domingo, 9 de agosto de 2015

Superioridade brutal como não se via há mais de ... 6 anos.

Mudaram as agulhas em Portugal.

O jogo, um jogo, até poderá ter um desfecho diferente do que espelham as equipas em campo até ao momento.

Mas, a superioridade do Sporting sobre o Benfica, que está há 55 minutos a correr atrás do adversário que soma ataques e ataques promissores e não deixa o adversário ter a bola mais que dois segundos na sua posse, é evidente.

 Importante recordar o histórico dos últimos 6 anos dos derbys e como a história aos cinquenta e cinco minutos no dia de hoje está tão diferente.


14 comentários:

Arnaldo Moura disse...

Apesar do Benfica não estar a jogar bem, lembro-me bem do jogo recente com o Sporting em que o Jardel empatou na última jogada e que o Benfica também foi nulo...

RuiG disse...

??? Oh my god! Como vocês estão!

R.B. NorTør disse...

Não comentei na altura porque só agora vim aqui, mas porra Arnaldo, é o que é dito no post: pouco importa os chouriços que entram ou não, o Benfica andou uma hora a correr atrás da bola e só deixou de corer atrás dela quando o Benfica quis.

Se este Benfica fosse uma equipa de meio da tabela que se pode dar ao luxo de perder um jogo aqui, outro ali, tinha jogado bem e tido azar (eu acho que foi sorte não ter levado uns 4, mas isso são outras contas). Para um clube que quer lutar por títulos isto não chega. Nada, nada, nada.

Parabéns ao Sporting...

R.B. NorTør disse...

Estou tão tonto que meti duas gafes, leia-se "o Benfica andou uma hora a correr atrás da bola e só deixou de correr atrás dela quando o Sporting quis."

Mighty Bruno disse...

Ano passado levamos um baile do Sporting em Alvalade e empatamos com a sorte que não houve hoje, num lance de bola parada nos últimos minutos... e era o Marco Silva o treinador.
Deixem-se de endeusamentos cegos.

R.B. NorTør disse...

Bruno, discordo. Discordo porque em Alvalade a nível defensivo nunca dependemos tanto de rasgos individuais dos defesas como hoje. Lances como aquele em que o Jardel tira um golo certo ao Guterres, ou aquele em que o Nélson Semedo limpa ao segundo poste (para falar dos mais evidentes) não sucederam em Alvalade, nem as ocasiões em catadupa. O mais preocupante do Benfica é ver como a pré-temporada só serviu para o Benfica recuar até à década de 90... Como se dizia por aqui, ainda não há muito tempo, hoje até das individualidades se duvida!

Arnaldo Moura disse...

NorTor, não disse que o Benfica jogou bem hoje e não auguro nada de bom para esta época, apenas quis lembrar que com o Jesus o Benfica não dominou todos os derbies como o post dá a entender.

E nem vale a pena puxar jogos com o Porto há uns anos, lembro-me muito bem do Sporting com o Marco Silva jogar bastante bem contra o Benfica.

Mário Felício disse...

Não é uma questão de endeusamento... É observação do jogo como um todo, de uma equipa a jogar em todo o terreno e em toda a largura, enquanto outra ficou amor parte do tempo a ver jogar!

E não se trata do resultado nem do jogo que é, é pura análise táctica ao que o Sporting construíu e ao que o Benfica não fez (mais por demérito na minha opinião, mas também muito por causa do jogo tácticos do JJ).

Vamos ver o que acontece agora que começará o campeonato...

Pedro Cruz disse...

Concordo com algumas coisas que já foram ditas nos comentários. O Sporting é melhor que o Benfica. O JJ é um dos melhores treinadores portugueses (quando defrontou VP, foi sempre pior) e RV não está nem perto. Além disso, tem melhor plantel. Mas como já disseram, o post é exagerado. Dá a entender que o Benfica de JJ foi sempre tão superior como o Sporting foi hoje. O Benfica chegou a levar bailes de meia noite frente a adversários diretos, tendo até na era de JJ uma derrota histórica. Contra o Sporting não ganhámos o ano passado, à 2 anos demos baile em casa mas tivemos sorte em empatar em alvalade. Se a memória não me falha, á 3 fomos também perder a alvalade. E nunca JJ teve um plantel tão limitado como RV. O do ano passado já era o pior e dai para hoje perdemos 4 titulares, embora 2 por lesão.

Acho que com 3 treinadores iguais para os 3 principais clubes o lugar certo para o Benfica este ano seria o 3º. Assim, acho que não se exige mais que isso a RV. Estou curioso para ver irão evoluir as suas ideias, estando consciente que tem de melhorar muito para que possamos lutar pelo título.

preto_nharro disse...

So conta o JJ? O facto de mais uma vez ele ter tido direito a td e mais alguma coisa k pediu n conta? Teo Gutierrez, Ruiz, e Naldo tb n fazem diferença? Vcs kerem fazer acreditar k ele está a fazer magia c as mm condiçoes k os outros tiveram, qd n é essa a realidade...

André Cunha disse...

Honestamente não estou a perceber tanto catastrofismo/triunfalismo. O Sporting foi superior, de acordo, mas quem ler estes posts ficará com a ideia de um jogo completamente arrasador, dominador, de uma goleada histórica, quando aquilo que aconteceu foi um jogo disputado, com ascendente do Sporting, sim, mas apenas duas ou três ocasiões de golo claras e um golo caído do céu aos trambolhões. Como já alguns comentadores referiram, o ano passado também tivemos jogos sofridos no Dragão e em Alvalade, na altura liderados pelo cérebro privilegiado do JJ, tendo o acerto de um jogador, ou a sorte, estado então a nosso favor.

O futebol faz-se muito de momentos anímicos e o Sporting estava e continua a estar claramente por cima, mas não vejo a diferença qualitativa que tantos apregoam. O SLB precisa acima de tudo daquele "clique" chamado vencer alguns jogos consecutivos para conseguir sacudir dúvidas e fantasmas.

Gonçalo Leal disse...

Que exagero! A sério?! Lembraste do jogo em Alvalade o ano passado ou estavas de férias???

Pedro Pereira disse...

é só azia

Luís Laranjeira disse...

Enfim, post escusado e, das duas uma, ou falharam alguns jogos do jj nos últimos anos, ou têm memória seletiva...