quarta-feira, 11 de março de 2015

Incrível como consegue esconder tanta qualidade

Já ouvi muita gente dizer que aquele treinador tem que ser muito bom, porque com aquelas individualidades consegue fazer muito mais do que o expectável. Nunca ouvi foi alguém afirmar que, os jogadores tinham de ser muito bons porque sem as ferramentas que outros treinadores permitem ainda assim conseguem mostrar qualidades.

Incrível como se consegue esconder tanta qualidade individual, com um modelo de jogo que não se sabe muito bem o que é. Poderia até perder, mas ao menos divertia quem pagou muito para assistir ao jogo.

15 comentários:

Futebol disse...

Tenho que concordar... Perdeu porque não foi ambicioso... Apenas quis mostrar que a bilharda dele também era grande ao colocar drogba em campo e passar Diego Costa para a direita com o Filipe Luís no banco.

Tiago disse...

futebol,

não foi ambicioso? que quer isso dizer? não quis passar?

acho que estas enganado. não sabe, nao preparou a equipa para ganhar e isso não tem nada a ver com substituições. tem a ver com a falta de qualidade do jogo colectivo do Chelsea. tem a ver com o que Mourinho acha que é importante na equipa dele nos Dias que correm.

abraços

Futebol disse...

Na minha opinião se após o 2-1, ele acaba com o jogo ao colocar em campo peso pesado... Ele não sofria aquele golo... A jogar daquela maneira como ele gosta a dar incentivo ao adversário era o momento certo para ele acabar com o jogo no "jogo" das substituições. Quando digo ambicioso foi em relação á maneira como a equipa esteve em campo a jogar em casa e sempre a sofrer do coração... Não havia necessidade para todo aquele sofrimento. Sinceramente acho que a arrogância de querer terminar o jogo com 2 avançados em campo e reproduzir o filme da final da liga dos campeões com o Inter o atraiçoou...

João disse...

Grave é quando tira o Matic para meter um central. Que crime!

Tiago disse...

Futebol,

Discordo. Não me parece que tenha nada a ver com o "jogo" das substituições que nem sei ao certo o que é.

Não me parece certo, ou que faça sentido que, depois de uma equipa mostrar o futebol paupérrimo que o Chelsea mostrou durante todo o jogo, se reduza a história às substituições.

Não sei, como dizes, se ganhava ou não. Mas olha, mesmo fazendo o que fez e que tu não concordas podia ter ganho, bastava o Courtois não ter dado dois passos à frente no lance do golo do Tiago Silva e secalhar passava o Chelsea, mourinho fazia cara de mau e aparecia em todos os jornais amanhã como a ultima coca-cola do deserto. A verdade? É que mesmo que tivesse ganho não joga uma beata. Nadinha.

Para mim, o que é relevante é que equipa de Mourinho não tem ideias nenhumas de jogo colectivo, espera sempre que Hazard resolva tudo, defende as bolas paradas em hxh, joga o jogo quase todo com a defesa colada ao guarda-redes, Fabregas joga a kms da grande area adversária, tem dois laterais da inteira confiança do treinador que, na minha opinião, são mais centrais que laterais, tem um ponta de lança, escolhido pelo treinador que não dá dois pontapés seguidos na bola.

Isto, entre outras coisas, parecem-me mais relevantes do que as substituições que fez ou deixou de fazer.

abraços

Pedro disse...

As substituições são o corolário de todo o contexto.
Nem eu hoje consigo defender Mourinho. Muito mau.

Agora só tem mesmo que vencer a Premier senão...

DC disse...

Tal como o artigo desta semana que refere que existia o Pedro (Passos Coelho) 1 e o Pedro 2, sugiro que passemos a referir-nos ao José 1 e ao José 2.
Diria que o José 1 "morreu" algures pelo 3º ano de Chelsea.

Paolo Maldini disse...

oh não! a policia das substituições! nao saber assumir o jogo pq n ha opçoes ao portador, ok... mas se saisse o euromilhoes com uma sub, ai sim...génio...

michael disse...

o zouma nao entrou nada mal, o problema está em nao querer ganhar, mesmo...
esta história dos grandes estrategas que abdicam de jogar e esperam o erro do outro, de vez em quando sai gorada... quem diria que o Blanc daria um banho (ou dois!) de futebol ao Mourinho?
é demasiado talento de que se abdica. ganhou o futebol, nao fico triste.

Petinga disse...

"Diria que o José 1 "morreu" algures pelo 3º ano de Chelsea."

Isto. A obsessao em vencer a Champions League na primeira passagem pelo Chelsea, sempre travada pelo Liverpool ultra-resultadista de Benitez, terao convencido Mourinho que a virtude estaria num outro tipo de modelo.
O triunfo improvável com o Inter validou essa conviccao na mente de Mou. E o anti-Barcelona que montou em Madrid apenas o confirmou.

... disse...

Mourinho, o anti-Mourinho...

Roberto Baggio disse...

"Nem eu hoje consigo defender Mourinho"

Mas é só hoje looool

Pedro disse...

Yep.

Roberto Baggio disse...

E é para não te chateares muito, porque se não nem hoje levo kkkkkk

Tiago disse...

Maldini,

Exacto. De que vale o coitado do gajo que deu condições à sua equipa de controlar o jogo, ganhou um zero, não concedeu oportunidades de golo ao adversário, quando o génio é o cowboy que mete o Mantorras a 5 minutos do fim e ganha o jogo?