quarta-feira, 30 de setembro de 2015

O golo da vitória do Lateral Esquerdo. Conduz, fixa e solta.

Impressiona o chapéu realizado por Shatov, mas fundamental para o desfecho do lance, e a quem atribuo 90% do golo, é Hulk. Notável por não ser um jogador com este tipo de decisão na maior parte do tempo, e que em outros lances análogos preferiu rematar a baliza. Neste lance, porém, Hulk fez várias coisas que já costumava fazer e surpreende ao perceber uma coisa que não costumava perceber. Progrediu com espaço como sempre o fez. Atacou assim que possível o corredor central, como de costume. Depois, esperou, e soltou o passe no tempo certo para que o seu colega tivesse possibilidade de finalizar em 1x0. Este é o golo do Lateral Esquerdo por ser o golo do primeiro princípio específico do ataque.

17 comentários:

JON disse...

Os gajos saíram todos a ele para tapar o remate (até porque se calhar já conhecem a peça), e ele ficou sem espaço para fazer o remate passar. Nada que o impeça de tentar isso na mesma muitas vezes... Desta vez passou.

Mas este tipo de jogadores tem tudo a ganhar se perceber o poder que têm. O remate dele é bom e por isso os adversários tentam impedi-lo. Se ele percebesse que isso muitas vezes faz colegas ficarem sozinhos, só tinha a ganhar. Ele e a equipa...

Postiga disse...

Ajudou bastante o facto de vir para dentro. Se tivesse no lado contrário ja não o conseguiria fazer porque o pé direito dele e cego. Mas muito bem a atrair, fixar e soltar no jogador livre. Nem parece dele

Carlos Antunes disse...

Mas não vos parece que ele tomou a decisão para lá do limite razoável?
É que o outro companheiro de equipa que o acompanhou acabou por ficar fora-de-jogo.
Felizmente chegou o segundo e o fiscal de linha nada assinalou.

michael disse...

um caso de má fama, na minha opiniao.
pode nao decidir sempre bem, mas foi sempre rei das assistencias por onde passou - e nao saem só de cruzamentos para a área.
tambem importante registar que a probabilidade de acerto daquela patada - que é muito provavelmente incentivada pelos treinadores - é bastante acertada, e que esta jogada - que ele ve o danny a fazer bastantes vezes - tem mais impacto porque vai tudo tentar impedir o remate dele.

Sergio Rocha disse...

Neste dia (30/Set) é o post mais interessante para colocar? Sim senhor!
Logo após empate do Porto em Moreira de Cónegos (dia 25/Set)fomos logo brindados com um post sobre a péssima qualidade enquanto treinador de Julen Lopetegui! Depois do jogo de ontem...um post?...grande?...pequeno?...nada!!
Não posso obviamente interferir na vossa linha editorial, mas tenho pena que a mesma seja tão parcial! É uma pena pois na generalidade gosto de ler as vossas análises!

Blessing disse...

Sérgio Rocha. Cria um blogue, e lá decides escrever sobre os temas que tu achares interessantes. Nós teremos todo o gosto em publicitar.

Sergio Rocha disse...

Obrigado pela sugestão Blessing, mas não acredito que tivessem todo o gosto em publicar. Vocês nunca saem da vossa cartilha.

David Cardoso disse...

Sergio Rocha , e que tal criar um post pelo horrivel que é o jogo de Chelsea, será que este FCP joga assim tanto?? não me parece que ganhar este chelsea(horrível) em casa seja caso de achar que Lopetegui melhorou como treinador... sou do SLB , mas sejamos sinceros ,este ano nenhum dos 3 grandes anda a jogar futebol , é verdade que ontem o FCP fez até agora a melhor exibição da época , mas este Chelsea é mau demais para ser verdade ...

Vitor Gomes disse...

Quando vi também fiquei a pensar se terá feito bem em aguentar tanto até abrir para o Shatov. Não teria dzyuba (acertei?) melhores hipóteses, com mais tempo/espaço para o GR e logo em posição frontal? Felizmente o Shatov não é tosco nenhum...
Grande jogada e grande jogador de qualquer modo.

Teconfil Limitada disse...

Desculpem pelo off-topic, mas ontem houve um golo na noite da champions que acho que merece discussão:
- o 2ºgolo do BATE contra a Roma é uma grande frango ou um grande golo.
Já vi de vários angulos e não sei não...

Gil Cardoso disse...

Bom artigo sobre o melhor jogador que passou pelo campeonato português nos útlimos anos. Sim, aquele que resolvia todos os jogos, principalmente os mais dificeis, não aquele que, por exemplo, nos 2 jogos que efetuou contra o FCPorto (um o ano passado e outro este ano), não compareceu em campo sequer. Sim, aquele que tem posts de meia em meia semana, e que nunca fez nada de relevo na carreira.
Outra coisa, já que se prontificam em criticar o Lopetegui sempre que alguma coisa corre mal, que tal falarem sobre o homem que, num espaço de meio ano, ganha 2 jogos em 3 aos 2 melhores treinadores do mundo, Guardiola e Mourinho? Provavelmente foi sorte...

Rafael Antunes disse...

Eu acho que ele fez o que tinha a fazer, no momento certo...

O que fica fora de jogo "nunca" é hipotese devido ao posicionamento dos defesas. Uma bola a entrar no espaço à frente dele iria favorecer muito o GR. O único momento em que dá para entrar a bola é quando o DC troca os apoios, e aí pode o passe entrar muito atrás, ou a recepção ser muito difícil. Quando o DE fixa o Shatov fica à vontade. a minha opinião era por aqui mesmo...

João Fernandes disse...

Gil Cardoso, por mais que se dê ênfase ao erro que é avaliar os treinadores apenas pelos resultados, nunca se conseguirá que as pessoas deixem essas limitações.

Jorge Carolo disse...

Gil Cardoso acho que no Visao de Mercado estão a chamar por ti..

Arrigo Sacchi disse...

Tão ou mais importante é o arrastamento do Dzyuba, que leva o Lateral Direito para dentro, libertando o Shatov para este finalizar com muito mais tempo.

R.B. NorTør disse...

E o golo do Wolfs ontem? Para quem quiser aprender, o que não faltam são exemplos.

El Cata disse...

Hoje o golo do Besiktas ao Sporting é construído com progressão para corredor central. Bela execução. O passe do Beck para o Sosa quebra os apoios da linha defensiva toda.
Parece-me que o Rui Patrício podia estar bem mais fora.
Que vos parece?

Saudações.