quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Ter Messi

Em organização ou em transição. Ter Messi é estar próximo de vencer, mesmo quando estás por baixo.
O melhor de sempre porque perfeito em todos os momentos, em todas as fases. Ninguém conduz e define assim. Ninguém vê tudo assim. Entender Messi é perceber e amar este jogo.

Messi é o expoente máximo do futebol moderno. Todas as acções são positivas e aproximam a equipa do golo. No Calderón quando o Barcelona parecia sofrer, o argentino deu-lhes asas.

Messi é um seis, um sete, oito, nove e um dez. Incrível.




Video aqui.

18 comentários:

PedroF disse...

Há quem continue a não perceber o que o Messi representa. Pode não marcar golos nos próximos 10 anos, continuará a ser o melhor de sempre.

Edson Arantes do Nascimento disse...

A única coisa que apetece dizer é que o homem é incomparável... É tão, mas tão melhor que os outros todos - repito: todos - que até assusta.

DC disse...

Sem dúvida, num Barça que já não controla o jogo é cada vez mais ele a fazer a diferença.

Pedro Filipe Godinho disse...

"Messi é um seis, um sete, oito, nove e um dez." - Por outras palavras, é esta a resposta que costumo dar à lógica do "O Cristiano é mais completo porque remata com os dois pés e cabeceia bem".

Pedro disse...

Só não gosto do "de sempre"
D10S é D10S

Andre Lopes disse...

Estava a ver o jogo e a pensar no mesmo: Messi tem um entendimento do jogo muito muito superior aos restantes, chega a ser ridícula a diferença. Aquilo que dá ao jogo é algo fantástico, niveis técnicos e de criatividade surreais aliados às melhores decisões derivadas desse mesmo entendimento do jogo. Ao invés temos o Suárez, muita muita dificuldade em entender o jogo, chega a ser confrangedor.

Alguem viu as declaraçoes de Simeoni? «Na segunda parte, por decisão minha, a equipa jogou como viram: sem nenhum risco para sofrer golos, e sem aspiração a marcar.» «O Barcelona está muito mais intenso no seu jogo. A chegada de Suárez deu algo que não tinham». Deixo aqui o link, pois de tao surreal pode custar a acreditar - http://www.maisfutebol.iol.pt/internacional/espanha/simeone-para-mim-o-jogo-acabou-ao-intervalo

fabiol disse...

a defensiva do atlético é fantástica principalmente no 1º golo do barça o miranda mal posicionado e o outro central desapareceu.

João disse...

E o último jogo da La Liga?

Curiosidade: o Ronaldo está a ser o melhor na presente época porque marcou muitos mais golos no campeonato, certo? Ora retirem os golos de penalty e vejam o que acontece.

Se nem nesse ponto, está a fazer a diferença, será que Messi anda assim tão mal para dizerem que está muito em baixo e a milhas dele?

Andre Lopes, do pouco que vi, acho que Suarez estraga o Barcelona. Já se tem Neymar para além de Messi, ter um jogador só pela raça nesta equipa parece-me retirar soluções no ataque.

J. Saro

asaesas disse...

Não ter Godin, Koke e Tiago significa não ter boa parte da espinha dorsal da equipa do ano passado, e ter uma equipa fragilizada a defender. Mas disso claro que ninguém fala...

DC disse...

E nas outras duas derrotas desta época não houve Godin, Koke e Tiago? Como se fizesse muita diferença o nome do gajo que espeta os pitões nas canelas do Messi.

Edson Arantes do Nascimento disse...

É verdade DC. Foi o jogo todo a pisar, a bater, a agredir, a picar o árbitro, os adversários. Valeu tudo.

E no jogo de quarta-feira o Atletico teve momentos muito maus em organização defensiva. O terceiro golo do Barça, se não me engano, é patético: os jogadores do Atletico todos a reagirem ao homem e a deixarem o corredor central completamente exposto.

Fala-se aqui no Messi, porque de facto é demais para o meu cérebro, é o melhor a larga distância dos outros que eu vi jogar. Mas o Neymar está muito, muito bem. Grande jogador. Tenho adorado os jogos que ele tem feito nas últimas semanas.

Manuel Neves disse...

Messi é de outro planeta. É tão futebolisticamente superior aos demais que não há comparação possível. Dá-me vontade de rir quando dizem que Ronaldo é uma máquina, porque Messi sim, parece um computador. O passe sai sempre com a força certa, para o pé certo do receptor. Sai sempre com a trajectória necessária para o defesa acreditar que intercepta, saindo da linha defensiva, mas nunca suficientemente fraco para que possa ser mesmo interceptado. Os dribles são com a bola colada ao pé, para seguir a jogar. Tira os defesas da jogada (como no primeiro golo) suficientemente rápido para que não atrapalhe o seguimento que lhe quer dar. É como um computador a jogar xadrez, sempre à procura do melhor lance. E o mais incrível é como o faz em velocidade. É lembrar o golo da Argentina à Bélgica, nos oitavos do Mundial: ultrapassa um adversário e depois conduz, conduz, conduz e espera. Decide a 1000 à hora se deve rematar ou não até que decide que Di Maria está melhor colocado e deixa a bola à velocidade certa para o pé esquerdo do companheiro. É incrível, é impressionante como cada bola nos seus pés vale ouro. Eu ia parecer bom a jogar ao lado deste gajo.
Para mim, é o melhor de sempre. Eu já nem vou aos números, que são uma coisa estratosférica. É a puta da cabeça do gajo, que tem o futebol todo lá dentro. É um prazer ser contemporâneo deste gajo.

Andre Lopes disse...

J. Saro, a questão é que o Suárez não entende o futebol de criação de superioridade em espaços curtos através de passe/movimentação constante, redes de apoios. Várias vezes vejo messi a progredir, fixar, soltar no Suárez para tabelar e ficar de frente para a linha defensiva e o Suárez a meter no lateral de primeira.

Roberto Baggio disse...

enquanto isso continua o mito de que o atlético defende bem. ainda não se sabe distinguir defender muito de defender bem. é pena.
Quanto ao Messi já não há palavras. E sobre o Neymar, já estava a espera. Máquina. este ano já ganhei 50 apostas por causa dele lol

Pedro disse...

O Messi é tão bom que quase parece Aimar.
:)

João Mendes disse...

Não me parece que haja muita gente a questionar que Messi é melhor do que Ronaldo, a questão dos prémios individuais, de quem foi o melhor do ano é que fazem que estas questões apareçam.

Parece-me que Messi esta "preparado" para voltar ao top do seu futebol.

O Atlético sempre que conseguiu superar o Barcelona teve um super Tiago, e para mim parece-me claro que não o ter foi um grande revés para o Atlético. O melhor jogador que vi a anular os movimento de Messi.

DC disse...

João, o Atlético superou o Barça todas as vezes com Tata e nenhuma vez com outro treinador. A diferença é mais por aí. Tata não jogava por dentro do bloco do Atlético (chegou a dizer que a intenção era que o jogo não passasse por Messi), os outros jogam.

David Cardoso disse...

o futebol com ele parece um jogo tão simples