quinta-feira, 19 de março de 2015

Perfeição. It takes one to recognize another

Perfeição. Se existe esteve ontem em Camp Nou.

No relvado e na bancada.

E oh! se existe!

Messi, a cada acção, a construir, a criar e a finalizar. Em transição ou em organização. O melhor de todos os tempos dá lições para quem quer perceber um pouco mais do jogo e de decisão. Como um boneco que fugiu da playstation para a vida real, a sua condução perfeita com o seu passe perfeito. Sempre com a melhor decisão associada. 

Seguramente que noutras eras já se ouviu a mesma frase, mas talvez só agora faça sentido. Nunca mais haverá ninguém igual.

26 comentários:

Red Wings disse...

Um génio a reconhecer a genialidade de um génio...Um momento para recordar...

Red Wings disse...

Um génio a reconhecer a genialidade de um génio...Um momento para recordar...

Red Wings disse...

"Seguramente que noutras eras já se ouviu a mesma frase, mas talvez só agora faça sentido. Nunca mais haverá ninguém igual." - estão a referir-se ao Messi ou ao Guardiola? Para mim, esta frase é aplicável aos dois...

Pedro disse...

Que jogo, que jogo!!!!!!!!

DC disse...

E eu até fiquei um bocadinho com a impressão que ele até "brincou" um bocadinho demais, pelo menos no que toca à finalização onde algumas vezes podia ter finalizado em vez de tentar comer o redes.

DC disse...

Já agora Maldini, esta finta foi deliciosa claro, mas fui só eu a gostar muito mais do que fez no lance do golo? Atrair os gajos todos e temporizar? Parece que os hipnotiza.

Clarence Seedorf disse...

Eu parecia um histérico no restaurante a ver o jogo.. Um dia destes ainda perco um tempinho pra mandar uma carta, aos pais, a agradecer a concepçao deste astro!

Rui Lança disse...

Foi delirante...ele ontem parecia um sénior a jogar com iniciados ou juvenis...tal era a superioridade.

Cantinho do Morais disse...

Fazia tempo que não me divertia tanto a ver um jogo (o que é normal, visto que sou do Sporting...). As reacções do Guardiola foram as minhas também!

Fez tantas, mas mesmo tantas coisas bem! Essa cueca é humilhante, ainda mais porque feita a alguém que não é jogador de futebol, mas aquela que ele faz ao Fernandinho... como disse um amigo meu: "é que tinha mesmo de ser aquilo, pois não podia ir por mais lado nenhum".

Impressionante.
2 notas:
- acho que nunca o tinha visto a suar;
- o número de bolas de golo que criou é um feito brutal;


É o Melhor de SEMPRE (creio que não restavam dúvidas).

Este jogo não terá uma grande memória futura devido a Joe Hart (honra lhe seja feita). Mas o mais impressionante (e isso também torna o futebol uma coisa bela), é que a defesa mais importante do jogo foi a Ter Segen, apesar de todas (e foram muitas) do Joe Hart. Incrível como esta eliminatória podia ter mudado, apesar de tão grande desnível (se vai a prolongamento... não sei se o Barça aguentaria... e com clássico no domingo).


Muitos bons jogadores, num jogo só (Messi, Suarez, Iniesta, Rakitic, Neymar, Piqué, Alves; Yaya, Kun, Silva, Hart, Kompany, etc).
Depois há Mónacos e afins...

Espero que os 4ºs não coloquem Barça e Bayern frente a frente.

rochacj85 disse...

Incrível o jogo que o Messi fez. A superioridade dele para os demais é simplesmente ridícula.

Diogo Limão disse...

Jogo suberbo de messi. Como dizia alguém no twitter: Messi conseguiria fazer uma cueca a uma sereia...

Roberto Baggio disse...

Gosto é quando a malta vai perguntando, ah, mas como é que se defende Messi?
Pergunta que revela o pouco alcance que se tem da real qualidade do argentino.
Messi não se defende. A bola não pode é entrar nele. Entrando, tá tudo fodido.

Hélder disse...

CUECÃO!!

CUECÃO!!

Mike Portugal disse...

"A bola não pode é entrar nele. Entrando, tá tudo fodido."

LOL
Eu diria que nesse caso a única coisa que se pode fazer é:

- falta;
ou
- teres um jogador constantemente a pressiona-lo, mas tem que ser alguém que aguente a corrida dele sem fazer falta. E o resto da equipa terá que se posicionar de forma a tentar empurrar a decisão de passe dele para uma ala;

Dennis Bergkamp disse...

Giro que faziam o mesmo tipo de perguntas "como é que se para o gajo?" em relação a um maluco que jogava de lingua de fora

Luis Freitas Lobo disse...

Nani?lol

Dejan Savićević disse...

Ontem foi um dia muito triste para mim!!! Enterrei o meu ultimo idolo de infancia! Depois da morte de Senna, do adeus de Jordan e da desilusão Armstrong...Maradona, ontem cedeu o trono a Messi...e acho que vou gravar o jogo de ontem para todo o sempre!

Pedro disse...

Jordan!!!
:)

Fazer falta? E conseguir? Lembro-me de ver o Pepe e o Ramos a tentar bater no Messi e a não conseguirem.
:)

Jorge Frias disse...

A melhor maneira é entrar à queima... Vais perder a maioria mas ganhas algumas. Contenção é uma brincadeira para ele. Faz 1 vs 1 ou faz uma tabela e vai.

E a mim choca-me qualquer ideia que passei por entrar à queima.

MOS disse...

Obrigado, genio. Muito obrigado. Aplaudi de pé a atuação ontem. Se gostas de futebol, nao tem como nao ficar completamente emocionado com o que se viu ontem.

Um dos momentos mais bonitos da historia do futebol escrito diante dos nossos olhos. Me desculpem mas Messi é tudo isso de tomada de decisao, tecnica, genialidade e muito mais. Messi é o futebol.

MOS disse...

Marti Perarnau, como sempre, preciso:

"En su pequeña carcasa, Leo Messi contiene un equipo completo de fútbol. Es un misterio indescifrable cómo ha llegado a atesorar tantas facultades distintas en un cuerpo tan menudo, pero la profundidad de su talento se antoja insondable, inmenso, difícilmente comprensible. Messi es delantero y centrocampista, goleador y asistente, extremo, falso nueve, delantero centro, interior volante, mediocentro, regateador, cabeceador, pasador, principio y final del juego. "

Marco Correia disse...

É una barbaridade que o Suárez consiga partilhar o campo com o Messi. Já jogarem na mesma equipa deveria ser crime. A única maneira de se juntarem estas duas personagens era se o Messi jogasse e o Suárez pagasse bilhete como todos os outros espectadores.

Não consigo deixar de pensar que se jogasse simplesmente o Messi como falso ponta de lança, entrando o Pedro para o lugar do uruguaio que o futebol do Barça crescia para um patamar ainda mais extraordinário.

É impressionante como está na equipa há tanto tempo e não entende quando é que tem de procurar o movimento de ruptura, dar linha de passe dentro do bloco ou simplesmente jogar com a a incapacidade técnica daqueles tijolos que tem nos pés. Há um lance em que o Mathieu sobe com bola controlada, durante a segunda parte, e ele fica simplesmente a dormir encostado ao Demichelis. Se tivesse dado linha dentro recebia com imenso espaço para progredir. Pior ainda foi a decisão com o 2x0 com o Neymar à boca da baliza e estoira contra o Hart.

Sobre a exibição do melhor de sempre, pouco mais há a dizer. O Messi produz com mais qualidade e quantidade num jogo que a esmagadora maioria dos jogadores em equipas de top. Marca uma época. E o que é mais assustador é que ainda tem praticamente mais de metade da carreira pela frente.

Gil Von Doellinger disse...

Entristece-me imaginar o dia em que terminará a carreira, por saber que nunca mais irá haver ninguém igual.

Messi é o auge para todo o sempre. Haverá um antes e um depois. Tento desfrutar ao máximo o durante.

Todas as comparações com qualquer outro jogador, do presente ou do passado, são absolutamente ridículas.

Interior-Direito disse...

doellinger,

Eu até posso concordar com quem ache Messi o melhor, mas daí a achar ridiculo que se o compare com, por exemplo, Maradona... Nada ridículo. Maradona tinha pormenores geniais que nunca vi nem verei a mais ninguém. Mas a consistência e qualidade do Messi permite-lhe dar luta ao Diego na luta pelo trono.

Gil Von Doellinger disse...

Interior-Direito, respeito a tua opinião, mas essa luta já acabou há muito.

David Cardoso disse...

o melhor jogador da história