domingo, 5 de abril de 2015

Relação com bola / tomada de decisão.

Jogo reduzido. Sempre o jogo reduzido como forma de estimular desde cedo a relação com bola e a tomada de decisão.

Sempre no centro do jogo. Mais posse, traduzida em mais decisões para tomar e mais situações para resolver também tecnicamente. Treinar tem de passar sempre pelo aumentar do número de repetições do que se pretende. Pelo aumentar da variedade de estímulos e complexidade de situações. Quanto mais novos os miúdos, maior envolvência com a bola se exige. 

O exemplo da Academia do Fulham, uma das melhores de Inglaterra.

"In recent seasons our Academy boys have started to play Futsal – what is that exactly?
Futsal is a game that’s very popular throughout Europe, Asia and South America. Through an increased number of touches (12 times more than in an 11-a-side game on average) it develops a players’ close-ball skills and, because they find themselves in reduced-space situations, they’re constantly forced to make quick decisions which demands speed of thought and quick reactions. It may be different from what they’re used to when playing 11-a-side, but ultimately it’s still all about preparation, intensity and working together for one common goal.
What are the benefits of playing indoor football?
Although it’s played on a smaller pitch and with fewer players, it’s proved extremely useful in terms of developing technique and skill – which is something that we have looked very closely at. There’s a lot to be said for playing Futsal, and our players have all really taken to it. There are a lot of one-v-one situations, so they’re learning to beat their markers, while you’ll also see a lot of intricate passes, working angles and creating space. It’s very attacking, but at the same time there are a lot of tactical elements too – they have to react to the speed of the game. They use a slightly smaller, but heavier ball, so once it’s on the floor, it’s then about moving and manipulating your feet and your body to be more skilful. Obviously our main priority is 11-a-side football, but our players can learn a lot from playing smaller-sided matches."



8 comentários:

Carlos Alberto disse...

Hoje os miúdos já não começam no futebol de 11 mas sim no de 7 onde têm de tomar muito mais decisões.

João disse...

Um pequeno off-topic sobre o mediático Ronaldo vs Messi:

Penso que ao longo do anos e durante este mesmo, podemos concluir facilmente que Ronaldo marca mais ao mesmo tempo que o Real marca mais, idem com o Messi no Barcelona. Basicamente, quando um clube marca mais que o outro, o seu melhor jogador marca mais que o seu rival.

Há uma relação de causa-efeito por motivos óbvios em ambos os sentidos, mas existe uma relação mais forte num dos sentidos?

Isto é:
O Real e o Barcelona marcam mais porque Ronaldo e Messi sobem de produção ou estes marcam pela maior produção dos seus clubes?

J. Saro

Bobe disse...

Mesmo assim, há quem prefira o Gladstone ao Hummels :D têm de encontrar mais textos daqueles

Roberto Baggio disse...

J.Saro, sem qualquer intenção de ofender porque és mais que assíduo aqui e com boas participações, mas essa pergunta é daquelas à VM...

abraço

Ricardo Miguel disse...

Esta é uma temática muito interessante que gostava de ver mais explorada.

No que diz respeito à relação com os colegas, relação com os adversário e relação com o espaço parece trazer ganhos consideráveis para os miudos. No entanto, no que diz respeito à relação com a bola existem algumas diferenças naquilo que devemos ensinar aos miudos na fase inicial da formação, devido, obviamente às características da bola e do piso.

Por isso, deixo algumas questões no ar: em que modalidade (tipo de bola, tipo de piso) os miudos devem começar? em que idades é mais vantajosa a iniciação do futsal? a prática do futsal deve ser integrada com a prática de futebol de campo?

Mais uma vez, parabéns pela riqueza do conteúdo que partilham neste espaço.

Cumprimentos

João disse...

Baggio, é muito provável e não ofendes de todo porque percebo tanto disto como o VM. Mas, mesmo sem a pergunta que fiz, perceber a relação causa-efeito acho que ajudaria a demonstrar a importância do golo na discussão.

J. Saro

Paolo Maldini disse...

Ricardo... se é para jogar futebol, acho que faz todo o sentido bola e superficie de futebol... mas claro, em jogos com poucos x poucos para ter os ganhos todos q falo aqui...

João disse...

Sobre o piso, estava a tentar encontrar uma frase ou algo que sustentasse algo do Cruyff que lembro de o meu pai dizer quando ainda mais novo, mas não encontro, portanto nem posso certificar que é verdadeiro. Só encontrei esta, mas que supostamente defendia mais vezes para jovens jogadores:

"When I was young, I played on the street, so a hard surface. You don't wanna fall then, so you learn how to keep your balance. Then you automaticly improve your technique"

J. Saro