domingo, 25 de outubro de 2015

Mais um dia como qualquer outro em que Jesus sai vencedor na Luz

Tudo o que poderia correr mal ao Benfica correu. Tudo o que poderia correr bem ao Sporting correu. Menção de Honra para Jesus pela forma como conseguiu anular Gaitan, e dessa forma tirou também Jonas do jogo. Sem eles o futebol de Rui Vitória é inerte.

No final, o jogo correu estrategicamente como Jesus planeou, onde todos os imponderáveis caíram do lado de Alvalade. De negativo a alteração das referências defensivas na grande área por parte da linha defensiva do Benfica.

6 comentários:

Unknown disse...

Não dá para entender o que o Vitória quer dos dois do meio-campo.

Migas disse...

Doloroso a saída de bola, um vazio de ideias completo...

RS disse...

Saída de bola do Benfica: zero.
Qualidade da construção de jogo do Benfica: zero.
Ocasiões de golo por parte do Benfica: zero.

Incrível.

Calheiros disse...

não percebi a insistência nos extremos trocados...

Andre Lopes disse...

Ao que parece a fifa agora está a pensar em colocar quatro balizas em campo, em oposição às duas já existentes - vai haver uma ali ao pé de cada bandeirola de canto. O Rui vitoria já sabe disso e antecipou-se, tanto ofensivamente como defensivamente.

DM disse...

Incrivel. Esperava uma vitória do Sporting, mas não esperava que o Rui Vitória enterrasse tanto. A velocidade a que o Sporting está a regressar aos grandes patamares só encontra paralelo na velocidade a que o Benfica está a descer ao pré-Jesus. Ridicula a linha defensiva, ridicula a organização ofensiva, enfim, tudo completamente ridiculo. Enquanto adepto do Sporting, fico satisfeito. Enquanto adepto de futebol, só me dá pena ver Gaitan e Jonas tão desaproveitados por um suposto "professor" do futebol.