domingo, 1 de março de 2015

FC Porto x Sporting. Curtas.

- Primeira parte fabulosa de William Carvalho, contrastando com Adrien. Um recuperava e entregava sempre com uma qualidade incrível. Adrien até na condução demonstrava lacunas. Dos seus pés, a bola seguia sempre para os rivais e se o Sporting na primeira meia hora conseguia sempre sair em construção, nunca criava pela falta de qualidade do seu médio mais móvel;

- Excelente Lopetegui na decisão de lançar Tello. O Espanhol é extraordinário nas demarcações de ruptura. Não é só a velocidade mas também os timings e movimentos. Contra um rival incapaz de controlar o espaço nas costas, Tello apenas cumpriu algo que se poderia prever. Três golos em 1x0;

- Jackson. Melhor que Falcao. É o ponta de lança perfeito. Fabuloso em todos os momentos, em todas as fases;

- Tobias Figueiredo. Assustador. A análise cinge-se apenas ao clássico. Ai, Tobias foi confrangedor. Ora tropeçava, ora era contornado como se nem estivesse por perto. Terrível com bola. Mas, foi nos posicionamentos que maiores lacunas evidenciou. Fica o terceiro golo como amostra. Faz o passe para o jogador do FC Porto e continua imóvel até ver que a bola ia entrar em Tello. Como se o posicionamento defensivo fosse igual ao ofensivo. Como se o posicionamento defensivo com bola no corredor lateral fosse igual ao com bola no corredor central. Foi a última pessoa do planeta a perceber o que se estava a passar, sendo incapaz de controlar o espaço nas costas. A bola mudou de posse, na posse mudou de jogador, mudou de espaço e Tobias ficou sempre imóvel como se de um expectador se tratasse;

- Comportamentos colectivos da última linha do Sporting a revelarem-se muito maus nos jogos cuja velocidade a que as situações se sucedem foi muito mais rápida. Marco Silva disse pós Wolfsburg que treina muito defensivamente os lances em que sofreu golos, sugerindo insuficiências individuais dos seus defesas. Sacudir água do capote? Culpas repartidas por ambos? 

- Nani sem bola e com bola sem criar. Apenas preservar. Danilo e Alex são do melhor que há pelo mundo nas laterais defensivas. 

- Os golos do FC Porto a sairem pelo corredor central, onde podes jogar em qualquer lado, crias a dúvida e aumentas a dificuldade no posicionamento adversário. Mas sempre em momentos muito específicos e não contra a habitual organização defensiva adversária, com mais de uma linha entre bola e próprio guarda redes.

32 comentários:

P.Barreto disse...

Então é os laterais ?? (Cedric e Jonathan)

Paolo Maldini disse...

seu maricas, sábado às 15h n viste uma defesa a comportar-se assim de certeza :)

Gonçalo Matos disse...

gostei muito de ver a reacção a perda do porto, abafou o Sporting por completo na segunda parte. Neste momento, a qualidade do Sporting é muito pouca, quer individual, quer colectiva.. O desgaste dos jogos consecutivos também se faz sentir muito...
EM relação ao lopetegui, continuo sem perceber as suas substituições.. Tira sempre o médio com mais ccriatividade e que lhe Traz coisas diferentes

Roberto Baggio disse...

Mas vi a dar espaço para os médios. Só que os outros nem tocam nela hahahah

DC disse...

Gonçalo ali foi mesmo porque o Evandro já estava de restos.
O Lope hoje esteve impecável principalmente na escolha do 11.

... disse...

Para mim, hoje ficou demonstrada a qualidade de Jorge Jesus. Vai ao Dragão jogar com a defesa subida, a jogar na armadilha do fora de jogo e controla toda a construção do adversário.
Marco Silva tenta imitar essa estratégia, leva 3-0.

Koboi disse...

Tobias esteve irreconhecível hoje. Péssimo em tudo.
Houve claramente um qualquer problema psicológico, ou factor extra de pressão (que não se viram contra Wolfsburgo ou Benfica) que o fizeram abanar por todos os lados.

Parece-me (mau ou falta de) trabalho de treinador...

Rumo Norte disse...

Então e o que acharam do trabalho do Montero, esse tal que é o melhor jogador que o Sporting tem? (Estou a provocar, já há muito tempo que não dizia nada aqui). De facto, hoje, não houve Sporting. Mas fiquei com uma dúvida: o Porto também me pareceu demasiado formatado nesta forma de atacar - lançamento em profundidade para a entrada do Tello, e o Jackson apenas a aparecer no trabalho de construção. Pensam que a alteração do posicionamento dele se deve a uma estratégia do Lopetegui, ou é o Jackson que percebe que para ter jogo tem que vir atrás? Estou desconfiado que é a segunda, mas gostava de ouvir outras opiniões. Na próxima jornada, contra o Braga, não me parece que isto funcione.

Baresi disse...

Jonathan, Cedric, Adrien, Tobias... hoje estiveram horríveis.
Quando se tenta implementar um modelo de jogo que se baseia na subida das linhas, mas depois não têm a mínima noção do que é controlar a profundidade, é um autêntico tiro nos pés quando se apanha uma equipa que sabe fazer mais de 3/4 passes seguidos...
Já tinha sido Jefferson a fazer o mesmo na Alemanha (andava a jogar num hemisfério diferente dos outros) e hoje foi Cédric e Jonathan.
Este ultimo então... que coisinha má que por ali anda...

Gonçalo Matos disse...

DC,
Eu nunca vou conseguir achar que um meio campo com herrera e Casimiro é impecável. Especialmente com os jogadores que o porto tem.. Parece que é dar pérolas a porcos.

Ace-XXI disse...

Isto hoje foi uma noite... Quem diria que depois de ver uma entrada tao positiva íamos ser humilhados desta forma.

Disseram practicamente tudo, não é justo individualizar derrotas mas hoje foi claramente por Adrien e Tobias que a coisa começou por ruiu por completo.

Sinceramente tenho algum receio de que a equipa quebre animicamente para o que falta da época, o SCP recebeu o Benfica na melhor serie de vitorias de época (7) desde esse jogo apenas conseguiu derrotar o Gil vicente... O ambiente em Alcochete deve estar bem pesado mas a equipa tem de se unir para conseguir dar a volta a esta crise.

Anonimo das 22:57 a vitoria de JJ no dragão tem uma enorme dose de sorte porque ao contrario de hoje o Porto entrou arrasador e podia ter marcado em varias oportunidades e o benfica depois de ganhar vantagem torna-se muito difícil de contrariar.

DC disse...

Gonçalo, concordo em parte. Ontem sem o Oliver um dos dois pelo menos teria que jogar.
Ruben é muito melhor com bola do que Casemiro mas já notei que o Porto com o Casemiro consegue pressionar mais alto. Ainda há algumas coisas a limar no Ruben.
Quanto ao Herrera, apesar de o detestar, acho que não punha o Quintero no lugar dele. Pelo menos o Herrera não tenta 30 passes de ruptura por jogo.

Acho sinceramente que neste jogo o Lope fez o que tinha a fazer. Por exemplo em Alvalade, foi lá com Casemiro, Herrera e Ruben e foi horrível (curiosa também a "sorte" que o Sporting teve de apanhar o Oliver lesionado duas vezes). Desta vez acho que não dava para ser muito diferente do que foi.

... disse...

Ace-XXI, ao que chama sorte, eu chamo trabalho.
Vi o Benfica a condicionar a saida de bola do porto, sempre lá em cima, o porto não conseguia sair a jogar.

Ace-XXI disse...

DC em Alvalade Oliver não estava lesionado, entrou na 2 parte (juntamente com Tello) para o lugar de Ruben Neves e no jogo da taça foi titular e saiu ao intervalo.

Pedro disse...

Faltou uma palavra para Montero...tem lá dois lances onde decide bem em abrir para o colega mais bem posicionado mas a enorme falta de jeito em colocar a bola estragou o que podiam ser duas jogadas de muito perigo.

João Teles disse...

Rumo Norte, essa dúvida do posicionamento do Jackson é pertinente, mas com conhecimento de causa te digo que não é uma situação apenas percebida pelo Jackson, mas sim uma situação com intencionalidade do treinador que tem vindo a trabalhar há já algum tempo estes movimentos. Depois que a qualidade com que são executados e o timing das "saídas" dos centrais é mérito total do Jackson, sem dúvida. Que jogador! É médio e avançado ao mesmo tempo :D

DC disse...

Ace, tinha ideia que estava lesionado mas nesse caso ainda mais notória é a evolução das ideias do Lope :)

Já agora, aos que estão a elogiar o trabalho defensivo do JJ contra o Porto, que tal falar do facto de não terem criado nenhum lance de golo contra a defesa do Cedric e do Tobias? Isso também é trabalho?

Alberto disse...

Eu fico fascinado com o Jackson.
Que coisa estúpida, o gajo faz tudo bem... Podia lesionar-se uns tempinhos pa facilitar a vida ao meu Benfica ;)

JON disse...

Coisas engraçadas do futebol: o Porto jogou muito melhor em Basileia, contra uma equipa com melhor organização defensiva, mas não cometeu praticamente erros, não deixou enquadrar fácil no seu meio-campo (como o fraco Adrien fez 2 ou 3 vezes na 1ª parte), não teve tanta dificuldade na saída de bola, nem esteve tão nervoso.
No entanto, para a maioria dos portistas e demais adeptos, foi com o SCP que esteve "muito forte"...

Roberto Baggio disse...

A força doa resultados JON...

rochacj85 disse...

Baggio, sabes que sou um fã aqui do Blog e do que aqui se diz e defende. Considero-me um sortudo por ter descoberto este blog e o posse de bola.

Mas também sou 1 "portista cego", e acabamos de dar 3-0 a um grande rival. É 1 daqueles jogos que me vou lembrar sempre "o jogo em que o Tello fez um Hat-Trick e o bruninho fanfarrão ficou com um grande melão." ---> o futebol também vive disto!

JON, O que quero dizer é que não vejo qualquer espanto nisso. Para o próximo ano já nem me lembro mais do jogo do Basileia, especialmente se não passarmos. Até porque apesar do controlo, oportunidades de golo nem ve-las, com o SPorting podiamos mesmo ter goleado. É a história do copo meio cheio ou meio vazio, o Sporting facilitou mais que o Basileia, mas o Porto teve que ser competente para mete-las lá dentro.

É a opinião de um adepto fanático que está felicissimo com o que se passou no Domingo ehe. Abraços.

Unknown disse...

DC, o trabalho vê-se que com um plantel mais fraco tem mais pontos que o FCP. Cada jogo é um jogo mas o que interessa no campeonato são todos juntos.

DC disse...

JON e rocha, também penso que tem que se falar nisso. O Porto concedeu mais que em Basileia mas também criou mais. Adversário mais fácil? Muito discutível. O Basel não tem um Nani, por exemplo. O jogo do Porto foi muito bom. Não me parece que se possa dizer que um jogo que podia perfeitamente ter terminado 5-0 ou mais não tenha sido bom. Não foi perfeito claro, mas foi sem dúvida o jogo entre grandes deste ano em que uma equipa mais oportunidades de golo criou.

Unknown, se a tabela pontual é auto-explicativa para ti nem sei para que vens a este blog. Tens o site da bola.

rui disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
rui disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
JON disse...

Baggio, muito sinceramente acho bem que tenham apagado o comentário anterior a falar de arbitragem. Mas se este blog não é para se falar disso, também acho que deviam fazer uma limpeza na lista de blogs ali ao lado. Têm para ali vários que falam de tudo menos de bola e são escritos por mentecaptos... Just my 2 cents.

rui disse...

Peço desculpa pelo comentário, mas o que queria focar era a pergunta:

"como é que alguém se prepara para algo que não segue o normal, isto é, para competir com algo que não segue as mesmas regras que todos os outros?" ...como é que preparas os jogadores de uma equipa para isso?

Ruibonga

rui disse...

Para completar o raciocinio anterior, acho que a diferença do jogo do porto-sporting para o basileia-porto, se deve exatamente à diferente pressao que os jogadores devem sentir: como num dos jogos, estatiscamente sabem que irão ser prejudicados, então a margem para errar é muito menor...como é que se contorna esse lado psicologico?

Ruibonga

Unknown disse...

DC a questão é tu desvalorizares completamente os resultados, mas é engraçado que tens uma equipa com plantel pior à tua frente e não valorizas. Mas apesar de tudo o objectivo primeiro do futebol é marcar mais do que o adversário e neste momento o SLB, que tanto criticas, tem mais pontos do que o FCP, que tanto elogias. Com isto não digo que não aprecio o FCP nem a sua forma de jogar, mas consigo ter um espectro mais alargado do futebol do que tu e consigo entender que o que o JJ tem feito tem valor, o que para ti não tem.

Unknown disse...

E já agora, deixares essa arrogância de merda fora desta caixa de comentários também era engraçado.

rochacj85 disse...

A nível de regularidade, a tabela pontual tem que servir para alguma coisa, mas para quem só vem discutir tudo menos o resultado final. Porque existe uma grande diferença entre o resultado final de 1 jogo e o resultado final agregado de 34 jogos.

A tabela não diz tudo, mas mostra bem que o Porto e o benfica são muito superiores aos demais, e por aí parece-me sim que seja auto-explicativa e nesse caso pode-se dizer que existe uma correlação gigantesca entre os 2 melhores clubes do país e a tabela pontual.

Acho dificil a melhor equipa não ganhar um campeonato de regularidade, a menos que existam factores extra futebol.

Baresi disse...

Tem mais pontos, mais vitórias, mais golos marcados, mesmos golos sofridos, melhor goal-average.
Com pior plantel, depois de num ano ter perdido 6 titulares + Cardozo + Markovic + A.Gomes.