quinta-feira, 9 de julho de 2015

O jogo como um todo.

Onde cada acção é importante. Porque são as acções e decisões "pequenas" na construção ou criação, que levam a que surjam as "grandes", as da notoriedade, na criação (último passe) ou finalização. 

Iniesta é uma máquina na construção, na criação. Ronaldo uma máquina na finalização. Iniesta aparece menos a finalizar e não tem o engenho de Ronaldo nessa fase. Ronaldo tem mil golos. De pé esquerdo, direito e cabeça. Após receber ou de primeira. 

Messi, o melhor de todo o sempre, é a perfeição em todas as fases, em todos os momentos. O argentino não aparece com qualidade só na notoriedade. Descobre situações de jogo mais próximas do sucesso para os seus colegas, a cada bola que toca. Joga sempre para o espaço correcto (no pé? se no espaço, um centímetro à frente ou atrás?) e com o timming ideal. Messi é acertar sempre e aproximar a equipa do sucesso em todas as suas acções.

"Messi é muito melhor do que Cristiano Ronaldo. Messi tem influência no jogo. Cristiano não. Observa se ele tem influência no jogo do Real que não seja fazer golos ou fazer jogadas? Messi é influente" Daniel Alves.

Ultimo minuto da compensação na final da Copa América, transição e Messi define praticamente o titulo. Progride, fixa, solta no tempo exacto para o seu colega numa situação de golo praticamente certo. Quem recebe de Messi faz o passe ao segundo poste, que acaba por sair um metro mais para a frente do que o que seria suposto. Quem finaliza, já o faz em esforço e contra a malha lateral. Bastaria haver mais um Messi em campo, para dar seguimento ao que criou e outra nação teria triunfado. Este é o legado de Messi. Faz-nos crer que todos os outros não estão ao seu nível.


21 comentários:

Pedro disse...

É por isso que Messi não é Maradona. Maradona, nesse último minuto, soltava igualmente mas ía buscar o passe mais à frente, fintava o gr e marcava golo.
:)

António Viegas disse...

E no entanto, o melhor de todo o sempre, apesar de pertencer à selecção mais valiosa do mundo, nunca ganhou nada para a Argentina...

rochacj85 disse...

Pedro, daqui a nada dizes que o Maradona marcava mais golos que o Messi ;)

rochacj85 disse...

Antonio, ver futebol ajuda na cegueira, ou pelo menos a pensar antes de escrever.

DC disse...

E é o triste legado de ter que conviver com os mais fracos. Perdeu o mundial porque Higuain e Palacio falharam, perdeu a Copa porque Aguero e Higuain falharam. Ele faz tudo bem, só não é omnipresente.

João disse...

António, verdade que a Argentina tem uma grande selecção, aliás, grandes jogadores, mas mais uma vez, e apesar de muita gente referir até à exaustão que o que interessa são os jogadores, constata-se que a importância de um treinador é fundamental.

Os últimos seleccionadores argentinos são de bradar aos céus. Cada vez que me lembro que Messi no mundial 2006 era, por exemplo, suplente de Maxi Rodriguez dá-me vontade de não sei de quê (curiosamente o mesmo treinador que deixa Jackson no banco em detrimento de Teo Gutierrez...).

Um bom treinador por si só não ganha campeonatos, mas um mau consegue perde-los praticamente sozinho.

Ace-XXI disse...

Desculpa mas isso nao é verdade messi nao foi o melhor jogador argentino na copa América e menos ainda no mundial, jogadores bem mais fracos que ele estiveram em melhor forma e foram mais importantes para a argentina ter chegado as 2 finais.

Isto no entanto nao retira mérito a messi (acaba por ser normal o apagar de forma dos craques depois de épocas tão desgastantes

Roberto Baggio disse...

Pedro, como em 90? Ou como em 86? Não me gozes. Maradona era top top. Mas longe de ter a perfeição deste em tudo. Maradona não fez metade das coisas que vocês dizem ter feito. Isso são crónicas de heróis de infância, que atingem o Olimpo e marcam uma geração. Jogador intemporal, claro. E de um nível quase imbatível. Mas há Messi. Nunca me vou cansar de dizer, há Messi.

DC disse...

Maradona esteve fora da selecção entre 82 e 85 e pelos vistos foi por estar farto de ser contestado.
Depois ganhou também porque não tinha um Higuain na equipa e porque nunca defrontou uma Alemanha ou Espanha como estas.

MIGUEL VIEIRA Mourato disse...

Não sei como têm paciência para responder sempre igual ao mesmo tipo de comentários... Mais de 50% acho que quem marca golos é que é bom, para eles o Godfrey Chitalu deve ter sido o melhor do mundo da altura (dizem por ai que marcou 107 golos... craque? Depois 40% dá se ao trabalho de ver quem faz as assistências, já não tá mau, mas depois pensa que o Di Maria é muito melhor que Ozil... E depois temos 8% que observam num jogo quem constroi, quem desiquilibra, quem assiste, quem marca, quem defende... 2% sobra para pessoas como voces que vão ver posicionamentos e afins...
Estatisticas do zerozero vs ver um jogo com atenção :)

Berna disse...

DC, o Messi na final do Mundial também falhou um lance de golo, criado tb mt por ele, mas na hora de meter ela lá dentro, a bola passou rasteirinha ao poste... acontece a todos, inclusive a Messi.

Pedro Fernandes disse...

Ace nesta copa américa não estou a ver um jogador que tenha estado num nível acima do messi NA SELECÇÃO ARGENTINA. Otamendi e Pastore devem ter estado ao mesmo nível deste mas não estiveram declaradamente superiores

João disse...

«O engraçado é que ainda vamos ouvir dizer que o Messi esteve apagado na Copa América por marcou só 1 golo.»

Só vi 3 jogos, mas escrevi após o jogo da meia-final. No Domingo ou 2ª feira, vi alguém na TVI24 dizer que se aceitava a presença no 11 do torneio, mas seria rebuscado eleger para melhor do torneio.

J. Saro

DC disse...

Sim Berna, mas não comparemos. Esse lance é de um ângulo muito muito difícil. O que o Higuain falhou depois do Kroos lhe colocar a bola num passe errado é zona frontal contra o redes apenas.

David Cardoso disse...

Cuidado com esse tipo de Post, vais perder muita gente que segue este grande Blog , lolll

Pedro disse...

Baggio, isso não faz sentido. Hoje vemos mais de Messi num fim de semana do que víamos de Maradona num ano inteiro. Esse acompanhamento total que temos da carreira de Messi e que não temos de Maradona impede esse tipo de avaliação.

Maradona terá sempre algo do seu lado que Messi ainda não conseguiu (e duvido que alguma vez conseguirá) que é o romantismo de ter tido o sucesso em clubes menores e de levar a selecção ao colo até ao título mundial. Eu sei que não ligam a estas coisas mas elas são reais.

Para mim Maradona foi o maior e é ainda o maior de todos.

Messi tem Aguero, Garay, Di Maria, Mascherano, Palacio, Enzo Perez...a sério que querem comparar com os colegas e Maradona? Não entrem por aí.

Foram tempos diferentes...há 30 anos a separar os dois jogadores. Messi é o maior da actualidade e um dos melhores de sempre mas ainda não atingiu o que Maradona conseguiu atingir.

Roberto Baggio disse...

Pedro, vou repetir, Maradona não fez metade do que se diz ter feito.

Pegas num qualquer jogo dele e percebes exactamente isso.

Maradona tem do seu lado, quando estava numa equipa realmente pequena dois anos, zero campeonatos. Num terceiro ano, já depois de investimentos no plantel, e com jogadores a assinarem para jogar com ele - após mundial 86 - ganhou dois campeonatos em mais 4 anos. Ou seja, 7 anos, dois campeonatos, uma taça UEFA. Portanto, depois do investimento foi campeão. Antes, ganhou zero campeonatos, e uma taça UEFA.
Mundial de 82, nada... Mundial de 86 venceu. Mundial 90 perdeu. Percebo o teu conceito de levar ao colo. Mas ele não leva mais ao colo do que o Messi. Se há alguém que leva a equipa ao colo é este. Em tudo o que faz beneficia a equipa.

Depois, falam da selecção Argentina desse tempo como se fosse um bando de pardais. E estes, todos top. A selecção Argentina daquele tempo era tão forte quanto esta de agora, em comparação aos seus adversários.
Podes falar do seguimento e tudo mais e bla bla bla. Mas os jogos que ele fez na Europa - Barcelona, Nápoles, Sevilha - estão aí. Os jogos das provas internacionais também.

No final, é contar o quão deus ele era afinal porque não ganhou tanto quanto isso. Nem tão pouco sozinho. Houve jogos e jogos e jogos em que esteve em campo a bater bolas paradas, e nada mais. E depois tens outro que está em cada jogo. Como digo, sem crítica, é mais um herói de infância, pela forma como influenciou quem o viu. Era deus de facto. Mas este é muito mais que isso. Não há nem vai haver nunca jogador com tamanho rendimento em cada jogo. Ele meteu este jogo num nível impossível de replicar, e o tempo tratará de o provar.

Pedro disse...

herege!!!

da Costa disse...

Marcos Reina explica

https://www.youtube.com/watch?v=1ZWFbr07Dnc

Berna disse...

DC, ah sim, esse é escandaloso kkk

Ricardo Nascimento disse...

Eu gostava que me dissessem quantas vezes é que Maradona Ganhou a Copa América... e a Champions na altura em que Porto e Benfica tiveram 3 presenças em finais em 4 anos... e os nomes sonantes daquela equipa que ganhou o Campeonato Italiano no Ano em que Maradona lá chegou? eu ajudo... V..E..R..O..N..A..

Ricardo

PS: Maradona para mim era D10S