quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Conversas de Café


49 comentários:

Diogo Pinto disse...

boas,
tenho uma questão quanto à 1ª gravação. Entendo e apoio claramente o pouco foco que dão às bolas paradas, principalmente na formação. No entanto, no ano passado na faculdade lembro-me que o prof José Guilherme (penso que conhecem, ex treinador dos escalões de formação do porto) numa das aulas apresentou um powerpoint de um gajo que analisou todos os golos da 1ª liga (temporada 10/11 acho, a do villas-boas) e para a surpresa de todos cerca de metade dos golos nasciam de bolas paradas (incluindo lançamentos). Era interessante encontrar o powerpoint mas já tentei procurar para ajudar a justificar o que digo mas não o encontrei. No entanto, acham que no alto rendimento, sobretudo pela questão do tempo disponível faz sentido dar um foco maior às bolas paradas? (Sem descurar obviamente os outros momentos) porque se realmente é verdade que nas bolas paradas existe tanto golo pode ser mais uma forma de chegar ao golo.
Abraço a todos, continuação de um bom trabalho

Diogo Pinto disse...

ah e parabéns ao maldini :) abraço

jorge gaspar disse...

O plantel do Porto é superior ao do benfica apenas nas laterais? Como é que é possivel?
O Benfica tem meio campo e frente de ataque comparável a este? com Oliver, Quintero, Tello, Brahimi, Jackson, Casemiro ou Evandro ou Ruben.
Não se trata de clubismo, trata-se de essa observação a meu ver não fazer qualquer sentido.
O Maldini diz que os extremos das duas equipas têm valores idênticos. O Gaitán até faz algumas jogadas engraçadas mas compará-lo ao Brahimi é uma piada, assim como comparar o Tello ao Sálvio. Se o James jogasse no Porto o Maldini também o comparava ao Gaitán. Aliás já deve ter feito isso. Nós é que não o ouvimos. Felizmente o Ronaldo já não joga cá também, senão estava ao nível do Gaitán. Seriam extremos do mesmo nível.
Gostei muito da iniciativa, mas essa comparação entre a equipa do Porto e a do Benfica foi um absurdo.
Vindo de alguém que diz que o Paulo Bento tem coisas interessantes não me supreende. Supreende-me mais achar que os restantes membros do blog concordam.

DC disse...

Jorge, nem tendo o Maldini dito 1000 vezes que o Nani é o melhor extremo do campeonato e que é muito melhor que o Gaitan te escusas de fazer um comentário desses?
E o Maldini enquanto o James jogou em Portugal foi sempre o seu maior admirador. Enfim...

Maldini, quanto ao que ouvi até agora (que isto é bem longo), achei curioso o foco essencialmente na parte ofensiva do jogo. Pensei que fosse ao contrário até. Mas, mesmo o JJ que tanta ênfase dá à parte defensiva, achas que dá mais tempo nos treinos à parte ofensiva.

Depois na questão do modelo de jogo estou de acordo contigo e discordo da tua opinião de que a opção por ataques constamente rápidos e pelo pouco controlo da posse derive dos jogadores. Porque foi JJ que com Saviola no plantel começou a optar por outras soluções e foi JJ que dispensou Nolito ou que dá pouca importância ao Ola John.

Paolo Maldini disse...

DC, quem tem de discutir com o jorge é o pedro do mágico... ele diz exactamente aquilo mas diz q eu digo que os jogadores do slb nc valem nada e q os do fcp é que são bons. Acho interessante ter os 2 a discutirem um com o outro...

DC disse...

Já agora enganei-me a escrever. Queria dizer que na parte sobre o modelo de jogo do slb estava de acordo com o Baggio e discordava de que fosse só por causa dos jogadores.

Paolo Maldini disse...

Diogo, na minha opinião o sucesso das bolas paradas é o que depende menos do seu treino. Daí o ligar menos a esse momento. Mas é só uma opinião...

LGS disse...

Muito bom.

Muito obrigado por esta iniciativa!

Roberto Baggio disse...

Diogo, eu discordo do Maldini. Acho que depende tanto do treino como os outros momentos. Mas, é o menos importante, na minha opinião, de todos os outros momentos. No meu treino, só perco 5% do treino com bolas paradas, por falta de tempo... Se fosse no futebol profissional, faria sempre no dia antes do jogo, só bolas paradas.

PedroF disse...

Vocês são mesmo os maiores! E agora a expressão rebentar vai passar a estar na moda, pelo menos neste cantinho :D

Futebol Táctico disse...

Em primeiro lugar o meu muito obrigado por esta iniciativa e por terem respondido à minha pergunta. Em segundo lugar um pedido para fazerem um esforço para continuarem a publicar, mesmo que muitos "pseudo-entendidos" mandem abaixo todo e qualquer trabalho (eles também aprendem!).

Falando de futebol, aquilo que disseram sobre a minha pergunta (criatividade e tomada de decisão) vai de encontro àquilo que penso e até àquilo que previa que respondessem. No entanto achei especialmente interessante a parte de perguntar ao jogador o porque de ter feito essa acção. Acho mesmo bastante interessante não só para estimular a criatividade (neste caso) como também para o próprio jogador entender mais sobre o jogo e conseguir fazer evoluir os companheiros (acho que se aprende muito entre companheiros de equipa e que os mais conhecedores deveriam sempre tentar partilhar esse mesmo conhecimento). Também gostei da parte em que dizem que utilizar várias formas de chegar a um objectivo (passagem de portas, golos, etc) faz muito sentido (pensava - e penso - que utilizá-lo era importante mas nunca o tinha visto nesta perspectiva).

Quanto às bolas paradas discordo um pouco (só para entrar um pouco nesta discussão que se iniciou nesta caixa de comentários). Acho que a equipa que está mais próxima do sucesso é aquela que está melhor preparada para todos os momentos de jogo. Sendo as bolas paradas um momento do jogo acho importante de trabalhar (não obstante concordar que é a que tem menor importância), principalmente ao nível defensivo, por razões óbvias. Acho que é muito útil e proveitoso trabalhar bolas paradas ofensivas (talvez por influência do futsal).

Para concluir um pedido de desculpas por não ter percebido quem estava a falar sobre a minha questão e falar no geral (para os três). Isto porque não consigo reconhecer a voz (apenas conheço pessoalmente o Maldini). Por outro lado um pedido ao Baggio. Acho mesmo proveitoso para todos (!) a discussão, portanto o meu pedido para regressar à caixa de comentários (também já tive algumas discussões, sempre proveitosas com ele - no Posse de Bola -, debatendo ideias e pontos de vista e até afirmei que estava errado num deles).

Gonçalo Matos disse...

Antes de mais nada, muitos parabéns Maldini! Fiquei surpreso e orgulhoso por ver que abriram a conversação com a minha questão! Obrigado também pela resposta!

Realmente, não tinha pensado nesse Ajax qnd fiz a questão. O que me veio à cabeça foi logo a defesa zona da Italia do Sacchi.

Dennis Bergkamp disse...

@Futebol Táctico,

Não é importante o mensageiro, mas sim a mensagem =)

A ver se noutra oportunidade conseguimos aprofundar um pouco mais a operacionalização das coisas. Desta vez foi super geral e assim é dificil ir ao pormenor senão isto tornava-se ainda mais longo e a malta ia acabar por não ouvir até ao fim.

As bolas paradas (incluam ai os lançamentos de linha lateral e não só cantos e livres) são trabalhadas sempre porquem tem tempo para isso. Se tivessemos todo o tempo do mundo para treinar, haveriamos passar algumas horas por ano nisso. Como não temos... fica para 3º ou 4º plano, porque é, no nosso entender, bem menos decisivo do que tudo o resto.

Noutro nivel... talvez faça a diferença e ai mereça outra atenção.

Sobre a criatividade, também há outro aspecto que é falado noutras perguntas, que tem a ver com o entendimento do jogo.

Quem percebe o jogo melhor, quem entende o que é que o jogo pede, é também mais criativo.

O Fabregas é o parvalhão que é a descobrir linhas de passe e a controlar os tempos de jogo, porque conhece tudo. E para ele é igual estar a "falso 9" ou a "6".

Ao perguntares aos jogadores o que é que ele viu antes de decidir, o que é que o fez escolher aquela opção, quais eram as outras e porque é que aquela que ele escolheu era a melhor, vais tar a fazer com que ele, e os outros todos que estão a viver aquilo olhem para todo o lado, identifiquem pistas em todo o lado e não só procurem também essas soluções, como... sejam eles próprios a fazer com que elas apareçam (criação de linhas de apoio, de equilibrio, desmarcações para arrastar malta para longe ou para perto e por ai fora )

Jogador inteligente vai ser sempre criativo.



Dennis Bergkamp disse...

@Gonçalo Matos

(anda ai um avançado nas camadas jovens com o teu ultimo nome... que joga mais ou menos ;) )

Sacchi será sempre importante, é uma questão de gosto. Nem sei se os outros 2 tÊm a mesma opinião que eu. A mobilidade foi algo completamente novo e apesar de não ter vivido nessa epoca, continuo a ver que "mobilidade com equilibrio" continua a destabilizar tudo o que é defesa, seja em que nivel competitivo / escalão for .

Futebol Táctico disse...

Bergkamp, concordo a mensagem é bem mais importante. Mas não percebi se foste tu ou o Baggio a responder à minha pergunta, portanto falei no geral e pedi desculpa.

Fabregas é um monstro! Dá gosto de vê-lo jogar.

"Jogador inteligente vai ser sempre criativo". Concordo, mas acho que pode ser criativo sem ser muito inteligente, no entanto a inteligência para mim é algo muito importante, bem como a criatividade pois o meu modelo de jogo assenta bastante nisso (por achar que é um atributo muito importante em qualquer organização ofensiva).

Acho que isso de falar mais sobre a operacionalização iria ser muito interessante, até pelo partilhar/debater na caixa de comentários com os leitores (e alguns treinadores).

Vejam lá é se quando estiverem num clube de primeira divisão dizem "Eu sou o Bergkamp/Baggio/Maldini".

Interior-Direito disse...

@Dennis Bergkamp, olhaí: http://vimeo.com/111392653

E o autor tem mais vídeos interessantes

Miguel Pinto disse...

Não ouvi ainda tudo mas até agora gostei.

Um pouco à margem (ou talvez não) hoje um jornal desportivo noticia uma entrevista do Sergio Ramos em que este diz e cito "Falamos muitas horas e aprendo muito com ele (Ancelotti). Com treinadores que foram futebolistas, aprende-se muito mais do que com outros que não foram".
A minha questão (poderá ser respondida pelo Maldini ou o Baggio ou o Bergkamp ou pelo 1º que ler isto) é se sentiram da parte dos jogadores que já treinaram algum tipo de descriminação pelo facto de não terem sido jogadores Top (se o foram deixa de ter sentido a pergunta). E se acham que o Sérgio Ramos teve alguma evolução na sua forma de jogar só por ter como treinador o italiano.

Abraços

Gonçalo Matos disse...

Dennis,

Depois de ouvir a tua resposta tb penso que é uma inovação mais impactante que a defesa zona, até por ser uma invoção naquele que é o aspecto mais dificil de trabalhar! Comentei logo com o Baggio e ele tem uma opinião diferente das nossas, gosta mais das inovações que um gajo ex jogador, careca trouxe. Tb compreendo bem o porque.
Quanto ao meu homónimo, não o conheço mas tem nome de craque!! :) Espero que a carreira dele seja melhor sucedida que a minha! Um abraço

Futebol Táctico disse...

Miguel Pinto,

não acho que se trate de discriminação mas sim de exemplos (se assim se pode dizer). Quando tens um colega teu ou um ex-jogador (principalmente se for da tua posição) que te dê um conselho, se fores uma pessoa humilde, vais aceitá-lo de alguma forma melhor que qualquer outra pessoa e, às vezes, até mesmo que o treinador.

Vou dar um exemplo. És um extremo e o Nani (este por agora estar próximo de nós e por seguir-mos agora mais facilmente os seus jogos) dá-te um conselho para vires a ter mais sucesso. És capaz de dar mais atenção (chama-lhe o que quiseres) que se fosse o Bergkamp, por exemplo, a fazê-lo.

Mats Magnusson disse...

malta, isto foi o melhor que eu alguma vez ouvi alguém falar de futebol. Obrigado pelo trabalho e fico contente de ouvir que estão a conseguir deixar a vossa marca no futebol a sério. Muita sorte e que fiquem tão ocupados que deixem de ter tempo de escrever blogues. Abraço!

Pedro disse...

Tello melhor que o Sálvio é uma tirada à Maldini!!
:)

PedroF disse...

Venho corrigir o Mats Magnusson: "Muita sorte e que fiquem tão ocupados que consigam vir escrever no blogue à rasca. Abraço!" ehehe

PedroF disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Dennis Bergkamp disse...

@Interior Direito,

Este Ajax era qq coisa.

Foi o ultimo grande momento do Ajax como clube formador e ganhador.

Depois disso, apesar de manter a filosofia não voltou a ter uma fornada de tanto talento. Só ocasionalmente é que tem produzido bicharada (sempre de boa qualidade)

João disse...

Discordo de um certo lado da afirmação de "não interessa o mensageiro, só a mensagem".

Sim, num certo ponto. Mas para a malta leiga (como eu), interessa saber se é o Maldini, o Baggio ou o Bergkamp, mesmo que não saiba quem são, interessa-me saber o heterónimo.

Porquê? Porque dá coerência/contexto à mensagem. Eu não vejo os posts num ponto de vista de concordar ou discordar no vazio, porque não tenho essa capacidade.

Basicamente, uma afirmação do Maldini pode ser diferente para mim se for do Baggio. Pode ser negativo nalgumas coisas, mas é-me útil para perceber a "intensidade" do comentário.

jorge gaspar disse...

"Jorge, nem tendo o Maldini dito 1000 vezes que o Nani é o melhor extremo do campeonato e que é muito melhor que o Gaitan te escusas de fazer um comentário desses?"

Não estou a par dessa comparação Nani/Gaitán.

"E o Maldini enquanto o James jogou em Portugal foi sempre o seu maior admirador. Enfim..."

Foi? DC eu não sei quem são as pessoas por trás do Blog. Não sei se algum dos italianos é o PB ou o Miguel Nunes ou até se PB e Miguel Nunes são a mesma pessoa. E sendo assim o nick Maldini tem apenas 2 posts curtos sobre o James. Não sei se chegaste a essa conclusão nesses dois posts ou se conheces realmente a opinião do Maldini. De qualquer das formas isso não tem qualquer importância. Não está em causa a valorização do Gaitán ou a desvalorização de outros extremos. Está em causa a comparação entre duas equipas. Mesmo que eu considerasse que o Porto não tem um onze individualmente melhor (Para mim é claramente melhor individualmente), não teria dúvidas nenhumas que colectivamente tem todas as condições para o ser. Não tenho também dúvida alguma, que com jesus no Porto e Lope no Benfica o Porto já levava nesta altura 20 pontos de avanço.

Para terminar queria só colocar uma pergunta aos autores do blog(visto que deixei escapar anteriormente essa oportunidade): Sendo na vossa opinião o Jackson um avançado de topo a nível mundial, em que clube de topo vocês acreditam que ele teria sucesso. Ou seja, em qual dos melhores clubes do mundo, o Jackson teria lugar indiscutivel tendo em conta as opções que existem actualmente nesses clubes para a mesma posição.

Paolo Maldini disse...

jorge, andei aqui a pensar se respondia ou não, pq n gosto de ser deselegante, mas está a ficar difícil aguentar... então cá vai...

FODASSE, TU ÉS MESMO BURRO. MAS É QUE ÉS MESMO DUMA BURRICE ASSUSTADORA!

Cum caralho, quando se pensa que não se pode ser mais burro entras tu!

A única comparação que ouves ai é sp em prol dos jogadores do FCP (laterais e avançado). Extremos equivalem-se, e é preciso teres um atrevimento do caraças para achares que Tello e Brahimi são assim tão superiores ao Gaitán e ao Salvio que já cá andam aos anos. Ouves também os centrais... de resto acabas a dizer essa do com treinadores trocados, q o FCP já tinha 20 de avanço, qd por acaso até foi essa a ideia q transmiti qd disse q se o lope tivesse o Almeida, Derley ou Lima e Maxi em vez do Alex Danilo e Jackson! Fodasse és mesmo burro!

Desde o início da época que aqui se diz que o FCP tem muito melhores individualidades q o SLB, mas q o SLB é carregado por um treinador de nível mundial que acaba por equilibrar as coisas, e tu dizes essas coisas? FODASSE, QUE BURRO, MEU!

NÃO ESTÁS A PAR DAS COMPARAÇÕES DO NANI COM O GAITÁN? MAS TU ESTÁS A PAR DO QUE? Nem uma sinapse tu tens, caralho!

e a partir de agora, até seres menos burro não passa aqui mais nenhum comentário teu. ENTÃO XAU



PedroMágico, contrapõe ai com o gajo. Tu atacas-me pq eu digo sp o contrário do que ele diz que eu digo LOL

Gito Bastos disse...

Grande trabalho! Obrigado!
Infelizmente andei ausente e não cheguei a tempo de colocar a minha questão.
No entanto gostaria de deixar um tema no ar. Talvez para uma próxima oportunidade.
Qual a importância da vitoria nos escalões de formação?
Na minha opinião, excetuando o acrescendo motivacional e o numero de pontos necessários para manter o escalão numa divisão competitiva, a importância da vitoria é... Zero!
Basicamente, acredito na vitoria como uma consequência (que nem tem de ser inevitável) e não como um objetivo.

Dipeca disse...

Excelente conversa e como sempre, aprende-se imenso! Parabéns.

Mas para contrapor um pouco a vossa opinião sobre evolução do futebol, será mesmo possível essa dinâmica de haver apenas um ponto de partida mas todos puderem jogar em todo o lado? Isso ainda vai demorar digo eu. Hoje em dia vê-se Guardiola a alterar várias vezes o esquema durante um jogo, mas a iniciativa parte dele e mantém-se até à próxima indicação. Ou seja, há uma flexibilidade, mas esta depende sempre da indicação do banco. Já agora, será que essa evolução virá primeiro da formação ou serão as grandes equipas que abrirão o caminho? Na minha opinião serão as equipas séniores e os inovadores como Guardiola ou Baggio, Maldini, Bergkamp,Ronaldinho etc ;)

Pedro disse...

Eu? Deixa-me estar aqui sossegado que assustaste-me com esta reposta ao Jorge.
Xiça!!

Ainda não consegui ouvir tudo mas quero deixar aqui os parabéns pela iniciativa e pela forma como abordam o jogo e fizeram nascer carradas de conversas sobre o mesmo. Tal como o Nuno do EntreDez vocês elevaram a fasquia na discussão de futebol. Parabéns.

Obviamente que discordo de muita coisa que disseste na primeira parte (ainda só ouvi essa) mas já sabemos essa nossa divergência de trás para a frente. :)

Cumprimentos a todos.

Dennis Bergkamp disse...

@João,

Quem respondeu a questão sobre como estimular criatividade e por ai fora fui eu.

Mas aquilo que tentei demonstrar em forma de feedback e de noções de operacionalização, não é muito diferente do que os outros 2 marmelos pensam. =)

@Interior Direito,

Ontem, graças a ti, dormi menos umas 3 horas do que deveria. Tive de ver quase tudo o que o Football Hunting tinha no VIMEO. Acho que lhe falta volta e meia parar o video para apontar o que é que está a querer demonstrar (como fez no video do bayern ) mas tem ali coisas mt mt giras.

E deu para descobrir o 6 do River que parece ser qq coisa!

Paolo Maldini disse...

O Jorge Gaspar passou aqui, disse bla bla bla whiskas saquetas, mas o seu comentário não foi aprovado, porque a gerencia achou que seres sem neurónios já não podem intervir. A gerência manda-lhe também beijinhos e recomenda-lhe o forum do seu clube para prosseguir a sua aventura dos comentários pela net.

GV disse...

Vivam!

Não tive ainda oportunidade de ouvir tudo, ouvi apenas a primeira parte, mas não queria deixar de elogiar a iniciativa penso que do Baggio. Uma ideia muito interessante e inteligente!

Já ouvi uma resposta às minhas perguntas e agradeço :), espero ouvir mais nas partes seguintes e se for o caso vir aqui comentar algo do conteúdo.

No geral, do que ouvi, é uma forma muito interessante de promover o debate num suporte diverso onde a voz dá uma outra dimensão aos "personagens".

Aproveito para vos dizer, bloggers e alguns dos comentadores, que desde que conheço este blog e o posse de bola, estes são locais de visita quase diária para mim (o posse de bola há uns tempos q não como se sabe).

Não obstante algumas diferenças de opinião e de exposição, os conteúdos e alguns debates dos blogs claramente têm-me trazido informação e conhecimento que eu não tinha e com isso feito interpretar de forma diferente o futebol. Obrigado.

Desculpem a lamechice, parabéns e continue-se!

Cumps,

Pedro disse...

Maldini, dizes que a táctica dos 5-0 é igual à do 0-2?
Não me parece pq, exactamente, o César Peixoto no meio faz toda a diferença.

E a questão era mais profunda que isso..Coentrão estava disponível e David Luiz estava disponível e JJ, por causa de Hulk, procede às alterações. É o abdicar de uma ideia por medo de um jogador.

PS: Eu defendi, várias vezes, antes do jogo, a colocação de César Peixoto no meio, ao lado de Javi. ;)

Artur Semedo disse...

não querendo meter foice em seara alheia, táctica é diferente de onze titular. que se diga que o onze escolhido fosse incapaz de pôr em prática um modelo/uma táctica, é uma coisa; que se diga que a táctica mudou, simplesmente porque se escolheram tais e quais jogadores, é outra coisa...
pelo que ouvi, e julgo não ter perdido nada da(s) conversa(s), o que se afirma é: a táctica manteve-se, a ideia manteve-se, simplesmente foram escolhidos jogadores para a executar que, e nisso pareceu-me haver concordância, não seriam os mais indicados...
mas retiro-me, com saudações!

Paolo Maldini disse...

Pedro, a táctica é exactamente a mesma. mudaram os nomes dos jogadores.

Nos 5-0 jogou o Aimar, nos 0-2 jogou o Saviola, nos 5-0 jogou o Martins, nos 0-2 jogou o Peixoto. não houve alterações tácticas...

Se jogasse o Messi na vez do Kardec nos 5-0 a táctica era também a mesma... não era diferente lá pq o Messi faria toda a diferença...

João Duarte disse...

Bravo!

Muito fixe.

Pedido para a próxima...a máquina do café faz imenso barulho. Têm de fazer a gravação num sitio mais calmo.

E agora lanço o desafio...uma Khanacademy sobre futebol?

Abraço e obrigado!

Bruno Pereira disse...

E eis que finalmente consegui acabar de ouvir tudo!! Este modo é fixe porque demora muito mais tempo até acabar de "ver/ler/ouvir" o post e assim não tenho que estar sempre ansioso à espera de novos posts :) (já podem voltar a postar :P)
Não há grandes questões em que discorde do que foi dito, no entanto queria deixar aqui novamente uma pergunta/comentário ao Maldini(e aberta aos restantes claro!): "se queres mudar um jogador que tem sucesso em muitas ações parvas que costuma ter, muda-lhe o contexto para o obrigares a procurar novas respostas uma vez que as antigas deixarão de servir. Não? Ex: mete o Sálvio na esquerda e vais ver que ele vai deixar de forçar o 1x1 para a linha. Se for inteligente vai procurar apoio, senão for, vai procurar o 1x1 para dentro. Menos mal :P

Abraço!
http://orgulhosamentelampiao.blogspot.pt/

Paolo Maldini disse...

o bruno pinto tentou falar. mas de onde estamos não conseguimos ouvir a seccção de congelados do lidl

Blog de Portugal disse...

Ainda não ouvi nada, mas deixando apenas um comentário sobre o que foi escrito pelo Diogo Pinto logo no início:

eu também já vi esse estudo dos golos, que também me foi apresentado pelo Prof. José Guilherme. E, de facto, vendo aquilo, qualquer um fica a pensar que ao alto nível (sendo cá em Portugal a primeira liga) tem que se treinar mais Bolas Paradas.

O problema é o lado dos jogadores. Uma coisa é eles fazerem 75% do treino antes do jogo em BP, tudo bem.

Outra é treinar de forma mais recorrente este momento. Porque há obstáculos (não concordo com todos eles, mas que existem, existem).

O treino passaria a ser longo, e apresentar de não acrescentar uma fadiga significativa, há sempre alguma resistência a isso.

E, sobretudo, porque mesmo variando os marcadores, com os remates, deslocamentos e saltos, quase de certeza que no mínimo 2 ou 3 chegam no dia seguinte a dizer que não conseguem treinar, porque são contrações muito fortes.

Em certos casos, acho que é paneleirice e um obstáculo cultural, mas arriscas-te a ter jogadores e o grupo contra ti e aí já foste.

Maddox disse...

Este Bruno Pinto que tenta comentar aqui é o que trabalha no lidl? LOOOL esse cromo é o Monsier Homais do Entre Dez!!!!

Não se lembram dele???? Foi tão gozado pelo Nuno que desapareceu da net durante para ai uns 2 ou 3 anos

voltou looooooooooooool

e vcs não o deixam falar? Tá mal!!!!

Aposto que o funcionário do lidl tem óptimos conhecimentos de futebol para partilhar connosco LOOOOL ou se não tiver goza-se com ele, ele amua como no entredez e desaparece da net uns anos LOL

Sui Generis disse...

Aos 8:30

"Tendo em conta a vossa premissa de que o cérebro predomina sobre o físico, e sendo a inteligência e tomada de decisão um factor mto mais importante que qualquer característica física, porque achas que a maioria dos treinadores de qualidade "senta" com relativa facilidade aqueles que parecem menos portentosos e capazes fisicamente (Marco Silva e Leonardo Jardim acabaram por fazê-lo com Martins e Montero, Jesus com Saviola e Aimar, Mourinho com Kaká e Modric) ?"

Percebi a tua resposta Maldini (Acho que foi quem respondeu)... Mas a minha questão era mais do pq isto acontecer... Posso perceber que o Saviola e o Aimar já não aguentassem o jogo inteiro, mas nos casos do Montero e Martins (o 1º com o LJ e o 2º com o MS)... acham que foram encostados pq os treinadores em questão queriam mesmo alguém de outro perfil (tipo Adrien, Slimani) ou achas que foram mais na onda do típico adepto que às primeiras dificuldades da equipa querem sentar os que parecem mais "fraquinhos" ?

gonçalo aguero disse...

O que acham de Bruno Alves no Sporting´´

Aza Delta disse...

http://lateral-esquerdo.blogspot.nl/2012/10/depois-de-perder-ramires-e-ganhar.html


Não concordo que o modelo do Jesus tenha sido sempre o mesmo, ao longo dos 5 anos e para ser sincero, nem se é nisso que vocês acreditam.

lance101 disse...

Obrigado pelas respostas!

Marco Migueis

Paolo Maldini disse...

Aza, quem afirmou q o modelo foi o mm ao longo dos 5 anos?!

Maddox, o Bruno Pinto tentou comunicar. Diz que no lidl fala-se muito sobre futebol e que não está nos congelados mas sim na caixa.

Maddox disse...

Mas tentou falar comigo? Diz-lhe que não sou panasca e muito menos quero conversas com grunhos com a 4a classe! Se trabalha na caixa e está com necessidade de falar, que vá falar de futebol com o colega dos congelados! Ah e que grave isso que deve dar uma conversa super interessante de seguir LOL

Paolo Maldini disse...

Maddox, o funcionário do mês do lidl voltou a tentar contactar-te. Diz que da caixa do lidl vai para a casa dos segredos. vai ter uma vida de sonho, apesar de apenas parecer patético um funcionário do lidl andar sempre de volta de espaços na internet para fazer comentários parvos.

Maddox disse...

esse totó que vá mas é servir a clientela em vez de estar na net. Portugal está como está porque totós como esse já nem servir bem as pessoas conseguem pq andam c os cornos enfiados no telemovel e depois ainda se queixam que só ganham 400 ou 500 eur qd até isso já é demasiado para essas múmias acéfalas.