quarta-feira, 8 de abril de 2015

PSG

Ser campeão com uma percentagem esmagadora de vitórias sobre derrotas e empates. Nem a falta de qualidade de processos justifica o equilíbrio estatístico, tal é a diferença de qualidade individual para todos os outros. Desde que entrou para comandar as estrelas em Paris, Blanc já teve tempo para mostrar um modelo de jogo que justificasse a sua presença em tão prestigiado cargo, ou pelo menos consistência ao nível de resultados. Nem uma, nem outra. O que seria deste PSG com Jorge Jesus ou Vítor Pereira no seu comando?!


22 comentários:

Pedro Cardoso disse...

Não concordo inteiramente. creio que existe qualidade nos processos de Laurent Blanc. A questão que Blanc enfrenta é mais de motivação dos jogadores daquele calibre para disputarem uma competição que já ganharam e que se acelerarem voltam a ganhar fácil. Esta questão da motivação é fundamental e é um pressuposto fundamental para a correcta realização das acções por parte dos jogadores. Quanto a mim, a seguir ao Bayern é a equipa mais forte na Champions e favorita a passar a eliminatória com o Barcelona e é precisamente nesta competição que se vê o verdadeiro PSG. Mas atenção, não deixa de ser da responsabilidade de Blanc esta diferença de rendimento entre as provas internas e a Champions!
Cumprimentos!

Artur Semedo disse...

https://www.youtube.com/watch?v=Gjx8RY7_NQ4

el loco in loco! <3

DC disse...

Estou mesmo a ver o JJ a entender-se com o Ibra lol.

Não é fácil segurar um balneário daqueles com gajos como Lavezzi, Ibra, David Luiz, etc...

Não os vejo no campeonato mas na Champions acho que têm jogado bem. Todos os jogos que vi dominaram, inclusivamente os jogos contra o Barcelona.

Gonçalo Matos disse...

Pedro Cardoso,
Não concordo com o teu comentário... A organização ofensiva do PSG é banal, entregue acima de tudo à qualidade individual... São organizados a defender, são competentes em quase tudo, mas exige-se mais, não achas?

E se compararmos a qualidade individual do PSG ao Barça, a vantagem é espanhola... Não me parece que sejam favoritos, mesmo este ano em que o Barça não faz questão de ter a bola.

Dejan Savićević disse...

Bielsa com menos de metade ou Jardim, fazem muito mais!!!

Roberto Baggio disse...

O psg não é competente, colectivamente em nada, em nenhum momento. Na minha opinião.
É pá Dejan, tudo menos o Jardim.
Fala-se muito em segurar o balneário. Mas que forma melhor de o segurar que jogar um futebol atractivo para os jogadores, que os faça sentir integrados no processo, que os faça disfrutar dos jogos, que os faça ganhar com regularidade? É que até ao momento, regularidade tem sido muito pouca. Psg na champions tem Jogado bem? Discutível. Na minha opinião, não. É uma equipa igual ao City.

Roberto Baggio disse...

Quanto ao Ibra, deu-se bem com Mourinho e mal com Guardiola...

Roberto Baggio disse...

Artur, mt bom. Mas ele continua a falar espanhol. Um problema enorme de comunicação...

Dejan Savićević disse...

Oh 'carrapito na nuca'... eu tb nao gosto dele, mas tens de concordar que o homem com menos valor individual está mais uma vez a fazer um bom campeonato!! imagina-o com o plantel do PSG...

DM disse...

Adoro o Bielsa. Para mim, joga um dos tipos de futebol mais atrativo da atualidade. Mas por alguma razão, parece que não acerta nos titulos.

VhsP TV disse...

O Jesus e o Vitor Pereira a falar francês? xD
Qual é o importância da comunicação no futebol?
Vitor Pereira na Grecia como é que ele se desenrasca? :O

Pedro Cardoso disse...

Concordo contigo Baggio, no sentido de que um bom treinador controla (também) o balneário através do modelo de jogo. No entanto, dizeres que não são competentes em nenhum momento do jogo parece-me exagerado. Mas isso dava pano para mangas...
Gonçalo Matos, exige-se mais sem dúvida sobretudo com a qualidade do plantel do PSG em relação à restante concorrência da liga Francesa, mas discordo em relação à qualidade individual ser superior. Talvez se compararmos posição por posição seja ela por ela com natural destaque para Messi, mas Barcelona tem dois buracos autênticos, Suarez e Mathieu e será por aqui que na minha opinião o PSG passa a ter vantagem sobre o Barcelona. Veremos :)

Luis Freitas Lobo disse...

Pois, mas o campeonato Francês é competitivo, tem muito boas equipas, têm dinheiro para gastar, estádios sempre cheios.
Há que dar mérito ás outras equipas também...

Dipeca disse...

Baggio, concordo com o Pedro. O PSG, dentro de portas, luta consigo próprio, pela motivação. Do pouco que vi sei que jogam mto melhor do que o PSG do Ancellotti.. Podem não ser brutais, mas não são banais...
Gonçalo, dizer que o Barça "não quer bola" é algo injusto: http://www.uefa.com/uefachampionsleague/season=2015/statistics/round=2000548/clubs/kind=distribution/index.html Eles muitas vezes apostam é na transição com aqueles três lá na frente..
Talvez Bielsa pudesse fazer melhor, mas Jardim não.. não estou a ver Pastore, Verrati ou Cavani a fazer aquilo que Jardim pede.. sejam processos brutais ou não..

Artur Semedo disse...

Ele assume que nem sequer perde tempo a pensar no momento defensivo. Por isso, acredito que sinta o mesmo acerca da aprendizagem de uma língua que, para ele, será sempre a prazo. Obviamente, quer uma quer outra recusa acarretam consequências nefastas. Há que ser louco para o assumir. :)

PicaretaLeonina disse...

Para mim a equipa mais competente em França é o Lyon. Aliás, ver o Lyon jogar faz-me pensar o que poderia atingir o Sporting se jogasse assim. Com qualidade em todas as fases mas, acima de tudo, percebendo que o essencial é ter uma organização ofensiva forte, capaz de tornar a equipa o mais criativa colectivamente possível. Uma equipa, ou, mais especificamente, um treinador, que até nas derrotas mostra perceber o caminho a seguir(http://www.beinsports.tv/news/title/hubert-fournier-frustrated-by-impatient-lyon/article/7roiub14ej2h1vrme4s0n0zk8). Só aponto ao treinador do Lyon, eventualmente, baixar um bocado as zonas de pressão em jogos grandes, o que prejudica um bocado o futebol de posse do Lyon(embora os resultados nesses jogos até tenham sido bastante satisfatórios), e um ou outro pormenor em termos defensivos, de resto é claramente o treinador que mais me impressionou este ano.

E falo no Lyon porque é um caso em tudo semelhante ao Sporting. Tem é um tubarão ainda maior do que os Benficas e Portos na sua liga. De resto, tudo muito parecido. É um clube com muito talento oriundo da formação, mas que está a pagar o preço dos gastos excessivos de quando ganhavam ano após anos, com a grande dificuldade em investir. Perceberam que devem apostar nos muitos talentos que formam ou compram, e perceberam, mais que isso, como o fazer. Integrando-os num modelo de qualidade e não os preterindo por jogadores inferiores. Invejo-os por isso porque, neste momento, são tudo o que o Sporting devia ser. Quer sejam campeões este ano ou não, coisa que seria um superar gigante de expectativas.

Para não fugir totalmente do âmbito do post, dizer que também não sou fã do futebol do PSG. Parece-me que o Blanc até quer jogar bom futebol(não é propriamente do género deste Mourinho, por exemplo) mas parece-me não saber muito bem como o fazer. Em organização ofensiva são assustadoramente banais colectivamente para os jogadores que têm(alguns deles completos mestres nesse momento do jogo, de topo mesmo), e no restante não acho que passem do razoável, quanto muito. Isto colectivamente. Individualmente são fora de série(ofereceram foi o melhor lateral-direito ao Lyon... Um dia ainda vou perceber isso.), e isso resolve-lhes uma tonelada de problemas.

Gonçalo Matos disse...

Pedro,
Não me parece que esses dois sejam assim tão piores.. O PSG tem o Matuidi por exemplom.. jogando neymar, Messi e iniesta, a qualidade individual do barça dispara para caraças..

dipec,
Era referência ao jogo contra o real

Roberto Baggio disse...

Dipeca, absolutamente em desacordo. O PSG de Ancelotti, para mim, jogava muito mais e dava 10-0 a este, em processos.

Dejan, está a ser regular, sim...

Picareta, de acordo :)

Dipeca disse...

Baggio, se tu dizes que o PSG do Ancelotti era superior em processos, então era de certeza.
Mas a ideia de jogo, aquilo que o PSG propõe agora, bem ou mal, é mais dominador e mais bonito do que aquilo que Ancelotti propunha.

Gonçalo Matos disse...

Ainda não consegui ver o Lyon este ano, muita gente tem-me dito bem deles. Vou tentar ver este fim-de-semana.
Vi uns jogos do Bordéus do Willy Sagnol e gostei da qualidade dos processos. Tem jogadores banais, acima de tudo fortes fisicamente. Mas tentam jogar futebol, bola no chão, a jogarem entre linhas e dentro do bloco adversário.

MOS disse...

https://www.youtube.com/watch?v=zjcgPbmbip4

Desculpem o off topic, mas aqui está, creio eu, o exemplo do que tanto se defende no blog

Laurentino Piçarra disse...

O futebol francês sempre teve a fama de ser muito competitivo a nível interno. Basta olha para o palmarés em termos de campeonatos. Não há nenhum clube que esmague em termos de palmarés os demais.
O Montepellier foi campeão há pouco tempo, quando poucos contavam!