisicamente piores que o Quaresma que são muito melhor jogadores, e em muitos casos até são jogadores com menor capacidade técnica.
O problema do Postiga não tem nada a ver com condições fisicas.

"Qual a razão do Cristiano Ronaldo trabalhar tanto a vertente física? Não será apenas uma questão de vaidade. Ele sabe que para potenciar os seus índices técnicos estes devem estar suportados em aspetos físicos assombrosos."

Os indices técnicos do Ronaldo eram muito superiores quando ele tinha poucas preocupações com a vertente física. Basta ver os jogos que ele fez antes de ir para o Manchester e nos primeiros jogos no Manchester.
O Ronaldo abdicou daquilo que era para se tornar um jogador de muitos golos. Em equipas de grande nível o Ronaldo será sempre um grande marcador de golos. Em equipas mais fracas será sempre um jogador um pouco apagado. Não é por acaso que na selecção Portuguesa foi durante muito tempo um jogador muito apagado. Basta olhar para o 1x1 do Ronaldo agora e para o 1x1 do Ronaldo aos 17 anos. Nem parece o mesmo jogador, aos 17 anos nesse aspecto de jogo era 100 vezes melhor.

O trabalho fisico do Ronaldo permite-lhe ser muito bom apenas num aspecto do jogo, que é na desmarcação. Não lhe dá mais nada. Não sei se ele tem ou não noção disso.
Sempre que o Ronaldo disputa um lance em que existe contacto físico ou atira-se para o chão, ou simplesmente desiste do lance e fica a reclamar falta.
Os atributos físicos do Ronaldo servem apenas para aumentar a velocidade de arranque e a velocidade de ponta. É engraçado que quem atribui tanta importância aos aspectos físicos do Ronaldo se esquece do que ele jogava aos 17 anos sem fisico nenhum.

"Às vezes denoto o erro de muitos comentadores deste blog pretenderem encaixar tudo nas devidas prateleiras, para ficarem descansados e pensarem que percebem de futebol, quando as prateleiras estão todas ligadas entre si"

É engraçado que esse critica também se aplica a ti.

Anónimo disse...

"Já experimentaste mandar alguma trivela foguete? Achas que o golo do Lamela é apenas técnica? Experimenta rematar de letra , num gesto técnico perfeito, e verás que a bola saí a uma velocidade ridícula se não suportada por aspetos físicos fora do normal."

Esta foi a bacorada do ano!!!!!!!!!!!

HAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHAAH

Qualquer jogador de futebol do escalão júnior tem a força para fazer aquilo. Pode é não ter o jeito (técnica do foguete hehehehehehehe). Não sejas ridículo Alexandre.

Gonçalo Matos disse...

Sweden,

Não me leves a mal, mas tu não percebes porque se critica o Diego Costa. Assim como não percebes porque se critica o Quaresma.

Esses dois, só não são top mundial porque têm capacidades de decisão fracas. Isto é, em contextos em que seja necessário tomar decisões complexas, a coisa vacila. Obviamente que compensam com outras características, caso contrário não seriam jogadores de futebol.
Quanto à lição que pretendes dar aos autores do blog, é melhor leres um bocadinho mais do que se escreve aqui. Se há alguem que analisa os jogadores, treinadores, equipas sem por em prateleiras, como tu dizes, são os autores do blog.

"Decisao é importante mas centrar grande parte da atencao a esse aspeto partindo do principio que um jogador profissional tem o resto das competencias leva ao erro e ao absurdo"

Se são profissionais, podes ter a certeza que têm esses indices fisicos, porque adquirem-se no treino e no jogo.

" Depois é normal que dentro dessa perspetiva se considere jogadores que sao excelentes, banais e vice versa."

Excelentes tendo o que em conta? Porque é que o Diego Costa é excelente? Ou o Quaresma? Porque um marca golos e o outro faz fintas? Então e quando o Diego Costa nao marcar? Relembro-te que ele já é profissional há mtos anos e que estes numeros de golos so apareceram à um ano.

Alexander Sweden disse...

Jorge, indices tecnicos nao sao necessariamente fintinhas.

Aqueles tipos que quebram tijolos com as maos fazem no com base na tecnica e atributos fisicos. A trivela foguete exige capacidade tecnica e atributos fisicos. Experimenta no teu jardim.

Os atributos fisicos do Ronaldo servem para mais do dizes (baseado naquilo que escrevi). Para saltares mais alto qq licenciado em educacao fisica te explica o treino fisico apropriado.

Aos 17 anos ronaldo ja tinha muita capacidade fisica e muito treino em cima. Nao sao so os porteiros de discoteca. Acho q nao sabes o que é capacidade fisica. Nao é sinonimo de lutador de sumo, pelo menos no futebol.

Anonimo, nunca jogaste futebol de 11. Ficam te ben os óculos de massa enquantas falas de futebol. Convem, para veres o postiga jogar.

Alexander Sweden disse...

Eu não critiquei explicitamente os autores deste blog que leio assíduamente. Discordo de muitas coisas que advogam, mas o meu post no meu blog visou muitos dos comentadores a este blog e não os seus autores. Nunca vi os autores do Lateral Esquerdo afirmar que o Diego Costa não presta e que o Postiga é muita bom (o que não significa que nao o tenham escrito ou defendido).

Já pensaram que muitos dos que escrevem aqui pensam de forma distinta do Mourinho. Este pagou um balúrdio para ter o espanhol e mete o a jogar e está sempre a falar nele. Em que devemos acreditar? Significa isto que o Mourinho tem sempre razão e que não podemos pensar pela própria cabeça? Claro que não, mas um bocadinho de pudor não fazia mal a ninguém.

Estar obcecado com a decisão, como se isso fosse a única coisa importante é um disparate. Mourinho felizmente já percebeu isso desde cedo. Anda todo o mundo enganado e vocês comentadores certos? Fariam melhor que o Mourinho baseando-se numa premissa completamente falaciosa?

jorge gaspar disse...

"Os atributos fisicos do Ronaldo servem para mais do dizes (baseado naquilo que escrevi). Para saltares mais alto qq licenciado em educacao fisica te explica o treino fisico apropriado"

Mas o facto de o Ronaldo saltar muito alto permite-lhe fazer 1 ou dois golos a mais por ano (quanto muito). Não lhe dá mais nada. Pode passar 5 horas por dia a melhorar a impulsão para se tornar melhor em algo que não tem praticamente importância nenhuma. Um bom licenciado em educação fisica irá te dizer, que a não ser que queiras fazer salto em altura, não faz sentido treinares essa vertente.

"Aqueles tipos que quebram tijolos com as maos fazem no com base na tecnica e atributos fisicos"

E os que quebram dentes com cimento?

"Aos 17 anos ronaldo ja tinha muita capacidade fisica e muito treino em cima."

qual é a tua definição de capacidade fisica? é ser rápido ou fintar muito?

"Estar obcecado com a decisão, como se isso fosse a única coisa importante é um disparate."

Ou então és tu o disparate.