sábado, 22 de novembro de 2014

Lições de Guardiola, terceira parte

Quem joga são os jogadores.
"Eu posso analisar o rival e distribuir-vos tacticamente da melhor forma (...)Mas a partir desse ponto, rapazes, a responsabilidade é vossa."







Não há tempo para treinar nas fases decisivas da época, onde joga de três em três dias. Chegada a essa fase, ou a equipa tem competências colectivas ou não as terá até ao final. Não há tempo para corrigir os erros do jogo anterior no treino. O que faz Guardiola nesses momentos? Usa imagens e vídeos giros, um pouco como se faz por aqui. Inclusivamente vídeos individuais, onde analisa a tomada de decisão de cada jogador.

O que faltou dizer sobre o jogo com o Arsenal:
"São dez minutos de nervos para Guardiola, incapaz de perceber como é que jogadores de tanta qualidade insistem em jogar bolas longas em vez de esconder e proteger a bola como ele havia planeado (...) - Por que é que a equipa não cumpre de forma tão evidente com as instruções iniciais? «Porque isto é futebol - explica Guardiola no dia seguinte, mais sereno - Porque somos homens e não robots. Porque queremos, mas nem sempre sabemos ou acertámos. Porque um treino é relaxado e um jogo é tenso. Porque o adversário também joga e tem qualidade ainda que haja muita gente que despreza o adversário... Porque isto é futebol»

Qualquer semelhança entre estas pequenas descrições do livro Herr Pep de 2014 e algumas pequenas coisas que vão sendo escritas e ditas por aqui é pura invenção nossa. Aí está o melhor do mundo, para mim da história, a relatar o que nós intuímos há muito. Se tiver dúvidas, consulte as etiquetas...

Boa leitura!

4 comentários:

Lenhador Pai disse...

"Ao relatar o que nós intuímos há muito", sabichonice inacreditável. Daqui a pouco foi no lateral esquerdo que o Brian Clough se inspirou...

Blog de Portugal disse...

Apesar de até discordar de algumas coisas, sim, o que se lê no livro tem várias semelhanças com o que é escrito por aqui. E sabem que são gente que percebem de futebol.

A comparação entre treino e jogo é deliciosa, ainda para mais ao alto nível. Há super-competitividade, mas é ao mesmo tempo um ambiente calmo, na maioria das vezes.

B Cool disse...

Acho que nem escarrapachando as coisas, haverá quem perceba... O mais cego não é o que não pode ver, é o que não quer ver...

Dipeca disse...

Baggio, vais continuar a spoilar? :D