sábado, 14 de março de 2015

A quinta do Pizzi

O campo cheio pelo português como se fosse a sua quinta privada. E a  quinta vitória consecutiva do SL Benfica com Pizzi de início. A sua presença como médio centro oferta uma qualidade ao jogo ofensivo dos encarnados como nenhum outro se aproxima sequer. Aumenta a qualidade da posse, a bola chega jogável aos espaços entre sectores e as combinações saem com grande qualidade.

É mais um jogador encarnado com pausa. Com critério. Com qualidade técnica. É um regalo vê-lo tratar a bola e é impossível ficar indiferente a quem não se esconde. A forma como se mostra e não se coíbe de pedir, gesticulando, cada bola, faz parecer que foi ou é, indiscutível desde sempre. Personalidade! Aos vinte e cinco anos está agora a preparar-se para um salto qualitativo talvez já um pouco inesperado. 

O muito e de qualidade caudal ofensivo do Benfica passa muito pelo aparecimento de um médio centro de categoria. Oferece a qualidade necessária para que a bola chegue com qualidade ao último terço. 

23 comentários:

Roberto Baggio disse...

Yup 200% de acordo, tal como escrevi no Posse :)

Sam disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Frederico disse...

Análise, e não "analize", caro Sam.

Nos aspectos defensivos ainda está a aprende, aliás como assumiu o treinador do Benfica.

artnis disse...

O JJ está a 'ensinar' e a formar um novo grande jogador.

Não vai demorar muito a ser mais um jogador cobiçado pelo D'Artagnan ...!!!!

Ace-XXI disse...

É claramente mais 1 jogador a beneficiar do excelente trabalho de JJ, sinceramente estou curioso para ver o que será o Benfica no pôs JJ porque o que nao tem faltado é jogadores que no Benfica parecem ser jogadores com potencial para ser top mundial e depois nao conseguem confirmar tudo o que se espera dele.

hertz disse...

Realmente, tem estado muito bem o Pizzi.
Já agora, falando mais concretamente de 2 jogadores: Samaris e Eliseu. O que têm achado do seu desempenho?

João Duarte disse...

A seleção agradece. Ja estou a imaginar um onze com Pizzi e Bernardo Silva :)

Moscatel Com Gelo disse...

E aquele joagador dispensado e trintão?!?!?... Já vai em quantos golos em quantos jogos? E com recepções e movimentações que não lembram ao diabo?!

Edson Arantes do Nascimento disse...

O Pizzi fez um bom jogo, mas para mim o Jonas foi quase épico. Jesus. Tem lá uma recepção e rotação para a esquerda depois de um charuto da defesa que aquilo não lembra nem ao diabo.

E depois aqui há uns tempos diziam que o Cristante é que seria o 6. Ok. Mas este Samaris a continuar com o JJ é menino de 30 milhões para o Chelsea.

Edson Arantes do Nascimento disse...

Ah... E agora estamos a chegar a uma fase (quase seis anos depois) que me parece ser totalmente ridículo questionar o trabalho do JJ.

Tem um ou outro problema (se conseguir melhorar a organização ofensiva ainda mais, sobretudo quando os adversários conseguem defender bem o corredor central, seria perfeito) mas o que se pode pedir ainda a um treinador que garante 20 momentos de grande futebol por época?

Que reinventa jogadores como quem bebe cafés ao pequeno-almoço. Que organiza a equipa de tal forma que marca sempre bué de golos e sofre poucos. Quem diria que Pizzi, Jardel, Jonas (mas que grande jogador de futebol), Samaris e Eliseu, por exemplo, tinham capacidade para ser grandes no Benfica?

É que eles talvez não sejam assim tão grandes, apesar da qualidade de Pizzi, Jonas e Samaris, a dinâmica da equipa é que lhes permite ter as condições para jogar tão bem.

É assustadora a lista de ex-jogadores do Benfica (quase todos vendidos por valores altos) na mesma condição, devido sobretudo ao trabalho do treinador.

Benfiquista Primário disse...

De certeza que não foi o Penafiel a ir à Luz?...é que parecia mesmo! Que banho de bola. Jogadas de livro, sempre ao primeiro toque, foram tantas que lhes perdi a conta.

Nota artística, efectividade, autoridade de campeão.

Apesar do colinho ao Braga, como em Arouca. Aproxima-se a recta final, inaugura a estação Primavera/Verão da fruta...

Se o Lima soubesse o que é uma baliza e o defesa do Braga não tivesse tirado a bola em cima da linha, era uma goleada, que era o desfecho mais justo para este jogo de sentido único.

Jonas foi classe pura, como sempre. Pizzi está feito um box to box de topo. A asa direita da águia semeou o pânico, como quase sempre.

Mas o homem do jogo foi, claramente, só um: SAMARIS!! Grande, grande jogo - não só a defender e a recuperar, como a sair a jogar, várias vezes, com dois e três adversários em cima, rodando e fintando como...Matic! Estive no estádio e lá foi claro quem foi o melhor em campo. É só mais um milagre de Jesus...nada de anormal, apenas o habitual.

ToRnAdO disse...

Incluir Eliseu nessa lista é um atentado!

NSC disse...

Pelé: tudo dito.

R.B. NorTør disse...

Tornado (e outros),

Percebo as críticas ao Eliseu e gostava muito que o Benfica tivesse um plantel em que o Eliseu seria um suplente útil. Acontece que para o campeonato que temos, Eliseu é provavelmente mesmo o mais indicado para a posição neste momento, nem que seja pela capacidade de aplicar a lei da bomba. Mesmo no jogo com o Braga, a falta de argumentos defensivos não esteve evidente tendo ganho vários lances com calma, tranquilidade e uma categoria que lhe tem faltado noutras ocasiões. Assim sendo, faz todo o sentido incluir o Eliseu nessa lista.

Pedro Brito disse...

Depois do jogo, comentei com alguns colegas...Quem se lembra do Enzo com um Pizzi assim? Não é tão forte na condução como o Enzo, não reage tão rápido à perde como Enzo (apesar de estar bem melhor neste ponto), mas dá uma coisa que o Enzo não dava (pelo menos com tanta qualidade): Qaulidade de passe. É incrível a qualidade com que a bola sai dos pés do Pizzi, com passes verticais, explorando sempre o espaço entre linhas, aproveitando muito bem o trabalho do Lima e do Jonas (qualidade técnica, principalmente na receção, ao nível dos melhores do mundo) entre linhas. Com Pizzi, o Benfica aproveita o espaço entre linhas atrabés do passe e não tanto através da condução.

GV disse...

Viva,

O Pizzi tem mto que evoluir defensivamente e mesmo ofensivamente deve melhorar o passe.
Vai dar esse tal salto qualitativo, tal como o Samaris está a interiorizar o que se pretende dele, tal como o Jonas pegou de estaca e até tal como o Jardel evoluiu. Aliás este corredor central já faz mais sentido. É trabalho do treinador e também as características dos jogadores a melhorarem a grande pecha, para mim, do JJ até aqui: a organização ofensiva/posse de bola. O Jonas e o Pizzi sabem que a vertigem atacante não é tudo... Muito bom! Espero que seja este o (novo) caminho!

Cumps,

Gonçalo Matos disse...

Com o aumento da pausa em detrimento da vertigem, não teria sentido uma maior aposta em Ola John? E imaginem o que seria se o nolito ainda aqui andasse.. Era do crl

R.B. NorTør disse...

Nisso do Jardel espero para ver a próxima temporada europeia antes de comentar...

Manuel Nascimento disse...

Nuno Amieiro a trabalhar com Carlos Brito no Penafiel?

Dennis Bergkamp disse...

Manuel Nascimento,

O senhor do livro laranja?

Manuel Nascimento disse...

Isso. Não conheço o trabalho dele além do que escreveu (livro, blogue), mas sinto pena por não ser maior do que é. Talvez não mereça este reconhecimento; eventualmente também nunca procurou nada, ou não soube procurar ou não soube encontrar.

Mas custa-me ver estes gajos em segundo plano atrás dos Carlos Britos, em últimos lugares da liga, e ver outros de peito cheio sempre empregados sem saberem nada do jogo. Este Nuno, ao menos, sabe.

Interior-Direito disse...

Sim, vai ser preparador físico do CB.

GV disse...

O regresso do Talisca...