quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Jonas, Óliver e Nani têm pausa e os outros grandes destaques individuais da primeira volta

Jonas. Não enganou, de facto. Logo nos primeiros minutos mostrou o jogador que é. Abriu a Liga com um cabrito nos primeiros minutos que somou na Liga, e tudo o que prometeu logo ai cumpriu. Está no top 3 com Nani e Óliver da primeira volta. Um jogador completo é isto. Não se medem pelos traços individuais, mas pelo que dão ao jogo em todos os seus momentos e fases. Verdadeiramente soberbo na criação, pela qualidade técnica impressionante e forma como gere os timings de todas as suas acertadas acções. Grande qualidade na finalização, independentemente da forma como finaliza. A percentagem de acerto de todas as suas acções, independentemente do espaço que ocupa, momento, ou fase do jogo é impressionante. Avançados deste nível nas últimas três décadas em Portugal contam-se pelos dedos de uma mão. Jonas está lá.

Óliver. Não importa o quão vistoso possa ser ou não ser. Não importa que por vezes possa passar despercebido. Como Jonas e Nani, tudo o que faz envolve uma decisão acertada. Tão novo e tanta maturidade. A construir, a criar e recentemente até a finalizar, o espanhol é um prodígio a prazo numa Liga demasiado pequena para tanto talento. Óliver joga e faz jogar. Prende, segura, atrai, solta, tudo sempre com o critério, e com uma qualidade técnica invulgar. Sabe tudo sobre o jogo e a velocidade a que interpreta cada situação de jogo é entusiasmante. "Eu tinha tudo na cabeça" referiu Zidane há não muito tempo. O espanhol é esse tipo de jogador.

Nani. Muito foi falado neste blog sobre o internacional português. Não são os dribles ou os desequilíbrios constantes que provoca que o tornam elegível. É o facto de saber enquadrar sempre as suas acções com aquilo que o jogo pede. É um desequilibrador nato que não força. Que sabe esperar, perceber os timings das suas acções. O Sporting cresceu exponencialmente em termos ofensivos com a sua presença. Mais um jogador completo pelo que oferece em cada fase do ataque. Qualidade com bola em qualquer espaço, a construir, a criar, e também a finalizar. Jogador fantástico cujo impacto foi, tal como se previu, imediato.

Gaitán. Talvez o mais apaixonante de todos os jogadores da Liga. Mas, não o melhor. Apaixonante porque transpira criatividade por todos os poros. Parece sempre capaz de inventar algo que não imaginávamos. Tem o condão de surpreender e tal tem um valor incomensurável. Não figura no top 3 porque ao contrário dos restantes três a percentagem de acções positivas não será tão alta. Arrisca sempre e nem sempre percebe que vai ser mal sucedido. Mais fantasista menos cerebral. Mas um jogador notável.

Brahimi. Mais um grande talento que chegou na presente época a Portugal. Impressionante a forma "fácil" como desequilibra partindo do corredor lateral. A demonstrar qualidades na finalização, também, teve impacto imediato. Mais vertical e menos fantasista que Gaitán. Tão objectivo como Sálvio, bastante menos cerebral que Nani. O argelino precisa de estar a um nível elevadíssimo fisicamente e tecnicamente (confiança) pois faz dos desequilíbrios constantes o ponto forte do seu jogar. Não é porém, o tipo de jogador que recorra ao 1x1 apenas porque sim. Percebe o enquadramento que as suas acções individuais devem ter, e também por ai é bem sucedido.

Jackson. O velho Jackson do costume. No final da época terá três bolas de prata em três participações na Liga. Notável a movimentar-se nas zonas de finalização. Seja a procurar a ruptura ou a responder a cruzamentos, o colombiano é com Falcao o grande goleador da última década em Portugal. A cada instante pode aparecer para desbloquear o resultado. Sabe tudo sobre movimentação e mostra também qualidade a receber e a entregar entre sectores. Ainda que tenha bastante qualidade para além da finalização, é ai que é verdadeiramente assombroso.

Salvio. Procura demasiadas vezes soluções individuais, mas a grande verdade é que é geralmente bem sucedido. Está integrado num modelo cujo jogo (linhas de passe) entre linhas é muito forte. Num modelo que acautela bastante bem as suas perdas. É um caso de sucesso num modelo que o potencia ao máximo. Com Nani e Brahimi forma o tridente de extremos com incrível facilidade em chegar ao golo. Pela forma como ataca as zonas de finalização quando a bola está no corredor oposto, e pela qualidade tremenda a finalizar. Tecnicamente e fisicamente muito dotado para uma Liga onde os laterais adversários simplesmente não têm argumentos para o travar individualmente se por trás não houver uma equipa organizada.

26 comentários:

Gonçalo Matos disse...

Gostava de saber a tua opinião sobre o carillo, se não te importares!

Paolo Maldini disse...

Olá Gonçalo, há mt de Carrillo nas etiquetas. Quase sempre em tom elogioso, sobretudo com o seu potencial. Esta época está a mostrar o pq de tantos elogios ao seu potencial qd ainda n mostrava mt! É rápido, muita qualidade técnica e não é nada burro com o querem pintar! Depois de um primeiro lote que engloba estes 7, apareceria ele, sem dúvida. E tb gosto bastante do Mané!

Aza Delta disse...

Desculpa o off topic, mas gostava de te perguntar uma coisa sobre o Ola John.

Tenho ficado com a impressão de que jogar na esquerda ou na direita faz a diferença no rendimento dele. Sendo um jogador que gosta de procurar espaços interiores ao invés de explorar as laterais, vejo-o muitas vezes "perdido" quando vem da direita, sendo inúmeras as perdas de bola, não por dificuldades técnicas ou físicas, mas porque mentalmente não está programado para resolver as situações em que se coloca quando faz esse tipo de movimentações (direita para o centro sendo destro).

Com o Marítimo entrou para lugar de Gaitan e esteve irrepreensível. quando não desequilibrava, devolvia ao corredor central, e ajudava a manter a posse até surgir outra oportunidade para desequilibrar.

Ontem foi a mesma coisa, começa na direita, mas quando muda para a esquerda, a "inspiração" regressa lol. Parece outro tipo de jogador.

Por isso a minha questão, é: até que ponto faz a diferença qual dos corredores laterais metes um jogador (tendo em conta o seu pé) no seu rendimento? Será o bom extremo aquele que decidirá bem no total das situações que ambos os lados exigem? Ou concordas que o Ola john é um jogador mais inteligente jogando na esquerda?

Paolo Maldini disse...

faz diferença sim, mas na minha opinião nada a ver com o q mentalmente q referes, mas sim com o pé dominante e com o que é pedido no modelo de jogo.

se tivesse num modelo que o treinador pede para receber do lateral, forçar o 1x1 com lateral adversário na direcção da linha e cruzar, renderia mais à dta...

Paolo Maldini disse...

ou seja, n o acho mais inteligente na esquerda ou na direita! Acho que rende mais pelo pé dominante e não pela interpretação que faz do jogo.

MaxiBeça disse...

Por amor de deus o nani estar nos 3 melhores da liga, esse jogador fraco que tem uma baixissima percentagem de cruzamentos com sucesso, raramente faz um drible etc, que lacunas tecnicas, enfim...

Vá agora a sério, para mim o top 3 é o mesmo. São os 3 jogadores verdadeiramente preponderantes nas suas equipas, se bem que o Gaitán falha o top 3 por muito pouco (está a fazer uma temporada excelente). O mesmo se pode dizer do inevitável Jackson.

Para mim o Brahimi, e o Salvio, ficam no mesmo saco, uns patamares abaixo.

Paolo Maldini disse...

atenção que deu um de cada um dos grandes, mas pq de facto sao para mim os melhores 3. N fiz para que todos tivessem lá um...

Edson Arantes do Nascimento disse...

De acordo!

Gineto1904 disse...

Luisão. Acho que é muito pouco valorizada a importância deste jogador na ideia de jogo do Benfica, na forma como lê o jogo e comanda a defesa Benfiquista. Considero o Luisão o Zidane (mentalmente) da equipa do Benfica, só que com as limitações técnicas ele é um Zidane que ocupa um espaço diferente em campo.

Cole disse...

Concordo com os destaques individuais. Não colocaria o Oliver tão lá em cima, face aos restantes companheiros do Porto (Brahimi e Jackson) porque penso que estes últimos são, no presente, ainda mais decisivos do que Oliver. Mas compreendo a vossa opinião de reforçar a questão da leitura mental do jogo em detrimento de questões de ordem física, onde Jackson (principalmente) e Brahimi se evidenciam mais.

Silvano Dores disse...

Maldini, como vês este pico de forma do SLB? A que se deve, já que acontece TDs os anos?
Verifico tb, que o SLB tem jogado mais por dentro, ou seja, o salvio tem procurado jogar pra dentro, tabelar, e não tanto como faz ou seja procurar 1*1. Ou seja, faz o que o Gaitán tem feito, mas com o pormaior de marcar mais vezes.
Terá esta forma de jogar a haver com o facto de ter um jogador como Jonas, que joga MT entre linhas e procura sempre a tabela?

Silvano

Aza Delta disse...

Mas Maldini, e se o Jesus no seu modelo de jogo quiser as duas coisas? O Gaitan e o Markovic tb eram dois gajos que gostam de jogo interior e jogavam no lado do seu pé mais forte. o salvio mesmo não tendo tanto critério na forma como interage com os colegas também força a entrada pelo meio muitas vez.
Não deveria o Ola John mesmo na direita se capaz de ter sucesso nos movimentos que façam, mesmo tendo em conta que pedem uma resolução diferente daquela que tem na esquerda, e que para mim costuma sair-lhe melhor?

Num caso extremo, o Messi é um gajo que jogando na esquerda centro ou direita, lateralizando ou buscando movimentos interiores em qualquer um dos lados sabe sempre definir melhor as jogadas.

Até que ponto, no caso do ola john, é culpa do treinador por não o colocar do lado certo, ou jogador por não ter recursos para fazer movimentos interiores num lado específico?

Silvano Dores disse...

Maldini, como vês este pico de forma do SLB, nesta fase, o qual acontece TDs os anos?
E já agora, o facto de salvio procurar mais o jogo interior, como faz Gaitán?
Terá haver com Jonas, que joga MT entre linhas a procura sempre a tabela?

Benfiquista Tripeiro disse...

"o colombiano é com Falcao o grande goleador da última década em Portugal."

O Cardozo não cabe neste lote? Porquê?

Paolo Maldini disse...

Benfiquista tripeiro

Cardozo teve média de 0.58 golos por jogo

Falcao, 0.82

Martinez está com 0.79

Creio que a diferença é de tal forma acentuada que explica. Mas, é claro que o Cardozo marcou mts golos! Mas ter 72 golos em 87 jogos como Falcao, ou 51 golos em 64 jogos como Jackson é mesmo uma raridade por Portugal!!!

curiosidade - Liedson teve a mesma média no SCP q Cardozo no SLB

Unknown disse...

Olá Maldini,

Reparei que disseste que gostas batante do Mané, referes-te à qualidade individual ou à interpretação que faz do jogo?
Do que tenho visto do Mané, obviamente com menos pormenor do que tu, parece-me que o Mané sempre que joga nas linhas força constantemente o 1x1, e perdendo muitas bolas (originando contra-ataques) desnecessários. Está errada a minha leitura?

Parabéns pelo excelente trabalho.

Paolo Maldini disse...

unknow, obrigado, antes de mais.

Quando falo em qualidade tem de aliar tudo... o Mané é um jogador em formação. É mt novo portanto é natural os erros. Mas, tem mt potencial!

miguelborges6 disse...

E esta do VP querer levar o Jara para o Olympiakos? Estranho esta escolha dele.

Ontem grande exibição do Campaña e mais uma vez do Ruben Neves, grande qualidade individual e a equipa do Porto parece estar a crescer muito.

Benfiquista Tripeiro disse...

Ok, obrigado, não tinha noção que a diferença estatística era tão grande.

Unknown disse...

Maldini, isto é uma avaliação ao que têm mostrado ou ao que "achas" do jogador no global? Os meus reparos se a avaliação for em relação à "forma".

O Gaitan tem sido bastante decisivo e até assertivo nas suas decisões. Estatisticamente lidera em assist e passes para ocasião com muito boas percentagens. Em relação ao Salvio acho que defensivamente tem estado bastante bem e quase que são mais as vezes que ele tapa uma perda do Maxi do que o contrário. Do resto estou de acordo contigo.

venis disse...

então mas os meus posts não passam pq? e já não é a 1º vez...

Paolo Maldini disse...

n sei venis. o q tinhas comentado?

venis disse...

médias de golos por minutos, não por jogo

Benfiquista Tripeiro disse...

Venis, não sei se é o caso, mas se escreveres o comentário antes do login no blogspot e só depois de clicares para publicar é que fazes o login, o comentário não segue. Pelo menos a mim acontece-me isso. Faz o login antes de escrever o comentário.

Olhos na Bola disse...

O nosso top3 andaria perto mas por ordem:
Nani
Brahimi
Jonas
Maldini gostava de te convidar a ler o nosso post sobre o Jonas e a sua importância no jogo actual do Benfica ;)
olhosnabola.com

venis disse...

ah é capaz de ter sido isso Benfiquista Tripeiro, thx pela dica ;)