quarta-feira, 6 de maio de 2015

inMessionante

Ter Messi.

Em organização ou em transição. Ter Messi é estar próximo de vencer, mesmo quando estás por baixo.
O melhor de sempre porque é perfeito em todos os momentos, em todas as fases. Ninguém conduz e define assim. Ninguém vê tudo assim. Entender Messi é perceber e amar este jogo.

Messi é o expoente máximo do futebol moderno. Todas as acções são positivas e aproximam a equipa do golo.

Messi é um seis, um sete, oito, nove e um dez. O melhor de todo o sempre para todo o sempre. Incrível.

16 comentários:

José Moreira disse...

Não sei se vi bem, mas acho que o Bayern esteve por cima colectivamente, mas o Barça tem Messi. Delicioso.

Cada vez fico mais convencido que até a central o Messi seria o melhor do mundo. Até a defender é excelente.

Roberto Baggio disse...

Guardiola avisou antes do jogo que Messi era impossível de parar! e aí está ele!

DC disse...

Por acaso isso que o José fala também é delicioso ver no Messi. A forma como adivinha para onde se vai virar o adversário para lhe tirar a bola também é de craque.

Roberto Baggio disse...

quem não percebeu que este jogo foi desequilibrado por um, e um só jogador, não terá salvação lol

Roberto Baggio disse...

O messi ta especializado, tbm, em ler o comportamento corporal do adversário... normalmente só o usam para defender. ele usa-o para defender e, sobretudo, atacar... mas guardiola já tinha dito que ele tbm é o melhor defesa do mundo, que quando está determinado a tirar a bola ao adversário, acaba quase sempre com ela.

PM disse...

Incrível! Que jogador...tem tudo!

Cantinho do Morais disse...

Curiosa afirmação de um grande jogador:

http://www.maisfutebol.iol.pt/internacional/bayern-munique/se-messi-fosse-guarda-redes-marcava-25-golos-por-epoca

Duarte Palha disse...

MEssi é do outro mundo...mas houve muito pouco bayern. Ataque completamente desapoiado, jogo de cruzamentos para a area. Desiludiu-me muito guardiola. Equipa semcapacidade de fazer posse no meio campo adversario e a abdicar do futebol apoiado. Guardiola foi menos Guardioa do que alguma vez vi. Nao ver isso, tb e nao ter salvaçao.

jorge gaspar disse...

Na primeira parte pareceu-me que o Barça esteve por cima e teve 3 ou 4 situações de golo claro, pelo menos duas com jogadores isolados frente ao Neuer. O Bayern teve uma, a do Lewa. Na segunda parte talvez tenha estado melhor o Bayern até ao 1o golo. No entanto há ali jogadores da parte do Barça que são muito superiores a qualquer um dos do Bayern: Messi, Iniesta, Neymar, Busquets, Dani Alves e Jordi Alba não têm ninguém á sua altura do outro lado. É verdade que o Bayern estava sem Roben e Ribery, e jogou quase o jogo todo incompreensivelmente sem Gotze (estará em má forma física?), ainda assim o Barça é muito melhor equipa na minha opinião. E aproveitando aquilo que o Maldini disse sobre serem os jogadores a jogar, a superioridade evidenciada pelo Barça este ano contra o City, contra o PSG e este jogo agora contra o Bayern prova que qualquer treinador que não atrapalhe muito, e que não intervenha muito arrisca-se a ganhar se tiver uma das melhores equipas.
Um treinador que consiga ensinar as coisas mais básicas a nivel defensivo e consiga que os jogadores percebam 2 ou 3 ideias essenciais e não fizer mais nada, entra directamente no top 10 mundial.
Um abraço

Miguel Pinto disse...

A organizacao do bayern esteve la... agora, aquilo que da corpo às ideias (dinamicas) nao depende tanto do treinador mas sim da qualidade dos players e da forma como reagem, ajustam e refinam a sua estrategia face ao comportamento ou dificuldades que o seu adversario coloca em campo.
O 2° jogo sera parecido, messi contra o bayern.
O Jose mourinho deve ter achado piada ao jogo...afinal de contas o Guardiola conhecia-o tao bem... (pensamento que deve ter assolado as mentes brilhantes deste mundo)

Tiago Botelho disse...

Não quero colocar de forma alguma a qualidade do Messi em causa. Ele é dos melhores de sempre. Mas acredito que ele joga desta forma porque está no clube com a melhor ideia e filosofia de jogo. Noutra equipa ele era igualmente desconcertante. Mas é no Barça que ele é o melhor.

João disse...

Gostei do jogo, pena não ter havido um golo mais cedo.

Depois Messi a tornar um jogo empatado numa percepção final de avalanche do Barça sobre o Bayern.

Eu vi como mero adepto sem ligar muito a pormenores (que nem toparia mesmo revendo), mas o Bayern não voltou a sentir (tal como no Dragão) dificuldades no seu jogo ofensivo na 2ª parte? A 1ª parte pareceu-me até melhor, mas na 2ª com muita dificuldade de chegar à frente com soluções.

De resto, não percebendo algumas ideias tácticas como 3 vs 4 defesas (talvez porque em PT habituámos sempre a 4 em defesa organizada), houve uma mudança logo na 1ª parte por parte de Guardiola, não? Quando faz um sinal de 4 com a mão após uma colocação de bola longa por Ter Stegen a colocar 3 vs 3 do Bayern.

Pena o resultado ter ficado definido na 1ª mão. Merecia mais.

Quanto a individualidades. Messi, Messi, Messi. Mas epá... Suarez, a sério? Nem na única coisa que sabe fazer esteve bem.

J. Saro

Mike Portugal disse...

Estou com muita curiosidade em relação ao jogo da 2ª mão na Alemanha. O Bayern não se vai dar por vencido tão facilmente e é bem capaz de marcar 3 ao Barça.

POC disse...

Que artigo lindo sobre o melhor de sempre. Obrigado.

Tiagolas disse...

Os princípios de jogo de Guardiola estiveram lá todos, os artistas é que fizeram efectivamente a diferença. A qualidade tecnica do meio-campo, ataque e até defesa do Barcelona é muitíssimo superior à do Bayern...e depois há MESSI!!! Apenas vi um jogador a aproximar-se (mesmo assim ainda distante) do nível de Messi que foi Maradona.

Tiagolas disse...

O Bayern não consegue virar esta eliminatória. Vai ter de arriscar e vão-se abrir muitas brechas atrás que o Barça vai aproveitar