domingo, 22 de março de 2015

Este não é o Barcelona

Nunca imaginei tão pouco tempo depois de Guardiola ter devastado com o seu Barcelona, que esse mesmo barcelona fosse uma equipa tão longe dos princípios fundamentais que defendiam num passado recente. 

Um barcelona com pressa de chegar a frente não é o Barcelona.
Um barcelona que tem como objectivo aproveitar a transição ofensiva de forma agressiva para finalizar não é o Barcelona.
Um barcelona que parte a equipa para atacar, e consequentemente a defender, não é o Barcelona.
Um barcelona que não contrói junto, com pausa, que não chega ao último terço junto, não é o Barcelona.
Um barcelona que procura constantemente a profundidade, ainda que essa não seja a melhor opção, não é o Barcelona.
Um barcelona que divide o jogo, partilha a bola com o seu adversário, não é o Barcelona.

O jogo do Barcelona foi tão mau e tão fora daquilo que os jogadores estão habituados a fazer, que alguns dos deuses da tomada de decisão estavam tão extenuados, na segunda parte, que não conseguiram definir lances que definem com uma facilidade tremenda, em dias normais. Não vi todos os jogos do Barcelona em casa, mas este foi de longe, mas de muito longe mesmo, o pior jogo que vi o Barcelona fazer em casa desde Guardiola.

31 comentários:

João disse...

E o Suárez? Terrível.. Acho que o Pedro oferecia muito mais do que o Suárez...

Já agora, comparando este jogo com o do City, para a CL, o Barça jogou muito pior, talvez porque o Messi esteve menos em jogo. Encostado à linha...

DC disse...

Só não concordo que tenha sido o pior porque já vi o Barça do Tata.
Este Barça apressa a transição de forma completamente estúpida. Só na parte final, com Messi já ao meio (depois de passar uma primeira parte longe do jogo por estar colado à direita), se viu um Barça melhor.
E nessa altura só não marcou mais 4, 5 golos porque Neymar, Suarez, etc estiveram horríveis a decidir.

É mau principalmente porque o Barça ainda sabe ter a bola e é mesmo o treinador que opta por outras alternativas ao retirar o Messi do centro do jogo.

Dipeca disse...

Quem terá mais culpa, Suárez ou Luís Enrique? Depois de ver este jogo, barça e real eram mesmo muito melhores adversários para o porto. No Madrid Modric disfarça muita coisa.

David Cardoso disse...

Este ano em casa o Barça não tem sido a equipa do costume mas tbem não exageremos , hj jogou contra o R Madridd, numa fase complicada e decisiva da época..., não gosto do L.Henrique mas nesta fase da época é complicado pedir mais num jogo desta tenssão

Gonçalo Matos disse...

Suárez a ponta não é barça, matthieu a central não é barça, masherano a médio defensivo não é barça.. Desvirtuaram a essência do clube em detrimento do negócio e da putativa qualidade individual e agora já nem conseguem trocar a bola dentro do bloco.. Uma pena

Roberto Baggio disse...

Não sei se é a minha memória recente que me trai. Mas o Barça deste jogo é bem pior que o do Tata. Bem pior em tudo. O Tata ao menos, em casa, tinha bola. Muita bola. Não tentava ir rápido, partido.

DC, Neymar, Suarez, então e Messi?! Com cada decisão horrível que não lembra a ninguém... Mas lá está, os esforços que ele, e os outros, mas principalmente ele fez não tem nada a ver com que vem sido habituado desde há muitos anos para cá. É natural que não tivesse discernimento pois, mais uma vez não está habituado ao tipo de esforço que teve de fazer, para decidir os lances. Ele e outros.

GBC disse...

O estranho é que este também não é (era?) o Luis Enrique.

DC disse...

O Tata chegou a perder a bola contra o Rayo Vallecano. Teve jogos bem piores que este.

Messi decisões horríveis penso que estarás a falar de algumas tentativas de meter na profundidade no Suarez. Não considero serem assim tão más porque normalmente era isso ou jogar para trás porque apoios no meio era raro ter.
Quando passou a jogar no meio-campo depois da entrada do Busquets melhorou muito. Acho que a última meia hora dele foi excelente mesmo na forma como segurou a bola e nas várias assistências que deu.

R.B. NorTør disse...

Estava e ver um jogo com amigos e só dizia que se em campo estivesse o Barça o Real hoje tinha saído de saco cheio. Aquela opção por balões a partir do meio campo deu mais bolas à defesa do Real do que outra coisa. Na segunda parte cada tipo deo Barça queria resolver tudo mesmo com dois (2!!!) completamente desmarcados.

Por outro lado, Benzema fez um jogo épico!

Roberto Baggio disse...

Estou em desacordo DC. Primeiro porque contra o Rayo é normal perder a bola porque eles tentam ficar com ela, ao contrário do Madrid. Mas repito, estou a falar de jogos em casa. O Rayo teve mais bola no campo deles. Em Camp Nou, não. Nem dividiu, creio.

A segunda discórdia tem a ver com Messi. Definiu mal, também, vários lances de superioridade. Onde assistiu, é verdade, mas quase nunca para o colega melhor colocado. Se Messi tem tido frescura para definir, aí sim tinha dado goleada na segunda parte. Quanto à última meia hora, ele resguardou-se pelo cansaço. Não foi nem de perto do nível que o estou habituado a ver. Vi-o tocar atrás quando não devia, ir pra frente desapoiado, soltar muito tarde ou muito cedo... Foram muitas coisas mesmo no Messi.

Dennis Bergkamp disse...

Dá para trocar o Benzema com o Suarez?

Encaixavam muito melhor se trocassem de camisola.

Roberto Baggio disse...

Não encaixavam não. O Ronaldo não ia gostar nada da ideia looool.

Mas Modric e Benzema... era só trocar esses :P

DC disse...

Sinceramente não me recordo de ver nenhum lance na 2a parte em que não tenha gostado do que fez o Messi.
Talvez o lance do Neymar pudesse ter dado antes no Suarez mas acho que ambos estavam em condições claras para marcar. Mas também depois da primeira parte horrível é normal ter adorado a segunda.

Já agora, deste clássico fiquei com a convicção clara que Kroos é só fogo de vista. Lento a decidir e nunca arrisca o passe difícil. Já o Modric é de topo mesmo.

Luis Freitas Lobo disse...

Aquela substituição de Iniesta por Xavi, pode querer dizer muita coisa.
Um ciclo é feito de boas ideias, mas com os jogadores certos.
E o "Barcelona de Guardiola", tinha a escola da La Masia, e essa escola está a desaparecer.
Chegaste a ter um 11 de jogadores vindos de lá, hoje em dia jogam 4 (Pique, Iniesta, Messi, mais Jordi Alba que saiu de lá aos 16), o resto não está formatado para o famoso tiki-taka.
Neymar e Suarez nunca irão pausar o jogo, nem nesta, nem na próxima vida.

Hoje ganharam, mas mereciam ter perdido.

João disse...

Também senti o Barcelona partido. E situações em que a bola rodava para a direita na linha e só tinham lá 2 jogadores com a maioria da equipa a não aproximar-se para oferecer soluções, ficando no lado contrário.

Suarez horrível. É daqueles jogadores que é zero a jogar de costas para a baliza. Curioso que também comentei com um amigo que era trocar com o Benzema, uma diferença surreal.

O mínimo que o Barcelona tem de fazer é obrigar leigos como eu a não descortinar coisas tão óbvias.

J. Saro

Gonçalo Matos disse...

Baggio, não te esqueças do Isco!

Dipeca disse...

É vdd que Messi teve algumas más decisões, podia ter soltado em Ney num remate que faz, e por aí fora. Este Barça não destruiu tudo o que de bom Guardiola tinha feito. Ainda sobra a linha defensiva, ou pelo menos Piqué.

Futebol disse...

Também concordo, está um Barça descaracterizado, meio confuso... No entanto tem condições para ganhar e campeonato e a Champions, não só por ter os melhores jogadores por posição, mas sim porque cria mais oportunidades de golo do que qualquer outra.

Bartolomeu disse...

O que prova que os jogadores, por mais inteligentes excepcionais tecnicamente que sejam, são meros operadores. A mente que há de organizar e orientar é e sempre será a do treinador. Time mal organizado, com modelo de jogo falho, jogadores perdidos em campo, se deve a trabalho ruim de treinador.

Francisco disse...

Tenho cá para mim duas razões que podem explicar a descaracterização do Barça no jogo de ontem.
Uma foi o tremendo esforço que fizeram a meio da semana e que resultou num jogão contra o campeão inglês. Outra e a acrescentar a esta, tiveram pela frente o melhor conjunto de jogadores que a história já viu e que quando decidem jogar estando realmente motivados (poucas coisas os motivam mais que jogar no Camp Nou)é muito dificil pará-los.
Sinceramente acho que o Barcelona de ontem foi realista , o que no fim até lhe saiu bem.
Também li muitas criticas a um Barça "aborrecido" e que nos últimos tempos de Guardiola tinha a bola na mensma mas deixou de ganhar. Lembram-se da eliminatória contra o Bayern?

DC disse...

Desculpem lá discordar mas a desorganização ou descaracterização do Barça que se viu ontem não foi um acaso, é uma opção.
Há muito, muito tempo que LE quer isto. Quer expor mais a equipa para explorar mais transições rápidas em igualdade numérica.
Não concordo com este estilo de jogo nem com estas ideias, mas também não concordo com quem diz que isto é desorganização. É este o futebol que o LE quer, disso não tenho dúvidas.

da Costa disse...

O Barça realizou uma exibição sofrível, não teve nunca o controlo do jogo e não perdeu por acaso. Também não sou adepto desta nova forma de (não) jogar. Mas uma coisa é certa: os golos blaugrana (bola parada e passe longo/desmarcação de ruptura) nunca teriam acontecido no antigo jogo do Barça porque este simplesmente abominava este tipo lances. E lembro-me que Guardiola, na última temporada, controlou o jogo contra o Real mas numa transição rápida deixou Ronaldo decidir e perdeu o campeonato.

Mascherano ontem explicou bem isto no final da partida: com um jogo a meio da semana, tão intenso como aquele, há que explorar outras formas de chegar ao golo.

E a verdade é que podem ter decidido o campeonato.

João disse...

Desterrar o Messi para uma linha durante 70 minutos deveria dar direito a despedimento por justa causa, se não, a prisão! Ridículo!!

Bastou ele vir para o meio para, ainda que segundo os seus padrões não ter estado grande coisa, se verem ocasiões de golo em catadupa.

As linhas defensivas das duas equipas foram patéticas. Verdadeiramente inenarráveis. Obrigado aqui ao Lateral Esquerdo por me ter feito olhar para o jogo de outra maneira. Apesar de todos os seus defeitos, as equipas do JJ não se comportam assim (a não ser quando o Eliseu - que nódoa - adormece..).

Fosse o Benzema avançado do Barcelona e aquela equipa marcaria ainda mais golos. Que primeira parte prodigiosa. Mas a malta só vê números...

Treinadores muito muito mal. Péssimo jogo.

Sentinela um Estremecer disse...

Eu vi um jogo dividido em quatro partes: primeiros 20 minutos de jogo dividido; ultimos 25 da primeira parte com claro ascendente forasteiro; primeira meia hora da segunda parte com ligeiro ascendente do Barça; ultimos 15 minutos que podiam ter dado em goleada.

E sim, o Barça jogou de forma bem diferente do habitual, mas pela frente teve um Eibar que por momentos chegou a parecer-se com, sei lá, talvez um Real Madrid.

rochacj85 disse...

Baggio, explicas-me o que aconteceu no 2º golo do Barça? Quem está mal posicionado, o SRamos por ter posto todos em jogo, ou o Pepe por nao ter garantido a profundidade?

Quanto ao Barcelona é o que se vê: Vive do Messi. Isto não é uma boa equipa, é uma equipa que tem o Messi.

Tomás disse...

O ex-jogador e ex-treinador do Barcelona, Johan Cruyff, admitiu que a exibição blaugrana frente ao Real Madrid foi fraca: «Quantas bolas perdeu o Barça? Quem teve mais posse de bola? O Real Madrid e está tudo dito.»

Ainda assim, foi o Barcelona que venceu. Por isso, o holandês, não falou em sorte, mas não tem dúvidas: «O futebol é tão fantástico que jogas mal e ganhas. Porque quando jogas bem, o normal é ganhar, mas quando jogas mal não é assim.»

Fernando Antunes disse...

Concordo com o comentário anterior. Este é, goste-se ou não (eu pessoalmente detesto), o futebol de Luis Enrique. Uma equipa que é mais ameaçadora quando não assume o domínio do jogo e tenta jogar nas costas do adversário. O lance típico de futebol direto do segundo golo é disso um exemplo paradigmático. E depois, claro, a ganhar, com jogadores como Neymar e Suarez que gostam de correr em direção à baliza, as oportunidades surgem. É curioso como supostos adeptos do Barça cá em Portugal dizem que no jogo de ontem podiam ter goleado, como se tivessem feito um grande jogo! La Liga está longe de estar ganha, e pessoalmente espero que não ganhe porque, passe a provocação, isto parece mais um Barcelona de Sérgio Conceição. O Barcelona há de sempre dar espetáculo por causa dos craques que tem, mas a organização ofensiva não tem nada a ver com o que era..

patrickpereira4 disse...

Deixo aqui uma analise do jogo. De facto o Barça já não é o que era...

https://tiquetac.wordpress.com/2015/03/23/fc-barcelone-real-de-madrid/

André Pinto disse...

Xavi, no tempo do Guardiola, afirmou certa vez que, em jeito de brincadeira, no balneário se dizia que em cada convocatória só um lugar estava sempre garantido: Busquets. Quando este não é titular, o meio campo ressente-se tremendamente.

ricnog disse...

O gajo que criou o vídeo não deve ter tido muita dificuldade.....

https://www.facebook.com/josealpereira/posts/10205195419658395

R.B. NorTør disse...

Já a Roja ontem, pelo menos na primeira parte, parecia bastante o Barça.