quinta-feira, 23 de julho de 2015

Pré-Época - Viver muitas vezes o futuro.

Depois da derrota com o Paris Saint-Germain (2-3), Rui Vitória expressou quais os objetivos para este compromisso com a Fiorentina: «Primeiro ganhar, segundo possibilitar que haja maiores ligações entre algumas microestruturas da equipa, e ao mesmo tempo dando oportunidades a mais jogadores, seja de início ou mais à frente. Aqui temos a condicionante de este ser um bloco de três jogos em que vamos jogar dia sim dia não, o que nos obriga a equacionar tudo para estarmos em condições para os três jogos.»

No seguimento do post anterior, que falava sobre o tempo elevado de empenhamento motor, é esta também uma das preocupações durante esta fase da temporada. Possibilitar que quem se prevê que vá assumir as coisas durante o ano, esteja mais vezes a vivenciar coisas "lá dentro".

O "entrosamento" é isto mesmo, é conseguir fazer com que pessoas e dinâmicas se conheçam e se relacionem com frequência, em contextos altamente competitivos, já que é nesses momentos que se dão as aprendizagens mais consistentes.

Seja A com B, sejam ligações inter-sectoriais e movimentos tipo (por exemplo, AV a baixar e interior a aproveitar o espaço criado pelo arrastamento do DC contrário - Ou outra qualquer brincadeira desse estilo).

Dai que, mesmo sendo pré-temporada, algumas relações sejam mais permanentes do que outras. Dai também que quando se começa a rodar, o jogo baixa muito de qualidade porque como as ligações são mais fracas, acontecem muito mais erros.

Os próximos jogos vão mostrar que ligações são essas.



4 comentários:

Bernardo disse...

Para já não gostei da forma dos dois médios centro a defenderem de perfil um com o outro, sem haver qualquer cobertura entre linhas do espaço à frente da defesa. Vamos ver se são problemas de primeiro jogo ou se são ideias diferentes...para pior.

BB disse...

Não concordo lá muito com a parte de "Primeiro ganhar."

Eat My Bullets disse...

Boas! No seguimento do comentário anterior acredito que o treinador disse primeiro aquilo que o adepto quer ouvir ( se perguntarem a 90% dos benfiquistas se preferia que se trabalhasse o entrosamento esquecendo a vitória esses benfiquistas diriam que o Rui vitória não tinha estofo para o Benfica), quando na minha opinião a pré época serve maioritariamente para ambientar os jogadores ao estilo do treinador e criar as rotinas necessárias para depois obter a vitória quando realmente importar. No fundo a realidade e primeiro o entrosamento entre microsetores e segundo obter a vitória

Blog de Portugal disse...

O "primeiro ganhar" pode ter sido uma necessidade do RV de transmitir isso ao grupo. Não estar só com elogiose com "tangas" de que na pré-época é para criar rotinas, para manter o espírito competitivo o mais alto possível, que também é importante.