quinta-feira, 4 de junho de 2015

Slimani, o homem do segundo poste.

Quando no texto anterior se falou apenas em três possíveis jogadores como capazes de triplicar o rendimento no modelo de Jesus, tal foi somente porque era o primeiro texto projectando o Sporting 2015/2016.

Um dos atletas que mais beneficiará do modelo de jogo ultra ofensivo de Jorge Jesus foi deixado para um texto a sair posteriormente. Todavia, porque na comunicação social já se adianta que Jesus o vê como um indiscutível, avança-se já com uma projecção ao que poderá ser a época do ponta de lança do Sporting, Slimani.

Será um regresso de Jesus ao modelo com um ponta de lança mais fixo, tão usado e que tão bem funcionou no Benfica com Cardozo. Um jogador mais fixo, mais preocupado em atacar as zonas de finalização. Se Cardozo com evidentes lacunas no jogo aéreo somou um número importante de golos a surgir a finalizar no ar ao segundo poste, Slimani promete uma época super produtiva em termos estatisticos.

O carrossel de combinações ofensivas intermináveis que sempre demonstrou imensa facilidade e sucesso na fase de construção e criação, terá um finalizador importante em Slimani. O argelino que apesar da fama de goleador não tem tido tanto proveito assim terá uma oportunidade de ouro para duplicar os seus números. 

Fixe. Será de cabeça e ao segundo poste que fará mais de uma dezena. É o homem certo na posição certa, no modelo certo. Como foram tantos outros que com Jesus e apenas com ele almejaram o Olimpo.

3 comentários:

SirKlopp disse...

Boa noite,

não elogiam mais o homem (JJ) que eu fico mais angustiado do que estou ;) .

Só com VP é que o Benfica pode ficar mais perto do tri ou também pode acontecer isso com J. Peseiro ou Paulo Sousa.

Obrigado pelo vossa partilha

Canaine disse...

Olá a todos,
Gosto de Jesus como treinador, sempre gostei. Não o idolatro como aqui se faz porque também lhe reconheço fraquezas. A última época é exemplo disso, plantel mais fraco, futebol pobre grande parte da época ( ver primeira volta) e jogos com equipas do mesmo calibre não ficou uma única exibição para mais tarde recordar. Mas o que lá vai lá vai.
Sobre esta quinta feira quem ganhou e quem perdeu.
O Benfica perdeu na reação. Ridículo o comentário do director de comunicação e a celeridade com que retiraram a foto do treinador. Demonstra azia e que se sentiram ultrapassados dando a entender que perderam e que o presidente adversário ganhou, LFV esteve menos mal. Era tão simples, agradeciam ao homem diziam meia dúzia de lavravas de circunstância e centravam-se no fortemente no discurso do temos um projecto "blá blá blá" e não entramos em loucuras financeiras e irrealistas. Os adeptos compreendiam não deixavam passar a ideia que foram ultrapassados pelas circunstâncias e criavam uma onda de dúvida no adversário.
Sobre o presidente do Sporting, aparentemente ganhou o seu ego, "roubou" o rival e mandou embora alguém de quem não gostava. De qualquer forma colocou a cabeça no cepo. A forma como tratou um treinador apreciado pelos adeptos e jogadores e a ideia que cometeu uma loucura financeira (ou alguém externo ao clube) serve mais para dividir do que para unir. Está portanto refém dos resultados. O Sporting com esta aposta tem de vencer, e tem esta pressão extra como não se via a quase duas décadas. E começa a época com a pre eliminatória da liga dos campeões e a supertaça, se correr bem é o que todos, agora, esperam, se correr mal pode se o princípio do fim de BDC. De qualquer forma fica mais forte com Jesus vamos ver se este tem paciência para aturar o presidente.
Quem acaba realmente e se dúvidas beneficiado e o FCP. Os principais rivais estão zangados como nunca é só agora é que começou esta história. O Benfica fica mais fraco. Vão ser reavivados "ódios" antigos que estavam adormecidos em relação ao Sporting.
O Sporting está mais forte e aparentemente isso até pode ser benéfico para o Porto que embora esteja obrigado a vencer o que não lhe poderá acontecer de certeza é o SLB vencer o tri. Assim o Sporting é poderá ser mais um na equação.
Enfim é para terminar, sou portista, e estou um bocadinho satisfeito. Se não fizermos muitas asneiras podemos tirar partido da situação.
Um abraço
Pedro Canaine

NSC disse...

1.º ponto: JJ é um grande treinador. Provou isso este ano. Mas precisa, como todos, de um trabalho sustentado. Não é por nada mas este vai ser o primeiro ano de JJ no SCP. É possível que faça um bom trabalho no primeiro ano, mas precisa de jogadores de muito nível para isso.

O Benfica de 2009/2010, que apenas garantiu o título na última jornada, tinha jogadores como Aimar, Saviola, Di Maria, Ramires, Coentrão, Cardozo, Luisão, Maxi ou David Luiz, bem secundados por gente como Amorim, Carlos Martins, Nuno Gomes, Quim ou Peixoto.

Vamos lá a ver que contratações faz o SCP, mas por enquanto não vejo nada parecido. Pelo que li, já pediu a permanência de Capel. Começa bem.