quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Os bons e os melhores. Onde Sálvio é rei.

A diferença entre os bons e os melhores estará sempre nisto. Sabendo-se que as qualidades técnicas e físicas de Sálvio são de top, é uma pena que o cérebro não o acompanhe na devida proporção. Assim, será sempre um bom jogador, quando poderia figurar na mesma galeria dos melhores. A diferença tem um nome: tomada de decisão. Procura incessante do corredor lateral, procura constante de inferioridades numéricas, vertigem e precipitação. Busca pela notoriedade.
Os melhores, serviam-no numa bandeja para Gaitan. Sálvio é isto. Os melhores, ainda que seja a notoriedade a estar em causa, e sobretudo quando o resultado ainda está por fazer, oferecem as luzes aos colegas. Os bons tentam aparecer na ribalta. Os melhores dão o golo, os bons tentam fazer golo. Depois de um lance fantástico, Gaitan merecia aparecer a finalizar, Gaitan merecia que o lance tivesse tido outro final. 
Sálvio será sempre um jogador a ter em conta, e conseguirá sempre em campeonatos como o português ser rei. Mas, compensará o seu rendimento as centenas de vezes por jogo em que compromete a equipa?! Fica a questão.

43 comentários:

Gonçalo Matos disse...

pode fazer o exercicio com o Tello. kkkk

POC disse...

Durante o jogo, a ver esse lance, disse à malta, em tom de desespero: Este Salvio é quase um Quaresma, só que em bom.

Tira-me do sério. Não me aguento a ver um gajo com tanta qualidade fazer tanta borrada grave.

Anónimo disse...

o melhor treinador português segundo este blog, não consegue ganhar aos dois treinadores portugueses do seu grupo... e o slb nestes 5 anos de JJ é uma porca vergonha na champions.... Como o Grande MOU e este sim o melhor treinador do mundo, #há treinadores que estão no grupo de elite de treinadores por treinarem clubes de elite$... e o JJ é um caso simples disso... E a sua besta negra Vítor Pereira não está neste grupo.... E o CR7 aquele jogador que não é valorizado neste blogue, bate recordes atrás de recordes... No futebol, o importante é ganhar e quem ganha consecuticamente.... não quem fica perto de ganhar e nada ganha... isso é insucesso

R.B. NorTør disse...

Felizmente pudemos compará-lo com o "Tiago" e assim perceber que as coisas podiam ser muito piores... =/

Edson Arantes do Nascimento disse...

Foda-se... Caralho para o Salvio. Meu rico Markovic (lágrimas).

Anónimo disse...

Permitam-me a pergunta uma vez que eu nunca trabalhei com jogadores séniores, apenas na verdade crianças.

Com tempo não é possível alterar o perfil de um jogador como o Salvio se durante o treino e os exercícios for constantemente guiado para uma tomada de decisão mais colectiva e acima de tudo mais vantajosa?

Com tantos anos de Jesus não mudou nada, ou muito pouco.

Abraço
Sérgio

Guilherme disse...

O problema é a falta de competitividade do campeonato português, que impede que as lacunas do Salvio sejam tão determinantes e evidenciadas regularmente. Porque ele so não compensa em jogos de dificuldade média-alta para cima, ou seja Europa; e caso tenham treinadores decentes Porto e Sporting.
Mesmo que um Arouca apareça bem organizado o Salvio mais tarde ou mais cedo finta-lhes os defesas de olhos fechados. Assim como fintará 95% dos outros defesas da Liga, incluindo os do Benfica: é um Quaresma de 2007 basicamente.
Ou seja, para bem da equipa ele devia estar no banco, mas enquanto continuar a marcar e a furar em Portugal ninguém lhe toca. Estatutos, golos e estatísticas: péssima combinação.

O mesmo vale para o resto da equipa, aparte o Gaitan e o Enzo (e estou a ser simpàtico): é essa falta de estimulos e competitividade que impede os benfiquistas de perceber o real valor individual do Benfica. Mas como o pessoal quer é dançar à borda de um vulcão e não aprendeu nada com o Porto, o JJ é que "não tem pedalada para a Champions" etc etc etc

Veremos, a procissão ainda vai no adro. Mesmo a Liga Europa deve ir pelo canudo, mas o Silvio vai voltar aos relvados, o Samaris e o Lisando vão melhorar os posicionamentos, e o Artur vai se lesionar!

Guilherme disse...

O problema é a falta de competitividade do campeonato português, que impede que as lacunas do Salvio sejam tão determinantes e evidenciadas regularmente. Porque ele so não compensa em jogos de dificuldade média-alta para cima, ou seja Europa; e caso tenham treinadores decentes Porto e Sporting.
Mesmo que um Arouca apareça bem organizado o Salvio mais tarde ou mais cedo finta-lhes os defesas de olhos fechados. Assim como fintará 95% dos outros defesas da Liga, incluindo os do Benfica: é um Quaresma de 2007 basicamente.
Ou seja, para bem da equipa ele devia estar no banco, mas enquanto continuar a marcar e a furar em Portugal ninguém lhe toca. Estatutos, golos e estatísticas: péssima combinação.

O mesmo vale para o resto da equipa, aparte o Gaitan e o Enzo (e estou a ser simpàtico): é essa falta de estimulos e competitividade que impede os benfiquistas de perceber o real valor individual do Benfica. Mas como o pessoal quer é dançar à borda de um vulcão e não aprendeu nada com o Porto, o JJ é que "não tem pedalada para a Champions" etc etc etc

Veremos, a procissão ainda vai no adro. Mesmo a Liga Europa deve ir pelo canudo, mas o Silvio vai voltar aos relvados, o Samaris e o Lisando vão melhorar os posicionamentos, e o Artur vai se lesionar!

Laranja disse...

O Bébé faz me pensar que eu ainda era gajo de ser titular no SLB

Roberto Baggio disse...

"Assim como fintará 95% dos outros defesas da Liga, incluindo os do Benfica"

Disseste tudo! Com esse sucesso nos treinos, impossível mudar o que quer que seja.

Acho que ninguém sabe/pensa/imagina o festival que é Sálvio no treino...

GV disse...

Concordo com o post.
O Salvio é capaz de se livrar de 2 adversários e a seguir ter uma excelente linha de passe mas... mtas vezes prefere procurar outros 2 ou rematar. Parece que é para os apanhados...

Já o JJ insiste na simulação do 3o medio... Perde um 2o avançado que tem faturado no campeonato e ganha um "não se sabe bem o quê" na liga dos campeões. Assuma de vez que o Talisca (ainda) não é para estes jogos. As substituições tb foram do melhor... Não há palavras...
Estas primeiras partes do Benfica na champions são demasiado fracas e antecipáveis. Na mha opinião o Benfica desperdiçou uma oportunidade de tentar ser um pouco mais feliz contra a equipa com a qual disputa o título de pior do grupo (independentemente do lugar em q cada uma fique). Vamos ver como vai ser em casa.

Cumps,

Edson Arantes do Nascimento disse...

Tirando a oferta do Lisandro, em 80 minutos - depois da expulsão a história é outra -, o Monaco fez um (1!) remate à baliza do Benfica. Que o Artur encaixou nas calmas.

E o Benfica teve quatro bolas na cara do guarda-redes, que foram bem defendidas e outras mal finalizadas.

O Talisca jogou mal? Em que jogo?

Benfas disse...

Já pensaram na hipótese que muito dos erros sistemáticos que tem na tomada de decisão são consequências do que o treinador lhe pede para fazer?
Se o que ele faz fosse contra a ideologia do treinador certamente que jogava menos.
Fica a sugestão de análise

GV disse...

O Talisca jogou mal (quase) sempre que o Benfica perdia ou não tinha a bola.

Anónimo disse...

Edson ...típico ! Depois dos comentários ao Fcp...
Estranho ou não, ver a descupabilização a Jesus...
O Mónaco teve a melhor chance de todo o encontro...teve a lesão de Berbatov..Que estatística treta é essa? Só um remate? E o lance na barra? Depois quer ser levado a sério ...

No final apertou ainda mais o Benfica...com a expulsão Justa de Lisandro!
Jesus a queixar-se ... Deve pensar que é como cá em Portugal!
Que ficou fragilizado com a entrada de Tiago...Enzo e Gaitan eram os motores...
Curiosamente as subs foram retirar a posse de bola ao Benfica..
Catedrático e guru sem dúvida !

Marco Borges

Paolo Maldini disse...

estragaste-me o post.

n vi o jogo, tava agora a ver o resumo, tirei foto à tv, vinha todo contente por ter material novo e já cá estas tu...

Paolo Maldini disse...

n é por acaso que o Salvio foi dispensado do Atletico 2x. Sim, na 2a foi vendido... mas, se o Atletico n se quisesse ver livre dele... Afinal, é o Atletico q tem poder p comprar ao SLB e nao o contrário...

Anónimo disse...

Este Edson inventa factos para validar o quê?
O Mónaco na primeira parte manietou o Benfica nos primeiros 30 minutos.
Quando o Mónaco perde Berbatov, coloca um puto o Martial...
Mas continuem a marrar...

Augusto Costa

Pedro Ribeiro disse...

Mais uma vez, pensei em vocês ao ver este lance em direto. Crucificar JJ nem é conversa de café, é mesmo de tasca gordurosa.

jorge gaspar disse...

"pode fazer o exercicio com o Tello. kkkk"

Essa comparação entre o Tello e o Sálvio ou entre o Quaresma e o Tello (já vi algures por ai essa comparação) não faz sentido nenhum.
O Tello abusa por vezes na jogada individual, mas na maior parte das vezes, tendo um colega em melhor posição, faz o passe. Até tem sido no fcporto um dos que tem feito mais e melhores jogadas colectivas. Os melhores jogadores tendem a abusar da jogada individual porque a probabilidade de essas jogadas feitas por eles terem sucesso é maior . O messi, por exemplo, abusa muitas vezes de jogadas individuais e transforma situações normais de jogo em jogadas com muito perigo, no entanto se estivesse na mesma situação em que esteve hoje o Sálvio tinha feito o passe.

Não vejo problema nenhum em jogadores tentarem a jogada individual quando têm um jogador ao lado a quem passar a bola. Depende muito do contexto de cada jogada. Por vezes, o facto de se ter sucesso numa jogada individual significa criar uma situação de muito perigo, e o risco de se perder a bola é pequeno, porque a equipa está organizada.
Ou seja a probabilidade de perder a bola em determinada situação até pode ser grande. Mas caso não perca a bola a probabilidade de a jogada dar em golo torna-se também muito grande. O risco para a equipa é pequeno porque a equipa está organizada. Quem faz análise de risco percebe perfeitamente isto que acabei de dizer

O problema de jogadores como o Quaresma e como o Sálvio é que abusam da jogada individual independentemente do contexto. Podem ter 6 jogadores á volta deles e ainda assim tentam passar por todos, ou têm um jogador a quem passar para encostar e fazer golo e ainda assim preferem jogadas individuais com menor possibilidade de sucesso.

GV disse...

Para os mais incautos,
Da minha parte não se trata de qualquer processo de crucificação do Jorge Jesus, trata-se sim de, dentro do muito mérito que ele tem, assinalar que as alegadas adaptações do modelo de jogo me parecem na realidade pouco "adaptáveis" a adversários com bom meio campo, sem dúvida que tanto pelas características individuais dos jogadores do Benfica como pelas teimosias do treinador.
Reconheço também que estas teimosias potenciam jogadores a médio prazo porque o JJ sabe quase sempre em quem aposta, mas até lá há preços a pagar.
Essas teimosias têm também lados curiosos como o Benfica defrontar uma equipa com um orçamento superior e ver entrar com a camisola adversária um jogador formado em casa mas "emprestado" por falta de oportunidades dadas.
Não há da minha parte qualquer perseguição ou crucificação. O JJ tem coisas boas e menos boas, ou não?

Cumps,

Anónimo disse...

"O messi, por exemplo, abusa muitas vezes de jogadas individuais e transforma situações normais de jogo em jogadas com muito perigo"

Isso é...mentira!

Anónimo disse...

Falta um post com o golo do Cristiano Ronaldo a dizer: Fixa e entrega o professor é Cristiano Ronaldo.

Um Abraço!

Anónimo disse...

Edson ...típico ! Depois dos comentários ao Fcp...
Estranho ou não, ver a descupabilização a Jesus...
O Mónaco teve a melhor chance de todo o encontro...teve a lesão de Berbatov..Que estatística treta é essa? Só um remate? E o lance na barra? Depois quer ser levado a sério ...

No final apertou ainda mais o Benfica...com a expulsão Justa de Lisandro!
Jesus a queixar-se ... Deve pensar que é como cá em Portugal!
Que ficou fragilizado com a entrada de Tiago...Enzo e Gaitan eram os motores...
Curiosamente as subs foram retirar a posse de bola ao Benfica..
Catedrático e guru sem dúvida !

Marco Borges

Anónimo disse...

Curioso que para mim talisca estava a ser com gaitan, um dos melhores do Benfica. sobretudo em posse. Ao nível de transiçao defensiva confesso que nao reparei, mas em posse, tomou quase sempre as melhores decisoes... Cada vez gosto mais de o ver jogar.

Palha

Nuno disse...

Vi esse lance, com Gaitan no corredor central em óptimas condições de finalizar e pensei imediatamente neste blog :-)
Há um lance semelhante para o Mónaco, que me parece estar em fdj, em q tudo é feito em prol da equipa, a bola é colocada no corredor central, mas o golo feito é desperdiçado de forma inacreditável!

GV disse...

Em posse sim, o Talisca está mto bom e confiante.
Até me ocorreu o Benfica jogar só com ele a avançado nestes jogos... Se geri-se bem a profundidade da equipa...

Pedro disse...

Já sabia que o lance ía dar post no LE. Vê-se o sucesso do blog quando vemos um jogo e estamos sempre a comparar os lances com o que se discute aqui.

Neste lance nada a dizer. Sálvio devia ter metido a bola no meio, indiscutível.

Não concordo com o exagero das "centenas" de vezes que prejudica a equipa mas vai na onda do exagero das loas ao Nani. É imagem de marca do LE e já sabemos.

Preferia discutir, mais uma vez, as opções de JJ mas já sei que não vão por aí.

Pedro disse...

Mas, mesmo assim, 10 vezes este Sálvio do que este Lima...

Vitor Paneira disse...

Pois é, Paolo Maldini, assim como não é por acaso que o Nani foi dispensado do Manchester. E nem quiseram/conseguiram fazer dinheiro com ele, foi mesmo por empréstimo. Afinal é o Manchester que tem poder para ir buscar jogadores ao scp, e não o contrário, certo?

Islander disse...

É de uma parcialidade demasiado evidente estar a usar a suposta melhor ocasião de golo do Mónaco para demonstrar que foram melhores/mais perigosos, só cai quem quer. Este blog apesar de muita qualidade nalguns campos está a cair e muito ao enveredar por certas ideologias muito particulares ultimamente.
http://www.lequipe.fr/Football/Actualites/Monaco-a-ete-ralenti/508886
Os próprios franceses consideraram o melhor em campo o seu GR e destacam a ocasião do Lima(para mim a ocasião mais flagrante...).
Um pouco mais de imparcialidade não fazia mal a ninguém.
PS: ter em consideração a possibilidade de o Nani não ser o melhor do mundo e arredores também seria benéfico.

Tó Pereira disse...

há aqui malta que parece que pensa que foi o lateral esquerdo a inventar biblia da tomada de decisão... credo! haja fé!

em defesa do sálvio tenho as maiores dúvidas que o passe entrasse tendo em conta proximidade do defesa e do GR... e qd um jogador n tem a certeza que o passe vai entrar a opção de remate é defensável...
até pq se ele mete a bola demasiado tensa para evitar saída ao cruzamento do GR arrisca-se a que o próprio gaitan n chegue à bola... ainda assim obviamente que em teoria a opção de passe era claramente a mais correta. Mas n tem nada a ver com a situação do tello no outro dia em q mm depois de receber a bola ainda havia tempo e espaço para passar...

em relação ao salvio ser despachado... aqui entre nós foi vendido e n foi por amendoins... se fossemos por aí o robben tb tinha sido despachado do chelsea e do real madrid pois no momento em que saiu foi sempre para o clube com menor capacidade financeira... hummm exemplos (olá nani!) há para todos os gostos e já toda a gente conhece os vossos!

Gonçalo Matos disse...

Jorge,

o Tello treinou com a melhor equipa de sempre e sob orientação do melhor treinador que já vi. A sua compreensão do jogo é algo errática, o que me leva a crer que joga por instinto. Claro que muitas vezes joga dentro e acerta. A crítica ao Tello é neste sentido, eu acho que o jogo dele ainda não está ao nível que poderia estar e não é por deficiencias técnicas ou físicas.

"Não vejo problema nenhum em jogadores tentarem a jogada individual quando têm um jogador ao lado a quem passar a bola. Depende muito do contexto de cada jogada."

Eu concordo contigo e a minha critica ao Tello é precisamente ele nem sempre compreender o contexto. O Salvio e o Quaresma não querem saber do contexto, como tu disseste.

O que escrevi tem a ver com outro post em que o Baggio criou um exercicio para o Tello treinar o 2x2

http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/search/label/Tello

Anónimo disse...

"...centenas de vezes por jogo em que compromete a equipa?!" Não é mesmo exagero nenhum! A decisão pode não ter sido a melhor (mas como alguém escreveu antes, não é evidente que o passe entrasse, dada a posição do defesa), e de qq maneira o futebol também é feito de lances individuais e não apenas do futebol mecanizado que às vezes parecem aqui defender.

Anónimo disse...

To, estás com ciúmes por ninguém te ligar nenhuma? Com comentários desses não vais conseguir. A única coisa que está fechada, no lance, é a cabeça do Salvio.
Cumps

IronMan disse...

Apenas alguns apontamentos:
*O Benfica não fez um grande jogo, mas uma equipa joga apenas o que a outra permite. E vice versa.
*O Monaco prácticamente não entrou na grande área do Benfica mesmo quando com mais um. Apenas nas bolas paradas.
*Na melhor ocasião deles e quase única, o jogador estava em off-side escandaloso de meio metro.
*O melhor jogador do encontro foi o guarda redes do Mónaco, considerado por várias entidades e jornalistas. O Artur não fez uma defesa apertada.
*As melhores ocasiões pertenceram ao Benfica, pelo menos 4.
*O Talisca está cada vez melhor, a confiança aumenta a olhos vistos, jogo a jogo.
*André Almeida deu estabilidade ao centro à frente da defesa.
*Até os defesas laterais estiveram melhor hoje do que é habitual.
*O Mónaco não é uma equipa de pecos. Sabem jogar à bola e ainda não sofreu qualquer golo na Champions em 3 jogos. Impressive!
* JJ tem razão. O árbitro condicionou (a expulsão do Lisando foi merecida) e isso foi bem visível desde o princípio do jogo. Quem diz que isso não importa não está de boa fé.

Em casa o Benfica vai ganhar e o Mónaco irá sofrer os primeiros golos.

Edson Arantes do Nascimento disse...

O que é parcial é vocês virem aqui com a clubite aguda dizer que o Benfica tinha de dominar, e esmagar, de preferência, uma equipa com um bom treinador e um plantel igual ou melhor do que o do Benfica.

E depois não lêem com atenção o que as pessoas escrevem: eu disse antes que, a partir da expulsão, a conversa foi outra. Não tinha como não ser!

Antes disso, o Benfica foi a melhor equipa em campo. Controlou o adversário, que raramente se conseguiu aproximar da área do Benfica (já nem falo em entrar na área, porque isso simplesmente não aconteceu) e criou oportunidades mais do que suficientes para marcar. Foram várias na cara do guarda-redes. Isto são factos.

Também não sei porque está na moda bater no Lima... Epá deixem o homem em paz. Apesar das debilidades que ele tem (executa e decide mal vezes demais), ontem fez um bom jogo. Porque, ao contrário do Salvio, trabalha para os colegas. Interage muito com eles e tenta colocá-los na melhor situação possível.

A jogada do Salvio na cara do redes é um bom exemplo: 98 por cento dos avançados teria tocado naquela bola. Mas o Lima, como não é egoísta e tem um pouco de cérebro, percebeu logo que o passe do Talisca (excelente) não era para ele.

O Salvio nesta jogada estava em 3x1... Não tinha só a linha de passe no meio, no Gaitan. Tinha também o Lima atrasado. É um palhaço.

Aqui no LE não me interessa se é o Benfica, o FCP ou Tirol FC. Eu dou a minha opinião, e tento argumentar, não me interessa quem são os intervenientes.

Reitero tudo o que disse sobre o FCP e parece-me que os factos, no geral, confirmam as minhas ideias. O Lopetegui ao lado do Jardim, do Jesus e do Marco Silva é uma abécula. Sorry.

Paranhose disse...

Acho que ninguém aqui tem dúvidas de que Salvio tem má tomada de decisão, para o alto nível.

Faz lembrar aqueles miúdos que só olham para a bola e toca a correr para a frente.

Mas é muito forte nisso. E daí ter sucesso nos tais 95% dos lances em Portugal. Mas quando apanha uma equipa com gajos muito fortes também, essa percentagem baixa significativamente.
Aliás, penso que isso explica bem o porquê de o Salvio ter mais sucesso no seu tipo de ações na Liga Europa do que na Champions.

Apesar de tudo, parece-me ser ainda a melhor opção para o lado direito. Não vejo outro jogador do SLB para jogar ali neste momento.

Quanto ao que se fala do JJ:
- Por um lado, não acho que seja o melhor treinador português, embora a questão seja difícil.
As suas equipas têm claramente menos eficácia que as do Mourinho, que ganham mais vezes. O que interessa àquele nível é ganhar, e isso o Mourinho faz mais vezes, devido à maior eficácia.

Mas é evidente que os jogadores do Chelsea são claramente superiores aos do Benfica. Independentemente da forma de jogar, escolheria sempre o D. Costa para a minha equipa e não o Lima, pois eu quero é quem me marque mais golos.

A questão coloca-se: será que o JJ, com um plantel de TOP, conseguiria o mesmo que o Mourinho? Acredito que sim, mas é sempre algo que dará para discussão.

- Por outro lado, ver gente (neste blog e fora dele) a criticar as opções do JJ... Eu até percebo que entendessem que poderia ter tomado outra decisão, mas se o Benfica é o que é agora, muito o deve ao Jesus.
Convém não esquecer o que o SLB era antes de entrar lá o JJ...

Anónimo disse...

Esse mito de antes de Jorge Jesus o Benfica não era nada do que é hoje, é o que lhe permite ser um dos treinadores mais bem pagos do Mundo...
A pergunta é o investimento que houve no plantel antes de Jorge Jesus foi o mesmo ? Nem por sombras... tudo o resto é falácias e endeusamentos da treta..
Já agora, para um treinador com SEIS anos a treinar o mesmo clube, insistir em Artur, sonhar com Eliseu para DE e mesmo depois do Mónaco perder uma das referências do ataque ( Berbatov), nas substituições colocar Tiago, para uma ala, dizem muito do que Jesus é na realidade...
Vão ver quantas vez Jesus passou a fase de grupos da LC...

Marco Borges

Anónimo disse...

Ironman, o Artur não fez uma defesa apertada... mas fartou-se de socar bolas... uma delas quase dava golo ...
Fora de jogo ? Acho que estava 15 metros...
O Talisca está cada vez melhor (mas espera na LC, não saiu nos outros dois jogos a meio ? e outro na primeira parte ?)Pormenores

Na melhor ocasião deles e quase única ( as duas situações de bola parada.. não contam) SIGA!

JJ tem razão. O árbitro condicionou ( Muahahaahaha, foi a mesma treta com o Leverkussen e com o Zenit foram as palmas!)

Qual foi o amarelo injusto ? O do Salvio ? ( Talvez...) O de Lisandro ? (Não dá uma biqueirada a Berbatov na face ?)
O de Eliseu ? Mas não puxou o jogador adversário quando seguia para uma situação de baliza ?

Isto é para os apanhados Certo ?
O Problema do Benfica é pensar que está na Liga PT, cá o Enzo pode atingir em tackle no Moreirense, o Samaris alhear-se da bola e parar um contra-ataque atingido apenas o homem e o Maxi pode fazer um takedown a um avançado do Arouca...

SIGA....

Eduardo

Pedro Ribeiro disse...

GV, nada disso dirigido a si ou a alguém em particular. Pensava apenas na reacção pavloviana e standardizada pelos media de vários adeptos benfiquistas aos resultados europeus do seu clube.

jorge gaspar disse...

"O messi, por exemplo, abusa muitas vezes de jogadas individuais e transforma situações normais de jogo em jogadas com muito perigo"

«Isso é...mentira!»

Não, não é. E o Guardiola já deu a entender em entrevistas que um dos objectivos da equipa era conseguir colocar a bola em Messi com espaço e condições suficientes para ele explorar todo o seu talento, ou seja, para ele explorar com mais probabilidade de sucesso, a jogada individual. Partir para cima dos adversários e criar mais espaços para os colegas puderem explorar.

A diferença, é que quando se vê um jogador a abusar da jogada individual e perder quase sempre a bola, diz-se que não sabe jogar em equipa, mas se tens um jogador como o Messi em que as jogadas individuais têm muito mais sucesso, as pessoas deixem de exigir o mais simples, que é colocar a bola no colega que está solto ao lado dele.
A diferença é que para além do Messi ter muito mais sucesso nas jogadas individuais, ele sabe bem em que momentos iniciar essas jogadas e isso também contribui para que essas jogadas tenham maior sucesso.

"o Tello treinou com a melhor equipa de sempre e sob orientação do melhor treinador que já vi. A sua compreensão do jogo é algo errática, o que me leva a crer que joga por instinto"

Bem, dos jogadores que eram suplentes utilizados pelo Guardiola no Barça, o Tello parece-me ser aquele que tem estado em melhor nível e parece-me ser aquele que vai ter mais sucesso. Se o facto de ter estado na melhor equipa do mundo e com o melhor treinador não o ajudou então temos que concluir que também não ajudou muito os jogadores das camadas jovens do Barça da sua geração (não sei a idade do Busquets mas sendo da geração do Tello será a única excepção).

Essa do joga por instinto é uma critica que terás de fazer a todo e qualquer jogador. Ou pensas que os jogadores pensam muito antes de decidirem em milésimas de segundo?
Provavelmente nunca atingirá o patamar dos seus ex colegas, mas ainda assim acho que é um excelente jogador e que não faz sentido compará-lo com jogadores como Quaresma e Sálvio.

Anónimo disse...

Não só é mentira, como há vários vídeos do Messi no Barcelona para o comprovar. e veja você quantas vezes ele vai no individual. Aposto que 10%. Mais coisa, menos coisa.