sábado, 26 de setembro de 2015

"Faltou criatividade individual"

"...para além da qualidade colectiva, era preciso aparecer qualidade individual."

"...faltou criatividade individual." Jorge Jesus.

Não importa se terá ou não razão. Se a perda de Carrillo é um fardo demasiado pesado para superar em termos ofensivos. Não fica bem, por muito que se possa ter razão, ou não... sacudir a água do capote.

P.S. - Nos dias de hoje, e com Lopetegui ao comando do FC Porto, é muito difícil imaginar quer SL Benfica, quer Jorge Jesus cem por cento felizes com o rumo que tomaram.

72 comentários:

Ricardo disse...

Isto vai ser a reedição de 2004/2005. Ganha o caneco quem cometer menos erros na fase decisiva. A verdade é que nenhum dos crónicos candidatos está a praticar bom futebol. Aliás, até me parece que tem sido o Braga a mostrar ideias melhores e dinâmicas mais interessantes. Não me admirava que um dos três do costume ainda ficasse em quarto à pala disso.

Pedro disse...

E bem sabemos como JJ precisa da criatividade individual.

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Rui Vitória arrisca-se a ganhar o campeonato....
Pela valia individual do ataque....Jonas sobretudo! Jesus sem ovos não faz omoletes !
Jonas e o esquema tático do Benfica são ideais em Pt...No entanto,curioso para ver com o Atlético....
Jorge Simão treinador do Paços resumiu a meu ver bem....o jogo do Benfica!

francisco disse...

Está enganado - o Benfica está mt feliz c/ o RVitóira.

Ricardo disse...

O divórcio do século! O Sporting não joga um pífaro! Não há Salvios, Gaitans ou Jonas, é tão simples! Tenho para mim que as Felações ao JJ aqui por estas bandas vão diminuir!

Paolo Maldini disse...

todos precisam Pedro, ou axas que o Mourinho era campeão com 11 gajos como tu e eu a jogaR?

O problema é na percentagem gigante dos que a tendo não mostram nada.

JVB disse...

Ele que meta quem tem criatividade individual...João pereira? A substituição de meter o william pelo adrien...o André Martins tem de ter minutos...

Paolo Maldini disse...

está Francisco? Estranho... por esta altura no ano passado tinha ganho a supertaça e creio q já liderava... A 3a derrota na época só deve ter aparecido 3 ou 4 meses mais tarde da desta época...Se excluires os jogos europeus, talvez 8 ou 9 meses mais tarde... mas, se tu dizes... eu acredito...

dgj_ucp disse...

JJ está a desiludir-me nas opções que vai tomando ao longo dos jogos, principalmente nas substituições. Faltou criatividade individual, é certo, então e tira o mais criativo em campo, João Mário, e deixa lá o Adrien a fazer o quê?

Pedro disse...

Xiii, eu nas mãos de Mourinho?? Qual Messi qual quê!!
:)

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Mas o Rui Vitória arrisca-se a ganhar ... Mesmo sendo LIMITADÍSSIMO!
O progresso na Lc pode determinar muita coisa!
Não esquecer. ...que o calendário foi favorável ao Benfica...
E que Scp tem mister mas perde no valor individual;Fcp tem bons valores mas falta Treinador...
Benfica passeia em Pt...sobretudo devido ao ataque que possui!

aimerpt disse...

Gostava que fizessem uma análise mais detalhada do que anda a falhar.

Mas parece-me que tem muito a ver com as individualidades. Há jogadores do Sporting que andam há uns 2 ou 3 jogos a tentar fazer uma recepção de bola em condições.

Tomas Félix disse...

Concordo completamente. Vamos ver se ele mantém esta opção se vai manter quando william voltar a jogar a titular. A não utilização de André Martins contra estas equipas não se percebe. Adrien passa o jogo todo a passar para o lado, porque quebra linhas é mentira

Tomas Félix disse...

Concordo completamente. Vamos ver se ele mantém esta opção se vai manter quando william voltar a jogar a titular. A não utilização de André Martins contra estas equipas não se percebe. Adrien passa o jogo todo a passar para o lado, porque quebra linhas é mentira

Miguel Amador disse...

Há que ter em conta que o futebol do Benfica é mais fruto do JJ do que do Rui Vitória (ainda que este tenha tido a inteligência de não mudar). São as rotinas e movimentações que ficaram que permite potenciar aquele ataque ao terem muitas oportunidades por jogo. Fica a questão é se o corpo funciona sem o cérebro, e se saindo Gaitan no mercado de Inverno, as ideias passam para os novos jogadores que entram, ou se começam a desvanecer. Será a prova da inteligência do Rui Vitória em adoptar um filho que não é dele.

O jogo contra o Atlético será marcante para perceber se o Rui Vitória consegue dar a dimensão à equipa necessária para um jogo Europeu, onde precisa de controlar mais o jogo.

francisco disse...

Lá para o Natal a gente fala...

Saudações, tipo cónego.

João Pedro disse...

Isto é muito irónico, porque há uma imagem em que filmam o banco do Sporting quando o J.Mário saiu e estão Ruiz, Montero e J.Mário seguidos no banco. E depois há um tal de Gauld na B, mas esse não conta, é muito pequeno.

disse...

Cheira-me que a bomba do próximo defeso (maior que a deste asno) já foi preparada no Ritz: o Pinto da Costa farta-se do Lopetegui e Jesus pisga-se com Carrillo lá para cima.
A história de Jesus só aceitar assinar sem cláusula de rescisão só pode ir dar nisto.
Com muita pena minha que gostei dele no Benfica. Mas siga! Pode ser que o Jonas queira ser treinador!

slbenfica disse...

Como é visível o SCP joga pouco, tem jogado pouco e o JJ por muitas ideias ou conceitos que tenha não as consegue implementar...não só pela falta de qualidade dos jogadores! Tem de perceber onde está e com quem está, e não sacudir água do capote.
Outro facto, é de ser sempre ele,jj, a dar a cara pelo caso Carrillo...onde está a direcção pra acabar de uma vez com isto? Faz algum sentido estar o treinador a desgastar- se com isso? Acho que não.
Faz algum sentido o jogador não jogar se tem contrato e recebe o seu ordenado? Acho que não... E o jogador se não quer renovar não renova, mas tinha de estar em campo porque é bom jogador e importante para o treinador.
Sei que não gostam de ir por este caminho, mas a equipa é prejudicada.

moskow disse...

"Há que ter em conta que o futebol do Benfica é mais fruto do JJ do que do Rui Vitória" tenho a sensação que não viste os 3 ultimos jogos do Benfica...dizer que o RV tá a manter o trabalho do JJ é não ter noção nenhuma...

Maldini há 2 anos por exemplo o Benfica perde logo na primeira jornada com o Maritimo e empata 1-1 com o Sporting à 3a (que podiamos ter perdido como perdemos agora com o Porto) e perdeu o 3º jogo, ja para a UEFA e com o PSG ok, logo em outubro tb.

Acho que andam a queimar o RV de uma forma demasiado facil e acho tb que deviam perder um bocadinho de tempo a observar a evolução da ideia de jogo...de jogo para jogo, em vez de cada partida independente.

GC disse...

Falta criatividade individual e ele tira montero, j Mario e bryan para deixar slimani (e por teo), gelson e Adrien. Engraçado.

Não faço parte da brigada das substituiçoes mas isto hoje foi ridículo, tira dos jogadores mais capazes de sanar os problemas que identificou para deixar outros que nunca os vão conseguir solucionar. Este jogo foi o maior mindfuck que me lembro de jj. Não fez sentido.

P. S.: se isto tiver servido para que naldo, j pereira, Adrien, gelson e slimani aquecam muito o banco daqui para a frente pronto, não se perdeu tudo. Ewerton, esgaio, andre Martins, William, mane, montero e ate o Tanaka deviam estar a frente daqueles. E já nem vou falar dos b's e dos emprestados..

Blog de Portugal disse...

Embora não seja este o fator que determina o empate hoje, ajuda à missa.

O afastamento do Carrillo, pela mão do presidente, cria um mau-estar do caralho no grupo. E isso está a afetar claramente.
Não é por ser o Carrillo a ser afastado. Podia ser ele ou outro gajo qualquer. É por os jogadores provavelmente sentirem que se vão ver fodidos para sair do SCP quando chegar a sua altura, e que irão alguns deles perder boas oportunidades nas suas carreiras.
Se pensarmos que este presidente deve estar bastante presente, deve estar lá um ambiente fodido. E neste aspeto, o JJ não tem culpa de nada.

Além disso, é preciso dar algum mérito ao Boavista. Jogando bem ou não, a verdade é que criou dificuldades.

Mas sim, hoje faltou algo mais ao Sporting, e o treinador não pode estar isento de culpas.

hra disse...

A utilização de jogadores como JP, Jefferson e Adrien enoja-me por diferentes e variadas razões.
Adrien é tão mas tão inconveniente que consegue atirar com AM para a bancada e JM para o banco. O que é que um treinador vê no Adrien? Tanta insistência para quê? A 8 é uma nulidade, a 6 é um aí Jesus pelo menos uma vez por jogo.

jkt disse...

tanta coisinha para admitirem que o JJ é um treinador banal
lol

Sport Clube Aveiras de Cima disse...

É por isto que eu acho que por muito bom que seja Jesus não acredito que consiga ser campeão este ano no sporting, mesmo não tendo visto a 2ªparte uma coisa é ter Gaitan Jonas Salvio ou outros para neste tipo de jogo que há ao longo da época resolverem aquilo em termos individuais. Ainda hoje no Benfica isso aconteceu não estando o jogo nada fácil Jonas tira aquele coelho da cartola e tudo fica mais fácil.
Pedro

David Cardoso disse...

Falta de qualidade individual? Mas nao era o SCP uma equipa com valores individuais que nao deixavam nada a dever ao SLB? Pois..

O SCP só è candidato ao titulo pq tem o Jj como treinador; mas fazer milagres 2 anos seguidos nao sei não; atè pq desde q ele se transformou em Judas tenho por mim q os milagres acabaram

André Pinto disse...

-"Faltou criatividade individual." - Em Português do bom: - Eu fiz a minha arte, mas estes gajos não prestam. Seria fofinho, não fosse tudo isto tão previsível.

Ui, então não se está mesmo a ver Pinto da Costa a vir buscar o JJ... se fosse o velhote a decidir alguma coisa, talvez já lá morasse. Mas Lopetegui é a chave para que muito dinheiro entre no bolso de muita gente na Torre das Antas. Só quando o nível de lodaçal desportivo descer a profundidades octavianas é que o basco irá lateralizar jogo para outras bandas. E mesmo assim, diz-se que há um gajo farto do Hermitage, ovos Fabergé, cascatas de Crystal, e merdas assim, em stand-by e de olho posto no próximo empate com 75% de posse de bola, frente a uma agremiação qualquer das berças. Entretanto, para os lados da Invicta é babar o ombro do colega do lado, a não ser quando um artista venha perturbar o sono das hostes,ou a defesa meta água, afectada pelo torpor lateralizado da peladinha...

Edson Arantes do Nascimento disse...

"Há jogadores do Sporting que andam há uns 2 ou 3 jogos a tentar fazer uma recepção de bola em condições."

AHAH :-D

É assim: como treinador o JJ vale mesmo muito. Na minha opinião, pelo menos, vale. O Sporting não joga mal mas tem sido muito fraquinho. Ninguém é perfeito (o JJ até está muito longe disso) e ainda por cima o Sporting é uma salada completa.

Para completar o ramalhete, o plantel do Sporting é claramente inferior em relação a Benfica e FCP. Eu sei que algumas pessoas não concordam mas, para mim, é indiscutível e se quiserem explico porquê. E ainda reconheço que o JJ não tem sido muito coerente: é certo que lhe tiraram o Carrillo, mas então alguém anda a ameaçá-lo com uma pistola para jogar com o Naldo, o Jefferson (este gajo é cómico), o João Pereira, o Adrien, o Slimani, o Teo?

É mais de meia equipa que não vale uma beata. O André Martins devia jogar mais vezes mesmo com o William em condições, Esgaio e Jonathan não são espectaculares mas são melhores do que os actuais, e depois não há outro central porque o Ewerton está lesionado e também não há mais opções para o ataque.

O que se passa com o Mané? Parece que podia estar dentro de campo mas se tivesse num café a comer uma bifana dava igual.

Lopetegui e Vitória são treinadores banais mas não são completamente totós. O JJ que se ponha pau porque se não houver resultados aquilo pode, eventualmente, pegar fogo.

E com um presidente-melga (que não consegue patrocínios, que está sempre na ofensiva com tudo e todos, que falha contratações, e que não consegue renovar alguns contratos) ao lado, até no banco de suplentes, arrisca-se a não haver bombeiros suficientes para controlar a situação.

João Duarte disse...

Tenho a certeza q com o JJ no Benfica tinha Ola John e Andre Almeida no lado direito e perdia na mesma no Porto. Ou seja, teria os mesmos pontos e um plantel menos desenvolvido.

O JJ o que tem de bom treinador tem de mau carácter. O tempo dele no Benfica estava acabado e as relações com toda a gente levadas ao limite.

Rui Pinho disse...

Ele há coisas...

No ano passado por esta altura, o Benfica não jogava uma pinóia, ganhava aos repelões na fase final dos jogos às cavalitas de um Talisca ou de um Jonas, aos Aroucas e Moreirenses, tinha ganho uma supertaça nos penalties à potência Rio Ave e tinha ainda Salvio, Enzo, Lima e Maxi. Depois ganhou pragmaticamente no dragão com aquele ataque mirabolante feito de cagaço e lançamentos laterais para a área.

Este ano perdeu com o mestre da tática a supertaça num jogo horrível, de 'ambos os dois', com um golo aos repelões, perdeu com o Arouca sem o merecer, mas perdeu, e perdeu no dragão com um bom golo resultante de uma desconcentração e de um par de ressaltos infelizes, jogando de forma personalizada e sem o medo do costume.

Respeito muito o vosso trabalho e agradeço os ensinamentos. Respeito o que JJ faz e fez no Benfica. Não acho que seja a última bolacha do pacote e, sinceramente, não tenho saudades nenhumas dele. Já o disse antes, em Braga, com um plantel infinitamente superior a este que tem agora, não fez nadinha.
Sim, porque este sporting tem J. Mário, Montero, talvez William e acaba aí a propalada qualidade. E mesmo essa...

Ace-XXI disse...

A menos que o SCP concorde custa a acreditar que o Porto tenha capacidade para pagar ao SCP, é que a ser verdade os 5M ano teria que pagar 10M...

Batalheiro disse...

Acho imensa graça a quem diz que o bom futebol que se vê na Luz ainda é fruto do trabalho do mestre. Tendo em conta que Semedo, Guedes, Mitroglu são apostas do RV e fundamentais nas movimentações ofensivas... enfim. Alguém devia avisar os groupies do JJ que o JJ não tem a patente do 442.

O JJ é bom treinador, mas não me parece que tenha a inteligência suficiente para perceber que está a tentar pendurar umas calças num cabide para camisas, ou seja, quer aplicar a mesma táctica numa equipa sem Lima, Gaitan, Sálvio, Enzo, Maxi...

O Benfica está muito contente com o RV, obrigado.

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Na 2 parte no dragão onde ficou o Benfica....
Resumir o jogo ao golo aos repelões...mostra bem o facciosismo!
O Benfica vai vivendo dos valores individuais...

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Mas com Rui Vitória nota evolução?
O que continua a valer são os valores individuais. ...
Jogo coletivo? Além da aposta que caracteriza o Rui Vitória. ..nos jovens!
Vejo é o Benfica beneficiar do excelente ataque que possui! Com equipas equiparadas as dificuldades notam-se e Muito!
O Fcp tem um bom plantel...falta um treinador!
O Scp tem um bom treinador. ..um plantel aquém!

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Até agora...Rui Vitória contra rivais capazes de contrariar o Benfica...tem saldo negativo...

Pedro disse...

"Este jogo foi o maior mindfuck que me lembro de jj."

Ui...isto não é nada. Espera para sofreres um golo, ficares a perder o jogo, e JJ meter um "Guedes" aos 90 minutos.

David Cardoso disse...

"È muito dificil prever quer Jj quer o SlB 100% satisfeitos com o rumo que tomaram"

o SLB este ano continuando com o Jj
acredito que ganhavamos isto com mais de 10 pontos de diferença

O RV pode nao ser perfeito mas com a sua humildade e dedicação quem sabe não ganha este campeonato...

Acredito que o Jj tenha mais razões para estar insatisfeito; os treinadores passam os clubes perpetuam...

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Até agora nos desafios mais complicados...
Scp e Fcp mostraram as debilidades de Rui Vitória!
Se contra o Scp ....houve a atenuante da pré-época! No dragão o Benfica criou perigo nas bolas paradas...e pouco mais!
2 parte completamente à nora!
É preciso ver que o setor ofensivo é dos mais fortes! Curioso ver como será contra o Atlético!
Mas não é tão mau quanto o pintam....
Aposta nos jovens e já venceu o catedrático. ..

RG disse...

"Falta de qualidade individual? Mas nao era o SCP uma equipa com valores individuais que nao deixavam nada a dever ao SLB? Pois.."

Sim o SLB está cheio de qualidade individual...tira o Jonas e o Gaitan ficam a discutir com o Braga/Belenenses entre outros, quem vai à Europa.

Isto é com cada um a comentar....uma equipa que defensivamente mostra debilidades, que teve no 1º jogo em casa como melhor jogador o GR, que perde o 2º jogo, que no 3º sofre 2 golos em casa, ao 4º volta a perder e ontem, por muito que tenha sido anulado, sofre novamente primeiro e ofensivamente depende de Jonas e Gaitán é mesmo uma equipa cheia de qualidade individual!

rui disse...

Porque é que o Maldini acha que não se está a verificar o fim das dificuldades do SCP contra as equipas 'pequenas', que previu aqui no blog?

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Neste blog idolatravam em demasia Jj!
O Scp é ainda o principal candidato porque deve abdicar na Liga Europa como abdicou da Lc...ou então não!

João aka.. João disse...

Quem afirma que os Benfiquistas estão contentes com o RV, das duas uma, ou são daqueles adeptos para quem não se pode, nunca, criticar o clube pois é pecado, ou então ainda não conseguiram perceber que um jogo de futebol pode ser empatado ou perdido e no entanto mostrar-se qualidade futebolística enquanto que é possível ganhar por três a zero e os comportamentos colectivos serem muito pobrezinhos.

Alguém afirmar que ontem o Benfica demonstrou qualidade colectiva está no local errado para o afirmar, pois aqui neste blog conta menos o 'destino' e muito mais o 'caminho'.

Como adepto que sou, em último caso, a escolher entre a 'espada e a parede', iria preferir as vitórias (todos queremos ganhar), só que realisticamente falando está-se muito mais perto de vencer quando aquilo que se faz em campo é bem feito. E, infelizmente, o Benfica apresenta apenas inspiração individual no ataque. Umas vezes chega, mas não será o suficiente.

Quanto ao resto, o caminho que se vai vendo é de pobreza absoluta. Muito fraco este fcp, com um treinador que, aparenta ser o principal reforço do Benfica... e um scp que, pese embora um novo treinador, demonstra falta de qualidade individual. Ainda assim, o jj vai, com a sua teimosia, repetindo erros passados. O físico à frente da mente..

cobra2 disse...

Para mim será talvez o único aspecto em que o JJ não evolui, e que se calhar até regrediu, o momento ofensivo. Está demasiado dependente do que os jogadores podem fazer individualmente, e tendo em conta o tipo de jogadores que gosta (por exemplo Slimani + 1, em detrimento de Montero e Teo), deveria trabalhar mais esse momento.

Batalheiro disse...

Joao aka Joao

Eu não abdiquei do meu sentido crítico e mesmo assim estou satisfeito com o trabalho do Rv. Posso ter essa opinião? Ou só pode vir aqui comentar quem é da mesma opinião dos autores do blogue? Que eu saiba os mesmos não são donos da verdade...

Vejo muitas coisas boas em RV que nunca na vida iria ver com JJ. O Semedo ainda hoje estaria na "b" se não fosse o RV! O mesmo para o Guedes.

Em relação a questões de ordem táctica, gosto bastante da evolução da equipa para um modelo com mais "controlo" dos tempos de jogo, já não é tudo à maluca para a frente em velocidade. A equipa vai crescendo e ficando mais sólida. Ao contrário do Sporting que está cada vez pior.

João aka.. João disse...

Claro que podes. Gabo-te é a visão de conseguires ver isso isso tudo. Tomara que venhas a ter razão.

Quanto aos jogadores em que se aposta, jogue o Benfica com 11 estrangeiros e mais 3 a saltarem do banco todos os jogos, desde que tenham qualidade, é para o lado que durmo melhor. Se nem à selecção ligo, não era no Benfica que a nacionalidade (ou a proveniência) me iria interessar. Com Maxi, por exemplo, a jogar, é óbvio que por mim o Nelson poderia estar a ganhar musgo na bancada.
Espero que venha a dar jogador. Agora é muita fogosidade e pouco mais.

B Cool disse...

Ainda não percebi, quem foi o treinador que chamou o Guedes a treinar com a equipa principal e que permitiu a estreia dele? Esta amnésia selectiva...

TheKuiou disse...

tipico modo de operar...

colocar os jogadores em causa... o que falha é sempre os jogadores, nunca o treinador!!

Quando ganha é: " eu, eu , eu " "as minhas ideias" bla bla bla

Quando perde é, "individual"... tipico.

David Cardoso disse...

"Tiras o jonas e gaitan e o Slb vao discutir a europa com Braga e Beleneses"

caro RG em primeiro lugar quando falava em qualidade individual , não quiz dizer que o SLB ta xeio dele , apenas comparativamente ao SCP, penso que deu para entender muito bem a ideia ;
não foi um coment para idolatrar o plantel do SlB nem o Rv

e jà agora no ScP tem alguem para sair para que nao lute com o Belenenses e braga?
Saudações benfiquistas e como dizes è cada um a comentar ... Mas estamos num país livre :)

David Cardoso disse...

Mas ó Rg quando que no meu coment eu disse que o SLB ta xeii de qualidade individual ; estava apenas a dizer comparativamente ao SCP e penso que deu para entender muito bem isso.

Não tava idolatrando o rv nem a qualidade indiviadual do benfica ; caso sejas sportinguista desculpa ;

como dizes è cada um a comentar , SLB saudações benfiquistas :)
ps: jà agora no SLB tiras 2 , no SCP temos quem ?

R.B. NorTør disse...

Essa de o Benfica ter mais controlo dos tempos de jogo acaba por ter piada. Viu-se o controlo absoluto que exerceu frente a Sporting, Arouca e Porto. A ordem cronológica é propositada para se perceber melhor a evolução que se tem visto.

E convém nem sequer mencionar o controlo absoluto que exercia com o Paços até o Jonas marcar aquele hino ao futebol. Aliás, o Benfica controla tão bem o jogo que o Paços nem sequer dispôs de ocasiões claras.

Como o tópico é do Sporting e sobre o JJ, o que se pode dizer é que no Benfica vai sobrando criatividade individual de cuja falta JJ se queixa. Valha-nos isso para aspirarmos a ser campeões...

GV disse...

Quase tanto quanto Organização Defensiva, "sacudir a água do capote" é a grande especialidade do JJ.

Pergunto-vos: teria ele necessidade de rodar tantos jogadores ou serão evidentes equívocos e/ou pressão à direção para liberar o regresso do Carrillo e investir em janeiro?

GV disse...

Cem por cento feliz certamente o Benfica não está assim como não estava nem nunca esteve com o JJ lá.
A questão é que o Benfica voltou a ter um treinador do Presidente, que o JJ (já) não era. Um treinador disponível para apostar nos miúdos e que não quer mandar. O curioso é que para onde o JJ foi parece que afinal também não manda... Estou para ver quando surgem as primeiras brechas naquela união... Só se for mesmo pelo amor ao pai (o que é de valor, sem pingo de ironia).
Entretanto, infelizmente o Júlio César já teve mais jogadores adversários isolados à sua frente que na época passada toda, o Luisão volta a parecer lento, isto mesmo tendo quase toda a equipa atrás da linha da bola... Por outro lado há mais pausa e com isso outras formas interessantes de mostrar a enorme qualidade individual do ataque. Isto enquanto miúdos têm oportunidades.
Resta ver se o RV consegue ir evoluindo ele mesmo e corrigindo a organização defensiva e as transições bem como a gestão da largura e da profundidade.
O comportamento na fase de grupos na Champions é também uma curiosidade que quero ir acompanhando.
Por enquanto só consigo concluir que o RV tem a sorte (resta ver se a aproveita) de o Sporting ter, até ver, as suas habituais conturbações com ou sem JJ (mesmo sabendo que com JJ pode vingar na luta pelo título nacional) e que o Lopetegui tem insistido em não dar o salto.
Como se aventa num comentário acima, JJ neste Porto, podia ser interessante de seguir...

R.B. NorTør disse...

GV isso de o Benfica ter mais «pausa» como sendo uma coisa boa carece de uma explicação.

O Benfica tem mais pausa porque o portador da bola precisa de ver onde andam o Jonas e o Gaitán, o que se traduz por «não sei o que fazer à bola, deixa lá mandá-la para quem sabe», ou outra coisa qualquer? Não estive com muita atenção ao jogo com o Paços mas o que tenho percebido no jogo do Benfica é que a progressão é pelas laterais e quando a lateral é a direita a jogada acaba 90% das vezes com lançamento longo para onde o Gaitán estiver a aparecer. Confirmas?

DC disse...

Tendo em conta o que pagam a JJ e a RV ou Lope, duvido muito é que o BdC esteja muito contente com JJ.

Já agora, no ano passado a criatividade individual existia no ataque do Slb e via-se o Slb a abdicar de atacar na mesma... O Jonas, que ia parar de marcar, lá continua, mesmo com o pior do mundo a treinar...

Pedro disse...

Se correram com VP, bi campeão, pelo que não fez na Champions seria giro o tempo que iam aturar JJ.



Batalheiro disse...

Joao aka Joao,

Tudo bem, podemos sempre concordar em discordar ;)

Eu não sou obcecado com a formação e ter uma equipa só com Portugueses e isso tudo. Mas é inegável que uma equipa onde jogam um ou dois miúdos que vêem dos juniores cria uma ligação emocional extra com (alguns) adeptos. Discordo da tua análise ao Semedo, acho que é um puto com uma desfaçatez enorme para a idade que tem e eu gosto disso; o rapaz faz dois cortes magnificos nas Antas e depois sai a jogar como se fosse uma mistura de Veloso e Maxi Pereira.

Estou a gostar muito da evolução da equipa, gosto da atitude dos mais velhos (JC, Luisão, Jonas, Jardel e até Samaris) e gosto de ver a equipa a controlar mais o jogo. Claro que não estou completamente convencido, mas também não estava com o JJ...

R.B. NorTør disse...

Batalheiro, uma reformulação da pergunta que fiz antes do GV, como é que o Benfica controla melhor o jogo?

Qual é o objectivo do jogo, para dizer que o Benfica o controla melhor? Ou dito de outra maneira, como é que esta melhor forma de controlar o jogo aproxima mais o Benfica do sucesso, sendo que esse sucesso é ganhar jogos de uma forma sitemática?

Quais as mudanças técnico-tácticas que permitem que se diga que agora o Benfica controla melhor o jogo do que num passado recente?

GV disse...

RB, é verdade que há uma certa recorrência às laterais e aos cruzamentos no momento ofensivo, mas, priorizando, isso até me parece "peaners" quando comparado com a organização defensiva e transições.
Percebo quando dizes essa do "não sei o que fazer à bola, deixa lá mandá-la para quem sabe", mas a meu ver existe maior vontade de pausar.
Faltam muitas outras coisas a este Benfica e concordo que Gaitan, Jonas e Mitro, as têm disfarçado um pouco, mas isso acontece por todo o lado onde há bons jogadores.
O RV teve uma herança pesada e, até eu fechar a minha opinião quanto à continuidade dele, precisa de tempo para ir assentando ideias (porque as que estão implementadas até ver claramente não chegam), aprender e evoluir, desde que não deite tudo a perder enquanto o faz...
RB, para ti, o RV está condenado a claudicar?

Nota: eu não digo que o Benfica controla melhor o jogo, até ver.

RG disse...

David Cardoso se não querias dizer isso, tens de aprender a controlar o discurso....porque foi isso que ficou subentendido.

Quanto a qualidade individual ela não é muito diferente....no Benfica tens Jonas e Gaitán do meio campo para a frente, no SCP tens William ligeiramente mais abaixo.
O que JJ quis dizer foi que do meio campo para a frente ninguém está neste momento ao nível que pretende...porque Ruiz está claramente cansado e porque Carrillo está "castigado".

Eu compreendo que os teus comments, como benfiquista que és, tenham sempre o azo de tentar passar algo que não é verdade, mas está na altura de compreenderes que o futebol e a equipa do Benfica, não é tão "bonita" e "superior2 como tentas fazer crer.

R.B. NorTør disse...

GV, voltamos um bocado ao dicionário. O que é claudicar? Como me dizia um amigo meu: há que ter esperança porque até o Jaime Pacheco foi campeão! Portanto a questão é definir se claudicar é não ganhar nada por azar (a famosa época do minuto 92) ou ganhar porque os outros não souberam explorar as nossas fragilidades (exemplo, o ano passado). Pessoalmente vou preferir sempre ganhar, mas não me iludo na hora de perceber se ganhámos com uma sorte do catano, por muitas vezes que ela suceda, ou se perdemos porque tivémos azar. A maior parte das nossas derrotas, se não todas, não se explicam por azar, mas por fragilidades na forma de defender.

Até ver é notório que com RV o Benfica se expôs muito mais às fases da Lua para conseguir ter sucesso. Outro factor: até agora o Benfica tem beneficiado de campos grandes. Estou curioso de ver como resulta esta táctica em campos mais apertados, com maior densidade de pernas e cabeças por metro quadrado.

A herança só pesa porque claramente é areia a mais para a camioneta de RV. Tenho para mim, e acho que não o disfarcei, que a maior «pausa» é mesmo não saber o que fazer à bola. Ou então o tempo que demora a procurar Jonas/Gaitán. Na «imensa» sabedoria do FM há uma frase absolutamente lapidar: It is not about having the ball, it is knowing what to do with it. Ou seja se é verdade que sem bola não ganhas jogos, e portanto não é muito inteligente oferecê-la ao teu adversário, por outro lado, de nada te serve teres muita bola se não sabes o que lhe vais fazer e quando a perderes o teu adversário vai aproveitar o facto de estares todo desequilibrado. Para perceber melhor esta segunda parte, ver jogos com Sporting, Estoril, Arouca e Porto.

Pedro Simões disse...

Quero só dizer que o Júlio César fez a sua primeira defesa de golo aos 83 minutos de jogo e o máximo que o Paços fez foi umas transições após perdas de bola do Benfica por passes errados e que essas transições foram finalizadas com remates a 20 metros da baliza porque o Benfica fechou bem.

Como é óbvio, o Benfica ainda não está no ponto, nem Sporting e nem FC Porto, o que se nota é uma evolução até nos posicionamentos de Jonas e na inclusão de um duplo pivot mais físico como Almeida e Samaris que só era utilizado por JJ em jogos mais difíceis. O modela do RV será diferente do de JJ e com o tempo irá ser mais notório, e sim o Benfica tenta ter maior controlo do jogo COM BOLA, por isso as percentagens de posse de bola subiram em relação ás de JJ. Há muita coisa a corrigir e a trabalhar mas lembro que RV não teve pré-época, foi obrigado a ir para as Américas jogar em altitude e com humidades e temperaturas que só quem já lá esteve tem noção do que é, eu já lá estive. Isto custou uma Supertaça e mesmo assim o Sporting não foi assim tão superior a um Benfica completamente esgotado. No Dragão faltou banco e aí RV teve culpa porque mandou para a bancada 2 jogadores que poderiam refrescar os posições de Samaris ou Almneida, o fejsa e o Cristante.

O Sporting atualmente não joga nada de nada, o Ruiz não tem desiquilibrado quanto o JJ pensava, ficou sem Carrillo, tem 2 laterais banais, o William só agora chega e Adrien é sofrivel e, na minha opinião, João Mário é curto para a posição 8 neste esquema de JJ, pode ser que com William nas costas a fruta seja outra. O FC Porto, simplesmente o seu treinador não consegue fazer passar a sua ideia de jogo e não consigo ver diferenças entre este Porto e o do ano passado.

Esta é a minha opinião, respeito que tem outras assim como sei que há malta que percebe mais disto que eu. Só acho que estão a desvalorizar demasiado o RV e ainda é cedo para vermos o que é capaz de fazer num grande, o JJ e o Lopeteghi já vimos, mas não podemos esquecer o enorme trabalho realizado em Guimarães e no Paços onde teve duas finais, uma da Taça de Liga perdida para JJ uma Taça de Portugal ganha ao JJ, sem falar que ganhou 3-0 ao Sporting de Marco Silva, empatou com o FC Porto e foi empatar á Luz no jogo que deu o titulo ao Benfica em que na segunda parte o Benfica quase nem cheirou a baliza do Guimarães e deixou o Guimarães no 5.º lugar do campeonato. Quem desvalorizar o trabalho do homem não é honesto, agora que tem ainda muito trabalho tem mas temos de dar mais tempo para mostrar o que vale.

Abraço!!!

GV disse...

RB,

"voltamos"??

Sim, o homem está com uma viola à séria no colo e a tentar deixar crescer as unhas.

A minha pergunta é se achas que as unhas crescem ou não?
Reformulando e indo ao encontro do teu último comentário: concluíste já com os dados que tens hoje (e concordo com o que achas dos jogos que destacas) que com o RV o Benfica, mesmo que ganhe algo, fazendo futurologia, será por sorte ou demérito dos adversários e nunca por algum mérito do próprio RV? É isso?

Tenho tendência a achar que o demérito dos adversários existe neste arranque do campeonato, tal como na época passada, por não usufruírem seriamente do desnorte do Benfica, tal como o inverso também se aplica.
De resto mantenho o que acho que está mal e não me sinto ainda capaz de fechar a minha opinião sobre o RV, sendo certo que como está não chega. Dar-lhe tempo poderá ser um risco, mas não se pode contratar o homem e não lhe dar tempo, ou seja, o risco foi contratá-lo.

R.B. NorTør disse...

Pedro, tudo válido, mas se o cansaço e a temperatura é desculpa para RV perder a Supertaça, então é desculpa para JJ ter perdido aquela Taça de Portugal, mesmo descontando a abébia do Artur nesse jogo. Essa Taça de Portugal de resto é completamente um outlier na estatística de jogos entre ambos. De lembrar que ainda na penúltima jornada do campeonato passado o motivo pelo qual o Vitória ao intervalo não perdia em casa por 3 ou 4 a zero foi mesmo a falta de pontaria dos avançados e não por falta de ocasiões claríssimas. Se é esse o jogo do título de que falas...

Olha, sabes quem também é muito honesto? O Bilic do West Ham. Nos jogos em que não tem de se assumir é vitórias contra City, Arsenal e Liverpool, para depois nos jogos mais do campeonato dos Hammers perder em casa com Leicester e Bournemouth e empatar com Norwich.

cobra2 disse...

R.B. NorTør então quer dizer que o Benfica perdeu por azar no ano do minuto 92. Acho que isso é desvalorizar o trabalho do Vitor Pereira nesse ano. Não foi azar, foi incompetência, ou melhor foi tremer na altura em que não se podia tremer. E a culpa foi de todos, equipa técnica e jogadores.

Pedro Simões disse...

Estamos a falar num Guimarães em contenção de custos com muita juventude es e aguentou bem com os 3 grandes e ficou em 5.º lugar. eu não estou a dizer se RV vai ou não ser grande treinador só acho que é demasiado cedo para escreverem o que têm escrito do homem. Eu noto melhorias mas ainda vejo alguns erros em alguns posicionamentos e penso que o Benfica erra demasiado passes em zonas centrais e foram essa perdas de bola infantis que deram muitos laces na cara de Júlio César porque também o Benfica estava mal posicionado. Lembro mais uma vez que o Paços criou uma única situação de golo aos 83 minutos quando já perdia por 3-0 e não fosse o poste e podia estar a perder por 4-0. O Porto criou de bola corrida 3 situações para marcar na segunda parte a que eu atribuo a uma quebra física do Benfica no meio campo e que RV não respondeu porque deixou mal o Fejsa e o Cristante na bancada. Até acho que o Benfica esteve pior ofensivamente do que defensivamente no jogo do Porto. Mas mesmo que o Paços criasse mais 2 ou 3 situações, qual é a equipa no Mundo que chega ao fim dos seus jogos e a equipa adversa´ria não teve um única situação e golo? Pode acontecer uma vez ou outra mas os outros também jogam e têm as suas armas e os jogadores também cometem erros que muitas vezes nada tem a ver com a ideia de jogo do treinador.

João disse...

cobra2 qual foi o trabalho do VP que o levou a ganhar esse jogo, do minuto 92, daquela forma? Exacto, não foi nenhum porque aquilo não foi trabalhado, foi um lance de sorte que resultou. Penso que era a isto que o R.B se estava a referir.

R.B. NorTør disse...

Cobra, não é minimamente desvalorizador do trabalho do VP. A verdade é que estiveram os dois a um nível elevado e foi um lance fortuito que acabou por decidir o campeonato. Basta ver a expressão corporal do mesmo VP ao longo do lance para perceber que já nem ele acreditava. Da mesma forma que o que decidiu o último Porto Benfica foi um lance fortuito.

GV, claro que o risco foi contratá-lo, mas a questão de lhe dar tempo está intimamente relacionada com o que se define como sucesso. A questão é, a ideia é ganhar e já que é para mudar, mudamos para alguém que tem ideias definidas (que eu até acho que ele tem), que as sabe passer à equipa (aqui sinto-me incapaz de ajuizar) e que essas ideias permitem atingir esse sucesso.

Pessoalmente eu quero ganhar, mas mais que isso, quero ganhar de uma forma sustentada, quero ganhar um ano e saber que para o ano o meu adversário vai ter de dar duas cambalhotas e três pinotes para fazer com que eu não volte a ganhar. Pelo que tenho visto em RV, as ideias dele não lhe permitem fazer isso. Até ver acho que o sucesso que o Benfica possa vir a ter será mais fruto de inépcia adversária do que mérito nosso. Repara no jogo do Porto: o JL muda o posicionamento de um (um!) jogador e todo o esquema do Benfica cai por terra, deixa de ter bola, deixa de conseguir sair e deixa de conseguir suster o ataque adversário. No final do jogo dizer que podia ter dado a vitória do Benfica é claramente exagerado.

Quanto ao haver tempo... Se RV tiver uma ideia para mudar aquela forma horrorosa de defender, então ganhará tempo precioso para poder desenvolver o resto, tempo esse que se traduzirá em pontos. Com um campeonato em que o JL parece seguir o paradigma Rui Vitória e o JJ não tem metade da qualidade com que trabalhar que RV tem, parece que o paradigma Trapattoni de se não podes ganhar não percas chegará para apurar o campeão. Como dizia outro aforismo caseiro, se o ataque ganha jogos, as defesas ganham títulos.

Resumindo:
1) pelo que tenho visto, e sem grandes mudanças, o sucesso do Benfica passará mais pela incapacidade dos nossos adversários do que pelo nosso sucesso próprio. Este ano parece ser propício a isso, face às limitações dos nossos rivais;

2) não me parece que as unhas cresçam muito mais. Ao contrário da maioria não me parece que este Benfica só tenha começado a ser trabalhado depois da Super-taça. Se fores ver o jogo com o PSG vês que uma série de princípios estão lá (espaço entre sectores, lateralização constante e inconsequente, apesar de uma maior posse de bola uma incapacidade gritante de furar o bloco adversário) e se alguma coisa têm sido ajustados, mas não alterados;

3) se esta ideia for a ideia que se definiu como sucesso, então é manter o RV. Eu é que não acredito que esta ideia de jogo nos aproxime mais de títulos.

GV disse...

Entendo RB mas eu não consigo ainda concluir tanto. Espero não estar armado em avestruz..., quero ver se há evoluções e seguir o comportamento tanto nas competições internas como externas. Fevereiro deve ser uma boa altura para chegar mais perto de conclusões desde que não se mexa demasiado no plantel em janeiro.

cobra2 disse...

R.B. NorTør não acredito em lances fortuitos. Acho que a falta de concentração nos instantes finais foi a razão dessa derrota. Para mim o campeonato perdeu-se no empate com o Estoril, e isso não foi um pormenor, nem foi o minuto 92.
Isto não quer dizer que o Benfica não tenha feito uma época excelente, porque o futebol apresentado e a competitividade apresentada contra qualquer equipa era de facto muito boa.

R.B. NorTør disse...

GV, cá estaremos para ver. Entretanto, o Blessing em Junho fez uma data de perguntas que bem podem ser a lista a responder para essa avaliação:

«Como é que um treinador que não joga de forma predominante em organização vai resolver o problema da redução dos espaços nos últimos quarenta metros? Vai atacar pelo corredor lateral, que é no fundo por onde o adversário quer ser atacado e é o caminho mais fácil de defender? Como é que atacando pelo corredor central se vai defender dos contra ataques perigosos que resultam de perdas de bola aí? Como é que um treinador que não tem saída de bola habitualmente vai ter? Como é que um treinador habituado a defender dentro do seu meio campo vai defender no meio campo do adversário? Como é que um treinador habituado a defender com muitos atrás vai resolver o problema de defender com muitos à frente? E admitindo que o tente fazer, como é que vai operacionalizar ideias que nunca tentou na prática?»

Para ler em:http://lateral-esquerdo.blogspot.pt/2015/06/sucessao-habito-ou-adaptacao.html

Benfiquista Primário disse...

O Benfica de JJ defendia como um harmónio e atacava como um carrossel.

Em ambos os casos com a equipa toda.

O Benfica de RV, embora se notem discretas melhorias, é cada um por si e fé no Gaitán e no Jonas. Resultado: o portador da bola tem 0 a 1 linha de passe, o Benfica raramente entra na área adversária com a bola controlada e em igualdade ou superioridade numéricas, Júlio César tem adversários isolados três vezes por jogo, quando antes isso acontecia para aí três vezes por trimestre.

GV disse...

RB, sim, cá estaremos. As perguntas podem ser essas, em parte.