quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Quintero e Tello, num grande golo do FC do Porto, pelo corredor central. Os golos sofridos pelos portugueses.

No primeiro golo do F.C.Porto, algo raro no futebol dos Dragões esta época. Isto sim é futebol adequado à qualidade dos executantes. O lance começa com uma triangulação entre Herrera, Casemiro e Quintero. Herrera inicia o movimento de aproximação à linha defensiva. Quintero, que fica com a bola, procura por soluções de passe próximas/válidas para tabelar, e iniciar o ataque ao bloco adversário sem bola. Encontra Tello, que poderia ter tentado o lance individual pelo corredor lateral sendo que se encontrava num 1x1. No entanto, toma a mais difícil decisão e execução do lance, e enquadra Quintero com um toque de frente para a última linha adversária. Depois disto, 90% do golo está feito. Quintero dentro do bloco, continua na busca por soluções de passe, fugindo (desta vez) a notoriedade, enquanto Jackson inicia um movimento de ruptura, arrasta o defesa, e abre espaço para Herrera receber e finalizar num 1x0. Quintero facilmente o descobre, e coloca-o na cara do golo. 
Fantástico!


"A bola está dentro, vem para fora pra voltar para dentro" e golo.

Quando Quintero perceber que o seu futebol deve assentar nisto, em acções colectivas, tornar-se-à um jogador marcante no futebol mundial. É esse o nível a que ele se candidata, dada a sua qualidade técnica e física.

Note que as coberturas do Bilbao estão orientadas por forma a fechar os corredores laterais. Pelo que a penetração central se torna quase que obrigatória. É sobretudo pelo movimento de Jackson que se percebe que a intenção de Lopetegui não é penetrar de forma apoiada pelo corredor central, mas sim explorar desde logo os corredores laterais e cruzar, ou colocar em Jackson na profundidade. Na altura em que Herrera começa a penetração central, na procura da profundidade (se fosse intenção de Lopetegui procurar envolvimentos frontais) Jackson deveria fazer o movimento oposto, saindo em apoio, surgindo como apoio frontal, para tabelar ou enquadrar. No dia em que Lopetegui deixar de tratar Jackson como se fosse Slimani o futebol do Porto dará um salto qualitativo brutal. O dia em que ele se preocupar em replicar mais este tipo de envolvimentos, privilegiando a criatividade por espaços interiores o Porto será absolutamente demolidor.

No golo sofrido, erro individual de Herrera (grande culpado) no início da construção. E de Maicon. Sabendo que se tratava de um lance difícil de travar, e que provavelmente daria golo na mesma, não soube piorar as condições para o jogador do Bilbao finalizar, melhorando também as condições para o seu Gr ter um papel fundamental no lance. Deu o espaço interior, quando deveria ter tentado empurrar o adversário o mais para fora possível.
Na Alemanha, o primeiro golo sofrido pelo Sporting incompetência da zona defensiva que não ganha a bola parada, e depois erro de Patrício, que teve a infelicidade de hoje ficar ligado ao resultado negativo do Sporting. No segundo golo sofrido, a já habitual incompetência da linha defensiva leonina. Desta vez até se encontrava junta, mas demasiado longe dos restantes sectores, para conseguir evitar danos maiores. É uma linha que não tem a mínima ideia de quando deve encurtar para reduzir espaços, ou baixar para proteger espaços fundamentais. No terceiro golo nova abordagem falhada da zona defensiva, em novo livre lateral. Demasiados erros para quem quer pontuar na Europa.

33 comentários:

Anónimo disse...

O passe de Quintero parece me claramente que é para tabelar novamente com Jackson. O que não invalida a intenção de jogo interior..

Miguel Amador disse...

De referir que o Herrera passou o jogo a enterrar o Porto. Ele destrói o meio campo, e a jogar sempre com menos um nesse terreno torna-se conplicado. Impressionante como ele é dos poucos titulares... Veja-se que raramente é capaz de livrar-se de pressão e soltar o jogo (como brahimi e quintero faziam frequentemente dada a qualidade técnica). Ao festival de passes errados nem se fala. Aliás o golo é um dos exemplos como o Herrera atrás da linha do meio campo é um perigo. Na frente raras as vezes que dá apoio na triangulação ou mostra qualidade de passe a definir as jogadas (quintero aqui magistral por vezes). Pior é a dita intensidade que o treinador deve ver, ao mesmo tempo que o Herrera se limita também a ver. A defender, o homem que cai na sua zona está sempre solto para receber a bola e o Herrera limita-se grande parte do tempo a controlar com os olhos ou a tentar um corte onde é rapidamente batido. O mal posicionamento é tanto que engana quem vê ao parecer que está em todo o lado do campo, mas isso é o resultado de um mau posicionamento constante para o Médio de equilíbrio que devia ser (lembram-se de moutinho ou lucho?). Parece-me que se Lopetegui usar outro médio de equilíbrio, deixando a posição mais avançada entregue a um mágico (brahimi, quintero ou oliver) o porto ganha mais equilíbrio do que com Herrera. Isto para não falar que Casimiro a 6 é para esquecer... Concordo totalmente com a análise, e se a equipa aprender a jogar entre linhas numa penetração central, o potencial é enorme. Neste modelo não há apoio e vale termos quintero, Oliver e principalmente brahimi para conseguir ultrapassar situações de vários adversários pela frente sem ter de constantemente mandar o jogo para os defesas e aí arricar a qualidade técnica brutal de maicon. Tello esteve bem, mas falta um pouco mais na última definição onde raramente sai um remate de jeito ou um cruzamento que descomplique uma jogada.

Mike Portugal disse...

Deixa-me referir o golo do Quaresma que, embora tenha a felicidade de ter entrado, resulta duma má decisão dele em não passar a bola ao Brahimi que estava em muito melhor posição para progredir. Mas como entrou, claro que é transformado em grande lance.

Pedro disse...

Baggio, o que dizes do lance do Tello logo ao 1:30 que acaba em canto?

Brito disse...

bom artigo!

De facto, Quintero é um craque.. um mágico! tem a qualidade técnica para ser uma referência no futebol Europeu. No entanto, neste golo acaba por ser bafejado pela sorte! Qualquer pessoa que tenha jogado futebol vê claramente (até pelo movimento do Quintero dps da bola lhe sair dos pés) que a ideia é tabelar com o Jackson... acaba por ter sorte que este é apanhado em contra pé e isola o Herrera.
Não deixa de ser uma boa jogada colectiva..

Abraço!

JON disse...

Exactamente o que comentei na hora do primeiro golo do Porto. Tello podia ir para o 1x1 e com um passe interior, uma "simples" tabela, rasga uma defesa toda! Tão fácil e no entanto "tão difícil".

O oposto para o 2º golo. Brahimi muito bem mete em Quaresma, o Bilbau orienta a defesa para tapar o espaço na lateral, Quaresma se devolve Brahimi fica 1x0 dentro de área...

O que faz Quaresma? Lance individual, golo que surgiria uma em cada 20 vezes e passa a ser o maior outra vez.

E ver os comentários elogiosos ao Quaresma em todo o lado dá-me vontade de deixar de ler jornais, blogs, TV.

Vou passar a ver futebol com música clássica de fundo, como dizia um senhor treinador...

Vitor Paneira disse...

Até parece mal colocar o nome do Casimiro no inicio do lance do 1º golo do fcp. Ele só deu um toquezinho para o lado, e foi a sorte do fcp. Este Casimiro é do mais fraco que tenho visto, tecnicamente horroroso, não consegue dominar a bola, tem um indice de aproveitamento do passe muito baixo, e quase por milagre uma bola que passou por ele (mesmo sendo só um toquezinho) deu golo.
Quanto ao Patrício, podemos dizer que foi um erro "à Patrício", mais um. E ontem ficou ligado a um resultado negativo do scp como já aconteceu muitas vezes. Assim como a resultados negativos da seleção nacional. É o Patrício que todos conhecemos...

Anónimo disse...

A maneira como Quintero se movimenta aquando do "passe" do primeiro golo, fez me pensar que ele queria a tabelinha com Jackson, e não passar a bola a Herrera.
Deu me toda essa sensação.
O passe de Tello, de primeira na tabelinha, são daquelas coisas que demonstram a qualidade do jogador.
Excelente.

Rodrigo Paulo

Ivo Teixeira disse...

Concordo com a abordagem da falta de aproveitamento do jogo central do Porto.
Fica um vazio enorme no meio-campo. Por vezes os laterais e os extremos ate "chocam".

Falando em jogadas individuais, dois pormenores incriveis do Brahimi que certamente reparam na segunda parte. Aquele passe a rasgar a partir da esquerda que apanhou o Jackson sozinho em fora de jogo, e antes do fim aqueles sucessivos 1vs o mundo e passe de para o Jackson que falhou por pouco.

Se este Porto tem o controlo tactico do Vitor Pereira...

Abraco,
Ivo Teixeira

Paulo Alves disse...

Nunca vamos saber, mas fui o único que fiquei com a sensação que a ideia de Quintero era combinar com o Jackson?
E apesar de não falarem do lance, no 2º golo, para mim é um exemplo de como uma má decisão (penso que Quaresma devia ter passado em Brahimi) pode resultar num golo decisivo.

Anónimo disse...

Questão aos autores do Blog sobre SCP:

Vejo que muito elogiam Jorge jesus pela organização defensiva e controlo de profundidade do slb.

No sporting jogo após jogo sucedem-se situaçoes de perigo, e constantes 1x0 devido a falta de controlo de profundidade em que culpam os defesas (cuja qualidade não é a melhor, nisso concordo).
Ao fim de tantos meses de trabalho com Marco Silva não terá este já alguma responsabilidade nesta debilidade da equipa?

pedro C

Anónimo disse...

Tretas! Análise demasiado elaborada para a jogada do 1º lance com Porto. O Quintero tenta tabelar com o Jackson, não consegue e como há uma falha de marcação (Herrera totalmente sozinho) resulta em golo.

Anónimo disse...

sobre o golo do quaresma: o título do público sobre o jogo do porto é fantástico. embora se refira, claro, ao erro do herrera. mas não deixa de fazer sentido.

quaresma resolve depois do habitual erro.

anónimo das 14:08

chalana disse...

Tenho acompanhado com frequencia o vosso blog e 99 por cento das vezes concordo em pleno...mas hoje concordo com o comentario anterior,o golo apenas resulta de uma falha de marcação...florearam demais o lance do golo. facil ;)

Artur Semedo disse...

com toda a certeza, tello e quintero saem da equipa já para o fim-de-semana. onde já se viu, um golo sem uma variação de flanco pelo meio?

Ricardinho disse...

Anonimo...

Sinceramente acho que o Marco Silva é quem tem menos culpa na linha defensiva porque por muito que treines há coisas que só adquires com inteligencia e tanto o mauricio como o Sarr(foi este que falhou no 2º e 3º golo) devem um pouco à inteligencia e assim é complicado... é quase a mesma coisa que me meteres agora numa faculdade a aprender fisica quantica... 3 ou 4 meses de estudo n~ºao chegavam para o 10

Anónimo disse...

Bom dia,

Desculpem lá, sigo o vosso blog já a algum tempo e estão de parabéns. Ajudam a entender os momentos de futebol como ninguém!

Gostaria de perguntar uma coisa, se fosse possível responderem, mas onde revêem os jogos de futebol? Por vezes gostaria de o fazer mas não encontro sites onde isso esteja disponível.

Obrigado
Salvador

Edson Arantes do Nascimento disse...

Não, não... Acho que o Marco é um treinador muito bom, dos mais interessantes e com mais potencial que andam por aí, mas tem responsabilidades claras na forma como a organização defensiva funciona. Tem de melhorar neste aspecto - mas agora vamos imaginar que ele teria à sua disposição o plantel do Porto? Pois!

Acho que haveria uma grande possibilidade de, na maioria dos jogos, vencer por dois-três-quatro-cinco e por aí fora (excepto Benfica, Sporting e os tubarões da Europa)...

Mesmo o Benfica é um bom exemplo para o Marco Silva: com jogadores parecidos (tirando o Luisão) é uma equipa com melhores princípios, mais bem conectada, do que o Sporting - ainda que estes sejam um bocadinho (um bocadinho, sobretudo por jogarem mais próximos) melhores em organização ofensiva.

O Benfica, não Luz, não ganhou ao Sporting porque não calhou.

Eu não vi os jogos de ontem. Mas o primeiro golo do FCP é muito bom. A jogada do Quaresma é ridícula. O guarda-redes não esteve bem, foi sorte.

Gosto bué do Quintero, é muito, muito bom jogador, mas é daqueles que precisa de levar um bocado na cabeça. O Lopetegui não demonstra, até agora, competência para isso.

Gonçalo Matos disse...

O que se quer ressalvar aqui não é pra onde o Quintero quer passar, mas sim a equipa jogar sempre dentro do bloco adversário. Especialmente o Tello, que normalmente foge sempre para o corredor

Roberto Baggio disse...

Edson, destaques individuais de ontem: Quintero. MVP tuga da jornada. Inacreditável o jogo que fez. Tanta, mas tanta qualidade. E ali, a jogar por dentro é que se vê. Mostrou os passes de ruptura habituais, mas preocupou-se em construir tbm. Não só criar. Soube enquadrar colegas para a linha defensiva adversária (quando havia possibilidades de ruptura), soube procurar apoios próximos. Foi mais paciente. Gostei mesmo, mesmo, mesmo, muito. Fiquei babado. Foi o grande responsável por tudo que de bom colectivamente o Porto fez.

Tello. 50/50. Tem lances fantásticos. Mas fantásticos mesmo. Este do golo é só um exemplo. E depois tem lances terríveis. à sua medida, parece o Carillo noutros tempos.

Brahimi, começam a faltar palavras para descrever este bicho.

Carrillo. Melhor jogo que me lembro de o ter visto fazer... Muito, muito, muito, bom. Confiança QB, procura de espaços interiores, temporiza, segura, entrega com qualidade. Gostei muito.

Concordo que o Marco tem responsabilidades...

Como as do Lopetegui. Aquilo defensivamente está mesmo muito mau. Já nem reacção à perda existe, porque ou perde a bola na construção onde está tudo muito longe, ou joga directo na segunda bola. Não existe quase, em jogo, o estímulo para uma reacção forte e organizada sobre o adversário no momento da perda.

Concordo com a comparação que fazes, e deixa-me acrescentar. Qualquer equipa do grupo do Benfica (e estou a incluir o Benfica) é melhor que qualquer equipa dos grupos do Porto e Sporting (execpção feita ao Chelsea).

PS: contigo já só discuto, normalmente tens sempre razão nas tuas análises. O LE fez-te tão bem a ti, como fez a mim.

abraço

Ivo Teixeira disse...

O movimento do proprio Herrera no golo nao e mau.
Falam em erro de marcacao, mas digam quem ia marcar quem? No inicio da jogada o jogador do Porto na esquerda abre e o LD do Bilbau leva com o Herrera de frente. Um central esta com o Jackson e outro esta a fechar a direita. O trinco sai a bola e as tabelas rapidas "partem" a defesa.

A ideia do Quintero pode ser tabelar com o Jackson ou ate com o Herrera. Mas que o movimento global e bom isso e inegavel, tal como o visao/qualidade de passe do Quintero.

Ja agora, vejam a velocidade da jogada. Agora depois da jogada estar a vista e assim de fora e facil dizer que o lateral tinha de fechar, ou que o trinco nao deveria ter ido assim a bola. Aquela velocidade, acho que foi mais merito do Ataque.

Anónimo disse...

até dir-se-ia que aqui alguns não viram a assistência do Quintero no jogo contra o Sporting, que foi de longe o lance de melhor qualidade naquele jogo todo... falam muito na qualidade do plantel do Porto, mas o jogo contra o Sporting perdeu porque está mais fraco em posições fulcrais. os jogadores da ofensiva nunca vão ter a possibilidade de explorar as suas qualidades se atrás deles há dois antijogadores como o Herrera e o Casemiro. só resta esperar que o Rúben jogue cada vez mais, é um alívio vê-lo a abrir linhas de passe a sair da defesa...

Roberto Baggio disse...

O mais engraçado desse lance, Artur, é que a bola vem do Tello, vai para o Quintero, Herrera, Casemiro, volta ao Quintero, ao Tello, de depois golo. Não houve qualquer necessidade de variar para o outro corredor. Com um passe de fora para dentro, e outro de dentro para fora, depois novamente fora para dentro (tudo entre o corredor central e o direito) ficou feito.

Clarence Seedorf disse...

«É uma coisa atípica. Trabalhamos muito durante a semana e temos jogadores com capacidade para conseguir bons resultados. Mas cometemos erros que não podem acontecer.» - Danilo
Erros esses que para mim se devem à elevada rotatividade deste plantel. Não é dada a hipótese a um 11 de crescer e criar rotinas. É ncecessário fixar minimamente um 11!


Quanto ao resto, acho que ja foi tudo dito aqui.
+ quintero/brahimi
+/- tello
-casemiro e herrera(cada paulada que mandou o casemiro... enfim)

Sugestão: acho que um meio campo sólido envolveria ruben neves, evandro/óliver(que este fazuma pressão fortissima "à la simeone") e quintero. para poderem explorar melhor o corredor central.

Anónimo disse...

Será que o Marco Silva não sabe o que é bola coberta e bola descoberta, para poder ensinar aos seus jogadores?

Jorge Carolo

ReD_WinG disse...

Sou da mesma opiniao que alguns aqui deixaram:
- Quintero quer tabelar com Jackson. Por sorte o Jackson estava a espera do passe em desmarcacao e por isso abriu espaco para a entrada do Herrera. Acabou por correr melhor do que o que foi pensado pelo Quintero.
- O golo do Quaresma é pura sorte e próprio do seu individualismo. Ali pedia-se a tabela para o Brahimi, que seria uma solucao 1000xs melhor, mas ele lá quis tentar brilhar mais uma vez, e acabou por lhe correr bem, e assim ser o "herói" da imprensa.

Anónimo disse...

Não tem nada a ver a rotatividade, com os constantes erros...
Mas sim com a teimosia em insistir num modelo de jogo, a partir de trás com centrais calhaus como Maicon, Médios sem capacidade de segurar a bola -Herrera e um trinco à Boavista, só pau... - Casemiro...
Aliás os mais teimosos, saibam que quem fez bem maior rotatividade foi o IDOLATRADO Jesus...
E mesmo Pep Guardiola e outros treinadores mexem bastante no onze...
O problema está no modelo de jogo, sempre pelas laterais, muita posse desde a defesa...
e sem quase nunca tentar movimentos interiores...
TEIMOSIA de Lopetegui..

Marco Borges

Anónimo disse...

ah pois é, na altura do jogo com o benfica o zenit ainda era uma equipa fraquinha que só ganhou por acaso, mas agora todas as equipas deste grupo são melhores do que 7 das 8 dos grupos de fcp e scp, está bem, está...

Edson Arantes do Nascimento disse...

Mas qual é a dúvida que o Zenit é mesmo uma equipa de merda, com uma qualidade individual absurda? Qual é a dúvida?

Isto não quer dizer que não haja outras piores. E o Schalke, o BATE (LOL), o Maribor, o Bilbao (lateralizaaaar por aííí, parecem uns burros com palas), e até o Shakhtar - estes recheados de bons jogadores brasileiros - são mesmo piores do que o Zenit, o Bayer e o Mónaco.

Qual é o teu problema com factos?

Anónimo disse...

Edson quem inventa não pode ser levado a sério...
Factos? Poupe-me...
O ultimo comentário ao jogo do Benfica...mostra bem o seu facciosismo...
Com que então o Mónaco só teve um remate à baliza e foi encaixado pelo Artur..
A bola na barra foi um sonho

Factos lool Opiniões com umas palas

Marco Borges

Edson Arantes do Nascimento disse...

Meu, se foi na barra não foi na baliza, certo? Se passou pelo guarda-redes e bateu na baliza, então seria golo. Mas o jogo ficou zero-a-zero - ou será que estou a ver mal através das palas?

E argumentos, tens? Discordas de mim ou do Baggio quando dizemos que qualquer equipa do grupo do Benfica é muito melhor (o sublinhado é meu) do que as outras todas que estão no grupo de Sporting ou FCP? - tirando o Chelsea, como é evidente, claro e indiscutível.

Então explica porquê. Não me ataques pessoalmente, nem venhas com adjectivos de trazer-por-casa, porque isso não me desmotiva.

Dá-me ideias. Pensamentos. Luzes. Tens argumentos sobre a fraquíssima qualidade colectiva do Zenit? É que ainda não vi nenhuns para além dos looollssss, das palas, e do facciosismo e do diabo-a-quatro.

E mais: recomendo-te também que passes a ler as coisas com mais atenção. Se houve uma bola na barra, só me recordo de uma - já depois da expulsão. O que faz toda a diferença. Que me parece que nem foi na barra, foi uma defesa do Artur. Deu canto para o Monaco.

Então agora vai lá ver o que eu escrevi. Mas lê mesmo com atenção, ok? Fixe.

Anónimo disse...

Edson os primeiros 30 MINUTOS do jogo vai vê-los, o Mónaco falha uma oportunidade de BALIZA aberta...
Quando aprenderes a analisar os jogos durante os 90 minutos... avisa!
Relembro que tu disseste que o Mónaco teve um remate à baliza encaixado pelo Artur... ( Mentira)
O Zenit é uma equipa de Merda ? É uma equipa inconstante, mas a tal equipa de Merda, perdeu pela primeira X com o Leverkussen...
O Mónaco é bem mais fraco atualmente que o Benfica, sendo "a palavra chave" atualmente...
Mas mesmo assim, tem mais pontos acumulados do que o Benfica na LC e já defrontou a que tu apelidas de Melhor equipa do Grupo (Leverkussen)
Um treinador tão endeusado neste Blogue, como é o caso de Jorge Jesus, só é capaz de ombrear com grandes equipas com o plantel que tinha o ano passado... e mesmo assim caiu para a Liga Europa!
Marco Silva com um SCP reforçado com Nani, bateu o pé a uma equipa alemã ( schalke) mesmo com menos Um, e não sacou um empate por más decisões de arbitragem...FORA!
Quanto ao grupo do FCP, o Bilbao é bem mais equipa que Shaktar...
Mas este Mónaco é pior que estes dois... Primeiro porque é muito perdulário, depois porque em referências atacantes tens Berbatov e pouco mais e porque o plantel não é o mesmo do ano passado, sem James e Falcão!
Essas opiniões tuas que destacas como FACTOS, são apenas a tua perspetiva que tentas passar com FACTO....
Lucas O campos manda a bola por cima da barra, com a baliza vazia ( mas não é um remate a baliza nem oportunidade de golo)
FActo: O Mónaco só fez um remate à baliza encaixado pelo Artur /S

Marco Borges

O Zenit para mim é uma equipa inconstante, diferente do teu FACTO a categorizar como equipa de MERDA...

E volto a fazer o mesmo repto, para um blogue tão inclinado com o trabalho de Jesus, porque é que nem uma análise as opções na Luz contra o ZENIT, em Leverkussen e até as substituições com o Mónaco... ? Nada! Apenas uma análise a Sálvio e comparação com Nani e Gaitan...

Para um Blogue que endeusa tanto Jorge Jesus... é estranho em três jogos para a LC, nem uma análise mais detalhada!



Anónimo disse...

fdx, com maribor no grupo, o SCP só fez 1 pto e está em ultimo, e querem dar o exemplo do MS. Isto é a sério ou para os apanhados?