segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Atacar / Defender. Melhor caminho / Melhores decisões. Discussões antigas.


Desde sempre se procura aqui valorizar o melhor caminho para chegar ao golo. Aquele cujas probabilidades de acontecerem são maiores. Aquele em que o golo não surge a cada 100 tentativas.

Algumas percepções diferentes por diferentes intervenientes.

Na antevisão e no pós jogo.




P.S. - A propósito do que são ou não oportunidades mais ou menos claras de golo, o lance de Jonas que passa pouco por cima da barra. É oportunidade porque Jonas a transforma em oportunidade. Porque é um extra terrestre. Aquela bola nos pés de qualquer um dos outros 21 intervenientes em campo não teria qualquer perigo nem probabilidades de sucesso. Classifique-a como melhor ou pior oportunidade quem quiser.

40 comentários:

Bernardo Ferrão disse...

O maior cromo este Rui Vitoria. Só pensa em cruzar e nem superioridade em zonas de finalização garante. "Era fácil pô-lo deste tamanhinho...", tão fácil mesmo!

Sandro Barbosa disse...

Ya, o Samaris fez logo a análise correcta na flash interview, mas ninguém deu conta porque estavam a pensar no minuto 70. Acho que ele diz mesmo qualquer coisa tipo "não atacámos com qualidade". Não é tão assertivo como "levantar a cabeça", mas dá para o gasto.

É o "podíamos estar aqui a noite toda a fazer cruzamentos que a bola não entrava". Que é igual ao "podia estar aqui a noite toda às cabeçadas à parede que ela não caía".

badjoras disse...

https://www.facebook.com/TuttoNapoli.net/videos/vb.50242979229/10153477130569230/?type=2&theater

Rui Pinho disse...

Curioso que a única 'oportunidade' de golo do Sporting, sem oferta direta do meio campo e defesa do Benfica, criada pelo Sporting, foi um cruzamento. O do 2-0. E sim, foram superiores em tudo, controlaram e ganharam bem.

RS disse...

O Samaris nos dois flash interviews que vi dele parece perceber de bola, parece ser daqueles tipos que se questiona, que percebe o objectivo do treino e que sabe avaliar se a equipa está a ir no bom caminho ou não. A esses, deve custar muito, actualmente.

RS disse...

Só me apetece bater neste Rui Paulo Sérgio Vitória.

Gonçalo Matos disse...

Com 2x3 na área e a defesa do Benfica mal posicionada, o que facilitou..

Vasco disse...

Paolo, se fosses o presimente do Benfica, o que farias?

Responde, por favor.

R.B. NorTør disse...

Vasco, a pergunta é errada. A questão que tens de colocar ao Maldini é «se fosses treinador do Benfica o que fazias?», pergunta para a qual o Dennis Bergkamp por exemplo respondeu a 12 de Agosto.

Dennis Bergkamp disse...

RB,

(nao tenho acentos, por isso isto vai parecer muito estranho)

Aquilo em Agosto foi uma sugestao de alguem que nao tem responsabilidade nenhuma nas coisas, e baseada no que se ve de fora.

Acredito que estando la dentro, a treinar todos os dias com eles o caminho fosse diferente daquele apresentado em 1442 los angeles. Muito provavelmente, mesmo tendo uma ideia do que se deveria fazer, o processo de construcao tem muito mais dos jogadores do que o que se pensa.

Acabam por ser eles a mostrar como se deve jogar, tendo em conta a maneira como resolvem os problemas do jogo. Podes e deves direccionar, mas no final.. sao eles a fazer as coisas.

Nao deve ser nada facil ser RV neste momento.

Rui Pintado disse...


durante anos venderam-te a ideia de q JJ só contratava merda e a estrutura era boa.

vamos analisar

reforços do SCP
Jug - 0 min
Ciani - 0 min
JP - 350
Naldo - 7020
Aquilani - 214
Paulista - 0
Teo - 457
Ruiz - 499

total de 2240 min no campeonato - 280 min de jogo em média por reforço

Reforços da brilhante estrutura de scouting e afins do SLB

Ederson - 0
tarabt - 0
carcela - 34
jimenez - 171
mitroglu - 497
marçal - 0
murillo - 0
diego lopes - 0
pele - 0
dalcio - 0
vera - 0
bilal - 0

total de 702 min jogados pelos reforços. Média de 58.5 min por cada reforço.


mas, calma, o SLB tem um 11 mt forte... é dificil entrar... ou entao nao!

zangam-se as comadres descobrem-se as verdades!

DM disse...

É complicado ser treinador do Benfica neste momento. Tirando Gaitan e Jonas, a qualidade individual está muito aquém do que tem sido os últimos anos. A solução é entregar a faixa de treinador ao Jonas e deixá-lo orientar o Benfica como ele quiser.

O "software" que se veio embora deixou grandes estragos. Os benfiquistas e adeptos de futebol em geral tinham uma ideia bastante errada acerca da qualidade individual do Benfica. Da mesma forma que hoje os adeptos do Sporting também têm a mesma visão em relação ao seu plantel (basta ver os elogios feitos Naldo, por exemplo, um jogador completamente banal na linha de Luisão e Jardel). São os jogadores que jogam, é um facto, mas ter um "cérebro" a comandar as operações e a tornar as decisões dos jogadores muito mais fáceis ajuda... e de que maneira!

Tiago Almeida disse...

Custa me um bocado ler que um jogador que consegue passar ao lado de todos os jogos grandes(teve rasgos com o porto e atletico) continua a ser apelidado de extra terrestre. concordo que ele é um extrra terrestre a jogar com o moreirense em casa e com o nacional fora, mas um ponta de lança, por muita classe que tenha e por muitas linhas de passe que crie e muitos espaços que abra, não pode ser considerado de classe mundial quando nos jogos contra equipas grandes fica constantemente em branco no que toca a golos, porque no final do dia o futebol resume se a isso, golos. (sem querer desprezar a vertente tecnico tactica a que este blog da tanta importancia, e com razao diga se.)

Tiago Almeida disse...

O jonas cria espaços onde eles nao existem, joga e faz jogar e tem toques dignos de um jogador de classe mundial. agora que o leitor ja percebeu que eu sou fã do brasileiro, permitam me um desabafo: como é que podemos continuar a classifica lo como um extraterreste quando nos jogos grandes é uma nulidade no que respeita à principal função de um ponta de lança? sem querer menosprezar a vertente tecnico tactica que este blog tanto valoriza, não será exagero colocar jonas no patamar de extraterrestre quando este nao consegue marcar um golo nos jogos grandes? responder me ão que o benfica nao consegue acompanhar a inteligencia do ponta de lança brasileiro e que ele é um génio incompreendido dentro das quatro linhas. respondo eu que os extraterrestres, por muito nula que seja a prestação da equipa, arranjam sempre maneira de marcar nem que seja um golo, e o jonas tem historico não só de nao marcar mas como de falhar clamurosamente no capitulo da finalização nos jogos grandes. o futebol não é so golos, mas marcar tambem é importante, digo eu

Luis disse...

Continuo a achar o Jonas fantástico e um extraterreste no planeta Benfica. Os jogos com equipa difíceis, são isso mesmo, difíceis. Na maior parte das vezes ganha o coletivo mais forte e perde o mais fraco. Também considero que o meio campo é o setor mais importante de uma equipa. E nesse caso, o Benfica tem-no entregue a Samaris e André Almeida. Os extremos são jogadores muito fortes a partir para cima dos adversários, sem grande pausa na construção, o que os torna muito fortes contra equipas mais fáceis, e menos fortes contra coletivos fortes. Diria que o Benfica precisa de outro modelo de jogo, principalmente no meio-campo. Precisa de um futebol mais apoiado, precisa de centro-campistas mais fortes tecnicamente (do que André Almeida ou Fejsa) e mais agressivos no último terço (do que Samaris, que para mim é bom na primeira fase de construção e noutras fases somente esforçado). O Pizzi é bom ofensivamente (não é topo, mas é bom), mas defensivamente é mau (recorde-se aqui o post do LE sobre o seu posicionamento/agressividade defensiva), logo não chega para um meio-campo com dois médios-centro. O Benfica continua a transportar muito a bola e a ser lento a passá-la. Quando assim é, torna-se uma equipa mais fácil de parar. Com Jesus o Benfica já transportava muito, tornando a equipa muito pequena contra equipas grandes na Europa. No entanto, a organização defensiva de excelência permitia que ombreasse internamente com o Porto e se superiorizasse ao Sporting, e até mesmo "sobrevivesse" a jogos com gigantes como contra a Juventus em Turim, ou contra o Barcelona (recorde-se a célebre foto de Messi com a bola e a defesa do Benfica toda alinhada a sair em contenção e a fazer as coberturas de forma incrivelmente orquestrada).
Luís Filipe Vieira tinha a sua razão que era preciso Jesus sair para o Benfica crescer no seu modelo de jogo. Contudo, essa saída devia ser colmatada com um treinador que trouxesse um salto de qualidade ao modelo de jogo (para mim Vitor Pereira seria esse homem). Rui Vitória é o homem que o Benfica escolheu, o que caracteriza o "pensamento" da "estrutura". Para a "estrutura" não é o saber do técnico que melhora a treino (no seu feedback constante e atempado à realidade do treino e do jogo), mas sim o cimento que se edifica para os jogadores treinarem e a modernidade dos equipamentos, das boxes 360º que se importam da Alemanha, da gadgetização fisiológica dos atletas, etc. São, seguramente, fatores catalizadores de uma melhor performance. Mas o segredo está no treino, no jogo. É que em campo ainda só entram 11 jogadores. No fundo, é isso que torna o futebol tão especial e traz sempre incerteza no resultado de cada jogo.

Gonçalo Matos disse...

Tiago Almeida,
Quantos são os jogos em que o Benzema não marca? O Benzema é mau por não marcar golos?
Se o Jonas marcar 2 golos, é melhor que fazer 3 assistências? É melhor que fazer 100% das acções correctas?

Essa visão de que o ponta de lança tem como principal função marcar golos é um bocado arcaica.
Ainda no outro dia, em entrevista ao Lewa este dizia que mais importante que os seus golos é a sua movimentação e papel no modelo de jogo. Porque as suas acções irão permitir que a equipa marque mais golos, independentemente de quem os marca.

Se os benfiquistas estão descontentes com o Jonas, então não só merecem ter o RV como treinador como merecem que isto continue assim.

É darem o gajo ao SCP e verem como de repente ele vai ficar excelente de novo.

... disse...

Podemos ter o Aimar a treinador?

Tiago disse...

Alguém sabe quem é o autor do 1º texto

Aprendiz disse...

Gonçalo, porque dizes que estavam mal posicionados? É porque ainda estam em movimento (posicionar-se) ou há algo mais? Desde já, obrigado. Cumprimentos

Guilherme disse...

Completely off-topic, mas aqui fica: o Carlos Carvalhal a ensinar jornalistas ingleses o conceito de periodização tactica. Tem o seu quê de divertido quando temos o Rui Vitoria a dizer que o treino talvez seja a coisa menos importante de todas...

http://www.telegraph.co.uk/sport/football/competitions/league-cup/11956497/Deep-thinker-Carlos-Carvalhal-aiming-to-upset-Arsenal-in-the-League-Cup-with-Sheffield-Wednesday.html


Gonçalo Matos disse...

Aprendiz,
Eles estão todos a recuar, apoios trocados, Eliseu não está em linha, não há coberturas ao jogador na contenção que faz o centro... Acho que muito dificilmente um jogador do benfica conseguiria, com esta movimentação, atacar a sem ser de frente pra sua baliza.
Se isto é representativo do modelo ou é circunstancial, parece-me que é representativo.
Especialmente se compararmos com o controlo de cruzamentos da equipa do SCP, vemos diferenças

R.B. NorTør disse...

Dennis, diz-me que teclado usas, dir-te-ei onde eles [os acentos] estão (no teclado Americano está lá tudo, só tens de mudar as configurações do computador para US-International).

Mais a sério, quando te referi não foi por achar ou deixar de achar que estavas certo, mas para direccionar mais a conversa para o que realmente interessa: a forma como o Benfica (não) joga. Isso vinha no seguimento da pergunta sobre o que o Presidente do clube deve fazer.

Para o argumento da qualidade do que RV tem à sua disposição, a coisa boa da contabilidade dos reforços é que dá para comparar com o que o seu antecessor teve à disposição. O GR é o mesmo, a defesa que alinhou no dérbi, também jogou toda com o anterior, o meio campo idem, a menos que se exclua o GG, que alinhou muito menos, e dos avançados só Gimenez, que tem sido um autêntico central adversário, não sabe o que é ganhar títulos pelo Benfica.

Ou seja, há nove meses atrás, para poder entrar com o Pizzi nestas contas senão era mesmo um ano atrás, estes jogadores chegavam para as contas internas e agora de repente não servem.

Pior, parece que os que poderiam ter margem de progressão ou capacidade para mais facilmente aprender o que o treinador tem para lhes ensinar, parece que devem ser mentecaptos porque nem ao banco vão (sim, Cristante, estou a falar para ti, que os reforços não os conheço).

Gonçalo «Se os benfiquistas estão descontentes com o Jonas, então não só merecem ter o RV como treinador como merecem que isto continue assim.» É isso mesmo e de cada vez que leio uma alminha a dizer que Jonas tem de sair para o RV implementar o «seu» 451... Até espumo da boca, juro que espumo!

Luis disse...

@Tiago: depreendo que seja o próprio Esgaio a falar.

michael disse...

estas análises sao um pouco transversais a todos os clubes, hoje n'oJogo, algo semelhante com Lopetegui e as taxas de aproveitamento:
https://meocloud.pt/link/35fd3979-3081-4766-a152-499010b6ecd7/jogo271015.pdf/

Tiago Almeida disse...

Gonçalo Matos,

é claro que o PL do futebol moderno tem outras funçoes que nao marcar golos, mas tambem sabes que em teoria é tudo muito bonito mas que na prática tu queres um ponta de lança com finalizaçao 20, cabeceamento 20, remate 20, posicionamento 20, mais do que queres um ponta de lança com excelente capacidade de passe e grande visao de jogo, por muito importantes que estas duas vertentes sejam.o meu ponto é que assistimos a um comportamento padrao do jonas nos jogos grandes, nao marca e nao assiste e quando é chamado a finalizar, falha. desde que chegou ao benfica ja deve ter estado presente em mais ou menos 7 jogos de dificuldade acima da media, 3 contra o sporting, 2 contra porto e 2 de champions, e nesses sete jogos, tirando uns rasgos de inspiraçao contra o porto e atletico, consegue acabar todos os jogos sem assinalar nada de periogoso, ja para nao falar nos falhanços que tem contra o sporting na taça e na maneira como foi um elemento a menos o ano passado em alvalade. posto isto, ao contrario de benzemas e afins, que ja provaram muitas vezes que conseguem fazer grandes exibiçoes nos jogos a doer(e nao ficam 7 jogos de relevo sem uma assistencia ou um golo), o jonas precisa de provar muito para ser considerado jogador de classe mundial, porque que ele é um grande ponta de lança, isso ninguem duvida, mas ate prova em contrario, so assiste e marca contra os rio aves da vida, e é preciso mais para saltar de nivel

Edson Arantes do Nascimento disse...

Ontem vi uma notícia sobre um gajo de 20 anos, morador em Hradec Kralové, que fez 40 jogos e marcou 152 golos. Nunca o vi jogar! Mesmo assim, segundo o Tiago Almeida, de certeza que é o melhor avançado do mundo.

bio disse...

Tiago Almeida,

O que não entendes é que aqui defende-se que não é preciso fazer assistências ou golos, podes estar 20 jogos sem os /as fazer e seres o melhor em campo em todos eles.

Para mim o melhor é campo no Derby foi o João Mário. Viste alguma coisa de assistências ou golos?

O meu centro campista preferido é o Iniesta,tem menos golos e assistências que o Di Maria no PSG e que o Ozil no arsenal. Mas para mim, apesar das qualidades dos outros, dá show de bola a esses jogadores.

Esses momentos são consequência de boas tomadas de decisão, se lá estás para encostar ou fazer o passe mais fácil, isso é uma questão de oportunidade e da tomada de uma boa decisão anterior e assim sucessivamente.

Gonçalo Matos e RB, envio o João Pereira, o Adrien e Salomao (fazem uma cruzamentos e coiso como o RV gosta) + 5 euros para o gasóleo e o Jonas vem para o meu Sporting. Que dizem? I wish!

Gonçalo Mano

Aza Delta disse...

A todos os que acham que o problema do Benfica é individual: o plantel deste ano é superior ao do ano passado.

Nuno disse...

"Mas o segredo está no treino, no jogo."

Nem mais Luis

R.B. NorTør disse...

Bio, se calhar o treinador ainda metia mais um ou dois no pacote e juntava-lhe uma caixa de chiclas! O Salomão ainda pertence aos quadros do Sporting? Pensei que se tivesse mudado a título definitivo.

Gonçalo Matos disse...

Tiago Almeida,

No fm, em que tu mal consegues definir o modelo de jogo, ya vou querer um ponta com esses 20 todos.
Na prática, um treinador define o seu modelo de jogo e trabalha para que os jogadores o executem. O que quer dizer que dois jogadores que no papel estão no mesmo espaço físico possam ter funções completamente diferentes.
Se no meu modelo o ponta serve pra dar apoio frontal entre linhas para que enquadre procure homens a entrar na profundidade, ele não tem como principal função finalizar.
Se o meu modelo for como o do Rui Vitória, preciso de um ponta à lá FM.

É simples.

Vasco disse...

@Rb. Eu joguei muitos anos futebol (mais à bola, na verdade) e conheço este blog como a palma da minha mão. Quando te disse q o lance do Jonas era uma ocasião, é por saber q na entrada da área chutar de direito ou esquerdo p o mesmo é trivial, estamos a falar do jogador com a maior velocidade de execução da 1ª liga! Se me disseres q lances individuais não contam para ti, até posso entender!
Sei bem qual é o post que te referes, sem ter de ir ver. Quando digo presidente (homenagem ao Ricardo do ontemvi-tenoestadio. Por falar nisso pagaram-te as cervejas?! Maldini ) deve-se ao facto do Maldini/Miguel Nunes/Pb/whatever ter escrito logo após a final perdida contra o Guimarães de RV, que no lugar do presidente reunir-se-ia com o capitão e ver-se-iam as possibilidades de continuação e como é que o grupo interpretaria.

Há outra coisa que quero referir, os cruzamentos "malucos" do SLB de RV. Nós não sabemos (eu não acredito, tal como vocês) se os ditos cruzamentos têm algum propósito, se é para algum local em especial...se é para atacar um lado mais fraco, se é para ganhar a bola ressaltada (e tivemos 2 situações assim) . Quem não se recorda dos jogos contra o Braga? Os livres do Hugo Viana ali da zona "livre à Sabry" tensos para o 2ºposte q davam sempre em golo?! O golo do Ivanovic de cantos? Agora o JJ como grande treinador que é, não alterou as suas concepções básicas e fez uma pequena mudança como o Baggio já referiu aí noutro post.

R.B. NorTør disse...

Vasco, já percebi o que querias dizer.

A questão dos cruzamentos... Bom, eu gostava muito que tu tivesses razão, mas repara, o avançado do Benfica que melhor arranja esse espaço, pelas suas movimentações e poderio físico é o Mitroglou. Onde é que ele tem estado? Pois! E que pode um jogador, imagina o Jan Koller por exemplo (2 metros e tal, poderio físico, elevação grande) fazer sozinho no meio de 2,3 ou 4 adversários? Revê os jogos do Benfica e diz-me se há mais algum critério do que simplesmente cruzar por cruzar. Isso então nas jornadas do campeonato sem ser contra grandes é assustador. Veres o Gaitán a combinar com Jonas e Eliseu e a abrir uma alameda na defesa adversária e sistematicamente a cruzar através do espaço vazio em vez de entrar por ali adentro, isso é relva!

joao santos disse...

Dantes voces escreviam sobre todos os temas. Com maior ou menor concordância, era sempre um prazer ler os vossos textos. Hoje estão a entrar na linha do Entredez. Lá com o Guardiola, aqui com o Jesus. Só ele parece vos "dar pica" para soltar umas linhas sobre futebol, parecendo muito um "eu bem vos disse, eu bem vos avisei..." Não é de admirar que depois venham aqui questionar-vos sobre o porquê de não escreverem quando a equipa de Jesus passa por momentos menos bons.
Gostava que variassem mais, que falassem dos novos valores aí a aparecer, da selecção AA e sub21, Champions,etc,etc...eu sei que vocês poderão ter menos tempo hoje do que tinham há uns anos, eu sei que ninguem vos paga e podem escrever sobre o que vos bem apetecer, mas caraças, se sempre que uma equipa de Jesus brilha, aparecem uns 3 ou 4 posts, será que não dá para diversificar mais?

Paolo Maldini disse...

vasco, desculpa n ter respondido. só agora consultei os comentários e na diagonal... para te responder precisaria de pensar e de estar por dentro. Percebi pq perguntas, pegando no exemplo q dei há 3 anos qd disse q reuniria com os capitães para perceber. Na altura disse-o, pq n tinha como n tenho duvidas de q JJ é soberbo. Mas, se o grupo não estivesse com ele, n faria sentido continuar. Por isso, achava essa consulta importante. Neste momento não acho que a consulta faça sentido... O RV n é soberbo. Portanto, não há que aferir outras coisinhas importantes...

João santos, tivemos mais de um mês sem escrever aqui sobre o JJ. Dizes q foi qd (pq) ele perdeu p as competições europeias (ou empatou c Besiktas). E que agora ganhou voltamos a falar. Eu nem tenho que te dizer isto, mas aqui vai. PErdeu a meio da semana... eu não consigo ver jogos a meio da semana, n poderia ter escrito. A menos q comece a inventar... tb para o q tantos apanham daqui daria igual... Ganhou um derby... ao fim de semana... no fds em q n joguei! Nunca um derby neste blog deixou de ter vários posts. Q me lembre!!!! E mm assim n analisei/analisamos o jogo como faziamos antes... com mais qualidade! Com pena minha!

Por exemplo.. há uns anos houve um lance da subida de toda a defesa do slb ao messi que um adepto do SCP veio gozar a dizer q parecia uma pega de caras ou de cernelha... e fizemos um post a gozar com isso. Neste lance do Jonas q remata, a reacção de toda a defesa do SCP é igualizinha À dessa altura... se tivesse tido mais tempo teria feito um post com isso, para reforçar q... n era SLB ou SCP q está em causa, mas os comportamentos q sao iguais com o mm treinador. Claro q dava p gozar com o triste q veio gozar com uma coisa que nem percebe...

qts aos outros comentários... n tive mm tempo de ler td c atenção... fica só um abraço para voces todos!

Paulo Sérgio Portugal Malheiro disse...

Poderias analisar o Lopetegui e o Fcp desta época?

João disse...

Maldini,

"E mm assim n analisei/analisamos o jogo como faziamos antes... com mais qualidade! Com pena minha"

Quem tem pena somos nós que sentimos falta das vossas análises!

R.B. NorTør disse...

Subscrevo o comentário do João. Cada vez que sou obrigado a ouvir um jogo na TV portuguesa sinto-me a embrutecer...

bio disse...

Faz como eu, desliga o som, mete o chatango do posse e mistura clássica (para Guardiola), metal (para o maluco do Tuchel) e a turbinada, da Ana Malhoa (para o JJ).

Vais sentir-te muito mais são :)

Gonçalo Mano

R.B. NorTør disse...

o tablet lida mal com o tab do posse e quando vou ao bar não há wifi.