domingo, 2 de agosto de 2015

Esqueça a cor da camisola, feche os olhos, abra novamente. Quem é o treinador daquela equipa que parece uma apresentação de Ginástica Rítmica tal é a forma coordenada como se tenta organizar em todos o momentos?

Jorge Jesus, é claro.

"Não quer dizer que seja este o onze que vai entrar já para a Super-taça"

Muito dificilmente não será este o onze de Jesus para o jogo contra o Benfica. Percebe-se que o treinador gosta dos movimentos verticais de Slimani, e do facto de se impor no jogo aéreo. Outro factor que não ignora no avançado argelino é o facto de não se poupar quando a equipa não tem a bola. Slimani surge como homem de área para Jesus, como Cardozo (embora de características diferentes) surgiu um dia. Teo é a fotocópia de Lima. Qualidades físicas, pouco acerto na tomada de decisão, muito agressivo nos movimentos sem bola, qualidade técnica que não impressiona. Mas será difícil imaginar este Sporting, na última versão do modelo de jogo de Jesus sem Teo, tendo em conta as novas exigências para as posições da frente - Lima. Carrillo, um dos que Jesus tem dado mais atenção, será grande protagonista nos desequilíbrios individuais - Sálvio. Positiva a adaptação de Adrien, pois quanto mais longe da baliza jogar melhor jogador será. E toda aquela disponibilidade que ele demonstra, canalizada para funções dentro de um modelo de qualidade, poderá finalmente dar o salto qualitativo para se afirmar ao nível nacional - Samaris. João Mário, um dos responsáveis pela pausa, e por gerir os ritmos da equipa. Mais fora do que dentro, percebe-se que procura de forma constante o passe vertical - Pizzi. Quanto à linha defensiva, não restam dúvidas que a aposta de Jesus será nos quatro que entraram neste jogo. Paulo Oliveira, ao final desta época estará pronto para assumir um lugar no eixo defensivo da selecção, porque receberá mais estímulos qualitativos numa época do que em todas as anteriores em que jogou. A importância que Jesus lhe tem dado ao nível do trabalho da última linha, colocando-o na posição 3, demonstra também a confiança do treinador nas suas qualidades como líder - Luisão. Jefferson a variar entre movimentos interiores e jogo exterior, e muito forte do ponto de vista físico e técnico. Porém, nem sempre com o cérebro ligado. Tem evoluído de forma muito positiva, e Jesus não ignora a qualidade que ele tem nas bolas paradas - Siqueira. João Pereira, a estabilizar do ponto de vista defensivo, mas ainda com demasiados vícios dos anos que se seguiram ao Braga de Jesus. Com bola, muito desligado daquilo que Jesus pretende, muitos cruzamentos sem nexo, procura constante da linha de fundo, cabeça no chão. Porém, muito agressivo nos duelos - Maxi Pereira. Naldo está confortável com bola, seguro no um contra um. É agressivo o suficiente para não deixar enquadrar e forte na primeira bola. Não é particularmente rápido, mas dificilmente os adversários vão aproveitar esse factor por estar protegido por um modelo de acção e não de reacção - Jardel.

Bryan Ruiz, o grande destaque do treinador nesta conferência de imprensa. "É um jogador com uma cultura táctica...  Neste momento é aquilo que mais me impressiona. Ele é um jogador que sabe tudo. Sabe tudo quando não tem a bola e quando tem bola. Ele pode fazer três posições na equipa do Sporting e de certeza que as vai fazer bem. É um atleta, um jogador com 1.88m, forte na bola parada também". Será o outro grande responsável pela pausa neste novo Sporting. Tem qualidade técnica, adora jogar por dentro, é forte individualmente mas não faz disso o seu jogo. Toca quando acha que deve, segura, roda, entrega com qualidade. Criatividade - Gaitan.

"É o treino que define quem joga"

A grande exigência de Jesus é esta. Quem cumprir melhor no treino com o que ele pede estará mais próximo de jogar. Mas exige também que os seus jogadores sejam muito agressivos a ocupar as posições, em todos os momentos. Nos movimentos com e sem bola a agressividade é uma exigência constante. 
A dança colectiva já começou, e por isso, e por ter qualidade individual acima da esmagadora maioria dos seus competidores internos, o campeonato promete mais um candidato até Maio.

"O Semedo não tem muitas características técnicas para desempenhar a posição 6. Pode ter físicas, mas técnicas não. É central"

E mesmo para central, será que tem?!

"Com quatro semanas não esperava tanto hoje"

Nem nós mister. Nem nós!

21 comentários:

torga disse...

Baggio, muito bom, obrigado! E uma dúvida - onde cabe Montero? Porque tem de caber, qualidade técnica muito acima de Téo e total capacidade pra entrar na dança no corredor central. Ou já são muitos jogadores de pausa? Queria entender, porque achei que Montero seria aposta de caras.

Pedro

nonameslb disse...

Erro historico,ja dizia RAP a uns meses atras.Nao me surpreende a evolucao em relacao ao ano passado.

Roberto Baggio disse...

Torga,

" E uma dúvida - onde cabe Montero? "

Para já não cabe. A insistência do treinador em contratar mais um avançado sempre me causou comichão. E assim que contratou Teo, disse logo que essa contratação tinha sido para jogar ao lado de Slimani, e não no lugar de Slimani. Por conhecer também muito daquilo que Jesus quer para os dois da frente. Creio que esta época Montero será sempre segunda opção. Ou pelo menos até Janeiro. Talvez, numa outra fase, com Montero a cumprir com os movimentos pedidos, e com a qualidade que dá com bola consiga convencer Jesus. Ele e Mané são o 12º jogador, porém.

m1950 disse...

Boa tarde Roberto Baggio,

Muito sinceramente não gosto das comparações individuais com o Benfica , queria só dar a nota que ontem a ideia de jogo de Jesus dominou por completo uma equipa grande no seu meio campo , e isso não acontecia no Benfica (ou raramente) , temos aqui uma nova versão de Jesus que para mim está na melhor fase da sua carreira.

Nunca vi antes tamanha ocupação de homens no corredor central , e penso que Bryan Ruiz foi essencial neste aspeto , pois só o vi a fazer movimentos laterais que cortavam sempre linhas de passe por dentro e por fora , poupou-se e ainda queimou o jogo Romano. Carrillo não flanqueou como seria de esperar quando joga na direita , procurou sempre os movimentos interiores cabendo aos laterais dar largura ao jogo , o Sporting embora nem sempre com qualidade insistiu e persistiu no corredor central abdicando imenso das jogadas pelos flancos como nunca antes se viu em Jesus.

Este Sporting parece-me Europeu e equipa para dominar inclusivamente os seus rivais diretos no meio campo adversário, e esta parece-me a maior diferença em relação ao Benfica de Jesus.

Faltou qualidade na transição ofensiva , com Adrien e João Mário e algumas falhas técnicas normais para altura , mas aquilo que é trabalho de Jesus já é muito visível.

Vamos ver se vem Boateng ser o Enzo ( as comparações que não me agradam), e claro William e Ewerton vão oferecer ainda mais qualidade na saída pelo centro do terreno.

Miguel Branco disse...

Acham mesmo que o Teo não tem qualidade técnica? FFaçam novo post daquia um mês!

Roberto Baggio disse...

m1950,

"Muito sinceramente não gosto das comparações individuais com o Benfica"

As comparações foram para situar os jogadores em termos de dinâmica no modelo de JJ, e só.

"queria só dar a nota que ontem a ideia de jogo de Jesus dominou por completo uma equipa grande no seu meio campo , e isso não acontecia no Benfica (ou raramente)"

Estou em desacordo. Aliás, tenho a certeza que JJ não vai dominar contra o slb ou contra o fcp. Dominou a Roma, é certo. Mas a Roma tem menos duas semanas de trabalho, o que nesta fase da época ao nível de pernas conta muito. Não podemos esquecer que JJ dominou muitas equipas com mais qualidade com o seu SLB. Não dominou foi aquelas que queriam ter bola, que queriam jogar em posse, e faziam disso uma das principais bandeiras do seu modelo. Creio que no sporting se passará o mesmo, mas estarei cá para rectificar se estiver enganado. Uma das coisas que mais me leva a pensar isso foi a forma como Jesus já preparou - de forma genial diga-se - o jogo directo do sporting no jogo com o crystal palace.

"temos aqui uma nova versão de Jesus que para mim está na melhor fase da sua carreira."

Talvez se possa dizer isso, sim

"Nunca vi antes tamanha ocupação de homens no corredor central"

Então nunca olhaste de forma séria para o Benfica.

"o Sporting embora nem sempre com qualidade insistiu e persistiu no corredor central abdicando imenso das jogadas pelos flancos como nunca antes se viu em Jesus."

Remeto, novamente, para a frase de cima. O Benfica era igual. 4 homens em cima dos 4 da linha defensiva do adversário, por dentro, a procurar os espaços entre sectores, e zonas para receberem e enquadrar.

"Este Sporting parece-me Europeu e equipa para dominar inclusivamente os seus rivais diretos no meio campo adversário, e esta parece-me a maior diferença em relação ao Benfica de Jesus."

Estou em desacordo, como já disse acima. Mas o tempo dirá. Quando for pressionado, o Sporting vai abdicar de jogar, e vai lançar no Slimani. Tenho 99% de certezas disso.

"Faltou qualidade na transição ofensiva "

Faltou qualidade em todos os momentos. O Sporting não está ainda perto do nível que vai atingir esta época. Está a 30% diria, e estou a incluir as bolas paradas.

ah-pois-e disse...

Só para rectificar: a Roma não começou a pré-época 2 semanas depois do Sporting. A Roma começou a pré-época no dia 5 de julho, 3 dias depois do Sporting.

Foi uma mentira contada por alguém (Freitas Lobo, creio?) e que pelos vistos está a perpetuar.

Portanto o Sporting jogou contra uma Roma que apenas tem menos 3 dias de preparação que o Sporting, o que não me parece uma diferença assim tão assinalável quanto isso.

ah-pois-e disse...

Fica aqui o calendário da pré-época da Roma este ano. O primeiro treino foi no dia 6 de julho: https://www.reddit.com/r/ASRoma/comments/3d0eyo/as_roma_preseason_calendar_2015/

4 dias de diferença, visto que o 1º treino do SCP foi no dia 2.

Pronto, era só isto. Continuem o bom trabalho :)

Roberto Baggio disse...

ah-pois-é, foi uma semana antes, estive a verificar. mas tens razão. cinco dias não é significativo!!! Portanto, um erro meu naquilo que escrevi, mas que não muda o que penso sobre o comentário que fiz.

Bernardo Ferrão disse...

Baggio, tal como tenho vindo a afirmar, por saber q a nível de conhecimento do jogo e de operacionalização não há melhor em Portugal, e porque acho que a qualidade individual à sua disposição é também muito forte (adoro William, JM, Ruiz, Mané, Carrillo, Montero, ...), acho que é o maior candidato ao título.

José disse...

Ainda não se jogou a supertaça e já se sabe o resultado: ganha o Jesus. Se a taça ficar na Luz, contam 6 anos, se for para Alvalade conta um mês e meio.

Roberto Baggio disse...

Lopetegui continua na frente, na minha opinião.

JP disse...

O titulo pende este ano para Porto ou Sporting.
O Benfica perde embalagem e vai na rectaguarda destes dois...
Mas com mais equilíbrio.

Filipe disse...

Baggio, uma pergunta: Ewerton ou Naldo, e porquê?

Ainda é cedo, mas se já tiveres uma opinião...

jorge gaspar disse...

eu considero o Sporting favorito ao titulo, mas pelo que deu para ver o Imbula vai colocar o Porto num nível mais alto. Das saídas que houve, Casimiro pareceu-me fraco, O Danilo foi bem substituído, perdeu-se bastante com Jackson embora ainda não se saiba se aparecerá novo avançado. Com mais um médio de excelência o Porto fica com todas as condições para vencer o campeonato. Se desse, era regressar o Oliver, e vir também o Markovic.
442 com Neves ou Danilo, Imbula, Evandro ou Bueno, Oliver, Brahimi e Markovic. que te parece Baggio?

GBC disse...

Filipe, acho que quando o Ewerton voltar vai ser titular, assim como o William. Tecnicamente é melhor, sai melhor a jogar, tem melhor passe vertical (que o Naldo). Mas este não é mau de todo (comparado com Maurícios e afins).

Acho o Porto favorito ainda, também. O duplo pivot assenta na perfeição quer ao Herrera quer ao Imbula (que me parece que serão os titulares), e ter Evandro e Bueno para jogar a 10 oferece duas soluções diferentes mas ambas de muita qualidade. Só precisam de um PL.

Quanto ao Sporting, já esperava um bom jogo por esta altura, mas não tanto, muita qualidade nos processos. Tenho dúvidas que o Montero não seja titular brevemente, mas vamos aguardar e ver o que o futuro trará. Gutierrez parece-me melhor que o Lima, mas ainda em "modo gasóleo".

João Pedro disse...

Boa tarde Baggio,

Sou leitor assíduo do vosso blogue por vezes partilho os vossos posts no facebook mas não tenho por hábito comentar e por isso peço desculpa.

Gostaria de fazer uma questão, o Porto tem um grande plantel e uma equipa cada vez mais conhecedora das ideias do seu treinador e pelo que tenho percebido parte como favorito, o Sporting caminha a passos largos para a sua melhor época da última década nem que seja apenas ao nível da sua qualidade de jogo e se tornar cada vez mais numa equipa super competitiva. Agora a minha questão é, onde vai caber este Benfica ou que pode fazer perante isto?

Sei que talvez, ainda não chegou o momento certo para falarem sobre isto e ainda precisem ver mais mas quanto a mim, estou muito preocupado.

João Pedro disse...

Boa tarde Baggio,

Sou leitor assíduo do vosso blogue por vezes partilho os vossos posts no facebook mas não tenho por hábito comentar e por isso peço desculpa.

Gostaria de fazer uma questão, o Porto tem um grande plantel e uma equipa cada vez mais conhecedora das ideias do seu treinador e pelo que tenho percebido parte como favorito, o Sporting caminha a passos largos para a sua melhor época da última década nem que seja apenas ao nível da sua qualidade de jogo e se tornar cada vez mais numa equipa super competitiva. Agora a minha questão é, onde vai caber este Benfica ou que pode fazer perante isto?

Sei que talvez, ainda não chegou o momento certo para falarem sobre isto e ainda precisem ver mais mas quanto a mim, estou muito preocupado.

João Pedro disse...

Boa tarde Baggio,

Sou leitor assíduo do vosso blogue por vezes partilho os vossos posts no facebook mas não tenho por hábito comentar e por isso peço desculpa.

Gostaria de fazer uma questão, o Porto tem um grande plantel e uma equipa cada vez mais conhecedora das ideias do seu treinador e pelo que tenho percebido parte como favorito, o Sporting caminha a passos largos para a sua melhor época da última década nem que seja apenas ao nível da sua qualidade de jogo e se tornar cada vez mais numa equipa super competitiva. Agora a minha questão é, onde vai caber este Benfica ou que pode fazer perante isto?

Sei que talvez, ainda não chegou o momento certo para falarem sobre isto e ainda precisem ver mais mas quanto a mim, estou muito preocupado.

bio disse...

Boa tarde,

Excelente artigo Baggio.

Infelizmente, parece-me que o Porto vai ganhar este, não pelo seu treinador, porque não gosto do que vejo, mas porque a qualidade individual vai resolver os problemas...

Paulo Jorge disse...

*há